Guia de turismo – Profissão turismo

Começando nossa série de posts sobre a profissão turismo, vamos começar falando de um profissional que sempre está auxiliando os turistas nos passeios durante as viagens: o guia de turismo.

O guia de turismo é o profissional responsável por acompanhar e orientar grupos de pessoas que estão viajando, seja em excursões, viagens internacionais ou qualquer outro tipo de viagem.

Esses profissionais também são responsáveis por ajudar na montagem do roteiro e organizar as atividades que serão feitas durante o dia garantindo que você conheça os melhores pontos turísticos que a cidade oferece. Geralmente são muito bem humorados e no decorrer dos trajetos vão de forma muita criativa contando as histórias e lendas do lugar.

A profissão de guia está regulamentada pela Lei 8.623/93 e o guia de turismo tem de ser um profissional qualificado e cadastrado no Ministério do Turismo pelo Cadastur para poder exercer a profissão. Inclusive tem de ser um profissional registrado no mínimo como autônomo na prefeitura daquela cidade.

O guia de viagem tem uma grande responsabilidade na hora de conduzir os grupos, manter a ordem da viagem, passar as orientações necessárias e propor atividades que estejam de acordo com o perfil do grupo.

Eu digo que o sucesso de uma viagem em grupo muitas vezes está nas mãos do guia de turismo. Por exemplo, não adianta propor atividades radicais para um grupo de viagens da terceira idade. Ou então atividades muito paradas para excursões de alunos. O guia tem de ser preciso na proposta de roteiros.

Guia de turismo
Guia de turismo

Classificação do guia de turismo

A profissão de guia de turismo pode ser classificada da seguinte forma:

  • Guia regional: o profissional pode atuar no estado em que foi registrado, na sua cidade e região;
  • Guia especializado em atrativos naturais: esse profissional também é conhecido como guia ecológico e pode atuar somente na unidade de federação onde foi cadastrado;
  • Guia nacional: esse guia pode trabalhar em toda a América do Sul e território nacional e é muito conhecido por ser o guia de excursão;
  • Guia internacional: esse guia atua no exterior, mas para isso é necessário o conhecimento de outro idioma.

Remuneração do guia de turismo

Na maioria das vezes é complicado falar de remuneração do guia de turismo, pois quando é um profissional autônomo ele pode trabalhar prestando serviços para mais de uma empresa.

Considerando uma média geral, podemos dizer que o salário do guia de turismo fica entre R$ 2.000,00 até R$ 10.000,00 por mês dependendo a quantidade de grupos que o guia conduzir naquele mês e as empresas que ele estiver prestando o serviço.

Também dependendo onde o guia de viagens atua, pode haver as parcerias e o guia ganhar comissões dos estabelecimentos que levar os turistas. Mais uma forma de remuneração dos guias de turismo é através de gorjetas dadas pelos próprios turistas pelo bom serviço executado.

A título de comparação, teve uma vez que fiz orçamento com guia de turismo para passear com turistas aqui pela região do Médio Vale do Itajaí em Santa Catarina. O preço do guia era de R$ 250,00 por dia quando o mesmo levasse os turistas com seu carro próprio e R$ 150,00 se fosse através de ônibus de excursão ou carro dos próprios turistas. Se ele tiver grupos de turistas durante 20 dias e acompanhá-los dentro de um micro-ônibus, ele ganhará R$ 3.000,00 de remuneração.

Importante falar que o guia de turismo trabalha nos dias que o turista pode viajar que geralmente são os fins de semana, feriados e fim de ano.

Guia de turismo para grupos
Guia de turismo para grupos

Como ser um guia de turismo

Para ser guia de turismo é necessário se capacitar sobre o destino em aspectos culturais, históricos e geográficos e também conhecer sobre montagem de roteiros e atendimento ao público. Para a capacitação, uma sugestão é fazer cursos profissionalizantes como o Curso Técnico em Guia de Turismo pelo SENAC que tem a carga horária de 800 h.

O guia de turismo novato também não pode se esquecer do cadastro no Cadastur e se registrar como autônomo na prefeitura da sua cidade.

Minha experiência com guias de turismo

Eu já tive diversas experiências com guias de turismo nas viagens que fiz pelo Brasil e pelo mundo, no qual tive bons guias de turismo e péssimos guias de turismo. Quando os guias de turistas foram bons eles demonstraram:

  • Bom conhecimento técnico, histórico e cultural dos destinos turísticos
  • Indicação de atividades de acordo com o perfil do grupo
  • Indicação dos melhores lugares independente se ganha maior comissão em outros estabelecimentos
  • Domínio sobre o grupo de turistas, principalmente horários
  • Excelente carisma e afetividade com o grupo

Como você pode ver na lista, um cuidado que tem de ter com os guias de turismo é na compra de passeios turísticos. Muitas vezes os guias de turismo indicam paradas em restaurantes, casas noturnas, parques, entre outros, que não são tão bons, mas que são indicados por eles porque lá eles ganham as maiores comissões dos estabelecimentos. Isso já aconteceu comigo numa viagem a Fortaleza e desde então sempre tomo o maior cuidado com os guias de turismo.

Se você é guia de turismo ou está pensando em ser guia de turismo, vai um recado: não faça isso! Você queima a sua reputação e de outros guias, além do que muitos turistas do grupo percebem essa atitude ainda durante a viagem.

Para o turista, vale a dica para ficar esperto e sempre antes de fechar um pacote de viagem com o guia pesquisar para saber se realmente a programação que foi indicada é dos principais pontos turísticos para se conhecer e se divertir.

Finalizando

Acredito que a profissão guia de turismo é uma das profissões mais bacanas para se trabalhar com turismo. Dá para conhecer vários lugares, várias pessoas, estar em contato com a natureza, a história e a cultura do lugar e poder participar da alegria de muitas pessoas em suas viagens.

E você, tem vontade de ser guia de turismo? Já teve guia de turismo durante suas viagens? Como foi a experiência? Deixe seu comentário!

Abraço e até o próximo post!

Sua viagem começa aqui!

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Precisa alugar um carro? Na RentCars a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem.

E não esqueça do seguro viagem. Na Real seguro viagem o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto.

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigado! =)

Conteúdo relacionado

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

11 comentários em “Guia de turismo – Profissão turismo

  • 04/05/2017 em 05:31

    Prezados,

    Estou em busca de uma informação e se possivel gostaria de contar com o suporte de vocês.

    Vocês poderiam me informar se é obrigatorio a presença de um guia para o traslado de passageiros nacionais ou internacionais dentro de um onibus no Rio de Janeiro ?

    Sem mais, agradeço desde ja pela atenção e me coloco à inteira disposição.

    Atenciosamente,

    Paulo

    Resposta
    • 08/05/2017 em 22:57

      Olá Paulo Cézar, não é obrigatório, apenas acaba sendo um diferencial que já é praticado por muitas agências de turismo receptivas (aquelas que recebem os turistas), mas não existe nenhuma lei obrigando. Abraço!

      Resposta
      • 30/09/2017 em 11:56

        Achei curioso você falar que não é obrigado colocar um guia de turismo nos ônibus, pois aqui no Nordeste eles pregam a exigência dos guias nos ônibus. Acho muito chato essa obrigação. Acho válido você colocar um guia sim, mas obrigado não! Muitas vezes a abordagem deles é tão ridícula que dá a impressão que estamos roubando. Sério! É muito chato e desagradável mesmo! Mas concordo que tem que ter um guia, sou a favor, mas não obrigado, chantageando, é horrível. Não são todos que agem assim, porém acredito que 80% tem esse péssimo comportamento. Sério!

  • 02/07/2017 em 07:17

    Oi Thiago! Estou fazendo o curso de Guia de Turismo e, mesmo ainda não concluído, já pretendo acompanhar grupos de excursão/passeios regionais, nacionais e internacionais. Que dica tens para procurar oportunidades? Existe algum grupo virtual (facebook) ou blog onde divulgam oportunidades/vagas?

    Resposta
    • 02/07/2017 em 21:25

      Olá Patricia, a dica que tenho é você entrar no Linkedin, deixar seu currículo preenchido e se mostrar disponível para novas oportunidades de trabalho. Outra dica é você procurar agências de viagem receptivas, que são as agências que geralmente precisam de guias de turismo, entrar em contato com elas por e-mail ou telefone, enviar o currículo e também se mostrar disponível. Outra dica é acompanhar as vagas de emprego no site Turijobs, que é um site que divulga e mantém atualizadas vagas na área de turismo, muitas delas para guias de viagem. Fazendo essas ações com certeza vai surgir uma oportunidade. Espero ter ajudado, abraço!

      Resposta
  • 05/07/2017 em 19:38

    Olá, tudo bem?

    Gostaria de saber se um guia pode trabalhar de forma independente ou precisa necessariamente estar vinculado a uma agência ou empresas de viagens, uma vez que possui cadastro na Cadastur.

    Saberia confirmar essa informação?

    Obrigado.

    Resposta
    • 29/07/2017 em 10:16

      Olá Daniel, pode trabalhar de forma independente, sem problemas. Naturalmente, a partir do momento que você exercer a profissão, você vai ver que vai ter de fazer parcerias com agências e outros estabelecimentos turísticos para receber indicações para guiar grandes grupos, o que fará com que você naturalmente receba mais trabalhos como guia de viagem.

      Resposta
  • 31/07/2017 em 14:56

    Bom dia/tarde ou noite, em breve estarei começando meu curso em técnico em Guia de Turismo. A princípio queria trabalhar de forma independente oferecendo passeios e realizando também o translado. Minha dúvida está se existe alguma licença especial para oferecer esses passeios e translado para os clientes.

    Resposta
    • 06/08/2017 em 14:59

      Olá Ariston, sim, com certeza, existem licenças específicas para tal, já que acarreta em grande responsabilidade transportar pessoas e turistas, principalmente se acontecer algum acidente de trajeto. Minhas dicas:
      1) Verificar qual tipo de licença CNH você precisa para transportar passageiros.
      2) Entrar em contato com a prefeitura da cidade para ver quais os requisitos e licenças para exercer a profissão.
      3) Entrar em contato com um contador para abrir empresa e deixar tudo registrado.
      4) Entrar em contato com um advogado de confiança para avaliar os riscos da atividade.
      5) Também sugiro entrar em contato com o Sebrae mais próximo para que eles ajudem a elaborar um plano de negócios.
      Tem um certo custo envolvido e dá trabalho de correr atrás de tudo, mas dessa forma acredito que você terá coberto todos os pontos evitando maiores problemas lá na frente no exercício da profissão. Abraço!

      Resposta
  • 21/08/2017 em 08:51

    Thiago!
    Fiquei encantada com seu site quanto conteúdo bacana, nossa tenho certeza que já ajudou muitas pessoas pois seus artigos são realmente de valor, estava a procura de algo assim obrigada por compartilhar.

    Resposta
    • 26/08/2017 em 19:56

      Obrigado Silmara! Fico lisonjeado com seus elogios. Precisando pode contar conosco! Abraço!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *