BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Viagem curta? Mais de 50 sugestões para uma viagem bate-volta!

Olá pessoal, hoje vamos trazer dicas de lugares para uma viagem mais curta. Ideal para quem quer fazer viagens bate-volta ou ficar fora de casa até 2 ou 3 dias, no máximo.

Fato é que todos estamos com um desejo incrível de voltar a viajar, porém estamos enfrentando a pandemia do coronavírus. Então, fica complicado viajar para lugares mais distantes e se submeter ao risco de ficar doente durante a viagem.

Ninguém gostaria de ficar isolado em um quarto de hotel e sem cobertura do seu plano de saúde.

Nesse caso, o que muitas pessoas estão fazendo é viajar para lugares perto de casa ou distante apenas em alguns quilômetros. Mais fácil de retornar para o seu lar caso venha a contrair o coronavírus durante a viagem.

Para te ajudar a encontrar lugares mais próximos, analisamos o mapa do Brasil inteiro e fizemos cálculos de quilometragem e tempo para você se deslocar de carro.

Trazemos dicas de lugares turísticos próximos a várias cidades espalhadas pelo mapa brasileiro.

Importante: a lista não considera condições de trânsito, portanto o tempo de viagem pode variar conforme movimento nas estradas, questões de manutenção das vias, eventuais acidentes ou caso seja período de alta temporada.

Viagens de até 3 horas (bate-volta)

As viagens de até 3 horas são ideais para aquelas viagens de bate-volta, para quem quer fazer um bate-volta na praia, um bate-volta no campo ou um bate-volta na cidade.

Para aproveitar melhor um passeio bate-volta, você deve levar em consideração o destino da viagem, para que possa sair mais cedo ou mais tarde de casa e aproveitar de fato o local.

Como ir de Maceió a Barra de São Miguel

O município de Barra de São Miguel fica próximo da capital Maceió, ideal para quem quer conhecer um lugar diferente de Maceió e Maragogi, lugares igualmente lindos do Alagoas.

A distância entre as cidades é de 34 km e representa 37 minutos de viagem de carro.

Chegando lá, você pode ficar em quiosques ou locais de praia mais isolada e aproveitar o paraíso de suas paisagens.

O destaque de Barra de São Miguel são as suas praias que formam piscinas naturais na maré baixa (ideal para crianças) e ondas fortes na maré alta (ideal para a prática do surf).

Ainda é possível fazer o passeio de barco que leva para a Praia do Gunga e aproveitar para conhecer pequenas ilhas, manguezais e barreiras de recife, sempre com aqueles coqueiros lindos e areias finas.

Essa é a vista da Barra de São Miguel no Alagoas
Essa é a vista da Barra de São Miguel no Alagoas

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Como ir de Maceió a Maragogi

Você com certeza já ouviu falar na expressão “o Caribe brasileiro”. Então, Maragogi é esse destino mágico que você pode aproveitar para conhecer em um final de semana ensolarado.

Para esse destino, acorde bem cedo, porque a distância entre as cidades Maceió e Maragogi é de 131.1 km. Um pouco mais de 2 horas de viagem.

Ao norte do estado de Alagoas, Maragogi é um paraíso tropical. Logo, viaje durante o dia para aproveitar a paisagem.

Principalmente, se você for pelo trecho próximo a Porto de Pedras, bem agradável. Essa travessia é feita por balsa, por isso aproveite enquanto aprecia o mar.

Sua outra opção é viajar pela estrada litorânea chamada de Rota Ecológica. Nesse caminho, há muitos trechos por vilarejos e saídas para outras praias. É bom para conhecer todos os cantinhos, mesmo com pouco tempo.

Apenas tome cuidado, pois essa estrada é bem sinuosa. Por consequência, faça um bom planejamento ida e volta!

Catamarã em Maragogi - AL
Catamarã em Maragogi – AL

VAMOS FALAR DE DINHEIRO?

Se precisar de empréstimo para a viagem, existem empresas especialistas em crédito pessoal para ajudar nesse sentido. Para conhecer algumas delas, clique aqui.

Um cartão de crédito internacional ajuda a acumular milhas e evita que você carregue muito dinheiro na viagem aumentando a segurança. Clique aqui para conhecer algumas opções.

Para ter acesso a vários serviços financeiros, gerenciar gastos e pagar boletos durante a viagem você pode criar uma conta digital em sites como esses aqui da lista.

Como ir de Recife para Porto de Galinhas

Nesse trajeto, não há dificuldade para chegar de carro. O caminho de Recife a Porto de Galinhas pode ser percorrido em cerca de uma hora, sem trânsito. São 59,3 km de estrada asfaltada.

Quem já conhece Porto de Galinhas sabe: é um destino que vale a pena. Separe um dia inteiro para curtir o passeio Recife – Porto de Galinhas com pausas para as praias.

Caso seja essa a sua escolha, vá pela Reserva de Paiva, o chamado bairro-jardim no trajeto do Cabo de Santo Agostinho. Na saída de Recife, vá até Barra de Jangada e pegue uma ponte pedagiada para cruzar a Reserva.

Viajar pelo centro de Ipojuca não é o mais recomendável, por causa do trânsito intenso.

O trajeto mais rápido é pegando a estrada pela BR-101, a Rota do Atlântico. Assim, passe pelo complexo de Suape e siga pela PE-038, pertinho da vila de Nossa Senhora do Ó. Por aqui, já estará bem perto de Porto de Galinhas.

As praias são um desejo à parte, mas o centrinho de Porto de Galinhas também merece ser explorado. A cidade costuma ser muito visitada no ano inteiro.

Essas são as belezas da praia de Porto de Galinhas
Essas são as belezas da praia de Porto de Galinhas

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Como ir de Natal à Pipa

Pipa é um dos destinos mais tranquilos dessa lista. O vilarejo está pertinho de Natal, são 86,3 km e pouco mais de uma hora de trajeto, sem trânsito.

A praia de Pipa fica no município de Tibau do Sul no Rio Grande do Norte e, para aproveitar por completo, o ideal seria ficar por mais de 2 dias. Mas também vale o bate-volta pela beleza e tranquilidade. Curta o caminho pelo litoral de Tibau do Sul e você verá o acesso a Pipa.

A vila nem parece ser tão povoada, pois tem um charme único. Em comparação com outras praias, é também super organizada.

Uma observação ruim referente a vila é a dificuldade de estacionar o carro. Por isso, se puder, priorize a viagem no período de segunda a quinta.

Em uma viagem rápida, aproveite os passeios de Pipa durante o dia. Ande pelas falésias e visite as matas, dunas e piscinas naturais de norte ao sul da vila.

A Lagoa Guaraíras também vale a sua visita. As praias são lindas, mas com certeza merecem mais tempo para o descanso. Fique olhando para o visual enquanto descansa em espreguiçadeiras.

A vibe hippie da praia de Pipa é a forma de aproveitar a natureza da forma mais branda possível.

Olha as belezas que você vai encontrar na praia de Pipa - RN
Olha as belezas que você vai encontrar na praia de Pipa – RN

Como ir de João Pessoa para Recife

Aqui, o caminho de João Pessoa para Recife também é pela BR-101 em uma viagem de quase 2 horas. São apenas 121 km para chegar rapidamente em Recife e visitar pontos turísticos, além do centro histórico.

Claro, passear pelas praias pode ser a sua prioridade. Só não escolha a praia de Boa Viagem se preferir o descanso e praias sossegadas. Agora, para caminhadas e um coco gelado, ela é bem convidativa.

A nossa dica é que essa viagem comece bem cedo para a visita de manhã ao Recife Antigo, onde fica o Marco Zero. Também tire foto das pontes, cartões-postais de Recife feitas pelos holandeses.

Além de visitar Olinda, um lugar colorido vizinho ao Recife Antigo, com ótima gastronomia e perfeito para respirar cultura.

Desse modo, para um passeio mais cultural ou em dias mais chuvosos, aproveite a Casa da Cultura de Pernambuco e o Parque de Esculturas de Francisco Brennand, perto do mar e do porto.

Em dias de sol, as praias são mesmo imperdíveis e valem a viagem, além da hospitalidade e gastronomia.

Para um destino mais desconhecido da maioria, vá ao bairro histórico de Recife chamado bairro de Casa Forte. Com seu núcleo tradicional Poço da Panela, vale a visita para mais um lugar histórico.

A rica cultura e gastronomia de Recife
A rica cultura e gastronomia de Recife

DICAS PARA A BAGAGEM

Importante conhecer as regras de bagagem antes de viajar para não pagar multa ou ser barrado de entrar no avião. Para conhecer as regras, clique aqui.

Se ainda não tem a mala para a viagem, pode fazer uma consulta e cotação de malas de viagem a partir de sites como esse clicando aqui.

Reserve um espaço nas malas para eventuais compras de roupas, presentes ou produtos típicos do destino.

Como ir de João Pessoa para Pipa

Você já viu como chegar em Pipa saindo de Natal, agora o caminho de João Pessoa para Pipa é um pouco mais longo. O percurso é de pouco mais de 2 horas por 152 km para chegar a esse local aconchegante.

No extremo oposto de Natal, a estrada é boa, sem pedágios e costuma ser uma viagem tranquila. Pegue a BR 101, sentido Natal, até a cidade de Goianinha. Chegando lá, entre na RN-003 e curta a estrada, já que o caminho é um pouco mais longo.

O que fazer na praia de Pipa nós te explicamos mais acima, ao sair de Natal para esse lugar bem charmoso e tranquilo. Ela é praticamente um Porto de Galinhas mais novo.

Pipa antigamente era a morada apenas de pescadores e o turismo foi chegando aos poucos por causa de sua beleza. Hoje, no centro você encontra bons restaurantes e um clima confortável para relaxar.

Linda vista da praia de Pipa
Linda vista da praia de Pipa

Como ir de Fortaleza para Canoa Quebrada

Vale muito a pena o bate-volta Fortaleza para Canoa Quebrada! Pode parecer cansativo viajar durante pouco mais de 2 horas por um caminho de 162 km, mas Canoa Quebrada é imperdível.

Na estrada, pegue a CE-040 até Aracati. Essa é a cidade mais próxima a Canoa Quebrada e, daqui, siga a BR-304.

É muito mais proveitoso ir e passear por lá de carro. Parte do percurso tem vias duplicadas e é sempre importante alertar para ter cuidado com os caminhões em pistas de mão dupla.

Outra dica valiosa que vale para vários percursos é: saia bem cedo! Evite o trânsito e aproveite ao máximo o seu passeio.

Os primeiros 80 km te levam a Beberibe, onde ficam as praias de Morro Branco e Praia das Fontes.

Você pode passar pelo Monumento Natural das Falésias, praia de Morro Branco, a vizinha Praia das Fontes e depois seguir para Canoa Quebrada. Ao chegar, você verá um lugar lindo para aproveitar o seu dia.

Há opções de passeio em Canoa Quebrada, como a tirolesa. As melhores barracas para quem faz esse bate-volta de Fortaleza ficam em uma área sem falésias. Para acessar o trecho conhecido com as falésias são apenas 10 minutos caminhando pela areia.

Vista da praia de Canoa Quebrada
Vista da praia de Canoa Quebrada

Como ir de Cuiabá a Chapada dos Guimarães

Viajar de carro certamente é o melhor modo de cruzar a estrada saindo de Cuiabá e chegando na Chapada dos Guimarães.

No trajeto, você não enfrentará nenhum problema. Siga pela BR-251, uma estrada duplicada que te leva a MT-020. Aproveite a linda paisagem também pelo caminho e fique tranquilo com uma boa sinalização no percurso.

Considerando que a Chapada dos Guimarães é um dos paraísos naturais do Brasil, é fácil fazer essa viagem.

Em uma hora você chega no Parque Nacional percorrendo a distância de 67,6 km.

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é Patrimônio da Humanidade da Unesco. A terra é protegida em mais de 32 mil hectares e cheio de um visual fascinante.

Para uma viagem em um dia bem quente, como de costume em Cuiabá e no Cerrado, o bate-volta para as cachoeiras de água gelada do Parque é totalmente necessário.

Você pode aproveitar os rios e explorar as grutas da Chapada dos Guimarães, além de curtir as trilhas, caso tenha um perfil mais aventureiro.

A paisagem é exuberante a qualquer ângulo da natureza.

Saiba que é preciso contratar um guia para desfrutar dos programas no Parque. Essa é uma exigência da administração na área de proteção ambiental.

Como ir de Cuiabá para Nobres

Nobres é um paraíso ainda pouco conhecido no Mato Grosso. Para ir de Cuiabá a Nobres são quase duas horas de viagem em 122 km percorridos.

Ela é uma cidade pequena com bastante natureza e ainda pouca infraestrutura. Realmente uma cidade de interior comparada ao famoso destino Bonito, no Mato Grosso do Sul.

Para quem gosta de uma natureza pouco explorada pelo turismo e de beleza natural, Nobres é perfeita.

Você encontra rios de água cristalina com vários peixes, além de belíssimas grutas e cachoeiras em Bom Jardim, pequeno distrito de Nobres.

A vila tem aproximadamente 500 habitantes e fica a uma distância de 65 km do centro da cidade.

O melhor é viajar na época menos chuvosa, entre abril e setembro. Sem chuva, as águas dos rios são mais cristalinas e você evita ver as cachoeiras turvas também.

Seus pontos turísticos são Aquário Encantado, Cachoeira Serra Azul, Lagoa das Araras, Balneário Estivado, Rio Triste e Gruta Duto do Quebó.

Mas, preste atenção, porque a maior parte de suas atrações está em propriedades privadas. Em algumas você compra o voucher com facilidade, em outras precisa se planejar para contratar guias.

Como ir de Goiânia para Pirenópolis

O trajeto de Goiânia para Pirenópolis tem a distância média de 128 km e a viagem dura quase duas horas.

O mais comum é chegar pela BR-060 (BR-153) passando por Anápolis e GO-431. Ou via GO-380 e GO-222, também seguindo por Anápolis, só que depois partindo pela GO-338.

Pirenópolis é o meio do caminho entre Brasília e Goiânia. As estradas da cidade são bem conservadas, o que deixa a viagem segura.

O centro histórico de Pirenópolis você conhece caminhando. Vá as cachoeiras de carro e até o local mais próximo das trilhas.

Terra da dupla Zezé de Camargo e Luciano, a cidadezinha já era famosa por suas igrejas espalhadas pelas ladeiras, o casario colonial preservado e as ruas de pedra. Sobretudo, tem o valor das fazendas históricas do século 18.

A cidade tem enormes cachoeiras dentro de reservas ecológicas para se refrescar ou praticar atividades como rapel, além de trilhas para realizar caminhadas.

Os mirantes naturais ficam na Serra dos Pirineus. Nos rios, é possível praticar rafting.

A cidade é bastante movimentada, principalmente durante a tradicional Festa do Divino.

Como ir de Goiânia para Caldas Novas

A melhor forma de viajar é curtindo cada segundo. O caminho é mais fácil se a paisagem for inesquecível.

De Goiânia a Caldas Novas, leva um pouco mais de duas horas em uma distância de 167 km. Mas em estradas consideradas amplas e com pouco movimento.

Saindo de Goiânia, siga em direção à BR-352 e pegue a GO-139. Em outras opções, você pode seguir pela BR-153 e continuar ou pela GO-217, ou pela BR-490.

No caminho você se depara com paisagens bem bonitas de diversos campos, depressões e plantações que parecem sempre estar iluminadas pelo sol.

Ao chegar na região de Caldas Novas, conheça a maior bacia hidrotermal do mundo. São águas termais naturalmente quentes e a maior atração do local.

A cidade de Caldas Novas é um paraíso natural próximo a Goiânia. É possível aproveitar um parque aquático diferente durante uma semana.

Então, em sua viagem curta, vá sempre em um lugar desconhecido. Embora repetir lugares não seja um problema.

Quer passear um pouco pelo centro? Conheça o comércio local e suas lojas.

No bate-volta, você não vai conseguir conhecer tudo, porque a cidade é maior do que se imagina. Rio Quente é distante em 30 km.

Mas, de carro, conseguimos aproveitar muito mais em qualquer momento e tempo que tiver livre.

Como ir de Brasília à Chapada dos Veadeiros

Essa viagem demora um pouco mais que 3 horas, sendo 264 km de estrada. Isso porque a Chapada dos Veadeiros fica no noroeste do estado de Goiás.

As cidades mais próximas para conhecer a Chapada dos Veadeiros são Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e o vilarejo de São Jorge, paradas para os turistas.

Mas Brasília ainda é a cidade mais próxima dos outros estados para iniciar essa viagem. Portanto, pegue a estrada sem medo.

A Chapada dos Veadeiros costuma receber vários turistas por causa do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e seu entorno, também cheio de atrações.

O Parque Nacional em si preserva uma área do bioma Cerrado. Nele, você encontra centenas de nascentes, formações vegetais e formações rochosas com mais de um bilhão de anos.

A paisagem é de beleza única e preserva a história local, com uma área de antigos garimpos. É também Patrimônio Mundial Natural declarado pela UNESCO.

A conservação da biodiversidade vem ajudando em pesquisas científicas, além de aumentar a visitação pública e a educação ambiental.

Os banhos de cachoeira e caminhadas pelo parque valem a viagem.

Como ir de Blumenau para Balneário Camboriú

Esse trajeto é bem tranquilo, pouco mais de uma hora em uma distância de 73,2 km no melhor caminho.

A estrada é bem sinalizada e as pistas são boas. O percurso da viagem é realizado principalmente pela Rodovia Ingo Hering, BR-470.

Balneário Camboriú é a praia mais badalada de Santa Catarina. É o destino para dias quentes na praia e para festas e eventos diversos o ano todo.

Se quiser aproveitar a praia em alto verão, saia cedo de casa! As ruas congestionadas e principais são a Avenida Atlântica e a Av. Brasil. Aproveite e faça uma caminhada na praia também.

Por ser um local badalado, Balneário Camboriú costuma ser bem agitado. Caso queira mais tranquilidade, os períodos de primavera e outono deixam a cidade mais vazia.

Fora os períodos de festa, como Oktoberfest, que deixam a cidade mais lotada ainda.

A Região da Barra Sul tem os Bondinhos e Parques Unipraias. Neste lugar, existem várias atrações, como trilhas para os mirantes, tirolesa e distrações para crianças.

Além do bondinho levar ao topo do morro com vista para a praia Laranjeiras, onde fica a estação Mata Atlântica.

Como ir de Blumenau para Florianópolis

Esse percurso é um pouco mais longo do que chegar até Balneário Camboriú. São duas horas com a distância de 157 km, seguindo pela Rodovia Governador Mário Covas, BR-101.

As rodovias de Santa Catarina são muito boas, bem sinalizadas e seguras. As praias de Florianópolis são incríveis, assim como a gastronomia.

Tem bastante diversidade e é um misto de lugar tranquilo com suas 42 praias e a agitação de uma moderna metrópole. Ainda tem suas matas preservadas, assim como colônias de pescadores e vilarejos.

O centro costuma ser bem engarrafado, como o de toda cidade movimentada. Fuja dos horários de pico.

A força de Florianópolis está nas praias e atividades em natureza, não conte com muitas atrações.

Mas são as praias combinadas que fazem o seu dia valer a pena nessa viagem. As praias do norte são mais calmas e têm água menos gelada. No leste da ilha, costuma ter mais ondas.

Já as do sul da ilha são mais rústicas, logo tem menos empreendimentos imobiliários.

Como ir de Curitiba a Ilha do Mel

Esse trajeto é diferente de todos os outros: você sai de Curitiba e desce a Serra do Mar pela BR 277.

Assim, tem a opção de chegar na cidade de Paranaguá ou Pontal do Sul. O seu carro fica estacionado no continente e você navega em um barco para realizar a travessia.

Ilha do Mel é um pedaço privilegiado do estado do Paraná. As praias são bem preservadas e na ilha não tem como chegar de carro.

O número de visitantes é limitado e você caminha por trilhas de areia. O lugar vem melhorando a sua estrutura dia após dia.

Por ser mais isolada e ter esse controle, são quase três mil hectares de mata em preservação. Além do mais, a Ilha do Mel é estação ecológica da Unesco.

Ao ganhar esse título, a ilha foi promovida turisticamente por seus mangues, costões, morros e trilhas. Também há atração histórica: a Fortaleza Nossa Senhora dos Prazeres foi construída no século 18 com o objetivo de proteção da Baía de Paranaguá.

Ainda mais, o Patrimônio Artístico e Histórico do Paraná tombou outras atrações como a Gruta das Encantadas e o Farol das Conchas.

Como ir de Porto Alegre para Gramado

Se tem um destino famoso da Serra Gaúcha, com certeza é Gramado.

Para percorrer essa distância de carro a partir de Porto Alegre, você vai demorar quase duas horas em uma distância de 103 km.

Gramado é atrativa para todas as idades e sua arquitetura chama a atenção por causa das construções alemãs e italianas. É repleta de parques temáticos e o destino frio preferido de muitos.

Além de suas belezas naturais e gastronomia maravilhosa.

A rota mais bonita para pegar o carro e partir já de Porto Alegre para Gramado é admirando a Serra. A outra opção é mais rápida em apenas 20 minutos.

Ou seja, recomendamos a Rota Romântica, a BR-116 junto a RS-235. É bem bonita e você passa por Canoas e São Leopoldo.

Depois de Novo Hamburgo, as construções e sinalizações são substituídas pela natureza por todos os lados. No caminho, há pequenas cidades de colonização alemã.

O melhor café da Serra, inclusive, está em Nova Petrópolis. Após seguir por essa cidade, vá pela ERS-235 e siga até Gramado. Esse caminho prazeroso leva um pouco mais de duas horas.

Como ir de Vitória para Guarapari

Esse é um bate-volta necessário se você está em Vitória. São 59 km de distância percorridos em apenas uma hora.

A praia capixaba é linda e não pode ser deixada de lado em um roteiro rápido. Para chegar a Guarapari a partir de Vitória, siga sentido Vila Velha e atravesse a 3° ponte. O acesso é pela Rodovia do Sol.

Contudo, a estrada é bem sinalizada e com vias duplas. É privatizada e o pedágio fica na altura do Km 30.

Detalhadamente, siga pela Rodovia do Sol por cerca de 46 km e vire na Rodovia Jones dos Santos Neves. Assim, você vai chegar em Guarapari.

O destino agrada a todos os gostos. As praias têm água cristalina e gelada e há praias para família, surfistas e para quem procura por agitação.

Indo no verão, pode ser difícil estacionar. Então, a dica continua sendo: saia cedo de casa! Seja para chegar tranquilamente, evitar mais trânsito ou para explorar praias mais distantes.

Como ir do Rio de Janeiro para Petrópolis

Petrópolis fica na Serra Fluminense e é o destino padrão para quem gosta de curtir um friozinho no bate-volta do Rio de Janeiro.

São 68,3 km de distância entre o Rio de Janeiro e Petrópolis em um pouco mais de uma hora. O acesso é pela BR 040, chamada de Rodovia Washington Luiz.

Saindo do Rio de Janeiro, a viagem se inicia na Avenida Francisco Bicalho. Daí, siga para a Avenida Brasil em direção a Linha Vermelha e vá pela Rodovia Presidente João Goulart.

Em seguida, pegue a saída em direção a BR-04, pista lateral no trecho da Rodovia Washington Luiz.

A Cidade Imperial costuma ser bem procurada pelos cariocas, além de turistas em geral. Aproveite o Centro Histórico e faça compras nos polos que podem ser encontrados pela cidade.

O principal local de compras é a Rua Tereza, famosa e chama tanta atenção em Petrópolis quanto o frio, que vai aumentando até a noite.

Outro atrativo são os casarões bem preservados. Para dar um upgrade no seu roteiro, contrate um guia e passeie pelos locais mais históricos.

No Centro Histórico, é muito tranquilo se locomover a pé. Mas com a autonomia do carro, você pode visitar os locais mais distantes com flexibilidade.

Como ir do Rio de Janeiro para Teresópolis

Esse caminho também é muito tranquilo e uma viagem bate-volta bem procurada para os moradores do Rio de Janeiro.

São quase 100 km percorridos em cerca de uma hora e meia de percurso. Chegando em Teresópolis, você une ares de uma cidade maior a paisagem verde.

A dica de sempre é fugir dos horários de maior movimento na estrada para aproveitar plenamente essa viagem curta.

A sequência do caminho é seguir pela Avenida Brasil, depois BR-101, siga pela BR-040 e vá até a BR-116 (estrada Rio-Teresópolis). Mas, não se preocupe: a sinalização nas estradas é boa e a subida na Serra é bem agradável.

Inclusive, ao chegar em Teresópolis, pare no mirante logo na entrada da cidade. No caminho, você verá um primeiro mirante: não é esse.

Nossa dica é que você pare somente no Mirante do Soberbo, este localizado na entrada de Teresópolis e com um belo ângulo para o Dedo de Deus. Tire foto desse pico com 1.692 metros de altitude.

O pico está localizado no Parque Nacional Serra dos Órgãos, destino famoso para os mais aventureiros, com trilhas que duram até três dias.

A melhor forma de passear é de carro e os restaurantes ficam ao redor da cidade.

Como ir do Rio de Janeiro para Cabo Frio

Provavelmente, esse é um dos destinos mais procurados para curtir o calor do Rio de Janeiro entre família e amigos.

Prepare-se para 156 km percorridos em pouco mais de duas horas. Região dos Lagos do Rio de Janeiro, a cidade é próxima de outras áreas badaladas, como Arraial do Cabo e Búzios.

De carro, você encontra alguns pedágios pelo caminho: na Ponte Rio-Niterói e na Via Lagos. O carro te dá a liberdade de passear por toda a região. Aliás, as estradas são bem sinalizadas e seguras.

Famosa por suas praias, cada uma tem 6 km de extensão e as mais conhecidas são a praia do Peró e a praia do Forte. Fique tranquilo, são todas próximas.

O difícil é escolher em qual praia ficar, já que as outras são tão belas quanto as mais famosas. Merecem atenção também a praia Brava, praia das Conchas, praia das Dunas e praia do Foguete.

Ainda mais, a areia é branca, fina e com um tom de azul incrível no mar. Não é à toa seu  apelido de Caribe brasileiro.

Como ir do Rio de Janeiro para Arraial do Cabo

Bem próximo de Cabo Frio, essa viagem dura quase duas horas e meia e 164 km são percorridos.

O trajeto também começa pela ponte Rio-Niterói, com acesso à BR-101 e seguindo pela Via Lagos (RJ-124). O caminho é tranquilo e bem sinalizado.

Muito cuidado com o trânsito de final de semana, porque uma viagem rápida pode virar um dia inteiro na estrada! Se puder, priorize esse bate-volta em um dia de semana.

Arraial do Cabo é praticamente um destino perfeito, com praticidade, vistas lindas e preços baratos. O que é difícil nesse destino é escolher em qual praia você vai curtir, como acontece em Cabo Frio.

Há opções de mergulho, caso já conheça as praias ou queira fazer algo diferente. Os passeios de barco também são muito indicados para apreciar o mar de várias nuances.

Sendo a extensão do ‘Caribe Brasileiro’, Arraial do Cabo tem oito praias paradisíacas. São elas: Prainha, Praia do Farol, Praia do Pontal, Praia do Forno, Praia do Pontal do Atalaia, Praia dos Anjos, Praia Brava e Praia Grande.

Como ir do Rio de Janeiro para Búzios

Localizada a pouco mais de 170 km do Rio de Janeiro, Búzios é um pouco mais distante do que os outros destinos paradisíacos acima.

A princípio, você fará o mesmo trajeto atravessando a ponte Rio-Niterói, acessando a BR-101 e depois seguindo pela Via Lagos (RJ-124).

Búzios é o local mais badalado de todos na Região dos Lagos. Por isso, fuja dos horários de pico e dos dias de grande fluxo.

As praias são lindas e cada uma tem sua característica específica. A rua das Pedras é ponto obrigatório para passear e aproveitar a gastronomia em belas refeições. Também tem lojas incríveis.

São tantas atrações que você nem percebe o tamanho real da cidade. A realidade é que ela é bem pequena.

Obviamente, as praias são o destino principal. São mais de 20 praias totalmente diferentes, o que torna mais fácil escolher. Embora, também aumente a vontade de conhecer todas de uma vez só.

Assim, as opções são praias de mar aberto, mar sem ondas (como uma piscina), com faixas de areia longas e vegetação selvagem e outras muito pequenas. Normalmente, as menores são as que passam despercebidas pelos turistas.

Como ir do Rio de Janeiro para Penedo

Voltando à Região Serrana, Penedo é um destino bem charmoso. A chamada Colônia Finlandesa com clima de Serra é de fácil acesso para quem sai do Rio de Janeiro.

É uma cidade pequena com muitas atrações naturais e culturais. Além de muito procurada para o turismo, como toda a região onde ela está, das Agulhas Negras.

São pouco mais de 170 km percorridos em quase três horas. Vindo do Rio de Janeiro, atravesse a Baixada Fluminense, pague o pedágio em Seropédica e suba a Serra das Araras.

No caminho, você vai cruzar com as cidades de Médio Paraíba e, entre Resende e Itatiaia, vá pela saída 311 da Via Dutra.

As maiores vantagens desse destino são aproveitar o frio e a gastronomia. A arquitetura é um charme à parte, porque o local foi colonizado por finlandeses e tenta manter a mesma cultura.

Ou seja, as casas e lojas são fofas, você encontra boa comida e, para quem gosta de chocolate, é imperdível.

Sua maior atração é a Pequena Finlândia, com várias lojas e com uma paisagem bem cuidada.

Como ir de São Paulo para Santos

Esse é um caminho já bastante corriqueiro feito pelos paulistas para aproveitar um final de semana na praia.

Mas para um bate-volta também é superacessível, já que a distância é de 83 km percorridos em pouco mais de uma hora.

Saiba que a estrada é tranquila, segura e a paisagem é bem bonita. De carro, você pode descer pela Imigrantes II e Via Anchieta. Lembrando que há pedágio no caminho.

Santos é uma cidade plana portuária e com uma orla organizada, além de bonita. Tem o maior jardim de orla do mundo.

Além de aproveitar a praia, caminhe pela orla ou ande de bicicleta, enquanto curte o visual. Sem dúvida, seu ponto turístico principal é o mar, mas Santos não se resume às praias.

A cidade é uma das mais antigas do Brasil, então sua parte histórica é composta de igrejas, além de ter museus com diversos temas.

No centro histórico, é possível pegar o Bonde do Café, na antiga estação do Valongo, e ouvir a história do café enquanto permeia os prédios. Também tem degustação.

O Orquidário de Santos é mais uma oportunidade para entrar em contato com a natureza, além das 6 praias. O parque zoobotânico reproduz a Mata Atlântica.

Como ir de São Paulo para Guarujá

Outro destino muito procurado pelos paulistas é Guarujá. De São Paulo, acesse as Rodovias Anchieta/Imigrantes e Cônego Domenico Rangoni, a antiga Rodovia Piaçaguera – Guarujá.

Você chega em uma hora e meia no percurso de 95,8 km.

Guarujá rende bons momentos em frente ao mar e costuma ser bem movimentada no verão ou em qualquer feriado prolongado. O ideal é fugir dessas épocas e curtir a praia de forma mais relaxada.

Mas a cidade também é mais do que praias, com seus bons cafés e restaurantes. As melhores praias urbanas para ficar são: Praia do Guaiúba, Praia das Pitangueiras, Praia do Tombo, Praia de Pernambuco e Praia da Enseada.

Há outras bem bonitas e que você pode acrescentar em seu roteiro. Porém, são de acesso mais restrito e, dependendo da sua escolha, só é possível acessar por trilhas.

As praias mais selvagens são: Praia do Iporanga, Praia das Conchas, Praia do Éden, Praia de São Pedro e Prainha Branca.

Tire belas fotos no centro da cidade com as vistas panorâmicas dos mirantes, o Mirante da Caixa d’Água e o Mirante do Morro da Campina.

Como ir de São Paulo para Atibaia

O percurso dessa viagem é feito principalmente pela Rodovia Fernão Dias. São 65,7 km de distância em apenas uma hora.

Atibaia tem algumas atrações interessantes, como o Santuário de Shoenstatt, muito bonito e melhor destino religioso. Para além dessa atração, ela é considerada a cidade das flores e morangos.

A cidade é o contato com um tipo de turismo rural que os paulistas não costumam optar. Há propriedades rurais com belezas naturais e a experiência do local é bem agradável.

A atividade ao ar livre para conhecer o Monumento Natural da Pedra Grande é um bálsamo a parte, pelas belas vistas no caminho. O local preserva a biodiversidade e os recursos hídricos.

Pedra Branca é a sua maior atração e quem visita diz que a energia é incrível. Ótimo local para trilhas.

No Teleférico de Atibaia, você vê o Lago do Major e pode praticar arvorismo. Aliás, o Lago é um bom lugar para caminhar e relaxar.

Como ir de São Paulo para Itu

Itu é bem conhecida por seu exagero, mas a cidade tem uma história rica. Saindo de São Paulo, você chega em uma hora e meia no percurso de 102 km.

Encontre fazendas centenárias e construções históricas em Itu. No passado, a cidade vivia do cultivo de café e hoje seu ponto principal é o turismo.

O centro histórico é bem pequeno, então você o conhece caminhando. Visite as igrejas, o Museu da Energia, a Casa Imperial e o Espaço Cultural.

A propósito, o melhor caminho para chegar nessa cidade histórica vindo de São Paulo é pela Rodovia Castelo Branco. Outra opção é acessar a Rodovia dos Bandeirantes, próxima a Jundiaí, e ir pela Rodovia Marechal Rondon.

Na zona rural da cidade, as fazendas são do tempo do cultivo de café como atividade principal da área. Atualmente, é aberto a visitas com passeios à cavalo e restaurantes com café colonial e comida de fazenda.

Como ir de São Paulo para Boituva

A cidade de Boituva é conhecida pela prática de esporte radicais no local, como o paraquedismo. O município fica na região de Sorocaba.

A distância entre Boituva e São Paulo é de uma hora e meia e são 122 km de viagem percorridos.

O Centro Nacional de Paraquedismo fica na cidade de Boituva, que dá fama ao local. Apesar de Boituva ter um clima realmente de interior e ser um lugar sossegado.

Mas o fascínio por esportes radicais é o atrativo durante o ano todo.

Boituva está às margens da Rodovia Castello Branco. Essa é a ligação da capital da cidade até as cidades do Oeste-Paulista e o principal acesso.

Por fim, a estrada de mão única é ótima e com boa sinalização também. Aproveite o caminho com belíssimas paisagens para deixar a rota ainda mais agradável.

Como ir de São Paulo para Holambra

Holambra fica na Região Metropolitana de Campinas e é uma pequena cidade famosa por sua exportação de flores.

Pegue a estrada durante duas horas no percurso de 130 km. Comece a viagem pela Rodovia dos Bandeirantes ou BR-050 e não esqueça do pedágio.

O evento chamado Expoflora é o melhor momento da cidade e acontece em um parque de exposições amplo todo ano, normalmente em setembro.

Vale a pena conhecer o Moinho dos Povos Unidos, uma réplica de um moinho holandês. Você consegue inclusive subir o moinho, dependendo do horário da visita.

Um deck construído na beira do lago de Holambra é um dos lugares românticos de Holambra, chamado Deck do Amor. Bem como a cafeteria próxima ao lago, que tem visão privilegiada e é bem charmosa.

Mas o passeio mais tradicional é pelos campos de flores. Visite as plantações e tire várias fotos em meio às flores.

Estique um pouco mais o passeio e conheça também o Museu Histórico e Cultural de Holambra, é bem interessante.

Como ir de São Paulo para Campos de Jordão

Campos do Jordão possivelmente será a cidade mais charmosa dessa lista, ou uma das mais charmosas.

Com a distância de duas horas e meia até São Paulo e 172 km percorridos, sem dúvida Campos do Jordão se destaca como destino turístico importante do estado.

As construções com influência europeia e sua gastronomia são os pontos fortes de Campos do Jordão. Se bem que a Serra da Mantiqueira e sua natureza também merecem destaque em atividades ao ar livre.

O principal acesso é a Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de Janeiro. Chegando no km 118, siga pela principal rodovia da cidade, a SP-123. Esse acesso é pelo distrito de Quiririm, entre Taubaté e Caçapava.

Mesmo assim, você pode escolher outro caminho. São as estradas municipais que partem de Roseira ou atravessam a cidade de Pindamonhangaba.

A charmosa Campos de Jordão também é chamada de “Suíça Brasileira” pelo seu clima e arquitetura europeia. A gastronomia é conhecida e os restaurantes são aconchegantes também por causa do clima frio.

Ela está localizada na Serra da Mantiqueira, entre vales e montanhas e a quase 1.700 metros de altitude.

A experiência de compras no centro da cidade se mistura com o visual da natureza em montanhas cobertas de araucária. Em mirantes, é possível ver os enormes campos de todo o destino.

Como ir de São Paulo para Águas de Lindóia

O trajeto que libera maior velocidade na pista também é o mais utilizado: siga pela Rodovia dos Bandeirantes até o KM 95 e depois siga à direita sentido Rodovia Anhanguera.

Adiante, entre a direita na saída 103 B, sentido Rodovia D. Pedro I. Após, entre no trevo sentido Mogi-Mirim seguindo pela Rodovia Gov. Adhemar Pereira de Barros (SP-340). Entrando à direita da saída 157 é só seguir as placas que indicam Águas de Lindóia ou Lindóia.

Caso prefira a paisagem mais bonita por todo o trajeto, contorne a Serra de Mantiqueira com as curvas da estrada e passe por cidadezinhas interessantes.

Para isso, vá pela Rodovia Fernão Dias até Bragança Paulista e siga as indicações para Pinhalzinho, Monte Alegre do Sul, Serra Negra e, finalmente, Águas de Lindóia.

O tempo considerado para a viagem é praticamente o mesmo, basicamente duas horas e meia. Escolha o melhor trajeto para você.

A cidade Águas de Lindóia tem como padroeira Nossa Senhora das Graças. Portanto, para os católicos ou quem queira entender melhor a história da cidade, vale a visita à Paroquia da cidade.

A Praça Adhemar de Barros é o cartão-postal e ideal para um passeio tranquilo. Caso você seja mais aventureiro, faça o ecoturismo com um Jeep partindo da praça rumo ao Circuito das Montanhas.

São duas horas de aventura, mas com belas paisagens em estradas de terra e asfalto. Também é possível fazer passeios a cavalo aproveitando a natureza.

Como ir de São Paulo a Botucatu

O tempo e a distância para esse destino são um pouco maiores partindo de São Paulo. Percorra 238 km em quase 3 horas para chegar em Botucatu.

O caminho principal é pela Rodovia Presidente Castelo Branco.

Botucatu é conhecida como a terra da aventura. O Parque Natural Municipal Cachoeira da Marta tem cachoeiras que formam uma piscina natural e trilhas.

Já a Cuesta de Botucatu tem esse nome por ser uma formação semelhante a encontrada na Espanha. É uma forma de relevo diferenciado que chama a atenção na cidade, dentre cidades vizinhas do interior paulista.

No topo da Cuesta, há uma rampa de voo livre aberta aos finais de semana e com entrada gratuita.

Sobretudo, a cachoeira Véu da Noiva é nacionalmente famosa e virou o Complexo Turístico Véu da Noiva. É uma cascata com queda de 6 metros de altura e com mata natural. Ela fica a 12km do centro de Botucatu.

Para conhecer ainda mais lugares incríveis, você pode ir a propriedade particular Fazenda Pavuna. Lá é possível encontrar mais recursos naturais como um grande lago de água potável e quatro cachoeiras. Além de ser liberado praticar esportes radicais no local.

Como ir de São Paulo a Ubatuba

Ubatuba é um dos lugares mais bonitos do litoral paulista.

Só que a distância de São Paulo até a cidade Ubatuba é um pouco maior que as viagens anteriores, ultrapassando três horas e percorrendo 224 km.

Se você quer um local sossegado, vale o tempo de viagem. Apenas saia cedo de São Paulo.

Chegar de carro é perfeito, porque você consegue a liberdade de passear pelas praias de Ubatuba. A estrada que você irá viajar é a BR-101 (Rodovia Rio-Santos).

O primeiro acesso para quem está em São Paulo é a Rodovia Ayrton Senna (Carvalho Pinto) SP-070 e a Rodovia Presidente Dutra SP-060.

O segundo acesso tem as opções Rodovia Tamoios SP-099 (via São José dos Campos e seguindo depois pela BR-101) ou BR-383 (via Taubaté).

A rodovia é de qualidade, mas você passa por diversos pedágios. Além do mais, atenção com os radares na estrada.

Ubatuba tem um litoral cercado por mais de 100 praias, então lugar para relaxar não vai faltar.

Você pode também fazer trilhas aproveitando a Mata Atlântica ao redor e tomar banho de cachoeira.

Como ir de São Paulo para Brotas

Essa viagem dura quase 3 horas percorrendo 247 km. A rota saindo de São Paulo é pela Rodovia do Bandeirantes (SP 348), seguindo o acesso à Rodovia Washington Luís (SP 310).

Ou pela Rodovia Anhanguera (SP 330) seguindo até o KM 153 e, após o pedágio, pegando o acesso à Rodovia Washington Luís.

Já na Rodovia Washington Luís, siga até o KM 206, passe por baixo do viaduto e o contorne passando por cima da pista. Por fim, entre na Rodovia Engenheiro Paulo Nilo Romano (SP 225) sentido Itirapina-Brotas até o trevo de acesso a Brotas.

Brotas também tem um destino de aventura bem consolidado, com rafting, arvorismo, tirolesa e outros esportes radicais. Os passeios ocorrem no rio Jacaré Pepira e nos parques e eco parques.

Passeios mais leves e culturais você também encontra em Brotas. Um dos atrativos é o polo calçadista feminino em Jaú.

Aproveite as Águas de São Pedro – as águas termais sulfurosas de Brotas – e as cachoeiras diversas do local.

Há 76 km de Brotas, está a eclusa de Barra Bonita, onde você pode passear de barco.

Como ir de Belo Horizonte a Ouro Preto

A cidade de Ouro Preto fica a 100 km de Belo Horizonte e você chega em uma hora e meia ao destino.

Ouro Preto é bem sossegado e uma viagem bate-volta muito tranquila de ser realizada.

A chegada a cidade histórica também não tem contratempos, além de uma paisagem no caminho realmente linda. Partindo de Belo Horizonte, o melhor trajeto é pela BR-356.

Ponto turístico para visitar é o que não falta em Ouro Preto. Você encontra diversos mirantes na cidade para fotos incríveis e a gastronomia mineira sempre merece atenção.

Portanto, se programe para não ficar perdido entre tantas opções de museus, igrejas e toda a sua arquitetura.

Semelhantemente, a paisagem de Ouro Preto é hipnotizante, mas entre nas igrejas e casarões e fique mais impressionado com os maiores tesouros da cidade. Vá além das fachadas e compare as igrejas de Ouro Preto a museus.

Ouro Preto já teve o nome de Vila Rica na época de intensa atividade mineradora. Por isso, hoje em dia é possível realizar uma visita guiada às antigas minas de ouro em propriedades particulares.

Como ir de Belo Horizonte a Tiradentes

A cidade Tiradentes fica a quase 200 km de Belo Horizonte, portanto a viagem dura quase três horas.

As estradas são bem bonitas, então aproveite todos os detalhes. Partindo de Belo Horizonte, pegue a estrada mais comum para chegar a Tiradentes, a BR-040.

Daqui, você escolhe entre duas opções: seguir pela BR-040 até pouco depois de Congonhas ou seguir pela BR-040 até Barbacena.

Tiradentes é perfeito para descansar. Tem uma beleza única e é bem pequena e tranquila. O ideal é desligar de tudo e curtir apenas os casarões coloniais diversos.

E, claro, aproveitar também a gastronomia, enquanto contempla a arquitetura da cidade. Conhecer Tiradentes é muito menos corrido em comparação a Ouro Preto, por exemplo.

A cidade de Tiradentes está concentrada no Centro Histórico. Passeie sem pressa pelas ruas de pedra.

Os pontos turísticos estão no centro da cidade, com os restaurantes, igrejas, museus e pousadas. A praça tradicional é o Largo das Forras, o ponto de encontro das ruas principais.

Após, seguindo pelas ruas Padre Toledo, Direita e Ministro Gabriel Passos, você terá percorrido todos os pontos turísticos de Tiradentes.

Viagens de até 5 horas (acima de 2 dias)

Se você tem pouco tempo livre, mas com alguns dias de descanso pela frente, nossas próximas dicas são ideais.

Como ir de São Paulo para IlhaBela

Distante 200 km de São Paulo, essa viagem a IlhaBela dura quase quatro horas. Pela Via Dutra, pegue a Rodovia Ayrton Senna e Rodovia Carvalho Pinto até São José dos Campos.

Depois, vá a Rodovia dos Tamoios (SP 99) até Caraguatatuba e siga até São Sebastião pela Rodovia Rio-Santos.

Também é possível pegar a Rodovia Mogi-Bertioga (SP 98) e seguir pela Rio-Santos, passando pelas praias de São Sebastião e chegando no centro da cidade.

Finalmente, pegue a balsa em direção a IlhaBela. Ao chegar, você verá um local estruturado, mas com os ares de uma cidade pequena.

IlhaBela reúne praia e montanha com uma natureza diversa. Em volta da ilha principal, são 40 praias. Além disso, o Parque Estadual de IlhaBela tem 83% de Mata Atlântica preservada e atrações de ecoturismo.

Esse destino consegue ser satisfatório para famílias com crianças até aventureiros. São mais de 20 cachoeiras, piscinas naturais, trilhas que levam a praias mais reservadas ou quedas d’água.

Ainda mais, flora e fauna riquíssimas para apreciação.

O Centro histórico também é muito simpático, como uma pequena vila.

Como ir de São Paulo para Olímpia

Essa viagem dura 5 horas ou um pouco mais e são 439 km percorridos. A melhor forma de sair de São Paulo é pela Rodovia dos Bandeirantes.

Olímpia tem pouco mais de 54 mil habitantes e seus parques aquáticos são conhecidos. Além do estilo de vida pacato para fugir da correria de São Paulo.

O Festival Nacional do Folclore acontece nessa cidade também. Por isso, ela é considerada a Capital Nacional do Folclore e tem atraído cada vez mais turistas.

Para iniciar a sua visita, vá a Thermas dos Laranjais. Esse é um parque aquático com águas termais. Ao fundo do local, tem uma Fazendinha com vários animais livres.

Precisa de mais aventura? Pode ir na primeira montanha russa aquática do Brasil, também em Thermas dos Laranjais. A dica é chegar cedo para não pegar fila e aproveitar águas ainda mais quentes.

Como ir de São Paulo para Barretos

Barretos é um destino completo, com aventuras, momentos de tranquilidade e de diversão. São quase cinco horas de estrada com 427 km de percurso.

Essa cidade é famosa pela festa do peão, mas tem uma natureza exuberante. Viajando de carro para Barretos, você conhece outras cidades pelo caminho e tem a liberdade de passear pelo município.

Saindo de São Paulo, pegue a Rodovia Washington Luiz, ela é bem conservada e com ótima sinalização.

O Parque do Peão recebe a festa do Peão, conhecida nacionalmente. Mas o lugar é gigantesco, com um mini zoológico e casa na árvore para crianças, além da arena onde acontece a festa.

Como ponto turístico, conheça a Catedral do Divino Espírito Santo.

Mas, de fato, a festa do Peão é o foco principal. Por isso, visite o Memorial do Peão de Boiadeiro para saber mais da história e de como essa festa virou uma tradição em Barretos.

Como ir de São Paulo para Rio de Janeiro

De São Paulo para o Rio de Janeiro, são quase seis horas de carro e 443 km percorridos. O caminho é pela Dutra.

Chegando a Cidade Maravilhosa, curta a Zona Sul da cidade. Faça um tour pelas praias de Copacabana e Ipanema.

Em Copacabana, visite o Forte de Copacabana no final da praia. O museu do Exército tem um visual privilegiado da praia e do oceano.

A Lagoa Rodrigo de Freitas também é um destino necessário! Você pode relaxar apreciando a vista da lagoa ou fazer exercícios em volta dela.

Ou mesmo jogar conversa fora por horas tomando uma água de coco. Também tem a opção de aluguel do pedalinho para aproveitar mais ainda.

O pôr do sol da Pedra do Arpoador é a cena cinematográfica que você gostaria de viver.

A mureta da Urca, no bairro da Urca, é um clássico para conversar com os amigos tomando cerveja sentado na mureta. E, claro, com uma paisagem privilegiada.

O ponto turístico mais conhecido é o símbolo da cidade, o Cristo Redentor. Não perca a oportunidade de conhecê-lo e se programe antes mesmo de viajar. Além do Bondinho Pão de Açúcar.

De noite, aproveite a boemia da Lapa, no centro do Rio de Janeiro. Há vários bares e restaurantes para a sua escolha.

O que não falta são belezas nessa cidade, então em apenas uma viagem vai ser preciso fazer escolhas.

Como ir do Rio de Janeiro até Paraty

Paraty fica na região conhecida como Costa Verde. A viagem percorre 257 km de carro, com duração de quatro horas.

Saindo do Rio de Janeiro, pegue a rota da BR-101 (Rio-Santos) e aproveite a viagem pelo litoral com uma bela vista.

O turismo para Paraty agrada todo tipo de público. Você pode escolher entre cachoeiras e praias lindas, ecoturismo, roteiros mais aventureiros, alta gastronomia ou roteiro históricos.

Pode ser um pouco de todas as opções juntas. O Centro Histórico é o primeiro ponto a ser visitado, tão maravilhoso quanto as praias da Costa Verde.

Portanto, o ideal é passear pelas ruas de pedra com um calçado confortável e se perder entre as ruas e os casarões coloniais.

Visite também as exposições da Casa de Cultura e ande até o Cais do Porto. Admirar a paisagem nos bares espalhados pela cidade também é uma atração sem hora para acabar. Apenas relaxe.

Saindo do Centro Histórico para a baía de Paraty, você tem entre 120 praias e ilhas para escolher. Os passeios de barco e lancha são bem procurados, além das trilhas.

Passeie pelas praias da Trindade, mergulhe na Lagoa Azul ou Ilha Comprida, vá a Gruta do Saco da Velha, além de desfrutar as águas de Ilha da Cotia, Praia de Lula e Praia Vermelha.

Como ir de Campo Grande a Bonito

De Campo Grande a Bonito, são 300 km que se estendem em quase 4 horas de viagem.

As estradas estão bem asfaltadas e, normalmente, o trânsito não é pesado. Pode ficar pior em épocas de escoamento de safra, por causa dos caminhões.

O caminho que deve ser feito é pela BR 060 até Sidrolândia. Chegando nesse ponto, siga para Nioaque e, após, Jardim.

Em Bonito, você já vai ter seu itinerário pronto. Isso porque a escolha dos passeios é feita antes de partir em direção ao destino, já que as atrações são reservadas com antecedência.

Priorize o mergulho nos rios cristalinos e, depois, curta os balneários. A Gruta do Lago Azul é imperdível e os passeios costumam incluir a Gruta de São Miguel também. Essa última tem estalagmites e estalactites impressionantes.

As flutuações no Aquário Natural colocaram Bonito no mapa turístico nacional. Você flutua pela superfície dos rios de águas transparentes e observa os peixes dourados, pacus e piraputangas.

O Aquário Natural tem uma nascente repleta de vegetação e, no final do passeio, inclui uma tirolesa.

Como ir de Salvador para Morro de São Paulo

A melhor dica para chegar nesse destino é via atracadouro Bom Jardim. Chegando nesse ponto, você pega o ferry-boat em Salvador e depois segue pela BA-001 até a cidade de Nazaré.

Depois vá sentido Valença em direção ao atracadouro Bom Jardim. Deixe seu carro estacionado e escolha entre lanchas rápidas ou barco convencional para chegar à ilha.

A distância de Morro de São Paulo e Salvador é de 300 km. A travessia toda pode levar cerca de três horas e meia, porque depende das condições climáticas e do mar.

Morro de São Paulo é uma das melhores escolhas litorâneas da Bahia. A ilha é incrível e, para aproveitá-la bem, se programe!

Ela pertence ao município e arquipélago de Cairu, na ilha de Tinharé. Próximo a Boipeba, outro destino fascinante da Bahia.

As belezas de Morro de São Paulo ganharam o mundo com os hippies e mochileiros. Eles começaram a visitar o local quando só haviam pescadores.

Atualmente, comporta até estruturas luxuosas e recebe turistas do mundo inteiro. Principalmente, o destino é cheio de praias e paisagens deslumbrantes.

Assim como monumentos históricos misturado com a badalação do arquipélago. Morro de São Paulo é isso tudo.

Como ir de Salvador para Aracaju

A distância entre as duas cidades é de 316 km, com o tempo de trajeto de mais de quatro horas.

Saindo de Salvador, você pode seguir pela Linha Verde (BA-099 ou Estrada do Coco na Bahia/SE-100, em Sergipe) e a BR-101.

De modo geral, as estradas estão bem conservadas. A BR-101 tem trechos duplicados e maior tráfego de caminhões.

Então, embora a Estrada do Coco (atual Linha Verde) tenha cobrança de pedágios na altura de Jauá e Feira de Santana, costuma ter menor tráfego de carros e fácil acesso ao litoral – e as praias.

Na Linha Verde, se você seguir pela Ponte Gilberto Amado, o caminho será mais curto. Ou seja, a viagem até Aracaju de carro é bem tranquila e o caminho tem um belo visual.

Chegando a Aracaju, aproveite a praia de Atalaia. Sua orla tem 9 km de extensão. Outro passeio muito bem avaliado é ir ao Museu da Gente Sergipana.

Além da orla e da visita ao Museu, conheça também o Palácio Olímpio Campos e faça a Rota do Cangaço.

Como ir de Salvador para Chapada Diamantina

A Chapada Diamantina fica na Bahia e é composta por várias cidades. A principal delas é Lençóis.

Lençóis tem maior estrutura de bares, restaurantes e pousadas. Você vai levar cerca de 5 horas de viagem, no trajeto de pouco mais de 400 km.

Saia da rodovia BR 324 até Feira de Santana. No anel rodoviário de Feira de Santana, faça o contorno na saída sentido Rio de Janeiro. Siga em direção a Ipirá, depois entre na cidade de Itaberaba. A partir daí, siga para Lençóis.

Em Chapada Diamantina, você vai precisar do carro para visitar a Cachoeira dos Mosquitos. Prepare-se para estradas de terra e muito sacolejo.

As trilhas que começam em Lençóis são os passeios por Ribeirão do Meio, poços do Serrano, Areias Coloridas, Cachoeirinha e Cachoeira da Primavera.

A quantidade de passeios a serem feitos é grande, são vários lugares muito bonitos e de natureza pura.

Um dos locais que você pode visitar e dar um descanso ao carro, com boa parte da estrada asfaltada, é Poços Azul e Encantado. Outros locais com melhor estrada e pedaços de terra, mas tranquilos, são: Gruta Azul, Gruta da Pratinha, Gruta da Lapa Doce e Poço do Diabo.

Como ir de Recife para Maceió

Nessa viagem, você enfrenta 262 km de trajeto em quatro horas e meia. O caminho de carro é um dos mais bonitos dessa lista.

Recomendamos a viagem pela Costa dos Corais, é beleza do início ao fim! Você vai admirando as águas cristalinas que se assemelham ao Caribe.

Maceió tem uma enorme quantidade de atrações. Conheça a Praia do Gunga, descanse na praia de Ipioca e não deixe para trás as piscinas naturais de Pajuçara.

Essa viagem depende muito do tempo que você tem para curtir, porque a distância da Praia do Gunga até outra praia imperdível chamada Paripueira são quase 74 km, por exemplo.

Caso esteja na Praia do Gunga, no mesmo dia também é possível conhecer a Praia do Francês.

As praias ao norte de Maragogi têm a cor do mar mais azul que você já viu, na Ponta do Mangue ou Burgalhau.

Outra dica para o seu roteiro é caminhar pelo calçadão da Ponta Verde.

Listamos mais praias para o seu conhecimento e escolha: Pontal de Cururipe, praia de Lagoa do Pau, Duas Barras (tão turística quanto a praia do Gunga) e Barra de São Miguel.

Como ir de São Luís a Barreirinhas

Barreirinhas é a porta de entrada para os Lençóis Maranhenses. Esse é o destino turístico mais procurado do Maranhão e é um deserto brasileiro.

Nos dias chuvosos, se formam centenas de lagoas de água doce nesse deserto, algo que só acontece em Lençóis Maranhenses.

De São Luís para Barreirinhas você vai demorar quatro horas, no percurso de 255 km. Ao viajar de carro para esse destino, aproveite para visitar a cidade de Santo Amaro e depois siga pela Rota das Emoções também.

Em Lençóis Maranhenses, os passeios são feitos com caminhonete, barco ou quadriciclo. Ou seja, excursões ecológicas pelas suas famosas dunas, lagoas e rios.

Lençóis é dividido por Grande Lençóis e Pequenos Lençóis e sua divisa é feita pelo Rio Preguiças.

Os Pequenos Lençóis não fazem parte do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, mas é tão bonito quanto e vale a sua visita também.

Para acessar o parque, é necessário contratar um guia. Carros com tração nas quatro rodas e barco são os itens indispensáveis para a circulação pelas trilhas de areia e rios.

Como ir de Natal para Recife

Esse roteiro passa por alguns lugares interessantes, o que pode aumentar o tempo de viagem. A princípio, são quase quatro horas em um percurso de 288 km.

Em direção a Recife, siga pela BR-101 e, se quiser, pare em Olinda. Ao chegar em Recife, também vale a pena ir ao Centro Histórico.

Você pode visitar o Mercado de São José e tirar fotos das pontes de Recife, famosos cartões-postais.

Ainda mais, passeie de catamarã no Rio Capibaribe, principalmente em um fim de tarde.

Como ir de Aracaju a Maceió

Essa viagem leva pouco mais de quatro horas, no percurso de 276 km. A rota principal é a BR-101. Mas, a alternativa é seguir por Neópolis atravessando a balsa até Penedo.

Depois, seguir para Maceió pela AL 101 via Piaçabuçu, onde fica a Foz do Rio S. Francisco paralela ao mar. De maneira geral, as estradas têm boas condições.

Passe pelo Cabo de Santo Agostinho, com praias bem bonitas e construções históricas notáveis.

E, claro, Porto de Galinhas, considerada a praia mais bonita do litoral Norte.

Como ir de Fortaleza a Jericoacoara

De carro, você segue até Jijoca de Jericoacoara pegando a rodovia CE-085. Ao todo, percorra 300 km em quase cinco horas.

Vá durante o dia, porque a estrada é bem esburacada ao final do trajeto. Dependendo de qual for o seu carro, os passeios por Jericoacoara só serão possíveis de quadriciclo e buggy.

Em Jijoca, você deixa o seu carro estacionado e pega uma jardineira para chegar em Jericoacoara.

Para entrar na vila, é necessário ter pago a taxa de turismo sustentável (R$ 5 por dia).

Chegando em Jeri, curta a praia e caminhe pela Pedra Furada, em maré baixa. Observe o pôr do sol em Duna. Deixe um dia inteiro para a Lagoa de Jijoca.

Faça também os passeios para o leste rumo a Pedra Furada, Lagoa e Barrinha.

Aliás, o passeio para o oeste também é recomendável, em um outro dia. Aproveite o passeio de canoa para ver cavalos-marinhos no mangue do rio Guriú.

Como ir de Curitiba para Florianópolis

Quem sai de Curitiba para Florianópolis, certamente está procurando praias e uma paisagem incrível ao aproveitar o sol.

A viagem dura quatro horas em um percurso de 306 km. No caminho, você passa por cidades como São José dos Pinhais, Joinville e Itajaí.

Então, o trajeto é feito principalmente pela Rodovia Governador Mário Covas (BR-101).

Chegando em Florianópolis, você pode ir direto ao norte da ilha. Conheça Jurerê Internacional, Canasvieiras, Brava e Ingleses.

Depois, vá a Santinho e faça a trilha (meia-hora) por Costão do Santinho para chegar a praia do Moçambique, bem bonita. Mas são 42 praias para você escolher.

A Lagoa da Conceição também é um ponto turístico. Mais ao sul da ilha, pratique standup board na Lagoa do Peri.

Três praias próximas à Lagoa são: Galheta, Mole e Joaquina. A água é bem clara nessas praias e a Joaquina é a mais famosa, mas voltada para os surfistas.

No sul da ilha, Campeche também é um bairro conhecido e ótimo para se hospedar.

Se puder, vá até a Ilha do Campeche! A cor da água é inacreditável, mas chegue cedo para pegar o barco. A ilha recebe uma quantidade de pessoas limitada.

Como ir de Porto Alegre a Florianópolis

Esse caminho percorre 461 km em cerca de cinco horas e o principal acesso é pela BR-101.

Depois, pegue a Via Expressa na BR-282, até São José. Essa via acaba na ponte que serve de ligação da ilha ao continente.

Quando visitar a praia do norte, aproveite e vá conhecer também a Fortaleza de São José da Ponta Grossa. Nas praias do leste, você fica próximo ao Projeto Tamar e a Costa da Lagoa.

O Centro Histórico também merece a sua visita, embora as praias e suas paisagens sejam a grande atração. Contudo, em dias mais quentes, faça um passeio de barco.

Para facilitar a sua escolha dentre tantas praias, as que ficam ao norte da ilha são mais calmas e com água menos gelada. Ao leste da ilha, são mais voltadas para surfistas e tem um visual mais selvagem e menos turístico.

Como ir de Palmas para Jalapão

Chegar em Jalapão de carro é muito mais fácil seguindo de Palmas.

O trajeto é praticamente circular no sentido Ponte Alta de Tocantins, Mateiros, São Félix do Tocantins e Novo Acordo. A estrada de terra não é nada fácil de ser enfrentada.

Cuidado com os buracos e vá devagar. Essa viagem tem o tempo dela.

Então, mesmo que você tenha um roteiro todo preparado, prepare-se para um atoleiro no caminho ou qualquer tipo de imprevisto devido às condições do caminho.

Para quem gosta de acampar, o lugar é ótimo e recheado de aventuras também. Aproveite as cachoeiras e o pôr do sol na Pedra Furada.

Viagens de até 10 horas (acima de 3 dias)

Caso você opte por uma viagem que dure quase 10 horas, selecionamos alguns destinos para quem tem disposição.

São viagens mais longas, mas que valem a pena, se você tem mais dias para aproveitar bem o destino. Programe-se!

Como ir de Curitiba a Foz do Iguaçu

São cerca de 600 km de estrada bem conservadas e com pedágios. Sua viagem, sem paradas, dura pouco mais de oito horas.

O principal acesso é cortando o estado paranaense pela BR-277 e o movimento costuma ser tranquilo.

Foz do Iguaçu é o segundo destino que mais atrai turistas estrangeiros. Conhecida pelas Cataratas do Iguaçu, ela é inclusive Patrimônio Mundial da Humanidade.

Ao chegar, tenha o impacto dessa beleza natural!

Como ir de Belo Horizonte a Vitória

Esse percurso é realizado pela BR-262 em um pouco mais de oito horas, dentro de 521 km.

As praias são a principal atração dos mineiros em Vitória. Passeios que devem ser feitos são as caminhadas pelo calçadão da praia de Camburi de dia.

Do mesmo modo, visite a Praia do Canto e vá a noite para a área chamada Triângulo, onde ficam bons bares e restaurantes.

Conheça também a Praça dos Namorados.

Como ir de São Paulo a Florianópolis

Essa longa viagem dura mais de nove horas em um percurso de 700 km. A estrada é quase toda duplicada e um bom lugar para interromper a viagem é Curitiba.

Nesse artigo, temos dicas sobre Florianópolis saindo de outros destinos. Resumindo, caso goste de dirigir e tenha disposição para realizar essa viagem com calma, Floripa vale muito a pena.

As praias do norte, leste e sul são ótimas, cada uma com a sua peculiaridade.

Como ir de Natal a Fortaleza

Esse percurso dura mais de 7 horas com a distância de 529 km. Ele é feito principalmente pela Rodovia Santos Dumont (BR-116).

A viagem se justifica pela quantidade de praias incríveis de Fortaleza. Mas, além das praias urbanas, há também praias mais afastadas e muito boas.

Dirigir por Fortaleza é a certeza de encontrar um visual com uma mistura de coqueiros na orla e areia dourada nas praias.

Como ir de Salvador para Porto Seguro

O caminho para chegar a Porto Seguro é pela BR-101 até Eunápolis. Após, você pode seguir pela rodovia 259 ou a BR-376.

Se for considerar o estado de conservação das estradas, a rodovia 259 é o melhor caminho. São mais de dez horas de viagem no percurso de 592 km.

Considere algumas pausas no trajeto para esticar as pernas e comer algo. Ah, e viaje durante o dia!

Chegando em Porto Seguro, aproveite as praias com ótima estrutura. A cidade é bem movimentada, seja de dia ou à noite. Você também pode curtir os passeios aos locais que cercam a cidade, como Arraial d’Ajuda.

Finalizando

Foram muitas opções de passeios, não é verdade? Mas temos certeza de que agora é só uma questão de você escolher o destino mais próximo da sua casa para aproveitar uma viagem mais curta e matar a saudade das viagens!

Para reservar um hotel para a viagem, você pode consultar boas opções de hospedagem no site do Booking.

Se esse artigo ajudou, não deixe de compartilhar com os amigos nas redes sociais. Isso ajuda o blog a crescer para que possa produzir ainda mais conteúdo como esse.

Abraço e até o próximo post!

Avatar
Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat