BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Turismo em Myanmar: Dicas e fatos sobre a antiga Birmânia

Olá pessoal, hoje vamos falar sobre um destino pouco conhecido, mas que vinha se destacando antes da pandemia, que é o Myanmar, também conhecido como antiga Birmânia.

Vamos falar um pouco sobre a sua história, porque você deve levar ele em consideração para a sua próxima viagem pós-pandemia e seus principais pontos turísticos.

Onde fica o Myanmar?

O Myanmar encontra-se localizado no Sudeste Asiático e faz fronteira com China, Bangladesh, Laos, Índia e Tailândia. Os seus países vizinhos têm uma rota turística que faz o maior sucesso. Mas por que você nunca ouviu falar do Myanmar?

A história do Myanmar é bem sofrida, visto que por quase cinquenta anos foi governado por líderes militares. Apenas em 2012, após a queda desse regime ditatorial, é que finalmente o país pôde abrir suas portas para receber turistas.

Ainda hoje há resquícios das condutas ditatoriais como, por exemplo, a prática do bloqueio de internet, que muitos países do oriente adotam para controlar o fluxo de informações aos quais os seus usuários possuem acesso.

Eles acabam negando a conexão com determinados aplicativos e plataformas como o WhatsApp, Skype, Twitter, Facebook, etc, ou limitando a banda larga disponível para a população.

Adotar uma VPN (Rede Privada Virtual) pode ser uma alternativa para este problema, pois ela serve tanto para proteger as suas informações nas redes, quanto para evitar esses bloqueios, conforme explicado por VPNOverview. Assim, ao viajar para estes locais, você não tem esta dificuldade.

Vale a pena traçar um roteiro para a antiga Birmânia?

Mesmo sendo um país subdesenvolvido, Myanmar é um verdadeiro diamante e não à toa que foi um dos destinos mais procurados antes da Covid-19 e promete seguir com este desempenho pós-pandemia.

Sua população é muito acolhedora, com diversidade étnica, paisagens extraordinárias, culinária diversa e muita espiritualidade.

Agora que você já conhece o mínimo da história, pode ser que tenha se animado para planejar a sua próxima viagem escolhendo este destino.

Então vamos listar alguns locais interessantes para você adicionar à sua rota e informações básicas que você precisa saber antes de viajar.

Muitos turistas preferem os meses de outubro a fevereiro para conhecer o Myanmar, pois é quando o clima está seco e a temperatura agradável.

Documentos para viajar ao Myanmar

  • Passaporte: O documento é obrigatório e é necessário ter pelo menos 6 meses de validade.
  • Comprovante de vacinação: Tem que estar em dia, principalmente a vacina da Febre Amarela. Não sabemos ainda sobre os rumos pós-pandemia, pode ser que futuramente exija o comprovante de vacinação contra COVID-19.
  • Também é necessário ter em mãos o visto consular. Maiores informações sobre o visto de turismo para o Myanmar podem ser consultadas no site do Itamaraty.
  • Além disso, é mais do que recomendável viajar com um seguro de viagem para o Myanmar, já que é um país desenvolvido, se precisar de apoio hospitalar, terá acesso aos hospitais privados. Uma dica são os seguros de viagem da Seguros Promo.

Moeda do Myanmar

A moeda utilizada no Myanmar é o Kiat, correspondente a 0,0039 do Real brasileiro. Essa é uma moeda que dificilmente o turista consegue trocar aqui no Brasil.

Nesse caso, a indicação é levar dólar dos Estados Unidos (ou então o Euro) e de preferência em espécie, visto que, é difícil encontrar lugar para saques e nem todos os estabelecimentos aceitam cartões de crédito.

Um dos bons lugares para fazer a troca de câmbio no Myanmar é no aeroporto de entrada. O principal aeroporto do Myanmar é o Aeroporto Internacional de Mandalay.

O que fazer no Myanmar

Agora vamos ver sobre os principais pontos turísticos do Myanmar, suas principais cidades e o que você deve levar em consideração na viagem.

O que fazer em Bagan

Bagan é a cidade dos templos. Ela possui mais de 3000 locais sagrados espalhados entre as montanhas. Pode-se passear a pé, de táxi, charrete, bike e até de balão.

Sua culinária é composta por comida birmanesa, indiana, tailandesa, etc. Os hotéis variam de luxuosos aos mais rústicos.

O que fazer em Nyaungshwe

Vamos de barco agora? É que em Nyaungshwe, o principal ponto turístico é sem dúvida é o Inle Lake.

Tranquilo e rodeado por pequenas vilas, o Lago Inle com seus pescadores Intha, que remam com os pés, é a principal atração da cidade.

Há também possibilidades de fazer passeios de balão ou bike. A culinária é simples e diversificada, mas muito saborosa.

O que fazer em Yangon

Yangon é a antiga capital do país. É o local onde está situado o Pagode de Shwedagon que atrai pessoas pertencentes ou não ao budismo. A sua construção feita em ouro maciço fascina qualquer um.

Lá também há mercados de rua, onde tudo acontece simultaneamente e o Museu Nacional de Myanmar, onde se pode aprofundar mais sobre a cultura birmanesa.

O Pagode de Shwedagon é um dos lugares para fazer turismo em Myanmar
O Pagode de Shwedagon é um dos lugares para fazer turismo em Myanmar

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Finalizando

Como você viu, o Myanmar é um destino que vem atraindo a atenção dos turistas desde que seu regime ditatorial acabou sendo abolido.

Desde então, o turismo veio criando forças, o que permite os turistas que gostam de conhecer lugares diferentes a encher os olhos (e também os álbuns de fotos de viagem) com templos, monumentos e uma cultura riquíssima milenar.

Lembre-se da importância de estar com proteção com um seguro de viagem para a Ásia antes de viajar para o Myanmar. E se precisar de maiores informações, não deixe de colocar a sua mensagem abaixo.

Por sinal, agora queremos ouvir a sua opinião. Você já tinha ouvido falar do Myanmar antes? Qual cidade do Myanmar você ficou com mais vontade de conhecer? Deixe abaixo o seu comentário!

Abraço e até o próximo post!

Avatar
Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat