BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Turismo na Cidade Pequena em Praga

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Olá pessoal, aqui é a Nilce novamente, no qual vim contar como foi nosso segundo dia de viagem em Praga pela Cidade Pequena. Se você ainda não leu nosso primeiro artigo sobre a Cidade Velha, recomendo antes de seguir adiante na nossa história.

O dia amanheceu frio, com aquela sensação boa de estarmos realmente no Leste Europeu. Saímos logo após o café da manhã no Hotel Paris e fizemos um tour pelos principais pontos turísticos da Cidade Pequena.

A Cidade Pequena é um bairro da capital da República Tcheca, chamada também de Cidade Baixa, ou Malá Strana, em Tcheco, muito movimentada durante o dia, mas calmo à noite.

Fica entre a Ponte Carlos e o Castelo de Praga e dispõe de cerca de 70 hotéis para os visitantes que gostam de fugir do agito de Praga e ter noites mais calmas.

Nesse artigo vamos falar sobre os pontos turísticos da Cidade Pequena, a nossa experiência de ter conhecido essa região de Praga e também dar dicas para você aproveitar melhor a sua viagem para Praga.

A Cidade Pequena de Praga

Além da beleza de seus palácios e casas antigas muito bem conservadas após a guerra, a Cidade Pequena atrai os turistas por todo seu misticismo e mistérios.

O melhor caminho para se chegar à Cidade Pequena é pela Ponte Carlos, sob o olhar das 30 estátuas, postadas como sentinelas nos dois lados da ponte, do começo ao fim onde se é possível caminhar sentindo o gostinho de Praga.

Mapa da Cidade Pequena em Praga
Mapa da Cidade Pequena em Praga

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Trata-se de réplicas das estátuas originais, talhadas em pedra, no estilo barroco, que por serem muito valiosas foram recolhidas ao Museu Nacional de Praga.

Vista da Ponte Carlos na Cidade Pequena em Praga
Vista da Ponte Carlos na Cidade Pequena em Praga

As estátuas representam santos católicos e antigos e venerados patronos que abençoam os artistas que nela se espalham para expor e vender seus trabalhos.

Portal da Cidade Velha, sentido Cidade Pequena
Portal da Cidade Velha, sentido Cidade Pequena

Ponte Carlos na Cidade Pequena

Conhecida também como a Ponte de Pedra, a Ponte Carlos começou a ser construída em 1357, sobre o Rio Moldava, em homenagem ao Rei Carlos IV, o rei tcheco mais venerado e respeitado.

Vale informar também que essa é a ponte mais antiga de Praga e a segunda mais antiga na Chéquia.

Caminho na Ponte Carlos em Praga
Caminho na Ponte Carlos em Praga

As estátuas mais famosas da Ponte Carlos são: a estátua de Santa Lutgarda, o Calvário e a de São João Nepomuceno, conhecida também como estátua do cavaleiro Bruncvik.

É normal encontrarmos artistas se apresentando em cima da Ponte Carlos que tocam em troca de alguns trocados doados pelos turistas. Confesso que eles ajudam a dar um charme ainda maior ao lugar.

Artistas na Ponte Carlos em Praga
Artistas na Ponte Carlos em Praga

São João de Nepomuceno

João Nepomuceno foi cônego da catedral de São Vito e Vigário Geral do Arcebispo de Praga. Conta a história que foi brutalmente torturado, por ordem do rei Venceslau IV, que queria que o cônego delatasse a ele os segredos de confessionário da rainha, por quem se sentia traído.

Apesar de torturado, João de Nepomuceno não desonrou seu compromisso, o que despertou uma ira ainda maior no rei, que mandou amarrá-lo e jogá-lo da ponte no Rio Moldava (Vltava) na noite de 20 de março de 1393, quando morreu afogado.

Segundo a comunidade do local, no dia seguinte viram cinco estrelas brilhando em cima de um cadáver que boiava no rio. Era João de Nepomuceno, que passou a ser conhecido como mártir da confissão.

Estátua de São João de Nepomuceno na Ponte Carlos, com detalhes aos pés que mostram o momento em que ele estava sendo jogado no rio
Estátua de São João de Nepomuceno na Ponte Carlos, com detalhes aos pés que mostram o momento em que ele estava sendo jogado no rio

Existe a crença que se você tocar na imagem de bronze do Santo sendo jogado no rio, ou no brasão (foto abaixo), tem a garantia que voltará a Praga.

“Fomos à procura da imagem e com muita fé e emoção nós a tocamos. Sem dúvida, queremos voltar a Praga!”

O cônego João Nepomuceno foi beatificado em 1721 pelo Papa Inocêncio XIII, que atendeu apelo dos fiéis.

Teve seu cadáver exumado em 1725 na presença de uma comissão de autoridades eclesiásticas, que presenciaram o quarto milagre registrado no processo de sua canonização.

Verificaram que com o tempo o corpo se desfez, mas a língua estava conservada, e diante de todos recuperou a cor rósea, como se vivesse.

Leia mais: Como é o réveillon em Praga

Local na Ponte Carlos onde S. João Nepomuceno foi jogado e seu Brasão
Local na Ponte Carlos onde S. João Nepomuceno foi jogado e seu Brasão

O Castelo de Praga

Construído na Colina Hradcany, no século IX, à margem esquerda do Rio Moldova, o Castelo de Praga é um dos mais importantes monumentos da República Checa e o maior castelo do mundo.

Entrada do Castelo de Praga e a Guarda
Entrada do Castelo de Praga e a Guarda

Estão em seu interior edifícios e palácios belíssimos, que enriquecem a história e a arte de Praga, dentre eles:

  • Catedral de São Vito: símbolo de praga e da República Tcheca, com grande valor artístico e histórico;
  • Basílica e Convento de São Jorge: Fundada em 1920 e ampliada em 973 devido à construção do convento, abriga em seu interior toda arte boêmia da Galeria Nacional de Praga, que data do século XIX.
  • Antigo Palácio Real: Inicialmente criado em madeira, no século IX, passou por importantes mudanças até chegar à construção impressionante que é hoje.
  • Rua do Ouro: Pequena e acolhedora, a Rua do Ouro revela-se uma cena digna de pintura, com casinhas coloridas onde outrora moravam os ourives. Atualmente as casinhas abrigam artesãos, que nela montaram suas lojas.
  • Torre Negra: Funcionou como prisão de endividados e presos privilegiados. Leva esse nome após um incêndio que a deixou escura.
  • Torre Daliborka: Prisão da cidade, famosa porque abrigava antigamente membros da nobreza.
  • Torre Branca: Local onde os membros da nobreza ficam presos.
  • Torre da Pólvora: Foi construída no século XV, integrada à fortificação do castelo, mais tarde tornou-se laboratório dos alquimistas do rei Rodolfo II.

>> Fazer cotação para o aluguel de carro

Rua do Ouro em Praga
Rua do Ouro em Praga

A Catedral de São Vito

Dentro do Castelo de Praga, visitamos a Catedral de São Vito, um dos monumentos que mais impressiona na Cidade Pequena.

Construída em estilo gótico, possui um portal dourado e acima um mosaico com cenas do Juízo Final. Uma das igrejas mais lindas e majestosa que já vi!

Vista externa da Catedral de São Vito
Vista externa da Catedral de São Vito

No local fica a Capela de São Venceslau que possui mais de mil pedras semipreciosas e frescos de temas bíblicos que fazem valer a visita.

Leia mais: Como é o réveillon na República Tcheca

Destaque interno da Catedral de São Vito
Destaque interno da Catedral de São Vito

O bairro judeu Josefov e suas sinagogas

Ainda na Cidade Velha, entrando pela parte de trás da Igreja de São Nicolau, acima da região central, situa-se o bairro judeu Josefov e seus monumentos, em especial sinagogas.

“O lugar é lindo, mas tem um ponto negativo: todas as visitas são pagas e paga-se também para fotografar, tamanha a fama do lugar.”

Alguns tours de Praga oferecem entradas para as sinagogas, furando as filas dos que vão para lá de forma independente, como foi o nosso caso e recomendamos para você não perder tempo da viagem com filas.

Abaixo trouxemos algumas das sinagogas que você vai encontrar no bairro.

>> Adquirir ingressos e passeios para a sua viagem

Velha-Nova Sinagoga

Na rua Maiselova, esquina com a rua Cervená, fica um dos monumentos judaicos mais valioso e antigo do mundo: a Velha-Nova Sinagoga.

Finalizada em 1270, é a sinagoga mais antiga da Europa Central e hoje a principal sinagoga do bairro judaico, utilizada como oratório.

Só deixou de funcionar durante os anos de ocupação nazista, entre 1942 e 1945. Ficamos impressionados com sua arquitetura retangular, no estilo gótico, construída em pedra.

Sinagoga de Klaus

Localizada ao lado do velho cemitério judaico, a Sinagoga de Klaus foi construída em1689 e reconstruída em 1694 em estilo barroco, após um incêndio.

Pertencia à Sociedade Funerária de Praga e era a segunda maior sinagoga da comunidade judaica de Praga.

Iniciada como casa de oração, atualmente sedia uma exposição permanente de tradições e costumes judaicos.

Sinagoga de Klaus em Praga
Sinagoga de Klaus em Praga

Sinagoga de Pinkas

Construída para ser uma casa de oração privada em 1535 pela família Horovic, a Sinagoga Pinkas foi considerada uma das mais ricas e respeitadas sinagogas de Praga.

Após a segunda guerra mundial, no começo dos anos 50, transformou-se em um monumento aos judeus tchecos, vítimas da perseguição nazista.

Na nave principal, logo na entrada, foram escritos a mão 80 mil nomes de judeus vitimados pelo nazismo.

Muito úmida, foi fechada em 1968 e as inscrições foram destruídas. Em 1992, iniciaram trabalhos com a intenção de recuperar os nomes.

Sinagoga Maisel

Situada também na rua Maiselova, a Sinagagoga Maisel atrai a atenção pela beleza do edifício renascentista, de influência gótica, com três naves.

Foi construída entre 1590 e 1592 para ser uma sinagoga privada, privilégio dado pelo rei Rodolfo II, acumulando em seu interior muitos objetos cerimoniais preciosos.

Em Maisel, os nazistas guardaram cerca de 6000 obras de arte provenientes de 153 sinagogas de Morávia e Boêmia, solapadas com a finalidade fundar um museu antisemita.

As obras foram entregues ao Museu Judaico do Estado em 1950, mas retornaram à sinagoga, dando origem à exposição “História dos Judeus na Boêmia e Morávia I – Desde os primórdios até a emancipação”.

Sinagoga Espanhola

A Sinagoga Espanhola surgiu entre os anos 1867 e 1868 em lugar da antiga sinagoga de Praga, existente desde o século 12 com o nome de velha escola.

Seu nome refere-se aos judeus espanhóis abrigados na sinagoga após serem expulsos da Espanha pela Rainha Isabel (A Católica), no final do século 15.

Abriga hoje uma exposição permanente: “A história dos judeus na República Tcheca”.

Sinagoga de Jerusalém e do Jubileu

Construída entre os anos de 1905 e 1906, no estilo pseudo-morisco, a Sinagoga de Jerusalém e do Jubileu é a sinagoga mais recente de Praga.

Visava substituir templos religiosos derrubados durante o saneamento urbano. Só ficou fechada durante os anos que a antigas Tchecoslováquia foi dominada pelo protetorado alemão.

Foi reconstruída nos anos 90 e reaberta ao público em 1996, quando descobrira, debaixo do reboque e velhas pinturas, 25m² de ornamentos pintados em estilo modernista vienense, ricos em detalhes e inexistentes em outro lugar do mundo.

Sinagoga de Jerusalém em Praga
Sinagoga de Jerusalém em Praga

Velho Cemitério Judeu

O Velho Cemitério Judeu fica localizado na Cidade Velha e surgiu no século 15 e a lápide mais antiga é de 1439. Foi utilizado como cemitério até 1787, quando seu uso foi proibido por José II, por encontrar-se em zona habitada.

Um costume religioso judeu não permite desenterrar cadáveres para colocar em outro lugar. Assim, várias capas de terra são sobrepostas uma por cima da outra, encerrando 12 mil lápides, que oferecem o cenário de hoje.

Velho cemitério judeu em Praga
Velho cemitério judeu em Praga

Monumento à Franz Kafka

Também na Cidade Velha, encontramos o famoso e emblemático, Franz Kafka nasceu em Praga em 1883 e lá viveu toda sua vida, excetuando os últimos meses que passou por vários sanatórios em busca da cura de sua tuberculose.

Filho de um comerciante judeu, tornou-se escritor e alcançou fama mundial. Recebeu muitas homenagens, dentre elas a obra de arte “Cabeça de Kafka”, feita por David Cerný, artista contemporâneo de Praga.

Com 11 metros de altura, o monumento pesa 39 toneladas e possui mais de um quilômetro de cabos que ligam a cabeça a engrenagens que a fazem girar de inúmeras maneiras. A obra é composta por 42 camadas revistadas de aço inox que se movimentam.

Rua do Bairro Judeu repleta de lojas de renome mundial
Rua do Bairro Judeu repleta de lojas de renome mundial

Jantar em Praga

De volta à Cidade Antiga, próximo ao nosso Hotel Paris, procuramos um restaurante em Praga para jantar e encontramos um restaurante italiano na Rua Celetná (não lembramos o nome do restaurante agora).

“Queríamos comer massa e lá pudemos degustar de um spaghetti à carbonara que estava delicioso! Era o que precisávamos após um dia intenso de viagem pela Cidade Pequena.”

Jantar em Praga à base de carbonara
Jantar em Praga à base de carbonara

Após a refeição, voltamos ao hotel para relaxar e recuperar as energias com uma noite de sono. Afinal, no dia seguinte a programação estava programada uma visita a Igreja dos Ossos, em Kutná Hora.

Estávamos cansados, mas ansiosos! Afinal, não é sempre que se vê algo tão excêntrico e macabro, conforme vamos contar no próximo artigo!

Finalizando

Como você viu ao longo do texto, a Cidade Pequena em Praga possui muitos pontos turísticos que remetem muito à arquitetura, religião e monumentos belíssimos, com destaque para a Ponte Carlos, as sinagogas do bairro judeu e o Castelo de Praga.

Para finalizar, lembre-se que o seguro de viagem é obrigatório na Europa. Se você gostou do artigo, não deixe de escrever uma mensagem para nós. Vamos adorar ler e responder seu comentário!

Abraço e até os próximos posts!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

  • Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem em resorts e hotéis de tirar o fôlego.
  • Para encontrar a passagem aérea com o menor preço do mercado, não deixe de consultar o site da MaxMilhas que consulta os preços em várias companhias aéreas!
  • Reserve diárias de hotel no mundo inteiro de maneira prática e segura no Booking.com, com opção de cancelamento grátis e sem precisar pagar antecipadamente!
  • Precisa de aluguel de carro? Na RentCars o pagamento é feito em reais, sem cobrança de IOF parcelado sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.
  • E não esqueça do seguro viagem. Na Seguros Promo você usa o cupom VIDADETURISTA5 e ganha desconto de 5% na compra.
  • Para os passeios, ingressos para tours, shows e entradas em museus você pode contar com a Get Your Guide em vários lugares do mundo.
  • Com o cupom VIDADETURISTA da América Chip você ganha 5% de desconto na compra de um chip internacional para viajar conectado o tempo todo.

Ao fazer uma compra com um parceiro através do blog recebemos uma pequena comissão. Ninguém paga a mais por isso e de quebra ajuda o blog a trazer sempre artigos e novidades atualizadas. Obrigado! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *