BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

10 lugares para visitar na América do Sul pós pandemia

Olá pessoal, nesse artigo vamos falar sobre lugares únicos para visitar na América do Sul e como esses destinos se prepararam e investiram para a retomada pós pandemia.

Fato é que grande parte do mundo está voltando a viajar pós pandemia COVID-19 e aqueles que não viajaram ainda estão sentindo um desejo intenso por viajar.

Nós estivemos presos sem estar em contato com nossos entes queridos por tempo suficiente e agora é hora de fazer as malas e começar a ver o mundo novamente.

Como os destinos turísticos se prepararam?

Os destinos turísticos em todo o mundo viram uma redução drástica no número de visitantes. Se chegou a uma queda total de 90% do turismo mundial e algumas comunidades locais foram dizimadas porque os turistas deixaram de vir.

Desde então, governos locais e destinos turísticos começaram a se preparar com os subsídios oferecidos pelos governos e entidades para manter as empresas ativas e a atividade econômica.

O Fórum Econômico Mundial (WEC) é um exemplo de organização não governamental que ajudou nas parcerias público-privadas para movimentar o turismo local.

O WEC observou que as empresas de viagens e turismo na América Latina sofreram golpes substanciais e viu que os infortúnios dos moradores locais podiam ser revertidos com investimentos estratégicos em infraestrutura turística local, como estradas, hospedagem e guias turísticos locais.

Ao mesmo tempo, existe o viés social, onde os moradores locais que moram perto de pontos turísticos deslumbrantes da Terra vivem com salários miseráveis. Então por que não começar a introduzir um tipo de economia local se beneficiando do turismo?

Foi isso que destinos turísticos a nível mundial começaram a fazer, entre eles os destinos turísticos para visitar na América do Sul que vamos destacar aqui no texto.

Investimento no turismo local

A verdade é que todos podemos fazer algo diferente. Além da pandemia, grande parte do planeta vem sofrendo com mudanças climáticas que ajudam a provocar os períodos de seca, períodos de enchente, frio no verão, calor no inverno, entre outros efeitos climáticos.

Quando houve o aumento do investimento dos governos para manter a economia ativa por causa da pandemia, houve um efeito temporariamente maléfico para as questões ambientais.

O impulso econômico para financiar nossas vidas modernas ajudou no aquecimento global, o que significa que muitos de nós poderão nunca ver algumas das maravilhas da Terra se esse ritmo se manter.

Assim como se mantivesse uma economia fraca, muitos de nós não poderiam nem mesmo viajar para outra cidade, muito menos para outro país.

Mas viajar não precisa ser caro, especialmente se envolver parceria com moradores locais para produzir experiências únicas.

Consequentemente, pequenos investimentos em infraestruturas turísticas locais são oportunidades de investimento para serem analisadas. Vale a pena investir em moradores locais que ajudam outros locais a experimentar o mundo.

Lugares da América do Sul que investiram em infraestrutura

Destacamos abaixo 10 lugares exclusivos para se visitar na América do Sul que já fizeram investimento em infraestrutura ou que ainda possuem oportunidades de investimento.

Nem todos os lugares são atrações turísticas conhecidas a nível mundial, mas fizeram o dever de casa ou valem a pena ser analisados.

Entre os lugares de destaque estão Machu Picchu, no Peru, e o Parque Nacional Ischigualasto & Talampaya, na Argentina, esse último do qual muitos podem não ter ouvido falar, mas que contém algumas das paisagens mais lindas e exclusivas da Terra. Confira a lista:

Gocta Falls no Peru

Gocta Falls no Peru são cachoeiras perenes localizadas a cerca de 750 km ao nordeste de Lima na selva amazônica.

A maior parte do mundo exterior nem sabia que essas cachoeiras existiam até cerca de vinte anos atrás, quando um aventureiro alemão escreveu sobre elas.

Gocta Falls é a 16ª cachoeira mais alta do mundo e lá em Cocachimba existem chalés estilo ocidental que os turistas começaram a visitar.

Um resultado que foi notável para a recuperação pós pandemia da Covid-19 nesse local foi a oportunidade de novos investimentos em empresas e infraestruturas que apoiavam o turismo.

O legal é que não houve grandes critérios ou regras burocráticas para a realização dos investimentos, sendo possível isso ser feito por qualquer que tiver interesse no assunto.

Portanto, se acaso houver interesse da sua parte, a melhor coisa a fazer é entrar em contato com um planejador financeiro e descobrir as opções.

O investidor experiente pode analisar os recursos online disponíveis para obter informações e conselhos sobre investimentos. Um exemplo é o material encontrado no investment insights and advice.

As cachoeiras de Gocta Falls são uma das sugestões de lugares para visitar na América do Sul
As cachoeiras de Gocta Falls são uma das sugestões de lugares para visitar na América do Sul

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Castillo de Lamas no Peru

Ainda no Peru, o Castillo de Lamas, também conhecido como Castelo de Lamas, fica longe do que as pessoas chamam de “trilha do gringo” ou dos lugares habituais que os estrangeiros caminhantes e mochileiros escolheriam para uma viagem.

O Castelo de Lamas fica em Tarapoto, Peru, no extremo norte do país. Tarapoto é cercada por cachoeiras e dá ao lugar uma sensação de “cidade nas nuvens”.

O Castelo dos Lamas foi construído por um empresário italiano que queria ter um pedaço de casa na Amazônia. Um castelo de estilo renascentista que não pertence à Amazônia.

Aqueles que se preocupam em garantir que mesmo os lugares mais remotos tenham acesso a empregos bem remunerados vão amar o Castelo de Lamas, porque ele salvou a economia local.

O Castillo de Lamas é outra opção de lugar para visitar na América do Sul
O Castillo de Lamas é outra opção de lugar para visitar na América do Sul
Cupom desconto viagem

Parque Nacional Los Glaciares na Argentina

Ao viajar até o extremo sul da América do Sul você vai encontrar a calota polar do Polo Sul, onde fica o Parque Nacional Los Glaciares que oferece vistas espetaculares e a Floresta Subpolar de Magalhães da Patagônia Argentina.

Pode demorar um pouco para chegar ao Parque Nacional devido à sua distância, no entanto, existem voos diários a partir de Buenos Aires.

Se existir vontade de investir em um local assim remoto, vale consultar o The Stock Dock, um lugar onde você está em uma liga de acionistas para oportunidades de investimento únicos que você pode não ver todos os dias nas negociações normais.

Glaciar Perito Moreno na Patagônia Argentina
Glaciar Perito Moreno na Patagônia Argentina

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Ushuaia na Argentina

Ushuaia é outro dos caminhos menos conhecidos dos gringos. A Terra do Fogo, no sul da Argentina, abriga a cidade mais austral do mundo. Poucas pessoas vão para Ushuaia por causa de sua localização remota. Você só sabe quando chegou lá quando o trem para e não segue adiante.

O fim do mundo tem algum potencial de investimento em infraestrutura turística. Uma opção é a indústria de cruzeiros. Empresas de cruzeiro tradicionais, como MSC e Costa Cruzeiros, levam pessoas para Ushuaia em navios de cruzeiro para vivenciar a natureza em sua forma mais primitiva.

Uma escolha popular dos turistas é o cruzeiro pelo Canal de Beagle, uma das três maneiras de navegar na ponta da América do Sul.

Ushuaia é considerado o Fim do Mundo
Ushuaia é considerado o Fim do Mundo
Grupo de desconto de viagem

Quito no Equador

Se você visitou Lima e Machu Pichu no Peru, sabe o que significa para os moradores viver e trabalhar em grandes altitudes.

Quito é a capital do Equador e a maior capital do mundo. A história de Quito remonta aos tempos dos conquistadores, quando o continente estava sob a posse dos espanhóis.

Com muitos de seus prédios construídos no que era então a arquitetura moderna espanhola (pense no estilo gótico e barroco), Quito parece um devaneio do tempo para você explorar a cidade como se estivesse no tempo antigo.

Além disso, em um dia claro, a atividade vulcânica da área torna-se clara. Goste você ou não, Quito é a única capital mundial ameaçada por vulcões.

As belezas históricas de Quito no Equador
As belezas históricas de Quito no Equador
Dicas para a bagagem

Cusco no Peru

Esta cidade peruana apresenta aos turistas o Império Inca. Infelizmente, como Cusco é e foi o ponto de embarque para viagens a Machu Picchu, a pandemia atingiu fortemente a região.

Para investidores do tipo empreendedor que desejam investir em retornos, investir em Cusco, na indústria de turismo do Peru, pode ser uma opção.

Por causa do fluxo de pessoas indo e vindo de Machu Picchu, a PeruRail investiu fundos no desenvolvimento de uma viagem de trem para a Cidade nas Nuvens.

As trilhas seguem caminhos que os antigos povos incas seguiram enquanto viviam suas vidas. Para uma experiência única na vida, experimente um dos muitos passeios guiados que levam a Machu Picchu.

Cusco é uma cidade imperdível do Peru
Cusco é uma cidade imperdível do Peru

Choquequirao no Peru

Se você deseja uma experiência semelhante a Machu Picchu, vale procurar em uma das milhares de ruínas em todo o Peru.

Embora esforços recentes tenham descoberto vários locais com ruínas, Choquequirao é um dos melhores lugares para se visitar porque muito poucas pessoas vão até lá.

Todos nós vemos ruínas online e até na TV e não percebemos que milhões de povos antigos viveram em toda a América do Sul, conectados como nós por estradas e outras infraestruturas cívicas.

Dadas as recentes descobertas arqueológicas, existe a oportunidade de investimento em empresas de turismo de aventura.

Essas empresas dão aos moradores locais empregos que, em alguns casos, os mantêm fora da pobreza extrema. Investir na economia do tipo “Sherpa” ajuda as pessoas a chegar a lugares como Choquequirao, no Peru.

As ruínas de Choquequirao são tão belas quanto as de Machu Picchu
As ruínas de Choquequirao são tão belas quanto as de Machu Picchu
Para aproveitar melhor a viagem

Ilha de Páscoa no Chile

De vez em quando você pode ver uma foto de um amigo que estava animado com a visita à Ilha de Páscoa no Chile. No entanto, devido a ser um lugar afastado, poucas pessoas vão para lá.

A Ilha de Páscoa é famosa por suas estátuas moai esculpidas por antigos habitantes. Como muitos mistérios da sua construção, existem dúvidas sobre como os povos primitivos moviam e colocavam essas pedras tão grandes.

O maior desafio da Ilha de Páscoa e do turismo é o seu isolamento. Embora haja pessoas morando na Ilha de Páscoa, os habitantes mais próximos estão a mais de 2.000 km de distância.

O Chile investiu em companhias aéreas e infraestrutura aeroportuária para levar os turistas para a ilha. É um voo de seis horas de ida e 4,5 horas de volta.

Os mistérios da Ilha de Páscoa
Os mistérios da Ilha de Páscoa

Buenos Aires na Argentina

Muitos desejam visitar Buenos Aires simplesmente por ser um destino turístico internacional. Alguns visitantes descrevem a cidade pulsando com energia enquanto seus mais de 15 milhões de habitantes vivem e respiram.

Esta é a quarta maior área metropolitana das Américas e se esforçou para trazer resultados de recuperação da Covid-19, já que grande parte de Buenos Aires foi afetada.

Além de investir em fornecedores locais para oferecer atrações turísticas, alguns investidores podem ver um crescimento no setor de transporte à medida que mais turistas recorrem a metrôs, ônibus e bondes. Um ótimo ponto de partida é o site oficial focado no turismo de Buenos Aires.

Outra grande aposta de investimentos é a indústria de cruzeiros aproveitando as temporadas de cruzeiros. Assim que as autoridades de saúde descobriram que as máscaras reduzem a propagação do Covid-19, os navios de cruzeiro começaram a navegar novamente.

A geografia da Terra conforme se viaja para o sul em direção ao Polo Sul é desconhecida para muitos. Os navios de cruzeiro navegam regularmente para cima e para baixo nas costas oeste e leste da América do Sul.

O El Caminito é passeio obrigatório ao fazer turismo em Buenos Aires
O El Caminito é passeio obrigatório ao fazer turismo em Buenos Aires
Cópias de documentos

Cataratas do Iguaçu no Brasil e Argentina

As Cataratas do Niágara na América do Norte parecem um sistema de cachoeiras normal em comparação com as Cataratas do Iguaçu.

Ao todo são mais de 270 cachoeiras de diversas alturas no sistema e tentar descrever essas “quedas em degraus” não faz justiça ao seu brilho para passeios turísticos.

O sistema das Cataratas do Iguaçu é um destino popular que envolve o Brasil e Argentina com muitos moradores que vivem nas cidades de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazu.

Por causa da infraestrutura do aeroporto, as pessoas podem voar para perto de um aeroporto local e visitar as cataratas. Claro que, em qualquer ponto da experiência turística, existe uma oportunidade de investimento no turismo local.

As Cataratas de Foz do Iguaçu é outro dos destinos para visitar na América do Sul
As Cataratas de Foz do Iguaçu é outro dos destinos para visitar na América do Sul

Conclusão

O fim de muitas das restrições mundiais da Covid-19 vem gerando o desejo de viajar. Os investimentos no setor de hospitalidade podem ser bons investimentos no futuro, principalmente em lugares para visitar na América do Sul.

Este artigo buscou capturar o desejo de viajar da perspectiva de trazer prosperidade para os habitantes locais, trazendo a dica e sugestão de 10 lugares com grande potencial.

Pequenos investimentos em infraestruturas turísticas locais têm potencial para salvar vidas e ajudar todos os turistas a verem o mundo sem custar uma fortuna.

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat