Viagem internacional

Quando eu fiz minha primeira viagem internacional na viagem a Cancún me deparei com uma série de informações que precisava conhecer antes de me aventurar em sair do país.

Por isso gostaria de relatar aqui minha experiência de tudo que passei e precisei buscar de informações para realizar a viagem.

Como começou minha viagem internacional

Tudo começou com a necessidade de criar o passaporte, o documento principal de um turista que vai viajar internacionalmente, visto que esse é seu principal documento de identificação.

Outra necessidade foi a criação do visto de viagem para o país que fui visitar (no caso o México), pois de acordo com alguns acordos entre os países pode ser necessário ou não requerer o visto.

Havia também uma preocupação em como conversar fora do país conhecendo a língua e o idioma local. Como somente conheço o básico do inglês e do espanhol poderia me complicar se não soubesse falar pelo menos alguma coisa.

Depois comecei a pesquisar sobre os costumes e a cultura local para não marcar bobeira ou cometer alguma gafe. Às vezes a gente pode se meter em furadas por achar que os mesmos costumes daqui são os costumes lá fora.

Também comecei a pesquisar sobre como funcionam os fusos horários e a diferença de horas com relação ao Brasil. Caso eu precisasse me comunicar com alguém aqui do país precisava saber o melhor horário.

E por falar em se comunicar, outra coisa que pesquisei foi sobre como telefonar e receber ligações de um país para outro conhecendo os códigos de telefone DDD e códigos de telefone DDI. E como funcionariam os celulares fora do país. No meu caso, sabia que o meu não funcionaria, mas há aqueles que funcionam e enviam até SMS.

A importância de ter um seguro de viagens numa viagem fora do país pode fazer a diferença se você vier a se machucar ou ficar doente. Eu acabei ganhando o seguro pela Royal Holiday.

Entender como são as diferentes medidas de distância, medidas de pesos, tamanhos de calçados e tamanhos de roupas pode fazer com que você se localize melhor no país visitado e também compre produtos sem ser enganado em sua viagem internacional.

E se for comprar algo, conhecer a moeda e o dinheiro local, assim como as formas de pagamento do país que se vai visitar também é necessário, além de conhecer como funciona o câmbio para a troca da moeda e outras coisas mais. O meu cartão de crédito internacional não funcionou fora do Brasil, mesmo eu habilitando no banco.

Viagem internacional
Viagem internacional

Por isso, quando você for realizar uma viagem para fora do país, fique atento a todas essas importantes informações para você poder realizar uma boa viagem e não se surpreender com nada.

E você, já foi viajar para fora do país? Passou por todas essas etapas na sua viagem internacional?

Abraço e até o próximo post!

Sua viagem começa aqui!

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Precisa alugar um carro? Na RentCars a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem.

E não esqueça do seguro viagem. Na Real seguro viagem o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto.

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigado! =)

Conteúdo relacionado

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

13 comentários em “Viagem internacional

  • Pingback: Post de final de ano 2009 | Vida de Turista

  • Pingback: Duty Free Shop | Vida de Turista

  • 04/10/2011 em 13:30

    Minha primeira viagem internacional e primeira de avião também…passei por várias etapas…passaporte, verificar moeda do país a ser visitado, telefone e endereço da embaixada do Brasil, algumas frases básicas em português e francês, dicionário português/francês na bolsa…muita confiança em mim e na família que me acolheu por 30 dias na cidade de FES. Vi maravilhas da natureza e pessoas especiais que me fizeram sentir como uma princesa, num lugar tão distante e com uma cultura tão diferente da minha.

    Resposta
  • 04/10/2011 em 13:36

    Duty Free em Paris no aeroporto Charles De Gaulle é enorme ( comprei perfumes para minha nora e filha)…permaneci por 18 h esperando o voo para o Brasil. Lamentável porque retornei desta viagem desidratada, com febre…consegui me comunicar com um agente da área internacional e fui até a Farmácia onde pude ser atentida e comprar medicamentos necessários para prosseguir a viagem.

    Resposta
  • 25/11/2011 em 00:38

    Olá Inês,
    E como é ótimo vivenciar essas etapas não é verdade? Faz parte da viagem. Tem toda a expectativa do antes, durante e o depois.
    Recomendo a todos se puderem um dia realizar uma viagem para fora do país. Vale a pena.
    Abraço,
    Thiago

    Resposta
  • 07/05/2012 em 14:42

    Olá, gostava de saber como posso fazer para trocar uma nota de 500.000,00 liras turcas sem sair do meu pais e possível? O meu país é Portugal.

    Resposta
    • 29/08/2013 em 22:38

      Olá Renato, é possível sim. Nesse caso, a melhor opção é procurar uma casa de câmbio mais próxima. Os bancos do país também podem ajudar, mas nesse caso, as taxas são mais altas.

      Resposta
  • Pingback: Post de final de ano 2009

  • Pingback: Bem-vindo 2013!

  • Pingback: Entrevista da semana| Vida de Turista | ABBV | Associação Brasileira de Blogs de Viagem

  • Pingback: Fazenda 23 de Março - Pantanal - MS - Muitas histórias pantaneiras!

  • 08/10/2016 em 13:04

    Tentei baixar o tal kit de planejamento de viagem diversas vezes e não deu.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *