Férias frustradas em Balneário Camboriú – SC

Fazendo uma pausa sobre os posts da viagem a Bonito e Pantanal, quero relatar minha experiência de fim de ano em Balneário Camboriú de 2014. Minha família e eu já passamos o réveillon em Balneário Camboriú há mais de sete anos, mas nunca havíamos passado por situação semelhante a que aconteceu esse ano. Literalmente foram férias frustradas em Balneário Camboriú.

Chegamos à cidade no dia 26/12 e saímos no dia 05/01. Sempre alugamos apartamento de temporada em imobiliária para economizar com hotel em Balneário Camboriú e manter a família toda unida. Nos últimos anos aconteceu tudo muito bem, mas esse ano a infraestrutura da cidade deixou a desejar.

Falta de estacionamento em Balneário Camboriú

Balneário Camboriú resolveu retirar os estacionamentos à beira-mar para fazer ciclo-faixa. Uma boa iniciativa que já presenciei em outras cidades turísticas, como Fortaleza e Recife, e de fato muito aproveitada pelos turistas que antes se espremiam no calçadão da Avenida Atlântica para os passeios.

Porém não teve nenhuma substituição pela Secretaria de Planejamento de Balneário Camboriú e orientação aos turistas de novos espaços de onde estacionar os carros. Nem todos os apartamentos de Balneário Camboriú tem estacionamento suficiente. Então ou você deixa em ruas escuras, com risco de arrombamento (comuns na cidade) ou deixa em estacionamentos pagos aumentando o custo da estadia.

Após rodar por um bom tempo conseguimos deixar o carro em uma rua próxima do apartamento, mas num grande lance de sorte já que uma pessoa estava saindo naquele exato momento. E aquele que não conseguiu? Correu riscos ou desembolsou caro, colaborando para as férias frustradas em Balneário Camboriú.

Falta de água em Balneário Camboriú

Essa virada de ano estava um calor intenso na região, para lá de 30 graus de temperatura, o que não é comum acontecer como presenciamos nos anos anteriores. E a cidade estava lotada com mais de 1 milhão de turistas para aproveitar o réveillon de Balneário Camboriú.

Então começaram a acontecer pelo dia 30/12 os problemas de falta d’água. No calor intenso que acontecia, uma cidade turisticamente praiana, você aproveitando a praia e tomando banho de mar, o mínimo que se espera é ter água e saneamento básico disponível.

Chegamos ao apartamento salgados do mar e ao abrir as torneiras, aquele vazio. Não tinha água para tomar banho ou água para ir ao banheiro. Ficamos salgados por horas até a água retornar.

Logo no dia seguinte, um cartaz colado no elevador do prédio alugado informando do racionamento de água em horários específicos. Tínhamos de tomar banho, almoçar e ir ao banheiro nos horários do prédio. Total perda de liberdade!

Quando a água vinha, juntávamos os baldes do apto para guardar água para lavar as mãos, louças e utilizar nos banheiros. Você pagando aproximadamente R$ 400,00 de tarifa da estadia por dia e tendo de jogar água de balde no bacio para tudo ir embora.

Foi comum ver caminhões de água girando pela cidade para abastecer os prédios, restaurantes e hotéis de Balneário Camboriú. Cada caminhão começou custando R$ 800,00 e à medida que os dias iam passando e o problema não ia se resolvendo, escutei valores de R$ 2.000,00 por abastecimento. Imagina agora você reservar um hotel ou restaurante e não ter água? Situação péssima para o turista.

Ligamos para a imobiliária Desc que nos alugou o apartamento para nos providenciar água, mas eles se isentaram, falaram que a prefeitura de Balneário Camboriú estava com problemas na bomba de abastecimento e que estava escrito no contrato que a imobiliária se isentava da responsabilidade. Eles também comentaram que eles mesmos estavam sem água, de fato mostrando que o problema era estrutural da cidade.

Muitos não resistiram à situação e logo após a virada foram embora. Como nós tínhamos contrato e somente esses dias de viagem de férias de fim de ano, não valia a pena voltar. Ficamos até o fim, mas convivendo com essa situação incômoda. Para nós o ponto mais alto que colaborou com as férias frustradas em Balneário Camboriú.

Chuva durante a virada em Balneário Camboriú

Essa situação já tinha acontecido uma vez, afinal, com o calor intenso é normal acontecer as famosas chuvas de verão. Mas o problema é que começou a chover às 23 h do dia 31/12 e parou de chover às 01 h do dia 01/01. Somente aquelas 2 horas da virada de fim de ano em Balneário Camboriú. Parece que foi proposital para atrapalhar a vista dos fogos e confraternização de início de ano.

São Pedro não quis colaborar, mas dessa vez não tínhamos o que fazer e somente respeitar a vontade dele. Então pegamos nossos guarda-sóis e fomos até à beira-mar para ver os fogos de Balneário Camboriú e brindar o ano novo que se iniciava. Champanhe em uma mão e guarda-sol em outro. E bem-vindo 2014!

Falta de energia em Balneário Camboriú

Logo após a virada de ano novo, voltamos ao apartamento por causa da chuva. Ficamos na sacada vendo o movimento das ruas e jogando conversa afora. Quando de repente vimos um balão do alto perdendo as forças. O material era balões de plástico metalizados que são altamente condutores de energia.

E não é que o balão resolve cair logo a 100 m de distância da gente justamente nos fios de energia do poste? Foi uma explosão presenciada ao vivo por nós e por outras pessoas que estavam passando na rua, queimando o transformador e apagando a cidade inteira de Balneário Camboriú. Uma total falta de responsabilidade de quem soltou o balão.

O engraçado é que havíamos lido num cartaz no elevador um comunicado da Celesc para não soltar balões durante o réveillon. Até então tínhamos ignorado por entender que era uma situação atípica, imaginando sempre aqueles balões de plástico normal que não causam estrago. Ledo engano. Sofremos na pele essa sensação. Fomos dormir à luz de velas logo no primeiro dia do ano.

No dia seguinte soubemos que outros pontos de Balneário Camboriú sofreram problemas de energia, inclusive de dia, não sei se por esse mesmo motivo, mas também causando transtorno aos turistas.

Sujeira na praia de Balneário Camboriú

Os primeiros dias que chegamos foram os melhores da temporada de férias. Sem problemas de água, luz ou chuva e com as águas e areia da praia literalmente quentes e limpas.

Então não é que devido ao calor intenso começa a se proliferar algas nas águas do mar de Balneário Camboriú? Na metade da estadia para a frente a praia ficou repleta de algas e junto veio aquele cheiro ruim e águas sujas prejudicando o banho de mar.

Sei que também aconteceu algo semelhante no Rio de Janeiro, criando uma espuma espessa sobre as águas da zona sul do Rio, também devido à proliferação de algas.

Poxa, será que isso não poderia ter acontecido alguns dias à frente? Após o retorno das férias de fim de ano? Afinal, para os trabalhadores, as férias são únicas durante o ano.

Os turistas também não medem esforço em ajudar. Vimos muita sujeira causada por humanos espalhado pelas areias durante o dia. Papéis, plásticos, borrachas e pedaços de madeira espalhados na praia de Balneário Camboriú.

Acredito que foi de propósito a mãe natureza fazer a proliferação de algas bem nesse período para mostrar como é bom conviver com a sujeira que ela convive durante o ano inteiro.

Pelo menos a Prefeitura de Balneário Camboriú poderia fazer a limpeza da praia principal durante a noite recolhendo entulhos deixados durante o dia.

Férias frustradas em Balneário Camboriú
Férias frustradas em Balneário Camboriú

Trânsito intenso em Balneário Camboriú

Um dos maiores problemas de vir ao litoral de Santa Catarina é o trânsito. Temos duas vias principais: A BR-101 e a BR-470.

A BR-101 está praticamente toda duplicada, principalmente no trecho norte (claro, com pedágios), mas como sendo a principal escoadora de movimento do estado, já não suporta mais a quantidade de carros e turistas que a transitam. No mínimo ela deveria ser triplicada, tal qual acontece nos estados maiores, como o Rio de Janeiro e São Paulo.

Já na parte sul, a BR-101 ainda não terminou a duplicação. Sem brincadeiras, eu escuto falar da duplicação da BR-101 completa desde que eu tinha 7 anos. Hoje tenho 27 anos e até agora não terminou. Essa notícia diz que a duplicação da BR-101 em SC somente terminará em 2017. Uma falta de vergonha na cara de governo e representantes políticos do estado e do país. Como o estado quer receber mais turistas se não dá condições?

A BR-470 é outro problemão. Ela escoa praticamente todos os moradores do Médio Vale do Itajaí e do oeste do estado para o litoral. E adivinhem: ela não é duplicada! Acontecem acidentes dia após dia e tem um trânsito que não cessa.

Recentemente morreu o irmão do prefeito de Blumenau, o prefeito Napoleão Bernardes, pelo trecho de Navegantes, porta de entrada de turistas que vem do aeroporto de Navegantes.

Talvez agora, com a morte de uma pessoa importante, ligada políticos, a tão prometida duplicação se inicie. O problema é ter de esperar acontecer tais situações para tudo mudar.

Sinceramente, Santa Catarina é um estado de políticos fracos! Você vai em outros estados e vê pistas duplicadas, triplicadas, túneis, metrô, trens, portos e aeroportos. Sei que não é a melhor maravilha do mundo e tem problemas estruturais também, mas pelo menos tem. Mérito de políticos desses estados.

Tem vezes que sinto medo e vergonha de chamar amigos meus que moram em outros estados nessa época do ano para vir conhecer Timbó, minha cidade, sabendo que eles vão passar por um trânsito intenso e correr risco de vida. Problema é que mudam os governantes e nada muda. Também não sei se vai mudar com as eleições de 2014.

Falta de internet 3G em Balneário Camboriú

Eu e minha família pagamos pelo serviço de 3G para smartphones da Vivo. Um plano que sempre nos atendeu muito bem pela região de Blumenau. Agora em Balneário Camboriú ele simplesmente não ia. Era muito lento, dando mais raiva de esperar a conexão do que de navegar pelos aparelhos.

Hoje em dia utilizamos internet para praticamente tudo. Aplicativos de celulares nos informam condição do tempo, condições do trânsito, nos guiam pela cidade, dão dicas de restaurantes e outros estabelecimentos. Fora todo o contato com amigos via as redes sociais. É muito serviço agregado que perdemos ao não ter internet 3G disponível.

Deu para perceber que o problema estava na superlotação de Balneário Camboriú no fim do ano. A Vivo não estava preparada para receber tantas conexões em um único local e deixou a desejar a seus usuários.

Sabemos que a Vivo e outras operadoras foram criadas para substituir serviços públicos de telefonia, a partir da privatização dessa área pelo país. É mais do que obrigação elas prestarem o serviço a que lhes foi concebido e que é pago todo mês.

O problema de internet continuou acontecendo durante toda a estadia colaborando para as férias frustradas em Balneário Camboriú.

Resumindo

Fora esses problemas, a cidade estava para lá de animada, repleta de atividades de lazer como sempre aconteceu e como já descrevi em nosso post sobre Balneário Camboriú.

O problema é que situações assim nos fazem pensar muito bem antes de reservar novamente férias em Balneário Camboriú, não pelo menos nessa época do ano. Sem infraestrutura adequada aos turistas, a cidade poderá perder seu prestígio.

E isso somente irá mudar com o alinhamento de esferas governamentais responsáveis por cada área elaborando planos de ação para atacar os problemas.

Uma cidade desse porte e desse naipe ter problemas tão básicos sabendo que esse é um período crítico para ela. Será que não se planejaram durante o ano que faltaria estacionamento, água, luz, internet 3G e teríamos problemas de trânsito?

Espero que para a próxima temporada exista uma situação diferente para não passar de novo férias frustradas em Balneário Camboriú!

Sua viagem começa aqui!

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Precisa alugar um carro? Na RentCars a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem.

E não esqueça do seguro viagem. Na Real seguro viagem o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto.

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigado! =)

Conteúdo relacionado

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

25 comentários em “Férias frustradas em Balneário Camboriú – SC

  • 27/01/2014 em 18:41

    Moro em Balneário e tenho comércio na Av. Brasil e nunca vi a nossa cidade tão suja, cheia de turísta mal educado e jogando lixo para tudo quanto é lado e índios jogando lixo e ocupando as calçadas e dizendo que tem mais direitos que qualquer brasileiro que paga imposto .E enquanto tivermos um governo como este que aí está, apoiando só a concretagem da cidade, prefeito que apóia o comércio irregular não fiscaliza nada e nem seus secretários, que são incopetentes até para mandar limpar um jardim
    Estaremos fadados a virar, o maior ex município mais turístico de Santa Catarina e termos o nosso comércio da Av. Brasil que já foi a melhor avenida comercial da área turística de SC, reduzida a famosa rua de comércio popular de São Paulo, a 25 de março.Fora populistas,que não houvem oque empresários e moradores falam para o bem da cidade.

    Resposta
    • 28/01/2014 em 20:27

      Muito bom ouvir a opinião de um morador e empresário da cidade sobre o assunto. Obrigado pelo comentário Jairo.

      Resposta
      • 11/03/2016 em 11:49

        As casas dessas criaturas devem ser muito sujas… Se elas não respeitam a nossa, imagine o resto… É muito atraso… Dá pena!!!

    • 28/01/2016 em 09:15

      Essa questão do turista gentinha de fato é comum. Em outros lados o merdileiro parece que melhorou de papel (forjado, mas continua com aquele jeito de gentinha), não importa se a saloiada se mude pra bairros civilizados ou construam mansões e nelas morem continuam do mesmo jeito. Só agora entendo por que as elites por décadas retrasaram tanto essa gentinha. Sabiam que os locais públicos iam ficar infestados, assim viveram numa boa época.

      Resposta
  • 01/02/2014 em 12:01

    Olá,

    realmente a pior coisa que pode acontecer é ter uma viagem de férias frustrada pela falta e estrutura do local visitado ou por outros fatores que não estão diretamente relacionados com isso.

    Estive em Balneário Camboriú ano passado e passei ótimos dias de sol e fiz muitos passeios na cidade. Eu moro em SP mas prefiro mil vezes as praias do Sul!

    Tudo isso que você relatou em seu post vale para as cidades praianas do estado de SP. Com o adicional da violência, a cada ano pior no litoral paulista.

    Legal seu relato, por fazer um post em que as coisas deram ERRADO, pois alguns blogs só mostram o lado bom e as coisas boas dos lugares visitados.

    Até breve,

    Erika.

    Resposta
    • 01/02/2014 em 18:29

      Obrigado Erika. Acredito que esse é um compromisso nosso como blogueiro. Falar a verdade das coisas boas e coisas ruins que presenciamos. Quem me conhece sabe que sou apaixonado por Balneário Camboriú. Já passei finais de anos maravilhosos na cidade. Porém o que vi nessa temporada me preocupou. A cidade não está crescendo organizadamente. Creio que deve haver maior criticidade na liberação de alvarás de construção, maior preocupação com saneamento básico, maior limpeza e cuidados das praias, sem esquecer saúde, educação, transporte e violência devem ser os principais focos dos governantes da cidade nos próximos anos.

      Resposta
  • Pingback: Balneário Camboriú - SC - Praia, natureza, lazer e diversão em SC!

  • 26/10/2014 em 07:51

    Busarello, esta virada 2014/15 vai passar em São Paulo, com seguridade você vai encontrar ÁGUA A VONTADE !!

    Resposta
    • 24/12/2014 em 12:35

      Rsrss, realmente São Paulo está passando por uma fase braba! Pior que Balneário! =) Mas logo São Paulo vai voltar ao normal. Abraço!

      Resposta
      • 06/10/2015 em 12:31

        Logo SP vai voltar ao normal??? Poupe-me…

  • 17/12/2014 em 13:50

    Thiago, boa tarde!
    Muito legal o site e também o relato sobre suas férias em Balneário. Uma pena não ter sido as melhores…

    Estou saindo de SP dia 31/12/2014 para passar o réveillon em SC. Como já tinha ouvido falar desses problemas no Balneário, optei por me hospedar em Navegantes, próximo ao aeroporto pois irei desembarcar lá.

    Espero que lá ao menos não tenhamos problemas com a falta de água rs.

    Aluguei um carro para fazer os trajetos. A princípio minha ida ao balneário será apenas para a virada. Depois pretendo ir ao Beto carreiro, etc.

    O que me preocupa é exatamente o trânsito. Do hotel que estarei hospedado (na BR-470) até Balneário são 30 min (segundo Google Maps). Você consegue me dizer, aproximadamente, quanto tempo gastaria saindo de Navegantes por volta de 19h do dia 31, indo pela BR-101?

    Minha ideia é passar o réveillon no TAJ, que fica na Barra Sul lá no final da Av. Atlântica.
    Estou com receio de pagar BEM CARO no ingresso da Taj e depois ter problemas para conseguir chegar lá de carro.

    Resposta
    • 24/12/2014 em 12:33

      Olá Aldair, que bacana que você vem pra SC nas férias. Torço pra que sejam ótimas férias.

      Eu estarei em balneário novamente esse ano. É um caso de amor com a cidade, mesmo com todos os problemas enfrentados.

      O trânsito vai estar crítico no período. Sugiro sair mais cedo. Também vai ter problemas de estacionamento. Balneário lota na virada. A barra sul, onde fica o Taj tem o pior trânsito pq não tem saída. É uma ponta da cidade. Pelo menos tem estacionamento pago.

      Pelo horário que vc falou deve chegar umas 22 h no Taj.

      Espero ter ajudado e quem sabe nos esbarramos por lá.

      Resposta
  • 03/01/2015 em 16:37

    Infraestrutura para 1 milhão de pessoas é praticamente impossível dentro do espaço de Balneário Camboriú. Moro na cidade a aproximadamente 3 anos e, com certeza, o período mais tenso é próximo a virada, então, sugiro aos turistas escolher outra data para poder aproveitar o que Balneário pode oferecer. As vezes é questão de bom senso entender a dificuldade que é abrigar essa quantidade de gente e pior ainda quando muitos não tem educação.

    Resposta
    • 28/01/2016 em 09:21

      Sim, década passada fui em locais do Nordeste e havia sim alguns desagradáveis, mas se contava nos dedos. Agora parece endêmico. Mesmo quando parecem ter um aspecto menos decaído são primitivos como os de aspecto mais decaído. Só os gringos se salvam. Boa parte deles é de uma educação incrível, mesmo os que trabalham como garçons se portam de modo superior a turistas gentinhas.

      Resposta
  • 02/08/2015 em 03:44

    Amigo, compartilho do sua reclamação pela falta de água na cidade, mas lembre-se que a água também depende das chuvas, que não é regulada pela prefeitura ou qualquer setor administrativo da cidade. Agora sua reclamação sobre a quantidade de pessoas e sobre 2 dias de chuvas soa ridículo, pois as chuvas deveremos fazer projeto e mandar para a câmara de vereadores para votação, para criação de uma lei que não chova mais na temporada, para satisfazer os turistas. E a quantidade de pessoas, com certos dias da temporada com mais de um milhão de turistas, só comprova que a mais bonita cidade praiana do Brasil é aqui e temos hotéis com estacionamentos para quem quiser, pois os carros não se deixam na rua em cidade alguma.
    Os hotéis, a maioria fica em média 100 metros da praia, portanto não necessita de carro para fazer esse trajeto,

    Resposta
    • 06/10/2015 em 12:33

      Adorei sua resposta…

      Resposta
    • 14/02/2016 em 18:00

      Lembrando que o blog sempre relata fatos reais do que aconteceu comigo em viagens e nesse post não foi diferente. Contei o que para mim foram férias frustradas em Balneário Camboriú, pois realmente esperava mais. Acredito mesmo que por se tratar de uma cidade turística que sempre lota na temporada poderia sim estar mais bem preparada para tal.

      Resposta
  • 17/12/2015 em 15:31

    Fui uma vez pra Santa Catarina pra nunca mais voltar.

    Resposta
    • 28/01/2016 em 09:23

      Ótimo! Deves ser do tipo de turista já citado que ninguém quer e so espanta os decentes.

      Resposta
  • 02/02/2016 em 08:36

    Muito bom o artigo.

    Resposta
  • 08/08/2016 em 14:46

    Nossa que pena, já fui algumas vezes para balneário e sempre curti muito, nunca passei por isso.
    Lugar que amoo em Santa Catarina é Penha, quantas praias lindas, tem o Beto Carrero que é incrível. Cidade muito bacana para visitar, eu sempre me hospedo na Casa Miriam Santa Catarina, muito aconchegante, preço bom, só tenho elogios a eles e a cidade.

    Resposta
    • 10/09/2016 em 21:26

      Que bom Sônia! Eu também já tive experiências fantásticas em Balneário, porém a desse ano que relatei acima deixou a desejar. Como será que vai ser a próxima temporada?

      Penha também é fantástica. É outro local que passei temporadas de férias maravilhosas. Quem não conhece, tem de conhecer, principalmente o Beto Carrero World. Abraço!

      Resposta
  • 01/09/2016 em 19:44

    cidade frustrada, povo nao acolhedor e nao preparado para lidar com turista, quem gosta de gente esquisita o lugar é esse… o que tem de pior está por aqui. fuja tem o paraná que é bem melhor e o povo é civilizado

    Resposta
  • 18/09/2016 em 00:58

    Fato meu amigo.
    A falta de água não foi apenas no ano citado, mas sim TODOS os anos. Motivo? Falta de vergonha na cara dos governantes da cidade.
    Praia..ainda existe? há alguém que AINDA se arrisca a entrar nessa água..digamos..podre? Sem contar que após 14h não há mais sol..vergonhoso.

    Resposta
  • 29/10/2016 em 17:34

    Realmente balneario camboriu eh um nojo! Por favor não venham p a cidade em que moro e amo o ano todo! Infelizmente são vcs turistas que apodrecem nossa cidade. Vão para SP e RJ com as praias maravilhosas e dias ensolarados! Deixem seus carros em estacionamentos privados gratuitos ou se esses estiverem cheios nas ruas super seguras e ilumunadas!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *