O que você está procurando?

VOCÊ JÁ VIU OS PREÇOS DAS PASSAGENS AÉREAS APÓS A PANDEMIA? VOCÊ VAI SE SURPREENDER...

Intercâmbio! Saiba tudo o que é importante para fazer um!

Que tal conhecer um outro país e de quebra voltar com uma experiência internacional na bagagem? Tudo isso é possível através de um intercâmbio que é o assunto que vamos explorar mais afundo nesse artigo. 

Vamos falar sobre o que é o intercâmbio, quais os tipos de intercâmbio que existem, os passos necessários para você realize um fora do país e uma base de preços para você saber qual é o investimento necessário.

Também vamos falar sobre outros assuntos que envolvem intercâmbio, como o Rotary International, o home exchange, o seguro de viagem, além de trazer informações sobre as principais empresas de intercâmbio do país.

O que é intercâmbio?

O intercâmbio nada mais é do que a tradução da palavra interchange, ou seja, da troca de experiência entre as pessoas que praticam o intercâmbio.

Mas por quê troca de experiências? Simples, porque só quem viaja para fora do país sabe o quão rico é o aprendizado da pessoa, o quanto ela abre a mente trazendo experiências que dificilmente ela conseguiria morando sempre no mesmo lugar.

Com um intercâmbio de estudo no exterior ou de um intercâmbio de trabalho no exterior a pessoa adquire conhecimento de lugares diferentes do mundo, faz amizades e contatos no mundo, além de aprofundar o conhecimento em outras línguas e idiomas.

Além disso, através de um intercâmbio a pessoa consegue estudar fora do país, conhecer a cultura de outra nação, visitar lugares e destinos turísticos diversos do mundo, engrandecer o currículo com uma experiência internacional e até mesmo tomar a decisão de viver fora do país definitivamente após a experiência.

Quais são os tipos de intercâmbio?

Existem pelo menos 6 tipos de intercâmbios diferentes para serem feitos fora do país por qualquer pessoa. Tudo vai depender do seu momento de vida, de quanto você está preparado e também das oportunidades, já que cada um deles tem suas particularidades. São eles:

  • Intercâmbio cultural
  • Intercâmbio de estudos
  • Intercâmbio universitário
  • Intercâmbio de trabalho
  • Intercâmbio profissional
  • Intercâmbio científico

Vamos ver agora com um pouco mais de detalhes sobre que cada tipo de intercâmbio tem a oferecer para a pessoa.

Quais os tipos de intercâmbio que existem?
Quais os tipos de intercâmbio que existem?

Intercâmbio cultural

O intercâmbio cultural é um intercâmbio específico para a troca de experiências culturais entre as pessoas, como por exemplo, dos seus costumes, das suas tradições, do compartilhamento da sua história, das suas danças, da sua gastronomia e também do seu idioma.

Aqui na região onde moro, em Timbó, é muito comum acontecerem intercâmbios culturais com a Itália e a Alemanha. Aqui existem muitos grupos folclóricos e esses grupos folclóricos mantém as tradições germânicas e italianas.

Como existem muitos descendentes de alemães e italianos aqui no Médio Vale do Itajaí, esses grupos também mantém contatos com grupos tradicionalistas de fora do país e é natural que aconteçam as visitas entre esses participantes ou seus filhos.

Nossa amiga Fran foi uma das que ficaram hospedadas na casa de amigos italianos na região de Trento, passando 30 dias das suas férias lá e conhecendo todos os costumes italianos atuais.

Ela voltou para casa encantada, repleta de fotos e com uma bagagem cultural incrível, compartilhando com todos as experiências.

Abaixo estão os passos para fazer um intercâmbio cultural:

  1. Escolher um país para a experiência
  2. Participar de um grupo que tem relações culturais com aquele país
  3. Ver quando são abertas as oportunidades de intercâmbio
  4. Se inscrever para o mesmo e aguardar aprovação

Intercâmbio de estudos

Os intercâmbios de estudos são os mais comuns que existem no mundo dos intercâmbios. É possível viajar para outro país somente para estudar em uma boa escola, seja para estudar o idioma daquele país ou fazer o estudo fundamental e universitário.

É quando a pessoa sai para estudar lá fora por uma temporada, um semestre, um ano ou até mesmo mais. Tudo vai depender das condições financeiras para a pessoa se manter lá fora somente estudando.

É muito comum os pais incentivarem os filhos a fazerem intercâmbio fora do país dado todo o currículo e aprendizado que é conquistado no período, além de contatos e bagagem internacional.

Porém hoje em dia também é comum os filhos solicitarem o intercâmbio aos pais, já que com o avanço da tecnologia, não é incomum os filhos mesmos se interessarem por um país e quererem se jogar para essa aventura por se identificar com aquele país. Muito comum isso com os Estados Unidos, por exemplo.

Além disso, esse avanço da tecnologia torna o intercâmbio de estudos muito mais fácil do que era antigamente. Hoje em dia a pessoa consegue manter contato com os intercambistas e a família todos os dias. Basta entrar no Whatsapp, mandar mensagem, gravar aúdio, fazer ligações e tudo mais.

O intercambista somente precisa de um chip de viagem internacional para se manter conectado durante todo o período. Nesse artigo você tem uma sugestão de lugares para comprar chip intercional.

Abaixo estão os passos para fazer um intercâmbio de estudos:

  1. Escolher um país para a experiência
  2. Entrar em contato com uma agência ou diretamente com a escola
  3. Escolher uma escola para fazer os estudos, se matricular e aguardar aprovação
  4. Aguardar o próximo período escolar para entrada de alunos
Intercâmbio de estudos é uma das modalidades
Intercâmbio de estudos é uma das modalidades

Intercâmbio universitário

Trouxemos o tipo de intercâmbio universitário como forma de diferenciar o intercâmbio de ensino fundamental e ensino médio, já que aqui estamos falando já de jovens e adultos que tem mais independência e autonomia nas suas decisões.

Além disso, as faculdades muitas vezes são direcionadas aos cursos que você escolhe, fugindo das tradicionais matérias que são comuns a todas as escolas de graus anteriores.

Uma das particularidades do intercâmbio universitário também é que é comum as escolas oferecerem bolsas de estudo e bancarem o curso do universitário lá fora durante todo o período. Algumas escolas também bancam os alunos financeiramente com um salário conforme especialidade particularidade de entregas.

É o caso do meu primo Andrei que está fazendo mestrado e doutorado nos Estados Unidos, sendo que ele recebe auxílio da faculdade para manter no país durante esse período.

Em contrapartida ele tem de cumprir suas obrigações com a universidade (que não são poucas), além de manter sempre notas acima da média.

Abaixo estão os passos para fazer um intercâmbio universitário:

  1. Escolher um país para a experiência
  2. Entrar em contato com uma agência ou diretamente com a universidade
  3. Escolher uma universidade para fazer os estudos, se matricular e aguardar aprovação
  4. Aguardar o próximo período universitário para entrada de alunos

Intercâmbio de trabalho

O intercâmbio de trabalho é outra modalidade de intercâmbio. Nesse caso, a pessoa passa uma temporada no país trabalhando e estudando ao mesmo tempo, sendo que obrigatoriamente a pessoa precisa estar vinculada a uma instituição de ensino para validar o intercâmbio.

Não são todos os países que permitem estudar e trabalhar, por isso se faz necessário pesquisar quais países aceitam esse tipo de modalidade. Geralmente países que enfrentam escassez de mão-de-obra. Alguns deles são: Irlanda, Austrália, Nova Zelândia e Canadá.

Os trabalhos realizados durante o intercâmbio são bastante variados, partindo desde trabalhos mais braçais em indústrias, assim como trabalhos com a prestação de serviços em comércio e restaurantes, além de trabalhos na área de informática.

Importante mencionar que encontrar trabalho durante o intercâmbio não é garantido e muitas vezes as pessoas não encontram mesmo. Tudo vai depender do seu desempenho no idioma, na preparação do seu currículo de trabalho e da sua desenvoltura nas entrevistas. Sempre vá preparado para essa situação, principalmente financeiramente.

É necessário bater perna e procurar emprego em outro país concorrendo com outros intercambistas que estão naquele país. E ao mesmo tempo vai se sujeitar a fazer o trabalho que moradores locais não querem fazer, como trabalhos de serviços gerais.

A regra de manter as pessoas estudando é uma forma de manter o intercambista ocupado e também para controlar sua presença no país, de que você está participando do programa, e de que não será daqui a pouco um imigrante ilegal. A partir do momento que você deixa os estudos você perde o direito de trabalhar no país.

Abaixo estão os passos para fazer um intercâmbio de trabalho:

  1. Escolher um país para a experiência
  2. Entrar em contato com uma agência ou diretamente com a escola/universidade
  3. Escolher uma escola/universidade para fazer os estudos, se matricular e aguardar aprovação
  4. Aguardar o próximo período escolar para entrada de alunos
Intercâmbio de trabalho também é uma possibilidade
Intercâmbio de trabalho também é uma possibilidade

Intercâmbio profissional

O intercâmbio profissional é um pouco diferente do intercâmbio de trabalho, já que parte da empresa onde você está trabalhando agora incentivar você a fazer um estudo ou qualificação fora do país.

Ou até mesmo quando uma empresa que você já mantém relações quer que você trabalhe lá fora e te contrata antes mesmo de você embarcar. Ela cuida de toda a documentação para daqui a pouco você se tornar um imigrante do país.

Isso acontece muito com cargos muito especializados, como no caso de profissionais de TI, engenheiros, cientistas, matemáticos, físicos, entre tantas outras profissões que exigem qualificação acima da média.

Fato é que nesse caso todo o processo se torna mais fácil, já que existe o interesse da empresa em trazer o profissional.

Abaixo estão os passos para fazer um intercâmbio profissional:

  1. Analisar vagas e oportunidades das empresas que procuram especialistas lá fora
  2. Se candidatar ou aguardar o convite para uma vaga profissional
  3. Escolher uma escola para fazer os estudos, se matricular e aguardar aprovação
  4. Aguardar o próximo período escolar para entrada de alunos

Como fazer intercâmbio?

Dentro de cada tipo de intercâmbio acima trouxemos alguns passos do que se faz necessário para estudar ou trabalhar lá fora, porém trouxemos aqui um resumo similar de como fazer intercâmbio:

  1. O primeiro passo é escolher o tipo de intercâmbio que você quer fazer.
  2. Depois é necessário você escolher o país que melhor atenderá você nesse tipo.
  3. Então é necessário preparar a documentação necessária para você cumprir esse tipo.
  4. Para então você contatar o país para emissão do visto de acordo com o tipo escolhido.
  5. Após receber aprovação do país para esse tipo (quando o país requer um tipo de autorização).
  6. No final é só emitir as passagens e se jogar pelo mundo de acordo com as regras do país.
Intercâmbio cultural, científico, profissional, universitário
Intercâmbio cultural, científico, profissional, universitário

Quais são as empresas de intercâmbio?

Nossa recomendação na hora de decidir fazer intercâmbio fora do país é entrar em contato com agências de viagem especializadas em intercâmbio como por exemplo a CI Intercâmbio, a IE Intercâmbio, a STB Intercâmbio e a Cultura Inglesa.

Não existem só elas, claro, porém todas elas tem grande respaldo no mercado. Para ajudar nossos leitores na missão de encontrar a melhor empresa preparamos um artigo com 7 das melhores agências de intercâmbio do país.

Eu mesmo fiz vários orçamentos em agências de intercâmbio em Blumenau para trazer informações aqui para o blog e confesso que gostei bastante do atendimento de todas elas, principalmente as explicações sobre os programas, os benefícios de cada empresa e a experiência de cada uma. Muitas delas tinham consultores de intercâmbio que já tinham tido a experiência lá fora.

Outro diferencial dessas empresas é dar as coordenadas certas do que deve ser feito. Eles indicam boas escolas, indicar boas casas de família para ficar alojado, dar suporte daqui do país caso aconteça algum problema e assim por diante.

Entendo que para quem está pensando em fazer um intercâmbio deveria pelo menos ir lá também fazer orçamentos e entender todas as vantagens e desvantagens de cada agência.

Melhores agências de intercâmbio
Melhores agências de intercâmbio

Quanto custa para fazer?

Nas pesquisas com as agências, o que me surpreendeu negativamente foi o preço para fazer os programas com as agências, no qual os valores de todas elas passavam dos R$ 25 mil reais tranquilamente, incluindo passagem aérea, lugar para ficar hospedado e o curso na escola de intercâmbio.

Estamos falando aqui de um período de 6 meses para uma viagem internacional, e nesse caso consultado para ser de trabalho e estudos, porém é um valor que não é todo mundo que tem disponível e por mais que exista o parcelamento, é necessário desembolsar esse valor.

Quando é somente de estudos os valores são um pouco menores e dependem da escola escolhida para estudar.

Seguro de viagem intercâmbio

Quando a pessoa está fora do país fazendo o intercâmbio, a pessoa se sujeita às regras daquele país, assim como tem de se adaptar ao clima, à cultura, a forma de estudar e forma de trabalhar.

Fato é que dentre tantas situações, a pessoa precisa principalmente pensar na sua segurança, ter um bom lugar para ficar hospedado, um ambiente saudável para estudar, assim como um ambiente seguro para trabalhar.

Mesmo assim, a pessoa ainda pode não escapar de ficar doente ou se machucar por um eventual acidente. E nesse caso ter um seguro de viagem intercâmbio faz toda a diferença, já que cobre financeiramente várias situações dessas.

Sabemos que fora do país os custos com consultas médicas, remédios e hospitais são muito mais caros que aqui no Brasil. Muitos países não tem o SUS como base mínima de saúde, e aqueles que tem, muitas vezes ficam limitados aos moradores locais.

Um lugar que sempre consultamos seguro de viagem é o site do Seguros Promo. Inclusive nós fizemos parceria com eles pelos bons serviços prestados, como você pode ver nesse link. Abaixo tem uma caixa de pesquisa para fazer a consulta:

Rotary International

O Rotary International, que é uma associação de Rotary Clubs presente na maioria dos países e cidades do mundo, é uma porta de entrada para quem pensa em fazer intercâmbio, principalmente jovens, pois eles tem o Rotary Intercâmbio.

Vários amigos posso citar que conseguiram fazer intercâmbio pelo fato de sua família ser associada ao clube e hoje são altamente gratos ao Rotary, como é o caso da Mayara, do Guna e da Rafaela. Lembro de na época eles manterem contato conosco mesmo estando lá fora.

Essa é uma oportunidade interessante que abre várias portas e além da questão de intercâmbio tem todas as ações sociais que o Rotary promove em benefício da comunidade.

Por sinal, para ser associado ao Rotary Club é necessário participar das reuniões dos grupos de sua cidade e participar ativamente nas ações e causas sociais invocadas pelo Rotary.

De quebra você tem uma série de benefícios, como um network qualificado e amizades que você faz no grupo, fora que de quebra você tem toda a recompensa que só quem sabe o que é ser voluntário tem.

Rotary Internacional pode ser um facilitador
Rotary Internacional pode ser um facilitador

Feiras de intercâmbio

Uma feira que já me ajudou muito a tirar dúvidas, assim como muitas outras pessoas que pensavam em fazer intercâmbio de estudos era a Expo – Study A Broad (Estude no exterior).

Ela foi a maior feira de intercâmbios do Brasil e acontecia em diversas cidades, porém infelizmente ela não está mais acontecendo no país desde 2011.

Uma feira como essas era legal porque dava uma visão geral de instituições de ensino fora do país e ajudava a tirar dúvidas sobre passaporte, vistos e seguros de viagem para os pais e alunos que fossem participar de programas de intercâmbio.

Torcemos para que um dia feiras similares voltem a acontecer no país.

Intercâmbio particular via home exchange

Outra sugestão para ter essa experiência é a pessoa participar de um intercâmbio de casas que é um modelo de intercâmbio onde você pode oferecer a sua casa para alguém passar as férias enquanto você vive na casa da pessoa que está hospedado na sua.

Essa troca de casas possibilita uma grande economia e geralmente os serviços de sites como os do Home Exchange, Intervac, Home Link ou GTI garantem que as trocas sejam justas. O intercâmbio de casas também é conhecido como intercâmbio de residências ou turismo residencial.

Meu cunhado, o Fernando, comentou que o Banco Santander, empresa onde ele trabalha, tem um esquema parecido para os funcionários do banco ao redor do mundo. Um funcionário pode ficar na casa de outro funcionário que participa do programa.

É um jeito diferente de oferecer para os funcionários curtirem férias ao redor do mundo gastando pouco. De quebra o funcionário que participa volta mais empolgado, além de ter vivido uma experiência internacional praticando outros idiomas. Ganha a empresa e ganha o funcionário.

Que sirva de exemplo também para outras empresas globais fazerem modelos similares.

Home Exchange pode ser uma das alternativas
Home Exchange pode ser uma das alternativas

Troca de experiências em salas de aula

Um termo novo que também surgiu recentemente é o intercâmbio virtual, no qual principalmente as escolas envolvem seus alunos para trocar experiências com outras pessoas do mundo a partir da internet com imagens, vídeos e sons dos alunos. Como a tecnologia está cada dia mais evoluída, fica fácil praticar essa modalidade.

Ainda não vi isso funcionar em escolas públicas, mas em escolas particulares é um modelo que vem sendo adotado por algumas escolas pioneiras. Novamente ganham os professores e alunos participantes da ação.

Finalizando

Os intercâmbios sempre serão uma boa pedida para quem o pratica. Até hoje nunca escutei ninguém reclamando da experiência que teve vivendo fora do país por um determinado período de tempo. Pelo contrário, a vontade é de querer fazer outros programas e ficar sempre viajando pelo mundo.

Nesse artigo pudemos trazer uma infinidade de informações sobre como fazer um intercâmbio fora do país, mostrar os tipos de intercâmbio que existem, trazer exemplos e dar dicas e orientações de como a pessoa pode fazer um intercâmbio.

Agora gostaria de ouvir você. Já pensou em fazer intercâmbio para algum país do mundo? Se sim, qual o país escolhido? Esse desejo passou a acontecer depois de fazer uma viagem ao exterior? Ficou com alguma dúvida do conteúdo desse artigo? Deixe abaixo seu comentário!

Abraço e até o próximo post!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

  • Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem em resorts e hotéis de tirar o fôlego.
  • Para encontrar a passagem aérea com o menor preço do mercado, não deixe de consultar o site da MaxMilhas que consulta os preços em várias companhias aéreas!
  • Reserve diárias de hotel no mundo inteiro de maneira prática e segura no Booking.com, com opção de cancelamento grátis e sem precisar pagar antecipadamente!
  • Precisa de aluguel de carro? Na RentCars o pagamento é feito em reais, sem cobrança de IOF parcelado sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.
  • E não esqueça do seguro viagem. Na Seguros Promo você usa o cupom VIDADETURISTA5 e ganha desconto de 5% na compra.
  • Para os passeios, ingressos para tours, shows e entradas em museus você pode contar com a Get Your Guide em vários lugares do mundo.
  • Com o cupom VIDADETURISTA da América Chip você ganha 5% de desconto na compra de um chip internacional para viajar conectado o tempo todo.

Ao fazer uma compra com um parceiro através do blog recebemos uma pequena comissão. Ninguém paga a mais por isso e de quebra ajuda o blog a trazer sempre artigos e novidades atualizadas. Obrigado! =)

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

14 comentários em “Intercâmbio! Saiba tudo o que é importante para fazer um!
  • 14/09/2009 em 19:52
    Permalink

    oi pessoal, minha dica de ferias é Praia do Rosa,Uma das praias mais linda de Santa Catarina
    informações pelo site http://www.praiadorosa.blog.br
    ,onde tambem você pode concorrer toda semana um prêmio diferente.
    Abraço a todos.

    Resposta
  • 16/09/2009 em 15:36
    Permalink

    Olá. Gostaria de compartilhar uma novidade do Hotel Bangalôs da Serra, de Gramado/RS. O minizoo do local recebeu novas aves exóticas. Vale a pena conferir as novidades.
    Obrigada pela atenção,

    Bangalôs da Serra

    Resposta
  • 19/09/2009 em 07:49
    Permalink

    Olá Bangalôs da Serra..
    Legal ver no site que a visitação a essas aves exóticas são gratuitas..
    Fica a dica pro pessoal..
    Abraço..

    Resposta
  • 24/09/2009 em 17:21
    Permalink

    estive passeando na internet e achei seu blog por aí.
    li seu texto, e a resposta é "simmm, com certeza!! iria para a australia!" mas iria pra ficar um tempo, para trabalhar, sei lá. pena que a minha vida tomou rumo diferente =)

    http://apequenaviajante.blogspot.com/

    Resposta
  • 28/09/2009 em 07:57
    Permalink

    Ola Thiago!

    Muito bom o seu blog! Inclusive estou partindo para o meu intercâmbio na Inglaterra logo mais. Com certeza, será uma experiência inesquecível!

    Outra coisa. Queria avisar o pessoal sobre o site iTrip. É um portal com muita informação sobre destinos turísticos, cidades, atrações, festas, hoteis, pousadas, restaurantes de todo o Brasil… Ou seja, tudo que é preciso saber para planejar uma viagem. É uma proposta bem interessante, uma tremenda a ajuda para quem tem dúvida para onde viajar nos férias… Vale a pena conhecerem!

    Abraços!

    Resposta
  • 30/09/2009 em 15:48
    Permalink

    Olá Paula..
    Legal que você iria fazer intercâmbio.. Ainda mais para a Austrália que é um país magnífico..
    Pena que agora seus planos são outros, mas quem sabe mais pra frente você pelo menos faça uma viagem para lá..
    Visitei seu blog também e deixei um comentário..
    Abraço..

    Resposta
  • 30/09/2009 em 15:52
    Permalink

    Olá Gabriel..
    Muito bom o site iTrip.. Bastante conteúdo mesmo que o site possui..
    Ahh.. E quando você estiver na Inglaterra deixe um comentário para o pessoal do blog também avisando como foi a viagem..
    Abraço..

    Resposta
  • 04/10/2011 em 13:20
    Permalink

    Já viajei para o Reino Unido de Marrocos…adorei e passei muito rápido pela Tunísia pois houve problemas com bagagem, havia greve na Espanha e como não domino outro idioma, não entendi o email que me foi enviado…e tb nunca havia viajado antes…Mas consegui ver alguma coisa bonita e pretendo retornar com mais calma …

    Resposta
    • 13/08/2013 em 22:18
      Permalink

      Que legal Ines. Deve ter sido uma experiência fantástica! Perrengues de viagem são normais. Cabe a gente saber lidar com cada situação.

      Resposta
  • 04/10/2011 em 13:23
    Permalink

    Olá..
    pretendo fazer um intercambio de estudos na Espanha…vi algo num site sobre pacotes deste tipo…passeios e algumas aulas para pessoas maiores de 50…

    Resposta
    • 13/08/2013 em 22:19
      Permalink

      Eu acredito que deva existir esses tipos de pacotes com certeza Ines. E o espanhol tende a ser mais fácil para nós brasileiros do que o inglês. Viver passeando e estudando, que coisa boa não?

      Resposta
  • 17/01/2012 em 19:43
    Permalink

    E se eu quizer abriar ao invez de ir!!??

    Resposta
    • 13/08/2013 em 22:17
      Permalink

      Olá Julio, não entendi a sua pergunta. Podes explicar melhor?

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *