5 cidades para conhecer no inverno

O inverno brasileiro começou e nada melhor que aproveitar o clima da estação mais charmosa do ano viajando. Criamos esse post com a seleção de 5 cidades para conhecer no inverno para aproveitar o frio da estação.

Cidades para conhecer no inverno

Gramado – RS: Na minha opinião, Gramado é o melhor lugar para se conhecer no inverno curtindo todo o frio da serra gaúcha. Mas vá preparado, porque é frio mesmo!! Ótima cidade para tomar um chocolate quente, para comer fondue com os amigos, para tomar um bom vinho e para namorar a pessoa amada. Gramado tem o charme necessário para tornar a viagem de inverno inesquecível, seja na arquitetura, na oferta hoteleira, na variedade de restaurantes ou nos passeios pelos pontos turísticos. A grande sensação está com o Snowland que é o parque de neve indoor de Gramado.

Snowland - Gramado - RS
Snowland – Gramado – RS

São Joaquim – SC: Que tal ter a chance de ver neve de verdade no Brasil? Pois é, São Joaquim é a cidade que permite essa façanha. Na verdade não é bem São Joaquim que está chamando a atenção nos últimos tempos. São as cidades vizinhas de Urubici e Urupema que vem ganhando destaque. Urubici é a que oferece as melhores paisagens, vide o Morro da Igreja onde é possível apreciar a escultura natural da Pedra Furada. Já Urupema é a que tem as temperaturas mais frias do Brasil. Infelizmente a região de São Joaquim ainda peca na infraestrutura turística, mas que não tira o destaque de quando o clima começa a ficar bem frio criando toda aquela expectativa no pessoal: Será que vai nevar?

Pedra Furada - Urubici - SC
Pedra Furada – Urubici – SC

Campos do Jordão – SP: A cidade é um dos polos turísticos de inverno mais famosos do Brasil. Ao subir a Serra da Mantiqueira é natural perceber uma temperatura mais fria e com mais vento criando um clima bacana para a viagem de inverno. Além disso, Campos do Jordão tem uma infraestrutura turística completa, seja na rede hoteleira, nos restaurantes ou na arquitetura e pontos turísticos, agradando a todos que visitam o lugar.

Campos do Jordão
Campos do Jordão

Rio Quente – GO: Outra cidade que merece destaque entre as cidades para conhecer no inverno está Rio Quente. É o município que tem as águas termais mais quentes do Brasil o que ajuda a esquentar no inverno brasileiro. O destaque fica com o Rio Quente Resorts, que tem infraestrutura hoteleira, parque aquático, praia artificial e oferece muitas opções de diversão para seus hóspedes. Porém também é possível curtir as águas quentes da região em Caldas Novas.

Parque das Fontes - Rio Quente Resorts
Parque das Fontes – Rio Quente Resorts

Fortaleza – CE: É uma cidade para fugir literalmente do frio do inverno. Diferente de outras regiões do Nordeste, que tem mais chuvas nessa estação do ano, em Fortaleza quase não chove o ano inteiro. Assim é possível aproveitar a baixa temporada para conseguir os melhores preços em passagens aéreas, hospedagem e passeios. Sua localização perto da linha do Equador é o que garante boas temperaturas mesmo no inverno. Uma ótima opção para quem não quer sentir frio algum.

Fortaleza - CE
Fortaleza – CE

E então, curtiu a nossa seleção de cidades para conhecer no inverno? Tem outras sugestões de cidades de inverno? Já conheceu alguma das cidades acima?

Abraço e até o próximo post!

5 motivos para contratar viajantes

Recebi por e-mail um texto para lá de bacana que conta 5 motivos para contratar viajantes e decidi compartilhar com vocês aqui no blog. Concordo com a maioria de todos os pontos abordados no texto e também confesso que me enquadrei em vários deles.

Lista dos motivos para contratar viajantes

5 Motivos para contratar viajantes
5 Motivos para contratar viajantes
  1. Viajantes não limitam seu crescimento pessoal e estão abertos a inovações
  2. Viajantes aceitam mudanças com mais facilidade
  3. Viajantes sabem administrar seu tempo e cumprir metas
  4. Viajantes sabem reagir diante de imprevistos
  5. Viajantes não se limitam a aprender novas línguas

Veja abaixo a reportagem na íntegra:

1) Viajantes não limitam seu crescimento pessoal e estão abertos a inovações

São eles as pessoas mais bem estruturadas para crescer como profissionais e como pessoas. Estudos mostram que qualificações e experiências garantem 25% de chance de contratação, enquanto os 75% dependem da desenvoltura na comunicação. Os viajantes têm experiência com isso porque exercitam (mesmo que sem perceber) diversas habilidades durante suas viagens, onde interagem com pessoas de diferentes culturas. Além disso, eles também passam a dar mais valor à diversidade e a assuntos relacionados à experiência de vida, ética, política e trabalho, o que torna os viajantes pessoas curiosas, abertas a inovações.

2) Viajantes aceitam mudanças com mais facilidade

Principalmente quando possuem experiência de trabalho no exterior, os viajantes estão propensos a ter uma visão mais cosmopolita do mundo. Assim, eles conseguem lidar com mais facilidade com ajustes e reorganização estrutural do que um profissional que nunca tenha deixado sua cidade natal.

3) Viajantes sabem administrar seu tempo e cumprir metas

Normalmente eles são adeptos a cumprimentos de listas de programação e de prazos. Viajantes têm que lidar constantemente com horários durante suas viagens e visitas, até mesmo para não perder o horário de funcionamento de um museu e nem o horário do trem. Eles também aprendem a fazer diversas tarefas dentro de um curto espaço de tempo, já que, ao explorar um país, é preciso ter cronometrado o tempo que se passa em cada ponto turístico – sempre estabelecendo metas.

4) Viajantes sabem reagir diante de imprevistos

Dentre as experiências de viagens, as preferidas são aquelas que envolvem planos que deram errado. Nesse ponto pode-se notar que os viajantes estão preparados para usar sua habilidade de ter que resolver problemas rapidamente e encontrar um caminho alternativo para seguir. Enquanto viajam, sempre precisam pensar rapidamente para onde ir, que transporte pegar e fazer uma avaliação prévia de todas as possibilidades.

5) Viajantes não se limitam a aprender novas línguas

Eles gostam da interação cultural e estão sempre ansiosos para aprender e se comunicar em novos idiomas. Se a empresa tem contatos ou clientes internacionais, as habilidades línguisticas de um profissional são relevantes dentro do ambiente de trabalho, pois facilitam a comunicação, realização de conferências e networking.

Fonte: Portal Administradores

Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas!

Para finalizar nossa série de posts sobre Bombinhas, vamos falar de um assunto polêmico envolvendo Bombinhas: a TPA, que é a Taxa de Preservação Ambiental implantada na cidade.

Segundo informado no site da Prefeitura de Bombinhas, o objetivo da TPA Bombinhas é ter o “crescimento sustentável da cidade focado na preservação da natureza e na qualidade de vida dos habitantes e da população flutuante”. Uma taxa cobrada entre os dias 15 de novembro e 15 de abril de cada ano, período em que há a maior concentração de turistas.

É um assunto polêmico que envolve a prefeitura, moradores, turistas, ambientalistas e especialistas do turismo catarinense. A taxa é cobrada para cada veículo que entra na cidade na alta temporada de Bombinhas com valores a partir de R$ 21,83.

A entrada na cidade antes gratuita passa a ser paga e obrigatória. Foi então que começaram a surgir todas as polêmicas para saber se o dinheiro será empregado no que realmente foi prometido, o funcionamento do sistema, como fica para os moradores locais, se afugentará o turista e tudo mais.

Como funciona a Taxa de Preservação Ambiental

Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas
Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas

Funciona assim: Os turistas gringos param obrigatoriamente no terminal instalado na entrada da cidade para pagar a Taxa de Preservação Ambiental. Os brasileiros não param no terminal. Eles podem seguir adiante e pagar em um dos postos instalados na cidade ou pela internet em um portal exclusivo criado para o assunto.

As placas dos veículos são registradas automaticamente por um sistema de captura de imagens e cadastrados para efetuar o pagamento. Se o veículo identificado não efetuar o pagamento, a Taxa de Preservação Ambiental entra como dívida ativa do município e corre multa de 10%, mais juros de mora de 1% ao mês.

No meu caso, nas duas vezes que fomos, entramos na cidade, não pagamos a taxa no posto de coleta e aguardamos a inclusão no portal fazendo o acompanhamento toda semana. Até hoje a taxa não foi cadastrada para o pagamento. Não sei se o sistema não gravou a placa ou se foi em um período de adaptação do sistema da TPA. Se isso aconteceu com mais pessoas, é dinheiro que o município não arrecadou como o esperado.

Para aqueles que pagaram a Taxa de Preservação Ambiental, foram arrecadados 3 milhões de reais conforme divulgado no balanço do último período. Isso permitiu a instalação de 60 banheiros públicos em todas as praias, 580 lixeiras e limpeza das praias durante o dia. Eu presenciei pessoalmente as benfeitorias na viagem a Bombinhas.

Porém a Prefeitura de Bombinhas poderia ter sido mais esperta em um assunto. As obras de saneamento começaram em plena temporada, o que atrapalhou muito o trânsito da cidade, principalmente em Bombas. Fora toda a poeira ou lama em dias de chuva que os turistas pedestres enfrentaram.

Para finalizar, se a Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas vai continuar eu não sei, mas que ela começou a mostrar benefícios e geraram grandes discussões, isso ela conseguiu fazer. E indiferente às discussões, a taxa virá para colaborar com o futuro de Bombinhas. Será muito bom visitar novamente a cidade daqui a uns anos e ver os frutos da cobrança dessa taxa. Só espero que não vire moda nas cidades turísticas, porquê de taxa nós já estamos cheios!

E você, o que acha da cobrança da TPA? Passou pelo município de Bombinhas desde então?

Abraço!

Trilha Morro do Macaco!

Um dos passeios mais bacanas que fizemos na última viagem a Bombinhas foi o passeio da trilha Morro do Macaco. Uma trilha ecológica que leva ao topo do Morro do Macaco e que permite ter uma visão de 360 graus de toda a ponta do continente onde fica localizada a cidade de Bombinhas.

Trilha Morro do Macaco
Trilha Morro do Macaco

Como é a trilha Morro do Macaco

A trilha Morro do Macaco é uma trilha de dificuldade moderada, portanto é importante ir preparado vestindo tênis, levando água e subindo em um horário de menor movimento, sem pressa e fazendo as pausas necessárias.

Pedra trilha Morro do Macaco
Pedra trilha Morro do Macaco

Para nós, o horário que presenciamos de menor movimento foi às 15 h e é um bom horário para subir com tranquilidade. Na volta, pelas 16 h, estava repleto de pessoas subindo a trilha em Bombinhas e era comum não seguir um ritmo constante e haver parada para deixar outras pessoas passarem.

Natureza trilha Morro do Macaco
Natureza trilha Morro do Macaco

Muitos preferem subir no horário mais tarde para acompanhar o pôr-do-sol em Bombinhas, porém quem sobe mais cedo, consegue ficar mais tempo sozinho lá em cima apreciando a paisagem e tirando as melhores fotos, fora que quem sobe mais cedo pode ficar lá em cima até o pôr-do-sol acontecer, sem problemas. Portanto, fica a dica.

Caminho trilha Morro do Macaco
Caminho trilha Morro do Macaco

Apesar da trilha Morro do Macaco ser de nível moderado, vi pessoas de todas as idades ou preparos físicos subindo a trilha. Vi pessoas mais velhas, mais novas, crianças, pessoas magras, pessoas pesadas, brasileiros, estrangeiros, pessoas sozinhas, pessoas em grupos, ou seja, tinha para todos os gostos. O mais bacana foi ver todas elas empolgadas e animadas com o que estava reservado para elas no topo da montanha.

Local da trilha Morro do Macaco

A entrada da trilha Morro do Macaco fica em local um pouco tanto quanto escondida. Tivemos de pedir informações a estabelecimentos locais para saber onde ficava a entrada.

Para você não ter de pedir, trouxemos aqui a informação. Ela fica localizada no fim da praia de Canto Grande na parte sul da península. Chegando lá, existe um paredão de pedras enorme e uma construção de material abandonada. A trilha fica à esquerda entre a construção, próximo da estrada.

Praias trilha Morro do Macaco
Praias trilha Morro do Macaco

Antes de subir a trilha, leia as orientações presentes na placa fixada logo na entrada. Lá tem informações básicas da trilha sobre o que levar, quanto tempo dura, qual a altitude, a dificuldade e orientações para não mexer com animais ou jogar lixo. O tempo aproximado de subida da trilha vai de 45 minutos a 1 hora considerando pausas e dependendo a condição física da pessoa. Foi mais ou menos esse tempo que levamos.

Aproveite as pausas tanto para descansar, como para bater fotos das paisagens que vão surgindo (que não são poucas) e pegar no pé dos amigos menos condicionados fisicamente. A trilha tem placas orientando o caminho aos turistas em todo o percurso, inclusive dos pontos de descanso e mirantes.

Paisagem trilha Morro do Macaco
Paisagem trilha Morro do Macaco

Topo do Morro do Macaco

O topo do Morro do Macaco após percurso da trilha é simplesmente fantástico! Se estiver um dia limpo, sem nuvens, cerração e tudo mais, você conseguirá ter uma visão de todo o Oceano Atlântico e o continente. Foi possível ver muitas das praias de Bombinhas, como Canto Grande, Mariscal, Tainha, Zimbros, Bombinhas e Bombas. Em alguns momentos, ela me lembrou do passeio que fiz no Pão de Açúcar no Rio de Janeiro, tamanha a beleza.

Oceano Atlântico visto do Morro do Macaco
Oceano Atlântico visto do Morro do Macaco

Lá em cima existem mirantes para fotos, alguns mais simples e outros mais perigosos. Cuidado para não exagerar para tirar as selfies e fotos do Morro do Macaco. Se lembre de aproveitar o momento e deixar espaço para os outros também fazerem o mesmo, afinal vocês todos venceram a subida da trilha Morro do Macaco. Também não deixe de pedir para os outros baterem fotos suas e você também bater fotos deles. É um momento relax e de interação com as pessoas.

Vista topo Morro do Macaco
Vista topo Morro do Macaco

Finalizando

A trilha do Morro do Macaco é um passeio que não deve deixar de ser feito para quem visita Bombinhas. Ele exige um pouco mais de preparo físico e cansa na subida, mas o esforço é recompensado. Deixe a preguiça de lado e aproveite uma das maravilhas de Bombinhas.

Foto trilha Morro do Macaco
Foto trilha Morro do Macaco

Obs.: Não presenciei nenhum macaco durante a subida da trilha. O nome é apenas simbólico, apesar de que não duvido que existam macacos presentes na mata mais profunda.

E você, conhece a trilha Morro dos Macacos em Bombinhas? Deixe seu comentário!

Abraço e até o próximo artigo!

Praia de Canto Grande em Bombinhas!

Em mais um post da série sobre nossa viagem a Bombinhas, trouxemos informações sobre a praia de Canto Grande. A praia de Canto Grande é uma das praias de águas mais calmas de Bombinhas.

Ela é uma baía protegida pela península, no qual sofre pouca interferência marítima, praticamente não formando ondas e mantendo a praia tranquila.

Por toda essa tranquilidade, é o refúgio escolhido pelos pescadores para abrigarem seus barcos de pesca e para atracar lanchas, iates e jet-skis dos moradores. As próprias casas litorâneas de Canto Grande possuem uma garagem inferior que é onde ficam guardadas as embarcações dos moradores.

Praia de Canto Grande - Bombinhas - SC
Praia de Canto Grande – Bombinhas – SC

Atrações de Canto Grande

Na praia de Canto Grande é que fica a entrada para a trilha do Morro do Macaco. A entrada fica ao fim da praia perto de pedras gigantes, que também são um belo atrativo turístico. Porém um problema dessas pedras é que foram pichadas por marginais. É uma lástima que existam pessoas que achem legal pichar belezas naturais como esta.

Outro ponto negativo de Canto Grande é a pouca extensão de areia, que dificulta a circulação de pessoas quando é alta temporada, principalmente quando os veranistas querem curtir o local com a família e os amigos.

Para quem gosta de pesca, Canto Grande possui um píer. Vi muitos turistas aproveitando o fim de semana para pescar peixes nesse local.

Falando em peixe, um dos restaurantes especialistas no assunto e que de quebra é um dos restaurantes mais bacanas de Canto Grande é o Tatuira Petisqueria. Os donos são daqui da cidade de Timbó e eles capricharam no projeto. O restaurante fica localizado à beira-mar com mesas e cadeiras para tomar um chopp Borck com os amigos e apreciar o pôr-do-sol.

Por ficar localizada na parte oeste de Bombinhas, uma das imagens mais belas para fotos é o pôr-do-sol em Canto Grande. O sol caindo e iluminando em tons de laranja e amarelo a água em meio aos barcos pesqueiros fazem as imagens ficaram perfeitas. Para quem gosta de natureza é um show à parte.

Tatuira Petisqueria - Canto Grande
Tatuira Petisqueria – Canto Grande

Finalizando

Se você estiver por Bombinhas, não pode deixar de passear por Canto Grande, principalmente para presenciar o pôr-do-sol e de quebra aproveitar para jantar no restaurante Tatuira com pratos à base de peixes marinhos.

E então, já ouviu falar da Praia de Canto Grande? Tem interesse em conhecer o local? Deixe seu comentário!

Abraço e até o próximo post!

Praia de Mariscal em Bombinhas!

Continuando nossa série de posts sobre Bombinhas, vamos falar hoje da Praia de Mariscal. A praia de Mariscal, na nossa opinião, é a praia mais bonita de Bombinhas. É a praia que tem águas mais claras deixando o verde esmeralda ainda mais bonito.

Por causa de sua beleza natural e pelas fortes ondas, é uma praia agitada, sendo frequentada tanto por turistas, quanto por surfistas. Não é difícil ver surfistas quebrando ondas em Mariscal.

Da praia de Mariscal também é possível ver o Morro do Macaco, local onde fizemos a trilha ecológica do Morro do Macaco. Essa junção entre montanha e mar é outro dos grandes diferenciais de Mariscal.

Mariscal - Bombinhas - SC
Mariscal – Bombinhas – SC

Hospedagem em Mariscal

Quando ficamos em Mariscal, alugamos um apartamento para temporada, tal qual fizemos na nossa estadia em Bombas. Como dissemos, essa prática é uma ótima forma de economizar em hospedagem em Bombinhas. Os apartamentos foram alugados na imobiliária Jader Vargas e por um preço acessível.

Porém quem quiser o conforto de hotéis e pousadas, pode também ficar hospedado no Pousada Águas do Mariscal, Villa dos Açores, Mariscal Apart-Hotel, Recanto Praia Azul, Pousada Arágua, Morada do Guaruçá ou no Atlântico.

Dessas, a mais renomada é a Morada do Guaruçá. Um local que oferece praia beira-mar, guarda-sóis na praia, piscina adulto e infantil, bar na piscina, restaurante próprio, redes no jardim e atividades de recreação na temporada.

Outra hospedagem de destaque é o Atlântico Hotel e Convenções que também fica localizado à beira-mar e oferece piscina, guarda-sóis na praia e espaço para jogos.

Praia de Mariscal
Praia de Mariscal

Praça da coruja-buraqueira

O apartamento que alugamos ficava próximo à praça da coruja-buraqueira. Uma praça que é preservada ambientalmente por ter as corujas-buraqueiras e seus ninhos dentro da praça. Quero-queros também faziam parceria às corujas para proteger de predadores e intrusos mais abusados, como acontecia de vez em quando, com cachorros e gatos mais próximos.

Por termos se hospedado tão perto, vimos aos montes corujas-buraqueiras nessa visita a Mariscal. Recomendo você também dar uma volta para conhecer essa praça. Foi um contato com a natureza muito bacana.

Praça das corujas-buraqueiras - Mariscal
Praça das corujas-buraqueiras – Mariscal

Finalizando

A praia de Mariscal é uma ótima praia para passear em casal, passear com a família, pegar umas ondas e ter contato com a natureza em uma das praias mais bonitas de Bombinhas.

Aproveitamos nossa viagem para descansar, curtir a praia e fazer passeios por Bombinhas tendo a praia de Mariscal como base de repouso.

E você, já esteve em Mariscal? O que achou da praia? Tem interesse em conhecer o lugar?

Praia de Bombas em Bombinhas!

Dando início a nossa série de posts sobre Bombinhas, começaremos falando da praia de Bombas. A praia de Bombas é quase uma cidade à parte de Bombinhas. Lá têm praticamente de tudo, como lojas, restaurantes, mercados, farmácias e tudo mais. Fora a praia que é maior em extensão do que a própria praia central de Bombinhas.

Praia de Bombas - SC
Praia de Bombas – SC

Hospedagem em Bombas

A praia de Bombas foi um dos locais que ficamos hospedados nas visitas mais recentes. No caso, foi com a locação da casa de um amigo, praticamente no centro de Bombas. Por sinal, existem muitas casas e apartamentos para locação em Bombas. Inclusive existem pessoas que abordam os turistas sugerindo apartamentos para locação.

Se você não se incomoda em ficar hospedado em uma casa ou apartamento para temporada em Bombinhas, minha sugestão é entrar em contato com um dos estabelecimentos comerciais de Bombas e pedir a sugestão de casas e apartamentos para baratear e economizar com hospedagem. Lembrando que esse é um ano para economizar nas viagens, conforme colocamos em nossas 5 dicas para economizar em viagem e essa pode ser uma alternativa.

Ficar hospedado em Bombas é bom porque ela fica localizada no início de toda a península onde está Bombinhas. Ela tem fácil acesso às praias de Zimbros, Canto Grande, Mariscal e a própria Praia de Bombinhas, porém é preciso do carro para chegar até essas praias devido às distâncias, o que pode ser um problema na altíssima temporada.

Por falar em carro, as ruas de Bombas estavam completamente esburacadas e ao mesmo tempo empoeiradas devido às obras de saneamento da Taxa de Preservação Ambiental. Passamos enorme sufoco para chegar até a casa de temporada alugada. Vale ficar esperto na próxima viagem.

Hospedagem em Bombas
Hospedagem em Bombas

Vida noturna em Bombas

À noite, é comum encontrar vários estabelecimentos abertos, principalmente de lojas que vendem artigos locais, roupas e artesanato. Mas o que mais bomba mesmo em Bombas (olha o trocadilho) são os bares, sorveterias e restaurantes.

Após um dia escaldante de sol na praia de Bombas, nada melhor do que relaxar em um ambiente agradável comendo uma saborosa refeição, quem sabe provida com frutos do mar em Bombinhas. De longe não é uma Balneário Camboriú ou Florianópolis, mas alternativas não faltam.

Um dos restaurantes de Bombas mais conhecidos é o restaurante Delícias do Mar. Um restaurante que fica à beira-mar e serve frutos do mar deliciosos. A aparência é de um restaurante beira-de-mar mesmo, mas não deixa de oferecer deliciosos pratos.

Outro restaurante famoso é o Empório da Carne, um local um pouco mais requintado e ao mesmo tempo com pratos saborosos.

Não podemos deixar de citar também o Especiarias do Mar Chopperia e Petiscaria com atendimento mais familiar, o Mamma Mia que traz uma pizza estilo argentino e o Restaurante Olímpio, lugar mais simples, mas de ótima qualidade.

Pôr-do-sol em Bombas
Pôr-do-sol em Bombas

Frutos do mar em Bombinhas

Bombinhas em geral é um local caro, diferente dos preços que estou acostumado a ver em Timbó e outras cidades de Santa Catarina.

Como nós estávamos em fase de contingência na última viagem, optamos por fazer nossas refeições dentro de casa mesmo. Fizemos as compras básicas nos mercados locais visando economia e gastamos mais na compra das iguarias e frutos do mar, que convenhamos, é o que mais faz por merecer estando em praias repletas de barcos pesqueiros, como Canto Grande.

Compramos salmão, merluza, mariscos e ostras na praia de Zimbros, sendo o salmão e a merluza comprados em uma das peixarias de Zimbros e as ostras e mariscos com os pescadores locais que possuem barracas instaladas na própria praia de Zimbros. Ambos os pratos feitos em casa ficaram deliciosos com frutos do mar frescos.

Minha sugestão é você também fazer o mesmo. Reservar um dia da viagem a Bombinhas para cozinhar os frutos do mar comprados na hora e ter essa experiência incrível. Dá um pouco mais de trabalho, mas vale a pena.

Frutos do mar em Bombinhas
Frutos do mar em Bombinhas

Dica: Cuidado com a maré vermelha. Não compre frutos do mar se existe a maré vermelha. Dias antes da nossa compra ela havia terminado e os pescadores até então estavam proibidos de pescar e vender enquanto esse fenômeno natural acontecesse devido à liberação de toxinas na água. Pergunte sobre o fenômeno aos pescadores locais.

Finalizando

Para fechar, o que podemos citar como pontos fortes de Bombas: a praia, as alternativas de restaurantes, bares, mercados e farmácias e a acessibilidade para outras praias. Os pontos fracos de Bombas: a necessidade de carro para chegar a outras praias e as obras de saneamento, a praia não é tão bonita quanto de Mariscal.

E você, conhece a praia de Bombas? Tem algo a contribuir com o post! Deixe seu comentário!

Abraço!

Uma nova viagem para Bombinhas!

Nesse ano de 2015, fui duas vezes para a cidade de Bombinhas. Uma delas para passar um fim de semana com os amigos e uma outra viagem para Bombinhas para passar o feriadão da Páscoa, aproveitando um dos feriados de 2015. Comparado com minha viagem a Bombinhas em 2010 posso dizer que a cidade evoluiu e continua linda!

Bombinhas continua linda!

Bombinhas continua linda não somente pelas suas praias, sua receptividade com os turistas ou seu acolhimento, mas pelo conjunto da obra.

Primeiro porque a natureza foi generosa com a cidade. Ela fica em uma península com lindas praias de águas cristalinas cor verde esmeralda e muito verde, pedras, montanhas e vegetação terrestre ao redor.

Segundo que o plano diretor da cidade de Bombinhas impede arranha-céus de serem construídos. No máximo, prédios de 3 ou 4 andares, o que ajuda a manter o clima de vilarejo, de cidade pequena, de um local para morar e esquecer dos problemas.

Terceiro porque é uma cidade turística que oferece diversos atrativos para seus visitantes, tanto para crianças como adultos, incluindo bares, restaurantes, passeios ecológicos, mergulho e atividades na praia.

Natureza em Bombinhas
Natureza em Bombinhas

Invasão gringa em Bombinhas

Os gringos sabem de todas as belezas de Bombinhas e lotam a cidade na alta temporada. Vi aos montes argentinos, paraguaios e uruguaios andando pela cidade.

Teve um dos finais de semana que tinha quase mais estrangeiros que brasileiros. A proporção de carros pelo menos era essa. Também era possível ver a invasão gringa nas praias. As rodinhas de futebol tinham sotaque gringo e a bocha de praia rolava solta. Não sei se existe tamanha invasão gringa em outra cidade brasileira, talvez o Rio de Janeiro.

Mesmo com a Taxa de Preservação Ambiental agora cobrada pela Prefeitura de Bombinhas, os gringos não se deixaram abater e continuaram aproveitando suas férias em Bombinhas.

Viagem para Bombinhas
Viagem para Bombinhas

Posts da viagem para Bombinhas

Para falar de um destino como esse com mais detalhes, criamos uma série de posts da última viagem para Bombinhas, trazendo a nossa opinião individual sobre os pontos turísticos da cidade para que você também possa ver que Bombinhas continua linda! Confira abaixo:

Acompanhe a série conosco!

Abraço!

Layout responsivo no Vida de Turista!

Olá pessoal! O Vida de Turista lançou um novo layout nesse mês de abril. Um layout responsivo para se adequar à nova tendência de acesso aos sites através de aparelhos smartphones, tablets e computadores.

Agora você pode acessar o conteúdo do blog sem se preocupar com o tamanho de tela do seu aparelho ou o tamanho de texto e imagens. Os textos ficam mais legíveis e com foco no que é o que o blog oferece de melhor: seu conteúdo de viagem.

Layout responsivo no Vida de Turista!
Layout responsivo no Vida de Turista

 

Conteúdo no layout responsivo

Continuaremos a postar nossos posts sobre destinos, dicas de viagem, notícias e novidades no do turismo para que você fique por dentro do que acontece no mundo das viagens. Todo esse conteúdo em um layout responsivo. Confira mais sobre o assunto.

Agora o menu lateral é formado somente por 1 coluna e ele sai da parte direita vindo para a parte esquerda do blog. É possível consultar posts antigos pela caixa de pesquisa na lateral e também é possível acessar os últimos artigos e comentários postados pelos leitores.

Se tiver dúvida sobre o novo layout ou sugestão de conteúdo para os próximos posts, entre em contato conosco. Queremos criar artigos de viagem de acordo com o que os nossos leitores mais querem saber.

Layout responsivo
Layout responsivo

Abraço e até o próximo post!

Museu Malba em Buenos Aires

Este é mais um post da #MuseumWeek, uma semana em que museus do mundo inteiro são lembrados nas redes sociais sendo feita a divulgação pela internet. A RBBV escolheu o dia de hoje para fazer uma blogagem coletiva. E o nosso museu escolhido de 2015 é o Museu Malba, o Museu de Arte Latino Americana de Buenos Aires, na Argentina.

Conhecemos o Museu Malba na Continuar lendo Museu Malba em Buenos Aires