BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Viagem para Xangai na China

Xangai é maior cidade da China, situada no litoral do Oceano Pacífico e possuindo cerca de 17 milhões de habitantes, conforme dados relatados na Wikipédia.

Uma das principais atividades turísticas de lá é através do turismo de negócios, pois a atividade econômica predominante da cidade se deve através das indústrias, onde a produção chega a ser recorde, sendo o principal “driver” para a rápida expansão da China nesses últimos anos.

São vários os empresários que vão lá para fechar negócios, conhecer os métodos de trabalho e realizar parcerias. Fora as compras, que acabam se tornando baratas para quem visitar o país.

Pudong é uma área especial para os negócios, sendo o local perfeito para esse tipo de turismo e considerado o centro financeiro e comercial da China. Os prédios, arranha-céus e torres surpreendem pela arquitetura e engenharia apresentada.

Os períodos em que é possível ver mais pessoas circulando pela cidade são nas “semanas douradas” que são semanas inteiras de folga que celebram datas importantes da cultura local como o Festival da Primavera, a Semana do Dia do Trabalho e a Semana do Dia Nacional, onde as datas das mesmas variam de acordo com o calendário chinês.

Ao fazer turismo em Xangai, o visitante vai se deparar com uma das principais metrópoles a nível global, recheada de prédios enormes, estabelecimentos gigantescos e uma cultura extremamente rica.

Afina, os residentes ainda conservam os seus costumes, sendo possível conferir classes realizando movimentos de Tai Chi Chuan, em alguns dos variados parques.

Nas opções de entretenimento, Xangai é um dos locais mais fantásticos do planeta, com inúmeros museus e galerias, edificações como o Shikumen, além de uma referência de arquitetura em Art Deco, o que deixa a cidade sensacional para turistas de todas as idades, nacionalidades e estilos.

Por isso, confira a seguir tudo o que você pode fazer na cidade! Vamos lá?

O que fazer em Xangai

O fato é que Xangai é uma cidade com atrações sensacionais que, chamam a atenção devido a sua beleza e a sua história.

Entre essas opções para entreter os seus visitantes, o local oferece o Jardim Yuyuan, desenvolvido ainda no decorrer da Dinastia Ming, e a área que acabou rendendo o status de “Veneza de Xangai”, ou seja, lugares que precisam estar nos roteiros de viagem dos turistas de todas as partes do mundo. Anote ai!

Observatório Pearl Tower

Também chamada de Torre Pérola do Oriente, essa é uma das edificações mais elevadas de Xangai e se encontra no distrito de Pudong, na beira do Rio Huangpu.

Com cerca de 470 metros, dá para alcançar a parte mais alta da ponte e, lá de cima, observar a região com todas as suas nuances tão fantásticas.

Por exemplo, dá para enxergar vários polos turísticos e até mesmo o coração financeiro de Xangai, composto por vários prédios cosmopolitas.

Vista noturna de Xangai na China
Vista noturna de Xangai na China

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Observatório World Financial Center

Com o apelido “Abridor de Garrafas”, esse observatório oferece uma vista sensacional da região de Bund, do Rio Huangpu e dos edifícios nas suas proximidades.

Ao chegar até a exposição no 97ª andar, você pode saber muito mais sobre a cultura e o processo de desenvolvimento da cidade.

Além disso, o turista conseguirá uma visão privilegiada de toda a cidade pelo piso de vidro. Imperdível, né?

Mas, é preciso ter um pouquinho de coragem para não se assustar com o método de observação!

Observatório Jin Mao Tower

O Observatório Jin Mao TowerJin Mao Tower se trata de um arranha-céu de 420 metros.

O local foi finalizado em 1998 e conta com 88 andares, todavia acabou perdendo o status de mais alto da cidade em 2007, quando a Shanghai World Financial Center foi concluído.

A Torre de Xangai, um edifício de mais de 120 andares situado perto desses observatórios, passou a altura dos dois em 2015, resultando no primeiro trio de arranha-céus extremamente altos do mundo.

Observatório Shanghai Tower

Como citado anteriormente, a Torre de Xangai é considerada o prédio mais elevado da região com mais de 120 andares.

A construção foi encerrada em 2015 e se encontra nas proximidades dos observatórios Jin Mao Tower e Financial Center.

Com aproximadamente 600m, esse é apontado como segundo prédio mais alto do planeta!

Além disso, o observatório está no 148º andar e a cerca de 555 metros do chão. Ou seja, é a sua chance de contemplar toda a cidade de maneira espetacular.

Bund (região)

Bund é o imenso calçadão que se alonga por todo o caís de Xangai, estando coladinho ao rio Huangpu Jiang.

Essa área se destaca pelas diferentes edificações com rico histórico e que se enquadram nos mais fantásticos estilos, como gótico, barroco e neoclássico, que estão em perfeito contraste com os edifícios arranha-céu ao fundo.

Por todos esses elementos, a beleza e o glamour de Bund lhe posicionam como um dos mais belíssimos cartões de toda a China.

Casa da Alfândega

A Casa da Alfândega foi erguida ainda em 1927 e continua a ser uma alfandega até os dias de hoje.

O local é considerado um dos símbolos da região de Bund e, sobretudo, da cidade de Xangai. Basicamente, é um prédio com oito andares e um grande relógio.

Um ponto positivo é que o lugar pode ser visitado sem custos para o interessado. Portanto, é uma boa opção para quem está com um orçamento mais econômico.

Hong Kong & Shanghai Bank

Oficialmente reconhecido internacionalmente como Hong Kong e Shanghai Banking Corporation Limited (HSBC), essa é uma filial integral da maior instituição financeira de Hong Kong e que opera filiais e escritórios em toda a região Ásia Pacifico.

No entanto, esse grupo financeiro também se faz presente em outras partes do mundo.

Rio Huangpu Jiang

Muito mais do que apenas uma divisão natural entre a área central de Xangai e o distrito empresarial de Pudong, esse rio também é utilizado diariamente como meio de deslocamento para as coloridas embarcações que disponibilizam passeios com muita música ao vivo e deliciosas refeições.

Definitivamente, essa é uma opção de diversão essencial para a sua imersão na cidade. Só é indispensável ter a câmera sempre por perto para encarar a multidão e fazer registros incríveis.

Pudong (região)

Conhecer Pudong a pé, olhando as edificações extremamente sofisticadas de perto ou fazer compras nos vários shoppings da área, além de restaurantes e também uma belíssima Loja da Apple.

Afinal, a região está bem à frente do Bund, só que do outro lado do rio Huangpu. Onde se encontrava antes uma parte arriscada e pouca desenvolvida de Xangai.

E, desde 1990 se transformou em Zona Especial Econômica e, desta maneira, passou a abrigar os populares e imponentes prédios do coração financeiro de XAngai.

Entardecer em Pudong na China
Entardecer em Pudong na China
Cupom desconto viagem

Templo Jing’an

Esse é o templo mais famoso de Xangai, e conta com cerca de oito séculos de história. A nomenclatura do lugar quer dizer “Templo da Paz e da Tranquilidade”, e uma das coisas que mais chama a atenção no ambiente é o fato de contar com a maior estatua de jade de Buddha Sakyamuni, que soma mais de quatro m e aproximadamente 9 toneladas.

Templo Yu Garden

Sem dúvida, para quem pretende fazer turismo em Xangai esse é um ambiente muito lindo e tem alguns estabelecimentos comerciais interessantes nas proximidades.

Caso a sua visita aconteça nas primeiras horas do dia, a experiência tende a ser mais tranquila. Além disso, é possível emendar o passeio na Casa de Chá Huxingting e no Jardim de Pedras.

Se pretende adquirir algumas lembrancinhas, as redondezas do Templo Yu Garden são uma boa escolha por contemplar bazares, prédios com estabelecimentos variados, lojinhas e restaurantes para uma refeição saborosa.

Templo do Buda de Jade (Jade Buddha Temple)

De modo geral, os templos de Xangai mostram de maneira excepcional a história e a relevância do budismo no país.

Desta maneira, é importante colocar o Templo do Buda de Jade na sua agenda de viagem, já que essa é uma excelente forma de se conectar com esse aspecto cultural e espiritual tão presente em todos os cantos deste município.

Casa de Chá Huxingting

Citada anteriormente, a Casa de Chá Huxingting é um programa que pode ser adicionado ao roteiro de viagem de quem está se planejando para passar pelo Templo Yu Garden.

Em um endereço muito próximo do templo, a casa de chá é um programa imperdível e que ajuda a aproveitar cada segundo de sua estadia com uma experiência enriquecedora!

Jardim de Pedras (Yu Garden ou Yuyuan Garden)

O Jardim Yuyuan reconta a Dinastia Ming, sendo projetado ainda no século 16. Em mandarim, o nome do lugar quer dizer agradável e gratificante.

Por isso, todo o ambiente e o paisagismo do jardim foram projetados para oportunizar essas sensações em que faz a visita.

Sendo assim, essa atração é uma escolha ideal para os visitantes que apreciam os locais que transmitem muita paz e harmonia. Uma parada imperdível, não é?

Trem Maglev

O transporte coletivo em Xangai é de alta qualidade. E para quem for usar o aeroporto de Pudong tanto no desembarque quanto na partida da cidade, não deixe de andar com o Trem Maglev que faz a ligação entre o aeroporto e a rede de metrô da cidade.

Essa é uma oportunidade diferenciada porque o passageiro chegará a 400 km/h! Algo sensacional!

Ainda que dê um pouco de medo, não se preocupe porque a tecnologia aplicada nessa forma de deslocamento é fantástica.

Bairro French Concession

O Bairro French Concession, conhecido como bairro da Concessão Francesa em português, oferecido por volta de 1849 a diplomatas franceses, virou uma verdadeira referência do trabalho de arquitetura local, bem arborizado e com estrutura ocidental, pouco modificada nos últimos anos.

E, até os dias de hoje é visto como um abrigo para muitos expatriados. Vale tirar um tempinho para conhecer essa área!

Bairro Xintiandi

Definitivamente, qualquer um que faça ou esteja pensando em fazer turismo em Xangai precisa inserir esse bairro no seu roteiro.

Afinal, esse é um lugar que precisa ser explorado de um ponto ao outro, já que a expectativa é se deparar com fantásticas surpresas a cada passo dado.

Mas, por que tudo isso? Bom, o bairro Xintiandi é um ambiente com uma pegada bem moderna e conta com estabelecimentos alimentícios que permanecem abertos 24 horas com um enorme público.

Luzes das ruas do bairro de Xintiandi em Xangai
Luzes das ruas do bairro de Xintiandi em Xangai

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Nanjing Road

Nanjing, mas também pode ser classificada como “Times Square” da cidade.

O turista não deve se enganar pela tranquilidade no começo do dia, uma vez que esse calçadão começa a atrair cada vez mais pessoas por volta do fim da tarde, com marcas relevantes, hotéis, restaurantes e uma enorme Loja da Apple.

Tudo muito iluminado com letreiros extremamente chamativos de neon.

Centro de Xangai

Andar pelo Centro de Xangai é um experiência sensacional. A região conta com várias atrações, como o Museu de Xangai, a Praça do Povo, Shanghai Theatre e o Urban Planning Exhibition Center.

Além disso, se acomodar em um banco e observar o cotidiano é uma boa maneira de conhecer a cultura local.

Na atualidade, milhares de idosos levam filhos e currículos de seus filhos realizam uma espécie de feira de encontro para tentar “desencalhar” os seus filhos e filhas solteiros.

Um passatempo bastante curioso e que ocorre na Praça do Povo, nas proximidades.

Praça do Povo (Peoples Square)

Muito próximo do Museu de Xangai, essa praça é uma das áreas do centro da cidade. Uma grande área dedicada aos canteiros de flores, árvores e lagos desempenha a função de jardim para milhões de pessoas que moram nas proximidades.

É perfeito para passear, praticar atividades físicas ou descansar depois de dar uma voltinha pela Rua Nanjing.

Só que nos fins de semanas a praça se torna uma das atrações mais curiosas da cidade devido a Feira do Casamento.

Do meio-dia até o fim da tarde, pais de filhos anda solteiros se unem para procurar parceiros (as) para os seus herdeiros.

Curiosamente, essas campanhas englobam várias ações, como cartazes com imagem, peso, altura, currículo e até signo do horoscopo chinês a fim de conquistar a atenção de um possível interessado.

Museu de Xangai

Inaugurado em 1952, o Museu de Xangai é um local dedicado à arte chinesa antiga e se encontra na Praça do Povo, na área de Huangpu.

O espaço foi totalmente reformado em seu endereço atual na década de 1996 e é um dos primeiros museus modernos de alcance mundial da China.

Portanto, esse é um local que recebe milhares de visitantes todos os anos e que precisa estar na sua agenda!

Shanghai Theatre

O Grande Teatro de Xangai é um dos principais e altamente equipado com palcos automáticos em todo o planeta.

Desde a sua inauguração em 1998, o local registrou mais de seis mil espetáculos de opera, balés, sinfonias, musicais e dramas encenados.

O lugar se situa na ligação entre a Boulevard Central e Huangpi Road South no setor norte da Praça do Povo em Huangou.

Vale lembrar que esse é o lar da Shanghai Opera House Company, mas o título de Casa de Ópera de Xangai se refere unicamente a companhia e não exatamente ao prédio.

Só que o Grande Teatro de Xangai também serve de abrigo para outras companhias artísticas chinesas.

O incrível Shanghai Theatre
O incrível Shanghai Theatre
Grupo de desconto de viagem

Urban Planning Exhibition Center

O Centro de Exposições de Planejamento Urbano de Xangai, em tradução livre, se encontra na Praça do Povo, bem do ladinho do prédio do governo da cidade.

O Centro de Exposições é um ambiente com seis andares, com dois níveis no subsolo e que apresenta todo o planejamento e desenvolvimento da área urbana do município chinês.

Shikumen Residence Household Museum

O Shikumen Open House Museum é uma casa de cultura e história imperdível para qualquer pessoa que faça turismo em Xangai.

Além disso, a estruturação do espaço está no estilo tradicional de shikumen. O local foi totalmente reformado na década de 1920.

Jinshan City Beach

Quem está se planejando para realizar uma viagem turística para Xangai pode encontrar uma área litorânea repleta de locais inesperados e incríveis, como a Jinshan City Beach.

Esse é considerado um “point” para os visitantes mais jovens e também para as famílias que estão conhecendo a região.

No decorrer da época de altas temperaturas e até mesmo na primavera, essa praia também vira sede de diversos festivais de música e eventos altamente famosos.

Shanghai Disney Resort

Fundada em 2016, essa imensa iniciativa da Disney levou quase 20 anos para ser concluída e era altamente esperada pelos chineses.

No interior do complexo, as pessoas têm a possibilidade de conhecer todos os centímetros deste sofisticado parque da Disney, que conta com o maior castelo já construído pela empresa.

A excelência dos brinquedos e do restante do resort fazem com que esse passeio seja indispensável para todas as faixas etárias, mas sobretudo, para quem está fazendo uma viagem em família.

Em Xangai também existe um Disney Resort
Em Xangai também existe um Disney Resort
Dicas para a bagagem

Shanghai Zoo

O nome revela exatamente o que o visitante encontrará no Shaghai Zoo, um dos mais famosos estabelecimentos deste tipo do país, contando com cerca de seis mil bichinhos.

Além disso, há algumas espécies raras e que correm perigo de extinção.

Só que o principal diferencial do lugar é, com certeza, o abrigo dos ursos pandas, local em que os visitantes conseguem até mesmo conferir como esses animais são cuidados e alimentados no dia a dia.

Tianzifang

A Tianzifang não é uma área tão badalada e sequer tem uma galeria comercial, só que poderia ser a mescla de tudo isso e muito mais.

O labirinto de becos estreitos no coração da cidade é recheado de restaurantes, cafeterias, lojas de artesanato e muitos ateliês artísticos.

Adorado pelos residentes descolados, o local fornece experiências culinárias e lembrancinhas muito mais elaboradas do que as achadas em outros lugares.

Das famosas casas de chá às lojas de roupa vintage, ou seja, existe de tudo por ali a disposição de visitantes e moradores locais.

Shanghai Ocean Aquarium

Para as pessoas que estão pretendendo viajar para Xangai com crianças e adolescentes, a cidade chinesa tem inúmeras atrações relevantes, como o próprio Shanghai Ocean Aquarium.

Isso acontece porque esse aquário que conta com o maior túnel debaixo da água de todo o planeta, com diversas espécies marinhas, abrangendo algumas que correm risco de extinção.

Templo Longhuan

O Templo Longhua é um local budista voltado ao Buda Maitreya e que precisa fazer parte de sua agenda de viagem, sim.

Mesmo que boa parte das edificações atuais consta de obras posteriores, o templo ainda conserva o seu projeto de arquitetura de um mosteiro dinastia Song da Escola Chan.

O templo se encontra no Distrito de Xuhui e exige a realização de inúmeros registros por parte dos visitantes. Vale a sua visita, sim!

Shanghai Science and Technology Museum

Fundado no dia 18 de dezembro de 2001, o Museu de Ciência e Tecnologia de Xangai é um ambiente de grande prestígio e se situa muito perto do Century Park, sendo assim, dá para emendar uma visitação na outra para aproveitar cada segundo do seu dia.

O Century Park é o maior parque dentro dos bairros de Xangai, enquanto o Museu de Ciência e Tecnologia é um dos pontos que mais recebe turistas em toda a China. Portanto, você não pode deixar de conhecer esse ambiente!

Bund Sightseeing Museum

Esse é outro museu bastante prestigiado da cidade e que se dedica a retratar a história colonial de Xangai.

O espaço está situado no distrito de Bund. Sendo assim, os turistas têm a oportunidade de conferir o memorial com os heróis do povo local.

A entrada é gratuita e o funcionamento acontece diariamente das 9 h até às 16h30. Portanto, é um passeio que pode ser encaixado quando se pretende visitar a região de Bund.

Huaihai Road

A Huaihai Road, também é conhecida como Huaihai Lu, é uma via bastante famosa na cidade chinesa. Mas, o que pode ser relevante para os visitantes em uma estrada?

O fato é que a área central da Huaihai Road é uma das mais principais ruas comerciais do centro de Xangai. A outra opção para quem almeja fazer umas comprinhas é a estrada de Nanjing.

Em relação com a Nanjing Road, considerado um ponto turístico mais acalmado, a Huanhai Roda se diferencia por ser mais sofisticada é o destino favorito dos moradores locais.

Shanghai Natural History Museum

O Museu de História Natural de Xangai é totalmente voltado a contar a história natural local. Este é um dos principais museus de ciências naturais de toda a China.

Antigamente, a instalação se encontra no Shanghai Cotton Exchange, mas foi levada para um ambiente totalmente projetado para as suas necessidades no Parque de Esculturas de Jing’na ainda em 2015.

Além disso, esse museu possui cerca de 240 mil amostras, contemplando 62 mil espécimes animais, 135 mil tipos diferentes de plantas, 700 peças da Idade da Pedra e cerca de 1500 exemplares minerais.

Suzhou Creek

O Suzhou Creek, também conhecido de rio Wusong (Woosung), é um rio que passa pelo centro da cidade.

O rio ganhou esse nome da cidade próxima de Suzhou, o assentamento frequente neste local antes do crescimento de Xangai como uma cidade tão imponente.

Um dos escoamentos do Lago Tai no distrito de Wujiang em Suzhou, conta com 125 km de extensão, sendo que cerca de 50 quilômetros se concentram no espaço administrativo de Xangai e outros 24 km nos ambientes mais urbanizados da metrópole.

O rio deságua no rio Huangpu, na parte noite de Bund, um outro bairro de Huang.

China Art Museum

O Museu de Arte da China, também conhecido como Palácio da China, é um museu moderno de arte nacional situado em Pudong, na cidade de Xangai.

Lembrando que o museu se encontra no antigo pavilhão da Expo da China 2010. Além disso, esse é considerado um dos maiores museus de todo continente asiático.

E o Museu de Arte abriga uma coleção em torno de 14 mil obras artísticas, especialmente, da arte moderna do próprio país.

Tron Lightcycle Power Run

Quem pretende fazer turismo em Xangai precisa dar uma passadinha no Tron Lightcycle Poder Run, uma montanha russa extremamente diferenciada e uma das atrações mais empolgantes do Xangai Disneyland Park.

O espaço fica muito perto do Magic Kingdom no Walt Disney World.

Inspirado no seriado “Tron”, o brinquedo conduz os participantes a um passeio em um verdadeiro ciclo de luz.

Lembrando que o Tron Lightcycle Poder Run estreou ao mesmo tempo que todos os outros brinquedos de Shanghai Disneyland no dia 16 de junho de 2016.

Long Museum

Basicamente, o Long Museu é um espaço dedicado à arte em Xangai, que foi criado por Liu Yiqian e sua esposa Wang Wei.

E conta com dois lugares: o Long Museum Pudong e o Long Museum West Bund. Nos últimos anos, outras sedes foram inauguradas em cidades próximas.

Vale lembrar que o Long Museum Pudong abriu as portas para os visitantes no final de 2012, enquanto o Long Museu West Bund foi inaugurado no começo de 2014 e era o maior museu particular do país no momento de sua abertura oficial.

O conceito arquitetônico foi projetado por Liu Yiqian e Wang Wei, do Atelier Deshaus.

Shanghai Circus World

Simplesmente, o Shaghai Circus World se refere a um enorme circo totalmente coberto e com endereço fixo na cidade.

Ao todo, esse espaço possui um alcance de 22500 metros quadrados aproximadamente. O grande atrativo é o Campo de Acrobacia, tendo capacidade para receber até 1630 pessoas. Além disso, o turista pode se deslocar até o circo por meio da Linha 1 do metrô de Xangai, muito próximo da estação Circus World.

Museum of Contemporany Art

O Museu de Arte Contemporânea é um ponto de observação da arte em Xangai. E está situado na Praça do Povo, onde havia uma pista de corridas há alguns anos.

Na atualidade, o lugar é ocupado pelo prédio administrativo central e os museus da cidade. Essas edificações abrangem a Sede do Governo da Cidade, o Grande Teatro Municipal, o Museu de Xangai e o Museu de Arte de Xangai.

Nos últimos tempos, as atrações do museu estão focadas na divulgação da arte moderno chinesa e a nível global com uma série de exposições que contemplam quanto personalidades nacionais contemporâneas, além de uma retrospectiva para artísticas reconhecidos nos segmentos de criação, inovação e moda.

Guyi Garden

O Guyi Gardin é um jardim bastante clássico situado no distrito de Jianding e está a cerca de 20 quilômetros da área central de Xangai.

Desenvolvido com inspiração em estilo típico de um jardim clássico, o Guyi é apontado como um dos cinco jardins mais relevantes da cidade chinesa.

Vale lembrar que foi inicialmente propriedade do magistrado Min Shiji no decorrer da Era Jiajing que ocorreu de 1522 a 1566, na dinastia Ming.

Após ter a sua propriedade passada de uma pessoa para outra, foi totalmente reformado ainda em 1746.

No entanto, o local se transformou em uma propriedade comunal e contou com a inserção de inúmeros pavilhões e santuários, além do lançamento de restaurantes, estabelecimentos comerciais e cafeterias.

Shanghai New International Expo

O Novo Centro Internacional de Exposições de Xangai se trata de um local específico para exposições no bairro de Pudong. O ambiente é o palco de várias feiras, como o Shanghai Motor Show.

Além disso, o espaço também serviu como sede da Copa Masters de Tênis em 2002, quando um dos salões se transformou momentaneamente em uma quadra para a prática da modalidade.

Contando com mais de cem exposições todos os anos, o Centro Internacionais é um dos lugares de exibições mais bem-sucedidos do mundo inteiro!

A sua construção começou no final de 1999, enquanto a abertura oficial aconteceu em novembro de 2011.

Desde 2012, o centro conta com 200 mil metros quadrados de espaço interno e 100 mil metros quadrados de estrutura externa apropriada para eventos variados.

Century Park

Century Park é indispensável para quem deseja fazer turismo em Xangai, uma vez que é o maior da cidade.

Encontra-se na Jinxiu Road, no novo setor de Pudong, próximo ainda do Museu de Ciência e Tecnologia. Ou seja, dá para fazer uma rota recheada de pontos interessantes para aproveitar o seu deslocamento.

O turista vai se deparar com lagoas, bosques e muitos gramados. O parque foi idealizado por uma empresa de consultoria ambiental da Inglaterra e erguido entre 1996 e 2000, O Century Park ficou com essa nomenclatura por ficar no finalzinho da Century Avenue.

Além disso, a sua construção foi finalizada em 2020, como um pontapé inicial para o novo século.

O Century também é chamado de Holiday Park por ter estrutura moderna e extremamente natural. Várias instalações distintas são oferecidas aos visitantes, que podem participar de pescaria, pedalar, caminhar, remar e andar no labirinto verde lindíssimo.

Shanghai Auto Museum

O Museu do Automóvel de Xangai é uma estrutura localizada em Anting, no distrito de Jiading, no Auto Expo Park da Cidade Internacional do Automóvel.

Outro ponto relevante é que esse é o primeiro museu focado no segmento na China. Com um espaço de construção de 28 mil metros quadrados e um local para exposições de 10 mil metros quadrado, o museu está repartido em quatro setores: exposições temporárias, exploração, histórico e acervo.

O museu também serve de abrigo para mais de 100 veículos de estilo clássico, corresponde a 50 marcas chinesas e de fora do país, cumprindo mais de um século de desenvolvimento da indústria automobilística.

Power Station of Art

A Power Station of Art é mais um espaço dedicado à arte moderna na China. Inserido em uma antiga usina de energia elétrica, esse é o primeiro museu estatal de todo o país.

Essa transformação de um prédio para um ambiente artístico exigiu um investimento milionário, que foi bancado pelo governo municipal.

Desde então, a Power Station of Art se localiza na sede da Expo 2010 e a esquerda do Rio Huangpu.

O museu foi aberto em 2012 com uma coleção de artes do Centro Pompidou, o museu de arte moderna mais conhecido da capital francesa, nomeado Electric Fields, Surrealism and Beyond. Por isso, é uma boa parada para quem está fazendo turismo em Xangai.

Como chegar até Xangai

Em função da grande distância entre os países, o turista não encontra voos diretos do território nacional para a China.

De modo geral, as companhias aéreas que realizam esse percurso tendem a promover uma conexão no Oriente Médio, África ou Europa.

Algumas empresas que contam com esse trajeto são a Qatar Airways, Air China e a Lufthansa.

Passagem aérea para Xangai

O Aeroporto Internacional de Pudong é a principal forma de chegar pelo ar para a cidade, que se situa a 40 quilômetros da área central.

De modo geral, os turistas nacionais podem chegar ao lugar depois de realizar ao menos uma conexão.

Para efetuar o trajeto entre o aeroporto e a cidade de Xangai, a melhor maneira é o trem de altíssima velocidade, o Maglev, que atinge uma velocidade de 430 km/h.

O valor da passagem tende a valorizar consideravelmente em função da oscilação do real, a companhia, o tempo de compra e até o trajeto solicitado. Portanto, o preço pode variar de R$ 6 mil até 15 mil reais.

Caminho terrestre

Há diversas opções para quem deseja se locomover por Xangai de forma terrestre, como metrô, ônibus, balsas e trem.

O visitante pode contar com um sistema de trens de alta velocidade, que chega ao local pela Estação Ferroviária de Hongqiao e une a cidade com os principais pontos da cidade, como Pequim, Tianjin, Harbin, entre outros.

Em relação ao transporte de ônibus, a principal ponte é o Shanghai Hongqiao, que também tem viagens frequentes para cidades próximas, como Jiangsu, Nanjing, Zhangjiang, Wuxi e Suzhou.

Além disso, o turista pode aderir a um táxi para se deslocar de forma mais ágil ou particular de um lado a outro. Mas, lembre-se que os táxis são mais caros do que as cidades vizinhas.

Aluguel de carro

Em função dos trajetos continentais da China, o visitante deve ficar atento e somente cogitar em alugar um carro se a sua intenção é ir de uma cidade para outra.

Para alcançar Xangai partindo de Ningbo, por exemplo, é só passar pela Ponte da Baía de Hangzhou, que é a principal ponte em cima do mar de todo o planeta.

Lembrando que o trânsito na China é caótico e pode ser de difícil adaptação para motoristas estrangeiros.

Todavia, esse serviço pode ser obtido até mesmo pela internet antes de chegar em Xangai.

Além disso, é necessário contar com uma carteira de motorista da República Popular da China, já que a Autorização Internacional para Dirigir não é o suficiente.

Onde ficar em Xangai

Ficar em um local próximo do metrô ou de trem é a uma possibilidade para facilitar os seus passeios pela cidade. Só que como toda a cidade de grande porte, algumas estações podem ser mais distantes da área central e dos principais pontos turísticos.

Ao selecionar onde permanecer, é preciso ter em mente que cada bairro conta com as suas próprias particularidades, alguns são mais indicados para fazer compras, outros possuem hospedagens mais econômicas ou luxuosas.

Fique atento e faça a sua escolha a partir dos seus próprios interesses!

Hotéis em Xangai

Por estar muito perto do rio Huangpu, a área de Bund é muito linda, com uma visão sensacional do município inteiro, além de se encontrar muito perto dos estabelecimentos comerciais, lojas e da Nanjing Road, que é considerada a principal via de Xangai.

Os visitantes que preferem ficar neste local podem optar por hospedagens Shanghai Fish Inn ou no Blue Montain Bung Youth, sendo que os dois tem localização privilegiada e oferecem valores acessíveis.

Aluguel de temporada em Xangai

A cidade conta com uma das mais variadas alternativas de hospedagens do China, com dezenas de lugares dos mais diferentes estilos e valores.

Além disso, o turista pode optar por alguma vizinhança que tenha mais a ver com a sua estadia na cidade.

Por isso, é indispensável avaliar qual a sua prioridade neste período de permanência em Xangai visando achar uma possibilidade que se encaixe no seu orçamento de viagem e não desvie o seu foco.

Há algumas plataformas que oportunizam a locação de imóveis para um espaço de tempo maior que uma viagem turística tradicional.

Gastronomia de Xangai

A cidade de Xangai é um dos locais que mais se destaca no Oriente. Por isso, a gastronomia da cidade é um dos seus pontos altos, uma vez que o local conta com uma grande variedade de ofertas.

Desde os vendedores ambulantes que comercializam itens como bolos condimentados e macarrão caseiro, até estabelecimentos bastante elegantes, com cardápios recheados de pratos de culinária sofisticados, opções não vão faltar.

Seguro de viagem para Xangai

O seguro de viagem não é algo obrigatório para os brasileiros entrarem na China, mas não quer dizer que não vale a pena ter a disposição em uma viagem para o outro lado do mundo.

Afinal, o seguro de viagem pode ser uma opção para fazer com que a sua permanência na cidade seja muito mais tranquila e confortável, já que esse serviço pode lhe oferecer uma série de auxílio mesmo no exterior.

Por exemplo, você poderá contar com atendimento médico e assistência de bagagem, evitando qualquer tipo de imprevisto.

Pontos turísticos de Xangai

Dentre os pontos turísticos de Xangai temos:

  • Templo Yufo (com a estátua do buda de jade)
  • Torre Jing Mao
  • Museu de Xangai
  • Mercado de plantas e animais
  • Parque Hongkou
  • Aquário de Xangai
  • Shopping de Rua Nanjing Road
  • Edifício Shimao International Plaza
  • Rio Huangpu
  • Dongtan (cidade sustentável)
  • Templo dos Deuses da Cidade (Cheng Huang Miao)
  • Jardim das Nuvens Púrpuras (Qui Xia Pu)
  • Pagoda Long Hua
  • Templo da Serenidade (Jing Am Si)
  • Entre outros…

Finalizando

Se for possível, aproveito um período de estudos na China para conhecer o país com mais calma e por completo. Nesse artigo trazemos todas as informações de como tirar visto de estudante para a China.

Se você conhece Xangai a turismo ou a negócios e quiser compartilhar seu conhecimento com o blog Vida de Turista, por favor, deixe seu comentário.

Grande abraço e até o próximo post!

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

4 comentários em “Viagem para Xangai na China
  • 03/08/2008 em 00:39
    Permalink

    Ae Thiago, beleza??
    Valeu pela mensagem no blog e pelos parabéns!!
    Espero que volte mais vezes para visitar o blog, farei o mesmo com o teu!!
    Já comecei a escrever sobre Barcelona, mas falta muita coisa legal ainda!!
    Boa semana e muita paz sempre!!
    Valeu, Michel
    http://www.rodandopelomundo.com

    Resposta
  • 03/08/2008 em 18:43
    Permalink

    Não há de que Michel.
    Com certeza quero passar lá pra ler sobre os posts de Barcelona que você colocar.
    Qualquer coisa que precisar, só falar.
    Abraço!

    Resposta
  • 30/05/2009 em 16:34
    Permalink

    Oi Thiago.
    Que bom receber sua visita. Fico feliz que tenha gostado do blog. Viajo bastante e ultimamente tenho me dedicado a guardar a memória dos lugares por onde passo no blog.
    Já visitei seu blog também . Gostei demais. Vou anotar nos meus favoritos pois ainda não fiz o blogroll.
    Valeu!!!
    Claudia

    Resposta
  • 31/05/2009 em 11:56
    Permalink

    Legal Cláudia..
    Com certeza essa sua experiência em viagens vai ajudar muita gente a realizar sua viagem também..
    Abraço..

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat