BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Melhores trilhas de caminhada no Brasil

Olá pessoal, no artigo de hoje vamos trazer as melhores trilhas de caminhada no Brasil, principalmente aqueles lugares propícios para esse exercício para você encontrar qual a melhor trilha de caminhada para você.

Vamos falar sobre os benefícios dessa atividade, falar sobre os tipos existentes de caminhada, além de informações no final para praticar a atividade em segurança.

Também você vai encontrar dicas de como planejar uma viagem para locais incríveis sem passar perrengue no caminho e com todo o cuidado necessário para a sua saúde.

Você sabe o que levar em consideração na hora de escolher um lugar para praticar a caminhada? Então, descubra agora todas essas curiosidades e encontre a melhor trilha de caminhada do Brasil.

Por que fazer trilhas de caminhada?

A caminhada é uma atividade que melhora o condicionamento físico e tem muitos benefícios para a saúde.

Ela é uma atividade aeróbica que ajuda na função cardiovascular e, assim, reduz a pressão arterial. Ainda tem a capacidade de diminuir os níveis de colesterol e prevenir algumas doenças crônicas.

O esporte não tem restrição de idades, sendo possível ser praticado tanto por crianças, adultos ou pessoas acima dos 60 anos, desde que dosando o ritmo para cada idade.

A caminhada também deixa o pulmão funcionando da melhor forma, combate a osteoporose e, pensando em seus benefícios para a mente também, é um exercício fácil que afasta a depressão.

Portanto, além de aumentar a sensação de bem-estar, é simples deixar a sua vida mais saudável praticando frequentemente a caminhada.

Quais os benefícios da trilha de caminhada
Quais os benefícios da trilha de caminhada

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Quais os tipos de caminhada que existem?

Há pelo menos 5 níveis de caminhada para o praticante ir evoluindo no tempo investido realizando essa atividade.

Veja quais são os parâmetros de evolução da caminhada para identificar o seu estilo:

  • Nível 1 – Caminhada leve
  • Nível 2 – Caminhada esportiva
  • Nível 3 – Caminhada vigorosa
  • Nível 4 – Marcha atlética
  • Nível 5 – Caminhada em trilhas

Nível 1 – Caminhada leve

A caminhada leve ou marcha a pé é o exercício feito naturalmente, quando se passeia em um parque.

Dificilmente um turista deixa de fazer essa atividade quando está viajando, já que é normal o turista bater perna para conhecer os pontos turísticos de cada lugar.

É aquela caminhada sem muitas pretensões, no qual apesar de não ter grande ritmo cardiovascular, ajuda ainda a manter o corpo ativo.

Nível 2 – Caminhada esportiva

A caminhada esportiva considera uma caminhada rápida intermediária como um exercício físico mesmo, sendo uma atividade mais acelerada que percorre entre 5,5 a 7 km por hora.

Aqui já estamos falando de pessoas que buscam um resultado maior na prática da atividade, seja para benefício próprio ou até mesmo competições.

Nível 3 – Caminhada vigorosa

A caminhada vigorosa ou intensa é uma forma de caminhar com mais velocidade e que queima mais calorias que o nível 2. Assim, a atividade é realizada em cerca de 7 a 9,5 km por hora. Quase como se fosse uma corrida leve.

A pessoa atinge esse nível depois de muita prática e aqui o foco é resultado, seja de performar no menor tempo um determinado percurso, seja para queimar calorias ou então para bater seus próprios desafios.

Nível 4 – Marcha atlética

A marcha atlética ou olímpica é competitiva e é possível fazer entre 12 e 15 km por hora. A progressão do percurso é realizada com velocidade e com menos risco de lesão do que uma corrida.

Mesmo assim, a atividade ainda é intensa e trabalha músculos enquanto queima calorias. Na marcha atlética, os braços ficam flexionados a 90 graus e próximos ao corpo.

Nível 5 – Caminhada em trilhas

A caminhada em trilhas é um tipo de caminhada muito praticado para quem viaja em meio à natureza e gosta de completar percursos com obstáculos, sejam eles pedras, montanhas, dunas, areia, galhos de árvore e tudo mais.

Diria que esse tipo de caminhada é um dos mais bacanas de buscar um lugar para viagem, já que os desafios são diferentes de acordo com a cidade escolhida. É sobre esse tipo de caminhada que abordamos principalmente o nosso texto.

As caminhadas esportivas são um dos tipos de caminhadas que existem
As caminhadas esportivas são um dos tipos de caminhadas que existem
Cupom desconto viagem

Como escolher uma trilha de caminhada?

Diria que existem ao menos 5 itens para serem levados em consideração na hora de escolher o destino para uma trilha de caminhada. São eles:

  • Obstáculos
  • Distância do percurso
  • Necessidade de pernoite
  • Distância até a cidade
  • Paisagens

Com relação aos obstáculos, é aquele que categoriza uma trilha como de dificuldade baixa, média ou alta.

Isso inclui ângulo de inclinação para subidas, pontos com risco de queda, pontos escorregadios, rios, pedras ou galhos de árvore no caminho, necessidade de apoio de cordas, entre outros.

Os obstáculos podem ser para muitos um fator de desistir de uma determinada trilha, mas para outros é o que motiva e faz querer fazer aquela trilha para colocar no currículo.

Falando sobre a distância do percurso, também é um item essencial, para você levar em consideração o horário de partida e horário de chegada até o ponto de saída.

Quanto maior a distância, maior o desgaste e será mais necessário a preparação física de quem a pratica, assim como o planejamento para enfrenta-la.

Algumas trilhas exigem a necessidade de pernoite, no qual você pode ficar hospedado em locais de hospedagem no meio do caminho ou para aqueles lugares mais inóspitos se faz necessário acampar no lugar, exigindo que você leve na mochila kits de sobrevivência, além de colchões para dormir ou barracas.

Com relação a distância até a cidade, é importante levar esse ponto em consideração caso você venha a necessitar de apoio médico em caso de emergências ou então para ida para compra de algum mantimento ou suprimento que tenha esquecido para o percurso.

Para finalizar, vale a pena considerar locais de trilha que oferecem as melhores paisagens para fazer valer a viagem.

Nada melhor do que voltar para casa cheio de histórias para contar e recheado de fotos da viagem para trilhas de caminhada, seja em praias, costas litorâneas, montanhas ou mata fechada.

Fazer trilha em montanha é uma das trilhas mais bacanas de fazer
Fazer trilha em montanha é uma das trilhas mais bacanas de fazer

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

7 sugestões de trilhas de caminhadas pelo Brasil

Agora vamos ver 7 dos melhores lugares para fazer caminhada pelo Brasil, no qual explicamos como chegar na cidade indicada para que o seu planejamento seja completo.

Existem trilhas para diversos níveis de dificuldade no território brasileiro, desde caminhadas leves até maiores expedições.

Para quem está começando, escolha uma trilha simples para conhecer novos lugares sem enfrentar longas jornadas ou travessias com rios no caminho e isoladas em meio à natureza.

É possível curtir a paisagem em locais tranquilos e desfrutar do contato único com o verde, parando até para fazer piqueniques e curtir cachoeiras em apenas um dia, sem acampar e carregar mochilas pesadas.

Trilha das 7 praias em Ubatuba (SP)

O cenário dessa tranquila trilha de caminhada em Ubatuba é para quem quer começar a sair de sua zona de conforto com um visual lindíssimo.

A trilha das 7 praias atravessa as praias Praia do Oeste, Praia do Peres, Praia do Bonete, Praia Grande do Bonete, Praia do Deserto, Prainha do Deserto e Praia do Cedro do Sul.

O percurso tem 10 km em Ubatuba, sendo uma trilha fácil que liga a Praia da Lagoinha até a Praia da Fortaleza. É ótima para quem tem pouco costume com trilhas e você encontra paisagens de pura beleza em cada um desses lugares.

Leve protetor solar enquanto caminha pelas praias e espere o visual das encostas e Mata Atlântica pelo percurso. Vale muito a pena ter esse contato com a natureza com um nível de dificuldade moderado em Ubatuba.

Há alguns trechos de subida, principalmente na Praia da Fortaleza, então o trajeto pode começar por esse caminho para enfrentar as maiores dificuldades desse passeio logo de início.

Você pode parar para apreciar o mar e a natureza até chegar à Lagoinha, levando o tempo total de até seis horas para completar a caminhada.

Essas são praias desertas que você pode curtir fazendo a trilha e não precisa fazer o passeio com guias, já que o trajeto todo é sinalizado.

Porém, com um guia profissional pela trilha das 7 praias desertas em Ubatuba, você conhece a história do lugar e da cidade, podendo se sentir mais seguro andando pelas praias belíssimas e encantadoras.

Vá no verão para o litoral norte de São Paulo. O aeroporto de São Paulo (GRU) está distante em aproximadamente 5 horas da cidade e o melhor caminho para quem vem da região é através de Taubaté, pela Rodovia Oswaldo Cruz, ou por Caraguatatuba, pela Rodovia dos Tamoios. Vindo do Rio de Janeiro, pegue a rodovia Rio-Santos.

A Pousada Jamboo é uma das acomodações maravilhosas em Ubatuba, assim como a Pousada Mar Suites, com localização excelente.

Caminhada na Serra São José em Tiradentes (MG)

A trilha de São José é uma caminhada fantástica em Tiradentes para os adeptos da atividade. Ela é ótima principalmente com uma excursão guiada pela Serra de São José e é uma região fascinante.

Você sobe pela Trilha do Carteiro até o topo da serra em uma boa caminhada que passa pela Calçada dos Escravos, onde você tira fotos da vista da cidade. O local é o cartão-postal de Tiradentes e o sobe e desce acontecem pelo mesmo lado da Serra.

A Serra de São José está inserida na Área de Proteção Ambiental (APA) São José e, para os amantes de história e cultura, a caminhada pelas diversas trilhas significa mergulhar em fatos da época dos bandeirantes.

Não é recomendado caminhar sozinho pela Serra, porque a paisagem contemplativa não acompanha a sinalização durante os percursos. Aproximadamente 90% dos turistas que visitam a Serra de São José hospedam-se em Tiradentes.

Portanto, escolha uma pousada na cidade para ficar hospedado, como a Don Quixote Pousada, a Pousada do Ó ou então o Arraial Velho Pousada Temática e depois curta as várias trilhas e cachoeiras que saem de Tiradentes contratando um serviço de guia para chegar aos principais mirantes da serra.

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (Confins) é o principal acesso para quem chega de outros estados.

A cidade de Tiradentes está localizada em Minas Gerais, a aproximadamente 190 km de Belo Horizonte. A partir de BH, a estrada mais comum para chegar a Tiradentes de carro é a BR-040.

Trilha do Parque Nacional do Itatiaia no Rio de Janeiro (RJ)

O Parque Nacional do Itatiaia no Rio de Janeiro tem trilhas de todos os tipos e o ideal é contratar um guia. Uma trilha de caminhada com ótima vista é a Circuito 5 Lagos e Pedra do Altar.

Essa trilha é considerada moderada e para iniciantes do montanhismo, por isso e pela péssima sinalização que é recomendado ter um guia te acompanhando. A caminhada dura praticamente o dia todo, mas não quer dizer que não compense ou tenha um nível de dificuldade grande.

São 12 km percorridos no total e a altitude é de 2.665 metros. Assim, o Circuito dos 5 Lagos e Pedra do Altar é um roteiro incrível para quem deseja uma caminhada mais leve também coordenada por um guia e que pode ser feita com toda a família, mesmo sendo cansativa.

O visual é sensacional e o percurso é todo realizado dentro do Parque Nacional de Itatiaia que abrange as cidades de Itatiaia e Resende.

Os aeroportos principais mais próximos ao Parque são: Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão – Antônio Carlos Jobim (178 km) e o Aeroporto Santos-Dumont (184 km).

A partir da estrada que sai de Itatiaia, acesse pela portaria principal do parque. Saindo do Rio de Janeiro ou São Paulo, o visitante deve seguir pela Rodovia Presidente Dutra (BR 116) até a cidade.

Hospede-se perto do parque. A cidade de Visconde de Mauá oferece opções excepcionais de hotéis, chalés e pousadas, como a Xai Mauá, a Pousada Pedra da Gávea ou a Pousada Tijupá.

Trilha da Caverna do Diabo em Eldorado (SP)

A Caverna do Diabo está localizada em São Paulo, no município de Eldorado, e você pode visitar a trilha de caminhada indescritível que existe pela Mata Atlântica para ter acesso à caverna.

Eldorado tem cavernas, trilhas e cachoeiras e a visita é feita com monitores até a Caverna do Diabo. Ela é grandiosa e uma das mais bonitas do Brasil dentro do parque que leva o seu nome, Parque Estadual da Caverna do Diabo.

O passeio dura, em média, uma hora e as trilhas são fantásticas. O local também é bem iluminado e as melhores trilhas estão localizadas dentro do Parque Estadual de Jacupiranga (PEJ).

Conte com bastante acessibilidade, tendo passarelas e escadas no caminho. Tome banho nos rios e cachoeiras, se preferir, além de observar a flora e fauna durante o passeio. A estrutura tem milhares de anos e o clima é quente e úmido, com temperatura média anual de 22°C.

Para manter o distanciamento social no momento, agende o seu horário para visita. As trilhas são leves e, no fim, você conhece a caverna. O aeroporto de Congonhas está distante 240 km de Eldorado.

Portanto, de carro, pegue a Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) até chegar a Jacupiranga e entrar na cidade. Eldorado está localizada na região do Vale do Ribeira.

Com relação a hospedagem, você pode ficar em hotéis como a Pousada Rural Ouro Verde ou na Pousada Arapassu.

Caminhada na Trilha do Pitoco em Chapecó (SC)

A trilha do Pitoco tem 3 km e, fazendo várias paradas, você pode demorar até 4 horas contando com ida e volta. Ela está localizada em Chapecó no estado de Santa Catarina e possui cinco cachoeiras com vistas exuberantes.

Mais precisamente, a trilha fica na Linha Alto Capinzal no Goio-ên, a 28 km do centro de Chapecó em direção ao Rio Grande do Sul pela SC-480.

O lugar é incrível e o contato com a natureza necessita de preparo físico para curtir a paisagem em um trajeto, por vezes, bem íngreme.

De fato, a Trilha do Pitoco é um dos principais atrativos do ecoturismo do Oeste Catarinense, fora o turismo rural muito forte na região.

Cuidado com o percurso pouco sinalizado, pois pode ser perigoso. O acesso a trilha se dá pela Rota Vale do Uruguai e são em torno de 8 km de estrada de chão em boas condições.

Espere por um visual deslumbrante já na metade da estrada de acesso a trilha, no Mirante da Ferradura, onde é possível observar o Vale do Rio Uruguai. Preste atenção nos obstáculos e siga tranquilo.

A Trilha do Pitoco tem estrutura para campings e até churrasqueiras. Inclusive, esse espaço fica lotado no verão, aos finais de semana.

Chapecó também tem pousadas e hotéis de boa avaliação, como o Tri Hotel Chapecó, o AJ Hotel Chapecó ou o Holiday & Business Hotel.

Caminhada na Pedra Redonda em Monte Verde (MG)

Monte Verde fica localizado em Minas Gerais e oferece para os praticantes da caminha a famosa trilha da Pedra Redonda para proporcionar uma vista linda em uma trilha também considerada fácil.

Para chegar até lá, vá com um guia que te leva em um veículo 4×4. A subida e a caminhada até o pico são bem íngremes e a trilha é bem sinalizada. O esforço compensa quando você curte a paisagem em cerca de 20 minutos de subida até a Pedra.

Para chegar até lá, o aeroporto de São Paulo é o mais próximo de Monte Verde. A cidade está distante 166 km da capital paulista, estando localizada no Sul de Minas. Monte Verde fica em meio à Serra da Mantiqueira, a 1.600 metros de altitude.

O acesso a cidade se dá pela Rodovia Fernão Dias – BR 381 e há hospedagens para todos os bolsos, com diárias que variam de R$ 180 a R$ 1.800, entre elas a Pousada Spa Mirante da Colyna, o Kuriuwa Hotel e a Pousada Suíça Mineira.

Trilha do Parque Nacional de Aparados da Serra (RS)

O Parque Nacional de Aparados da Serra é mais uma paisagem exuberante no Sul do Brasil. Ele está localizado na porção mais oriental da divisa dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

A trilha de caminhada no Cânion do Itaimbezinho tem duração de mais de 3 horas e a parte superior está no RS, enquanto as bordas dos cânions estão na divisa com SC. Existem equipes que fazem esse passeio acompanhando os turistas.

O horário de visitação do Parque Nacional de Aparados da Serra (Cânion Itaimbezinho) é das 8h às 17h e o acesso é relativamente fácil. Aproveite a experiência de terça a domingo, os dias de funcionamento do parque.

A experiência na trilha de caminhada até o topo do cânion Itaimbezinho é imperdível, mas existem outras como a Trilha do Cotovelo e a Trilha do Rio do Boi.

Você pode ir em qualquer época do ano e, para chegar ao Cânion do Itaimbezinho, a rota engloba as 2 trilhas principais da parte alta do Parque: a trilha do Cotovelo, com cerca de 6 km, e a trilha do Vértice, com um pouco mais de 1 km. As trilhas são planas e bem sinalizadas.

Portanto, chegue cedo em Cambará do Sul e aproveite. Dica: entre novembro e fevereiro, as temperaturas estão mais quentes para curtir as cachoeiras também.

Você pode ir para Aparados da Serra tanto pelo RS quanto por SC, mas o melhor trajeto é pelo Rio Grande do Sul. Se você tiver programado uma viagem para Gramado, pode esticar mais uma hora e meia para Cambará do Sul.

Entretanto, caso chegue pelo aeroporto de Porto Alegre e vá sentido Praia Grande (SC), são cerca de 220 km de estrada em boas condições para o Parque Nacional de Aparados da Serra. Cambará do Sul fica a cerca de 190 km de distância da capital Porto Alegre.

Vindo pelo RS, acesse o trevo para Cambará do Sul (na Rota do Sol ou RS-020). Em Cambará, dobre à direita na Estrada do Itaimbezinho (RS427), e então são 18 km de estrada de terra até a entrada do Parque.

Hospede-se na cidade mesmo, em pousadas como a Pousada Recanto do Lago e a Cânions de Cambará Pousada e chalés como a Pousada Estalagem da Colina.

Vista da Trilha Prainha na Guarda do Embaú - SC
Vista da Trilha Prainha na Guarda do Embaú – SC
Grupo de desconto de viagem

Cuidados necessários

Precisamos estar atentos a cuidados básicos em uma viagem que envolve esportes e nos lugares que vamos visitar. Alguns itens são essenciais e é preciso fazer um checklist antes de partir rumo a uma trilha de caminhada.

Veja se você precisa de um guia durante a atividade e conheça as características do local, além de levar na mochila tudo o que poderá ser útil para o exercício.

Utilize um tênis adequado para a caminhada, vista roupas leves, saiba qual o clima do local para onde vai e conheça os aspectos de segurança do lugar.

Um checklist prático contém, inclusive, o aeroporto mais próximo da hospedagem para viagens mais longas em direção ao turismo de aventura.

Cada trilha tem suas próprias características e, caso você faça a caminhada sem o apoio de um guia, leve GPS ou mesmo um mapa de navegação. Não esqueça do básico: hidrate-se no caminho e leve comida extra.

Por isso, veja as nossas dicas para curtir o turismo de aventura da melhor forma:

Seguro de viagem

O seguro viagem é um recurso barato para a sua viagem e que recomendamos que seja feito para ficar tranquilo em qualquer destino.

Por ser uma atividade física em lugares ao ar livre, você estará exposto a riscos de saúde e do próprio ambiente. Portanto, o seguro de viagem é relevante para o turismo esportivo no momento de planejar a sua ida a qualquer lugar no Brasil.

A nossa recomendação é contratar pelo site Seguros Promo e ficar assegurado enquanto estiver viajando, com diversas proteções disponíveis nas opções de planos variados.

Condicionamento físico

Treine e faça exercícios antes de encarar uma trilha de caminhada, mesmo que seja de nível fácil.

Isso porque é bom garantir a sua força muscular e um pouco de academia – ao menos duas vezes por semana – ajuda a trabalhar o corpo para a atividade na natureza.

Alimentação

Alimente-se bem antes de ir para a trilha e leve alimentos leves para comer durante uma caminhada um pouco mais longa, como frutas ou um sanduíche de pão integral.

Barras de cereais e frutas secas também são fáceis de transportar durante a atividade e dão aquela energia, principalmente no sprint final

Psicológico

O contato com a natureza pode ser mais cansativo do que parece, ao mesmo tempo em que causa uma sensação grande de relaxamento ao final do percurso.

Assim, além de ser um ótimo exercício aeróbico, a caminhada é sinônimo de saúde mental para pessoas ansiosas ou com sintomas de depressão.

Ainda mais feita em grupo com a possibilidade de fazer novas amizades e melhorar a experiência estreitando laços com pessoas próximas.

Equipamentos

Na verdade, caminhadas necessitam de uma mochila com comida, água, protetor solar e álcool gel, além de um tênis confortável e roupas frescas (ou de manga comprida em ambientes frios).

Vale a pena investir em tênis leves, que possam molhar e que sequem rápidos, assim como seja preparado para sujar na lama e tudo mais.

Acompanhamento de guias

Alguns percursos necessitam de guia ecológico que vai além de um acompanhamento, sendo ele responsável pelo sucesso da caminhada até o final.

Lugares que têm características problemáticas para desbravá-los sem a segurança de um guia pode ser uma péssima ideia.

Principalmente, para quem não tem experiência em trilhas na mata e viaja para locais com poucas sinalizações durante o caminho.

Treinamento necessário

A preparação consiste em treinos para quem vai fazer a trilha de caminhada como os que mencionamos para ganhar condicionamento físico: faça exercícios para o fortalecimento muscular com certa frequência.

Melhores lugares para trilhas de caminhada no Brasil
Melhores lugares para trilhas de caminhada no Brasil
Dicas para a bagagem

Conclusão

Neste artigo, trouxemos opções para que a sua escolha da melhor trilha de caminhada seja feita com sucesso pelo Brasil!

Apresentamos as características da atividade e seus benefícios, além dos cuidados necessários para praticá-la com segurança. Mostramos o que levar em consideração na hora de escolher um destino, ajudando a montar o seu checklist perfeito.

Seja iniciante ou um viajante de aventura experiente, todos precisam dessas dicas valiosas para explorar o país com tranquilidade e planejamento.

O país tem locais incríveis para que você conheça a nossa natureza ainda mais de perto, realizando a caminhada e aproveitando tudo o que o lugar tem para oferecer durante o percurso!

Continue lendo o nosso blog e veja diversas opções exuberantes de atividades na natureza, como lindas cachoeiras para ir além da trilha de caminhada.

Temos artigos completos que te ajudam a planejar viagens inesquecíveis e ter momentos únicos desbravando as belezas naturais brasileiras.

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat