BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Norte do Brasil

O Norte brasileiro é uma região que, embora ainda não seja muito conhecida pelos turistas, possui atrações que prometem agradar aos mais diversos estilos de viajantes. A região impressiona pelas suas maravilhosas paisagens naturais, cultura riquíssima, gastronomia deliciosa e muito mais. Difícil é escolher o melhor destino da região. Saiba mais sobre ela a seguir:

Principais regiões turísticas do Norte do Brasil

O Norte brasileiro ainda não é uma região muito procurada pelos turistas brasileiros. Porém, não faltam motivos para conhecê-lo, pois a região tem muito a oferecer. O Norte possui paisagens naturais maravilhosas como praias de água doce, cachoeiras, rios e muito mais. Além disso, a região ainda possui muita cultura, cidades que valem a pena conhecer e uma gastronomia muito saborosa.

A região do Norte brasileiro é a maior região do país em extensão territorial e ocupa cerca de 40% de toda a área do país. É também a região que concentra a maior área verde do Brasil. Entretanto, a região também é a menos populosa de todo o país. Ela é composta por sete estados: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Saiba mais sobre as principais atrações destes estados a seguir:

Acre

Você já pensou em conhecer o Acre? O estado localizado no extremo oeste do país no coração da maior floresta tropical do mundo. O estado oferece diversas atrações que prometem agradar aos mais variados estilos de turistas como paisagens naturais incríveis, cultura e história riquíssimas e uma culinária deliciosa. Quem viaja ao estado se surpreende.

O principal destino turístico do Acre é a sua capital, a cidade de Rio Branco. A capital acreana é porta de entrada para a Floresta Amazônica e é muito procurada por aqueles que estão a procura de ecoturismo e também turismo de aventura. Além da natureza exuberante a cidade oferece muitas atrações culturais como o Palácio Rio Branco, o Calçadão da Gameleira, o Museu da Borracha e a Praça da Revolução.

A cidade de Xapuri também tem agradado aos turistas. O destino está localizado no meio da Estrada do Pacífico e é conhecido por ser de grande importância histórica, pois foi lá que aconteceu a Revolução Acreana. Vale a pena visitar o Museu Xapuri, a Igreja de São Sebastião e a Casa de Chico Mendes. A cidade ainda conta com duas praias de água doce: a Praia de Inferno e a Praia de Zaire.

A cidade de Cruzeiro do Sul, uma das maiores e mais bem desenvolvidas cidades do estado, também vem chamando a atenção dos turistas. Isso porque ela é a porta de entrada para o Parque Nacional da Serra do Divisor. Outro destino acreano que vem caindo nas graças dos turistas é a cidade de Quixadá, onde a minissérie da Rede Globo ‘Amazônia’ foi gravada.

Amapá

O Amapá é conhecido por ser o estado brasileiro localizado mais ao norte do país. O estado também é conhecido por ser “cortado” pela Linha do Equador e também por ser um dos estados com a natureza mais bem preservada do país. Destino perfeito para quem está a procura de turismo ecológico, muita cultura e história riquíssima.

O principal destino turístico do Amapá é a sua capital, a cidade de Macapá. É nela que se encontram alguns dos pontos turísticos mais famosos do estado como o Marco Zero, um monumento que representa a Linha do Equador dividindo o planeta em Hemisfério Norte e Sul. Também é em Macapá que se localiza a Fortaleza de São José do Macapá e o Museu Sacaca.

É no Amapá que está localizado o ponto mais ao Norte do litoral brasileiro, o Oiapoque. A cidade em si é bem pequena, menos de 30 mil habitantes. Os principais atrativos do local são o Rio Oiapoque e o Monumento à Pátria onde está escrito “Aqui começa o Brasil”. Uma boa dica é combinar o passeio a Oiapoque com outros no estado como o Cabo Orange e as Montanhas do Tumupumaque, na divisa com o Pará.

Amazonas

O estado do Amazonas é um dos estados brasileiros que mais atraem os turistas à região Norte do Brasil. Ele é conhecido por suas incríveis paisagens naturais como as reservas e parques, a incrível Floresta Amazônica, praias de água doce e muito mais. Além disso, o estado também é famoso pela sua cultura riquíssima, suas atrações históricas e gastronomia para lá de saborosa. Motivos não faltam para visitar o maior estado brasileiro em extensão.

Devido à sua natureza exuberante e às muitas atrações ligadas a ela, o estado é bastante procurado por turistas que estão em busca de ecoturismo e turismo de aventura. Porém, o estado também oferece boas opções para quem está em busca de sossego e relaxamento longe dos grandes centros urbanos.

Uma das atrações mais impressionantes do estado é com certeza o encontro das águas do Rio Negro com as águas do Rio Solimões. A forma como os dois rios correm lado a lado sem se misturar é algo lindo de se ver! Para observar esse fenômeno da natureza, o turista tem a opção de fazer um passeio de barco que dura cerca de uma hora e percorre um lindo trajeto. E ainda terá a oportunidade de observar a fauna da região.

A capital amazonense, a cidade de Manaus, também é um belo destino turístico que costuma agradar e muito aos seus visitantes. A cidade conta com boa infraestrutura para receber o turista e diversas atrações históricas e culturais como o belíssimo Teatro Amazonas, o Museu do Seringal e o Palácio da Justiça. Além disso, vale a pena também conhecer a região portuária e as praias de água doce da região.

Outro destino amazonense que vale a pena ser visitado é Parintins, sede do arquipélago das Ilhas Tupinambaranas. O município está localizado na divisa com o Pará, a cerca de 370 km de Manaus e é famosa pelo Festival Folclórico de Parintins, uma disputa entre os bois Caprichoso e Garantido que acontece todos os anos nos meses de junho. É o maior festival folclórico do mundo. Além do festival, vale a pena conhecer as praias de água doce, a Catedral Nossa Senhora do Carmo, o Mercado Municipal, o Bumbódromo e o Curral dos Bois.

Outros destinos turísticos que valem a pena conhecer: o Pico da Neblina, onde está localizado o ponto mais alto do Brasil, o Parque Estadual de Nhamundá, o Arquipélago de Anavilhanas, o maior conjunto de ilhas fluviais do mundo e o Parque Nacional do Jaú.

Parque Nacional de Anavilhanas em Manaus é uma das atrações do Norte do Brasil
Parque Nacional de Anavilhanas em Manaus é uma das atrações do Norte do Brasil

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Pará

O Pará é o segundo maior estado brasileiro em extensão, menor apenas que o vizinho Amazonas, e também o mais populoso da região Norte. O estado conta com diversas atrações que agradarão aos mais variados estilos de turistas como paisagens naturais de tirar o fôlego, atrações históricas e culturais e uma gastronomia única e surpreendente.

A capital paraense, Belém, é um dos principais destinos turísticos do estado e não é à toa. A cidade reúne atrações naturais incríveis, atrativos históricos e culturais, gastronomia riquíssima e cheia de sabor e boa infraestrutura para receber o turista. Pontos turísticos não faltam na capital paraense. Vale a pena conhecer o Mercado Ver-o-Peso, a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, a Estação das Docas, o Espaço São José Liberto e o Mangal das Garças.

Outro destino turístico paraense que vem chamando a atenção dos viajantes é Santarém, que outrora foi uma aldeia dos índios tapajós. A cidade é porta de entrada para o famoso Alter do Chão, que ganhou o apelido de “Caribe Amazônico” e também a mais bela praia fluvial do mundo. Em Santarém vale a pena observar o encontro das águas do Rio Tapajós com as do Rio Amazonas, a Floresta Nacional de Tapajós, a orla do Rio Amazonas e a Praia Ponta das Pedras.

É no Pará que está localizada a maior ilha fluviomarinha do mundo: a Ilha do Marajó. Ela é banhada pelo Oceano Atlântico e pelo Rio Amazonas e é repleta de paisagens naturais surpreendentes, praias, igarapés, uma infraestrutura boa para receber o turista, e mais alguns outros pontos turísticos. Vale a pena conhecer Souré, a “capital” da ilha, pois é onde se encontram as melhores praias e também as melhores opções de hospedagem.

Outro destino turístico que vem chamando a atenção dos viajantes é Salinópolis, famoso pelas suas praias de água doce como a Praia do Maçarico e a Praia do Atalaia. Também vale a pena conhecer o Balneário Ecológico Bica, o município de Igarapé-Açu e o Parque Estadual das Andorinhas.

Rondônia

O turismo em Rondônia não é muito divulgado e, por essa razão, muitas pessoas nem imaginam a quantidade de atrações que o estado reserva. Assim como os outros estados da região, o turismo do estado está mais voltado ao ecoturismo e ao turismo de aventura. O estado possui paisagens naturais exuberantes, uma infraestrutura modesta, muita cultura e aquela gastronomia maravilhosa típica da região.

Um dos destinos mais visitados do estado é a sua capital, a cidade de Porto Velho. Ela não é exatamente uma cidade turística, mas possui atrações muito interessantes e que, sem dúvidas, merecem ser visitadas. Vale a pena visitar o Museu Ferroviário Madeira-Mamoré, o Palácio Getúlio Vargas, o Museu da Memória Rondoniense, a Praça das Três Caixas d’Água, o Memorial Rondon, o Palácio das Artes, o Museu Internacional do Presépio, a Catedral do Sagrado Coração de Jesus e o Mercado Cultural.

O município de Ji-Paraná é uma boa pedida para o turista que estiver em busca de um maior contato com a natureza. A ilha também é bastante procurada por aqueles que desejam praticar diversas atividades aquáticas como o esqui, o remo, natação e até mesmo pescaria. A principal atração da cidade é sem dúvidas o Parque Ecológico Municipal. Também vale a pena conhecer o Parque Aquático Tracoá Water Park, outro famoso ponto turístico da cidade.

Roraima

O estado de Roraima está localizado no extremo Norte do Brasil. É o estado menos populoso do país, apenas 500 mil pessoas. Cerca de 70% de sua área total está coberta pela floresta e, apesar de possuir um enorme potencial turístico, muitas pessoas ainda desconhecem suas principais atrações. O estado possui muitas belezas praticamente desconhecidas por boa parte da população e não faltam motivos para conhecê-las.

A capital do estado, a cidade de Boa Vista, é uma das cidades mais visitadas do estado. Ela não é necessariamente uma cidade turística, contudo possui diversas atrações bastante interessantes como o Parque Anauá, o Parque Ecológico Bosque dos Papagaios, a Praça do Centro Cívico, o seu charmoso Centro Histórico, a Orla Taumanan, a Praça das Águas e a Praia Grande, uma das mais famosas praias de água doce do estado.

Em Amajarí, mais especificamente na Vila do Cabo Sobral e na Vila do Paiva, está a Serra do Tepequém. O local é conhecido pelas suas lindas paisagens naturais, como cachoeiras, grutas, e muito mais. Além disso, no local é possível observar diversas espécies de animais silvestres como araras, macacos, entre outros em seu habitat natural. Destino perfeito para quem está em busca de turismo de aventura e ecoturismo.

Outros destinos turísticos que valem a pena conhecer em Roraima: Mucajaí, Alto Alegre, Bonfim, Iracema e Caracaraí.

O Parque Nacional Monte Roraima é realmente um espetáculo da natureza
O Parque Nacional Monte Roraima é realmente um espetáculo da natureza
Cupom desconto viagem

Tocantins

O estado do Tocantins, o mais novo estado do Brasil, está localizado no Norte do país e faz divisa com os estados da região do Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Ele é conhecido por sua natureza exuberante, suas belas paisagens do Cerrado brasileiro, do Pantanal e da Floresta Amazônica. Além disso, o estado possui uma culinária deliciosa, boa infraestrutura e atrações que prometem agradar aos mais variados estilos de turistas. Há muitas razões para conhecer o Tocantins.

A capital tocantinense, Palmas, é conhecida por ter boa infraestrutura turística e inúmeras atrações não só dentro da cidade, mas também ao redor dela. A mais nova capital brasileira é uma cidade fácil de conhecer e com várias atrações que podem ser conhecidas em pouco tempo. Vale a pena visitar a Praia da Graciosa, uma bela praia banhada pelo Rio Tocantins. A Ilha Canela, o Palácio do Araguaia, o Parque dos Girassóis e o Parque Cesamar e o Parque Estadual do Lajeado também valem a visita.

Impossível falar sobre turismo no Tocantins sem citar o famoso Parque Estadual do Jalapão, o principal destino turístico do estado. O Jalapão é uma grande área localizada em meio ao Cerrado tocantinense, quase na divisa com a Bahia. A região é conhecida por suas paisagens naturais impressionantes, suas cachoeiras, dunas, cavernas e muito mais. Quem pretende ir a região deve considerar a contratação de um guia turístico, afinal o local tem um sinal de telefonia péssimo e as estradas são desafiadoras para motoristas inexperientes.

É no Tocantins que está localizada a maior cadeia de serras do Brasil. As Serras Gerais estão localizadas no sudeste do estado, mais especificamente entre os municípios de Taguatinga e Aurora do Tocantins. A região é conhecida pela diversidade de suas paisagens naturais, pela sua cultura e aquela maravilhosa culinária típica do Cerrado. Vale a pena conhecer os municípios de Natividade, Almas, Dianópolis, Pindorama e Rio da Conceição.

O Parque Estadual do Cantão é mais um destino turístico maravilhoso localizado no Tocantins. O local é conhecido por sua rica biodiversidade e por estar localizado entre dois grandes biomas: o Cerrado e a Amazônia. Sua área de mais de 90 mil hectares oferece as mais diversas atrações como trilhas, trilhas aquáticas, piscinas naturais, praias de água doce e muito mais. Não deixe de conhecer o município de Araguacema, o município de Caseara, o Rio Coco, a Praia do Sol, a Praia da Ilha e a Praia da Gaivota.

Principais cidades turísticas do Norte do Brasil

A região Norte do Brasil possui uma infinidade de destinos e atrações que agradarão aos mais diversos estilos de turistas. Cidades turísticas também não faltam. Saiba mais sobre as principais delas a seguir:

Rio Branco

Muita gente tem dúvidas sobre o que fazer em Rio Branco, capital e também a cidade mais populosa do Acre. A sexta maior cidade da região Norte é repleta de atrações culturais e históricas, natureza exuberante e aquela culinária maravilhosa da região.

Um dos pontos turísticos mais famosos da capital acreana é o Palácio Rio Branco. O edifício é considerado o maior patrimônio histórico e arquitetônico do estado. Nele funciona a sede administrativa do estado e também um museu que conta com um acervo interessantíssimo que conta a história do estado, da cidade, dos povos que a construíram, do ambientalista Chico Mendes, entre outras curiosidades. O palácio fica aberto à visitação de terça-feira a domingo das 08h às 17h. Entrada gratuita.

Outro ponto turístico muito importante da cidade é o Mercado Popular Municipal, ou Novo Mercado Velho como é mais conhecido. Um bom lugar para conhecer um pouco da culinária típica da região e também comprar artesanatos e outras lembrancinhas da viagem. Quem quer provar da culinária típica do estado também gostará de conhecer o Mercado do Bosque.

Vale a pena conhecer também a Catedral Nossa Senhora de Nazaré. O local impressiona devido a sua arquitetura em estilo romano-basilical e também devido aos seus belíssimos vitrais e quatro altares. O local está aberto à visitação todos os dias e é possível participar de missas que são realizadas de segunda a sábado às 09h, às quintas-feiras ao meio-dia e aos domingos às 06h, 08h, 17h e 19h.

O Parque Ambiental Chico Mendes é mais uma atração tida como “obrigatória” da cidade de Rio Branco. O local conta com uma área de 53 hectares dedicados à preservação e à educação ambiental. No parque ainda há trilhas ecológicas, espaços para piqueniques, um minizoológico e um playground para as crianças. É possível visitar o parque de terça a domingo das 07h às 17h. A entrada é franca.

Macapá

A capital do Amapá, Macapá, é a segunda capital mais ao Norte do Brasil. É também a única capital brasileira a ser cortada pela Linha do Equador. Uma outra curiosidade sobre a capital amapaense é que não existem rodovias que a ligam a qualquer outro estado do país, desta forma, só é possível chegar até ela de avião ou de barco. Embora os encantos da cidade ainda não tenham sido descobertos pela maioria dos turistas brasileiros, a cidade conta com várias atrações e um enorme potencial turístico.

Um dos principais pontos turísticos da cidade é o Marco Zero, um monumento que representa o local por onde passa a Linha do Equador. Um excelente lugar para tirar muitas fotos e ver o pôr do sol. Reza a lenda que é possível equilibrar um ovo em cima da linha, onde a latitude é zero. Muitos turistas chegam, inclusive, a fazer o teste. O local fica aberto à visitação todos os dias das 08h às 20h.

Ao lado do Marco Zero está localizado o Zerão, o estádio da cidade. Ele seria apenas mais um estádio de futebol comum se não fosse um detalhe: o gramado do estádio é dividido exatamente onde passa a Linha do Equador. Não é todo dia que é possível assistir a uma partida jogada em dois hemisférios ao mesmo tempo.

A atração mais famosa da cidade é a Fortaleza São José de Macapá, um dos mais importantes pontos turísticos do estado e também a única atração da cidade a ser tombada como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo IPHAN. É possível fazer uma visita guiada pelo local que ainda conta com uma lojinha onde é possível comprar souvenires e uma linda vista do Rio Amazonas. O local está aberto à visitação de terça à sexta das 08h às 17h.

Outros pontos turísticos de Macapá que merecem destaque: Museu Sacaca, Museu Histórico do Amapá Joaquim Caetano da Silva, Casa do Artesão, Orla do Araxá e a Igreja São José de Macapá.

Manaus

A capital do Amazonas, a cidade de Manaus, é uma grande metrópole com mais de 2 milhões de habitantes e impressiona pela natureza exuberante e também pela quantidade e pela qualidade das atrações. Além disso, a cidade conta com boa infraestrutura para receber o turista, vida noturna agitada e uma gastronomia de primeira.

Impossível falar sobre turismo em Manaus e não citar o principal ponto turístico da cidade: o Theatro Amazonas. O belo edifício foi construído no auge do Ciclo da Borracha e impressiona pela sua arquitetura imponente e única no estilo Marajoara. É possível fazer uma visita guiada pelo local pelo valor de R$20,00 por pessoa. Não deixe de conferir a programação do teatro também.

Após conhecer o Theatro Amazonas, aproveite também para conhecer o Centro Histórico da cidade, onde ele está localizado. O Centro Histórico foi construído em pleno século XIX, quando a cidade foi fundada. Não deixe de observar os casarões coloniais, as lojinhas e o calçadão que retrata o encontro das águas do Rio Negro com o Solimões. Aos domingos também acontece a feira, onde é possível comprar artesanato e saborear os pratos típicos da região.

Visite também o Mercado Municipal Adolpho Lisboa, mais conhecido como Mercadão. Assim como o Theatro Amazonas, ele também foi construído durante o auge do Ciclo da Borracha e chama a atenção pela sua construção. O mercadão é um excelente lugar para se adquirir artesanatos, alimentos e, é claro, provar da saborosíssima culinária típica da região.

Vale a pena também conhecer as praias fluviais de Manaus. A mais famosa dentre elas é a Praia de Ponta Negra, localizada no bairro mais nobre da cidade. Ela tem uma longa faixa de areia e uma excelente infraestrutura. Também vale a pena conhecer a Praia da Lua, que foi eleita a praia mais bonita de Manaus. Próxima à Ponta Negra está localizada a Praia Dourada, conhecida por sua excelente infraestrutura, seus decks flutuantes e seu igarapé.

Outros pontos turísticos de Manaus que valem a pena conhecer: MUSA Museu da Amazônia, Museu do Seringal, Praça São Sebastião e a Igreja de São Sebastião.

Esse é o Theatro Amazonas em Manaus
Esse é o Theatro Amazonas em Manaus

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Belém

A capital paraense, Belém do Pará, é uma das principais portas de entrada para o turismo na região da Amazônia. A cidade é conhecida por sua cultura riquíssima, suas belas construções da época do Ciclo da Borracha, pela natureza exuberante que envolve a cidade e, é claro, pela gastronomia. Conhecer a cidade sem provar dos sabores, dos ingredientes típicos do verdadeiro açaí e das frutas da região amazônica é a mesma coisa que ir a Paris e não conhecer a Torre Eiffel.

Um dos principais pontos turísticos da cidade é o Mercado Ver-o-Peso. O mercado, assim como outras importantes construções da cidade, foi construído em estrutura de metal no auge do Ciclo da Borracha. Ele é um dos maiores mercados a céu aberto do mundo e impressiona pela qualidade e pela quantidade de peixes, frutas exóticas, artesanatos e diversos pratos típicos paraenses. O mercado funciona o dia todo, mas o mercado de peixes funciona das 06h às 16h.

Outra atração muito famosa da capital paraense é o Theatro da Paz. Assim como o Ver-o-Peso e outros pontos turísticos do Centro Histórico da cidade, o teatro foi construído no auge do Ciclo da Borracha e chama muita atenção devido à sua arquitetura imponente e todos os seus detalhes para lá de luxuosos que são verdadeiras obras de arte. Uma boa opção para aqueles que desejam conhecer a fundo o local é a visita guiada, que deve ser agendada com antecedência. O valor do ingresso é de R$6,00. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia.

É em Belém do Pará que acontece uma das maiores celebrações religiosas do mundo. Todos os anos milhões de fiéis vão à cidade durante o mês de outubro para o Círio de Nazaré. Contudo, é no segundo domingo de outubro que acontece a famosa procissão. É possível acompanhar a procissão de diversas formas, mas os lugares são sempre muito concorridos. Vale a pena conhecer a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, a Catedral Metropolitana de Belém e o Museu do Círio.

Outro passeio bem interessante e que pode ser feito em poucas horas é o Centro Histórico de Belém. O complexo turístico reúne diversas construções dos séculos XVII e XVIII muito bem preservadas. Algumas das atrações mais interessantes são: Catedral Metropolitana de Belém, Museu das Artes Sacras, e o Forte do Presépio.

Que tal curtir essa paisagem em Belém?
Que tal curtir essa paisagem em Belém?
Grupo de desconto de viagem

Porto Velho

A capital de Rondônia, a cidade de Porto Velho, não é exatamente uma cidade turística. A cidade foi construída em meados do século XX devido à construção da Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Ela está localizada na fronteira com a Bolívia e apesar de não ser o principal destino turístico da região Norte, ela tem algumas atrações interessantes a ser visitadas.

Um dos principais atrativos da cidade é a antiga Estrada de Ferro Madeira Mamoré. Ela já foi desativada há alguns anos, mas ainda é possível ver os vagões, as locomotivas, os galpões e os trilhos. Devido à sua importância ela chegou a ser tombada como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Ministério da Cultura. Em frente à estrada há o Museu Ferroviário Madeira Mamoré, que conta com um riquíssimo acervo que conta a história dessa importante obra. Aos fins de semana também ocorre a feira de artesanato.

Conheça também a Praça Madeira Mamoré, que conta com um deck com uma linda vista para o Rio Madeira, um dos maiores rios da região e também o rio com a maior quantidade de espécies de peixes do mundo. É possível também fazer um passeio de barco pelo rio que dura cerca de 50 minutos e percorre diversos pontos importantes. O valor do passeio varia de R$ 15,00 a R$ 50,00 por pessoa.

Em frente à Praça Madeira Mamoré está localizado o Mercado Central, um dos pontos turísticos mais interessantes de Porto Velho. Nele será possível encontrar artesanatos, peixes fresquinhos, frutas exóticas e pratos típicos da região. O mercado é aberto à visitação todos os dias das 05h às 15h.

Visite também o Mercado Cultural de Porto Velho. O local em que outrora funcionava o Mercado e Matadouro da cidade foi desativado e em 2010 foi transformado em um centro cultural onde acontecem diversas apresentações e exposições. No local também há uma praça de alimentação e algumas lojinhas de artesanato.

O Museu Internacional do Presépio é outra atração interessante da capital rondoniense. Trata-se de uma das maiores coleções de presépios do mundo com mais de 1000 presépios vindos de vários países. O museu está aberto á visitação de segunda a domingo das 08h às 21h. O preço da entrada é de R$3,00.

Conheça também o Palácio Presidente Getúlio Vargas. O local foi construído na década de 1950 e hoje abriga o Museu Rondoniense, um dos melhores do estado. Nele o turista encontrará um rico acervo sobre a história do estado, sala de pesquisa e até mesmo um laboratório arqueológico. É possível conhecer o museu de terça à sexta das 09h às 17h. Também é possível visitar o museu aos sábados das 09h às 15h.

Boa Vista

A capital de Roraima, a cidade de Boa Vista, apesar de possuir várias atrações bem interessantes ainda não é considerada como uma cidade turística. A capital roraimense é vista muitas vezes apenas como uma porta de entrada para o Monte Roraima, a principal atração do estado. Uma curiosidade sobre a cidade é que ela é a única capital brasileira que localizada no Hemisfério Norte, acima da Linha do Equador. É uma cidade muito bem planejada e limpa.

É bem fácil fazer turismo em Boa Vista. Isso acontece porque a maioria dos pontos turísticos da cidade está localizada no centro da cidade e bem próximos uns dos outros. Excelente para quem dispõe de pouco tempo na cidade, pois é possível conhecer boa parte dos principais pontos turísticos em um único dia e a pé. Outro ponto positivo é que a entrada da maioria dos pontos turísticos é gratuita.

Uma boa forma de começar o passeio por Boa Vista é pelo Centro Cívico da cidade. É nele que se encontram diversos pontos turísticos da cidade como o Palácio Senador Hélio Campos, também conhecida como Palácio do Governo. Em frente ao palácio está localizada a Praça do Centro Cívico, onde está localizado o Monumento ao Garimpeiro. É nesta praça que está localizada a Catedral do Cristo Redentor, uma linda igreja em estilo modernista

Um dos pontos turísticos mais famosos da cidade é a Orla Taumanan. A atração é uma grande área às margens do Rio Branco onde é possível encontrar um mirante, algumas apresentações de música e dança bares e restaurantes. Há também uma academia ao ar livre, pistas de corrida e um playground para as crianças.

Próximo à Orla Taumanan está localizado o Monumento dos Pioneiros, uma homenagem aos povos que construíram o estado, à cultura roraimense e, é claro, as belíssimas paisagens naturais que o estado possui.

Palmas

A capital do Tocantins, Palmas, é a capital mais nova do Brasil com apenas 32 anos. Porém, apesar de ser uma cidade bem nova, ela foi muito bem planejada e hoje conta com diversas atrações, boa infraestrutura para receber o turista, vida noturna agitada, gastronomia de primeira e muito mais. Motivos não faltam para visitar a cidade!

A cidade possui a maior praça da América Latina e a segunda maior praça pública do mundo. A Praça dos Girassóis tem impressionantes 571.000 m² de extensão e é nela que está localizado o Palácio do Araguaia, um lindo edifício onde estão localizada a sede do Governo do Estado do Tocantins e o Centro Geodésico do Brasil, o ponto exato entre os extremos do país, além de outras obras de arte. É possível fazer uma visita guiada pelo palácio

Na Praça dos Girassóis também está localizado o Memorial Coluna Prestes, um espaço que conta com museu, auditório e sala de exposições dedicado a história de Luís Carlos Prestes, uma das personalidades brasileiras mais importante do século XX. O Memorial foi projetado por Oscar Niemeyer. O local está aberto à visitação todos os dias das 08h às 18h.

Logo em frente ao Memorial está localizado o Monumento aos Dezoito do Forte de Copacabana, uma homenagem aos revolucionários de 1922 que chama a atenção pela beleza. Outra obra muito importante é o Monumento Súplica dos Pioneiros, que homenageia aos primeiros moradores da cidade.

A cidade de Palmas, apesar de estar localizada bem no centro do Brasil, também tem praia! A mais famosa delas é a Praia da Graciosa, que está localizada às margens do Rio Tocantins. Um excelente lugar para passar o dia, pois tem uma infraestrutura muito boa e uma linda vista. Dessa praia é possível pegar um barco e ir até a Ilha da Canela, que conta com uma praia mais tranquila, bares e restaurantes.

Outros pontos turísticos de Palmas que merecem destaque: Mirante da Serra do Lajeado, Parque Cesamar, Feira do Bosque e a Cachoeira do Roncador.

Vista noturna da cidade de Palmas
Vista noturna da cidade de Palmas
Dicas para a bagagem

Como chegar ao Norte do Brasil

Passagens aéreas

A principal maneira de se chegar à Região Norte é o avião. O preço das passagens pode variar bastante, pois vai depender de uma série de fatores como o local de onde você estiver partindo, da companhia aérea, entre outros fatores. Evite sempre comprar as passagens em cima da hora, pois os preços tendem a ser mais altos. Outra boa dica para quem quiser economizar é procurar trocar milhas por passagens. É possível encontrar passagens saindo de São Paulo para Manaus a partir de R$650,00.

Os principais aeroportos da região são: Aeroporto Internacional de Belém; Aeroporto Internacional de Manaus; Aeroporto Internacional de Porto Velho; Aeroporto Internacional de Macapá; Aeroporto Internacional de Rio Branco; Aeroporto Internacional de Boa Vista e Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues.

Caminho terrestre

Também é possível viajar para a região por terra. As principais empresas de ônibus que fazem viagens para essa região são: Viação Itapemerim, Viação Ouro e Prata, Expresso São Luiz, Eucatur e Nova Integração. O preço das passagens pode variar dependendo do seu lugar de partida, do destino escolhido, entre outros fatores. Uma viagem de ônibus saindo de Manaus (AM) para Santarém (PA), por exemplo, custa por volta de R$200,00.

Dentro do destino escolhido o turista poderá se locomover através de ônibus, táxis e aplicativos como o Uber e o 99. Outra alternativa muito interessante é o aluguel de um carro.

Aluguel de carro

O aluguel de carro é mais uma alternativa que vem chamando bastante a atenção dos turistas nos últimos anos. A boa notícia é que alugar um carro é mais simples que muitas pessoas imaginam. E não é caro. É uma mão na roda para quem deseja ter mais liberdade dentro do destino escolhido, está com muita bagagem ou então deseja conhecer as atrações nas cidades vizinhas com calma.

Para alugar um carro na região é necessário que quem vai alugar o carro apresente a CNH, o RG, comprovante de reserva impresso e o cartão de crédito em seu nome para pagar o caução. Importante checar a idade mínima exigida pela locadora.

Onde ficar no Norte do Brasil

A região Norte do Brasil tem várias opções de hospedagem. É possível encontrar desde as pousadas mais simples até resorts e hotéis luxuosos. Há também a opção do aluguel por temporada, que vem conquistando a muitos viajantes.

Hotéis no Norte

Nossas sugestões de hospedagem no Norte são:

Comfort Hotel Manaus – Localizado há menos de 2 km do Shopping Studio 5 Festival Mall, o hotel oferece aos seus hóspedes excelentes acomodações com banheiro privativo, TV de tela plana, internet, ar condicionado e frigobar. O hotel ainda conta com piscina, academia, estacionamento gratuito e um excelente buffet de café da manhã. O preço médio da diária para um casal é de R$250,00.

Ibis Budget Belém – Localizado há menos de 2 km da Basílica Nossa Senhora de Nazaré, o hotel oferece aos seus hóspedes excelentes acomodações com banheiro privativo, Wifi gratuito, TV de tela plana, ar condicionado e mesa de trabalho. Além disso, o hotel ainda conta com um business center, recepção 24h, estacionamento privativo e um bom café da manhã. O preço médio da diária para um casal é de R$120,00.

Aluguel por temporada

Outra opção que vem conquistando a vários viajantes é o aluguel por temporada, que vem se mostrando como uma alternativa interessante para aqueles que estão viajando com várias pessoas, desejam ter mais privacidade, se sentir em casa ou simplesmente estão a procura de economia na hospedagem, uma vez que o preço das diárias costuma ser mais convidativo que o de um hotel. É possível encontrar opções na região a partir de R$160,00.

Gastronomia do Norte do Brasil

Ter a oportunidade de experimentar a culinária de um lugar é uma delicia, não é mesmo? Através da culinária local é possível conhecer muito sobre a cultura de um povo e de um jeito para lá de saboroso. A culinária típica da região Norte recebeu muita influência dos povos indígenas e ingredientes como a mandioca, as ervas aromáticas, os peixes e as frutas típicas da Amazônia são muito utilizados.

A mandioca é muito consumida na região e em diversas formas. Com ela é possível preparar diversos pratos como o Pato no Tucupi, o Tacacá, a Maniçoba, o Beiju de Tapioca, entre outros. O tucupi é um caldo extraído da raíz da planta e separado da goma. Ele é cozido e fermentado junto com outros temperos por até cinco dias.

O Tacacá por sua vez é como se fosse uma sopa feita com a tapioca, muitos temperos, o tucupi, pimenta, camarão e jambu. O jambu é uma erva com um sabor picante como se fosse um agrião, mas que deixa uma leve dormência na boca. Parece estranho, mas é uma delícia! Vale muito a pena experimentar!

Outro prato típico do Norte muito famoso é a Maniçoba. A iguaria é feita com a farinha da mandioca brava e precisa ser cozida por –pasmem – sete dias! Todo esse tempo é necessário para retirar todo o ácido cianídrico presente nas folhas da mandioca brava, que é altamente tóxica se consumida crua. Depois de todo esse tempo é adicionada a carne de porco, vaca e outros temperos.

Impossível falar sobre a culinária do norte sem mencionar o famoso açaí! E o verdadeiro açaí é o da região, que é consumido com peixes, frango e farinha de mandioca como acompanhamento. A ideia de comer açaí com acompanhamentos salgados pode parecer estranha para quem não é da região, mas a verdade é que o açaí de verdade, sem todos aqueles aditivos como o xarope de guaraná, tem um sabor bastante neutro. Enfim, tem que viajar para o norte e experimentar da iguaria.

A região também possui uma grande variedade de frutas típicas que valem a pena experimentar tanto in natura como em sucos, sorvetes, licores e outros pratos. As mais conhecidas são o cupuaçu, o guaraná e o bacupari.

Seguro Viagem

Uma dúvida muito comum entre os viajantes é se é obrigatória a contratação de um seguro viagem para viajar para a região Norte do Brasil e a resposta é não. O que não significa que a contratação de um bom seguro de viagem não seja altamente recomendável, afinal, imprevistos acontecem e ninguém gostaria que uma emergência médica ou odontológica, uma mala extraviada ou um voo cancelado arruinasse uma viagem.

A boa notícia é que contratar um seguro é mais fácil e mais barato do que muitos imaginam. E pode fazer a diferença caso aconteça algum imprevisto. Viaje tranquilo. Contate já a sua seguradora.

FAQ – Perguntas e respostas

Que roupas levar para o Norte do Brasil?

É muito comum que um viajante tenha dúvidas na hora de escolher quais roupas colocar na mala. Antes de sair pegando todas as roupas do armário é interessante que o viajante pesquise um pouco sobre o destino escolhido e como é o clima da região para a qual ele vai e também checar a previsão do tempo. Importante também levar em consideração outros fatores como a duração da viagem e quais os passeios programados. No caso de uma viagem para o Norte, saiba que a região é quente. Bem quente. Média de 26°C. Durante os meses mais quentes do ano a temperatura pode facilmente ultrapassar os 35°C. E também é uma região bastante úmida. Ou seja: roupas leves. Camisetas, saias, vestidos, bermudas e calças claras e de tecidos leves são boas pedidas. Nos pés os calçados mais confortáveis possíveis. Deixe os saltos e os sapatos bonitos, porém desconfortáveis para outra ocasião. Conforto em primeiro lugar lembre-se disso. Importante não se esquecer das roupas de banho. Reserve um espaço na mala para colocar os biquínis, sungas, calções, shorts, saídas de praia, chinelos, chapéus, óculos de sol, repelente e protetor solar. Quem quiser fazer trilhas ou praticar outras atividades físicas não deve se esquecer das roupas de ginástica e um bom par de tênis. Também é aconselhável dar preferência às roupas de cores mais claras. Isso porque roupas de cores mais escuras absorvem mais calor.

Quanto custa uma viagem para o Norte do Brasil?

Determinar com exatidão a quantia que uma pessoa gastará em uma viagem é uma tarefa difícil, pois isso dependerá de vários fatores como o preço das passagens, a data da viagem, se é alta ou baixa temporada, ingressos, gastos extras, entre outros fatores. Estima-se, entretanto, que uma viagem para Manaus saindo de São Paulo com duração de uma semana custe por volta de R$ 3.900,00.

O que fazer no Norte do Brasil à noite?

Embora as mais famosas atrações do Norte brasileiro sejam para ser feitas durante o dia, a região também possui excelentes opções de bares, restaurantes e casas noturnas para quem estiver a fim de aproveitar a noite. A cidade de Manaus, por exemplo, apesar de não possuir vida noturna extremamente agitada, possui sim boas opções para quem deseja curtir a noite. As melhores opções são o Bar do Armando, O Chefão e o Touchdown. Não deixe também de conferir a programação do Theatro Amazonas. Em Belém do Pará também não faltam opções de bares e restaurantes. Os melhores são o Palafita Bar, o Studio Pub, o Old School Rock Bar, o Black Dog English Pub e o Baviera Boutique Bar.

O que fazer no Norte do Brasil com crianças?

Uma preocupação muito comum entre quem viaja com crianças é o que fazer no destino escolhido com os pequenos. Felizmente no caso da região Norte há diversos parques, museus, praias e outras atrações que a família toda vai adorar. Quem vai à capital amazonense com os pequenos vai adorar conhecer o Bosque da Ciência, o Parque Cidade da Criança, o Parque Rio Negro, o Museu do Seringal, o Theatro Amazônia e o Museu da Amazônia – MUSA. Em Belém do Pará as melhores atrações são: Estação das Docas, Museu Paraense Emílio Goeldi, Mangal das Garças, o Forte do Presépio e a Casa das Onze Janelas.

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat