BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Melhores lugares para praticar slackline no Brasil

Hoje vamos falar sobre os melhores lugares para praticar slackline no Brasil, aquele esporte para quem gosta de ficar na “corda bamba”.

A verdade é que o slackline é uma atividade divertida e que promove muito o equilíbrio, fortalece os músculos e desafia os participantes, com modalidades distintas que pode ser praticada em diversos lugares, inclusive na sua própria casa.

Porém existem lugares que são especiais para a prática e neste artigo você vai conhecer os melhores lugares para praticar slackline no Brasil!

Vamos falar também sobre as modalidades de slackline, os benefícios que essa atividade propõe ao praticante e dicas para praticar slackline de maneira segura.

Aproveite o texto para conhecer cenários incríveis para a prática do esporte, muito realizado por fãs da natureza.

Por que fazer slackline?

O esporte ficou bastante famoso pela sua versatilidade e conquistou diversos adeptos pelo mundo.

Seja em praias ou parques, você com certeza já observou alguém em cima de uma fita praticando essa atividade e proporcionando benefícios para a própria saúde.

É um esporte que promove principalmente o equilíbrio utilizando a força corporal para se equilibrar em cima da corda. A fita estreita presa entre dois pontos fixos melhora a postura e ainda treina o corpo todo.

O esporte pode ser realizado por adultos e, em diferentes níveis, até por crianças também.

A corda fina feita de nylon proporciona estabilização da sua força nos músculos por ser flexível e estar afastada do chão. Ou seja, a prática na corda é muito dinâmica e traz benefícios diversos pelo seu constante balanceamento.

O praticante dá o movimento e equilíbrio contínuo para a fita, combinando o exercício com a concentração, estimulada pela coordenação para se manter em cima dessa fita.

Ele é ideal para ganhar força muscular, flexibilidade, coordenação motora e criar consciência corporal. Tudo isso com esse esporte que caiu no gosto dos brasileiros como mais uma opção de lazer.

Para finalizar a lista de benefícios, vale dizer que a sensação de se equilibrar nessa atividade física fica ainda melhor se praticado em pontos turísticos famosos do Brasil, mesmo aqueles lugares mais difíceis, onde o desafio aumenta e as manobras ficam cada vez mais divertidas.

Praticar slackline traz muitos benefícios
Praticar slackline traz muitos benefícios

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Quais os tipos de slackline que existem?

Mesmo parecendo ser apenas uma corda esticada e presa a dois pontos fixos, vale dizer que o no slackline existe várias modalidades. Veja abaixo qual você prefere praticar:

  • Longline
  • Trickline
  • Highline
  • Waterline

Slackline Longline

A modalidade longline tem um comprimento de fita maior, chegando até 40 m. Ou seja, seu percurso é mais longo e exige mais força muscular, além de aumentar o nível de dificuldade.

Slackline Trickline

A vertente trickline é uma das mais praticadas do mundo e ainda mais radical, onde são executadas manobras, saltos e truques de giro em cima da corda. Logo, exige bastante prática.

Slackline Highline

O slackline highline é aquele praticado em grandes alturas. A fita é esticada em montanhas, prédios, penhascos etc. Obviamente, o desafio aumenta, assim como a dificuldade da modalidade.

Além do desafio físico exige um desafio mental e muita prática, além de conhecimento da atividade alpinismo para saber manusear os equipamentos de suporte.

Slackline Waterline

A modalidade waterline é aquela praticada em cima da água, a mais refrescante e com menos risco de lesões, porque você cai em piscinas, praias ou mesmo rios que amortecem a queda.

Quais os tipos e modalidades de slackline que existem?
Quais os tipos e modalidades de slackline que existem?
Cupom desconto viagem

Como escolher um lugar para praticar slackline?

Existem ao menos 4 pontos para você levar em consideração na hora de escolher um lugar para praticar slackline:

  • Pontos de apoio da corda
  • Distância da cidade
  • Apoio técnico
  • Paisagem

Considerando que a fita é o fator determinante para a prática, você deve escolher lugares que possuem pontos para prender a corda em segurança.

Deve considerar se a corda vai ser presa em postes, árvores, pedras, prédios, muros, montanhas, em cima d’água, entre tantos outros fatores.

Lugares famosos muitas vezes já possuem pontos para prender a corda, portanto vale considerar esses lugares, principalmente quando o lugar escolhido vai exigir maiores desafios, seja pela altura, distância e tudo mais.

Outro ponto a ser levado em consideração é se o lugar é muito afastado da cidade.

Considerando que esse é um esporte que exige do praticante esforço físico e equilíbrio, acontecendo naturalmente quedas, caso precise de apoio médico, a distância até a cidade para ser atendido em hospitais ou farmácias para ajudar na recuperação.

O apoio técnico é um fator determinante em lugares mais perigosos para a prática. Se você tiver apoio de uma agência de viagens local ou de uma empresa de esportes de aventura, receberá dicas preciosas para curtir o passeio em segurança.

Por último, mas não menos importante, nada melhor do que praticar o slackline em lindas paisagens, que podem ser montanhas, praias, campo, rochas, rios, praças e tudo mais.

A paisagem do lugar é aquele fator motivacional e que faz você ficar horas em cima da corda sem perceber o tempo passar.

Quais os melhores lugares para praticar slackline no Brasil?
Quais os melhores lugares para praticar slackline no Brasil?

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

8 dicas de lugares para praticar slackline no Brasil

Agora vamos ver as dicas de 8 lugares para praticar o slackline no Brasil ao ar livre, trazendo informações para você saber como chegar na cidade, onde ficar hospedado e todas as informações necessárias para viajar rumo a um destino incrível e ainda se divertir com esse esporte.

Slackline em Caeté (MG)

O slackline precisa de estrutura apropriada e o Canela de Ema Adventure Park proporciona a segurança necessária para o ecoturismo dos atletas.

Faça essa atividade outdoor com treinamento em parques ou praças com um atendimento personalizado. Próximo a Belo Horizonte, agende a sua aventura no Canela de Ema, quando estiver em Barão de Cocais ou Caeté.

O parque Canela de Ema inclui essa modalidade oferecendo o equipamento necessário e monitores sempre por perto. A reserva ambiental permite a contemplação da natureza no município de Caeté, a apenas 80 km de Belo Horizonte.

Portanto, morando em BH ou marcando passagem pela cidade, aproveite esse lugar energizante e pratique slackline em Minas Gerais, uma experiência maravilhosa para se desenvolver com uma linda vista do meio ambiente.

Há dois caminhos para chegar ao parque saindo de Belo Horizonte: pela MG 262 e passando por dentro de Sabará para seguir rumo a Caeté ou pela BR 381 até o trevo de Barão de Cocais para seguir por uma estrada de terra que leva ao sentido Caeté.

Chegando de outro estado, desembarque no aeroporto de Confins, em BH. Demora pouco mais de uma hora de carro para chegar ao destino.

Para esticar o período no município de Caeté, hospede-se em hotéis como o Tauá Hotel ou na Pousada e Restaurante Victorios. Já em BH, as opções de hotel são o Hotel Fasano Belo Horizonte ou Royal Boutique Savassi Hotel.

Slackline no Parque do Ibirapuera (SP)

É possível praticar o slackline no Ibirapuera se você for paulista ou estiver de passagem por São Paulo no maior parque da capital.

Fato é que a capital paulista tem o Parque do Ibirapuera como um dos mais amplos espaços para a prática do slackline.

Os atletas paulistas se reúnem na entrada dos portões 5 e 6 para realizar o esporte, um local arborizado para esticar a corda tendo como base as árvores.

Existem regras para a prática no Parque Ibirapuera, já que a modalidade se expandiu tanto em São Paulo que foi criado o Slack Park, para que árvores não sejam danificadas com a atividade.

Agora todos podem aproveitar o parque prendendo o equipamento em uma área com árvores mais grossas e específicas para a prática, esticando a sua fita para curtir o Ibirapuera montando o seu kit com segurança.

O parque está localizado na zona sul de SP, perto do centro e do aeroporto de Congonhas. Logo. Para chegar até o Ibirapuera, você pode ir de metrô, sendo que a estação mais próxima é a AACD-Servidor, na linha 5-lilás.

Se você vier de fora de São Paulo, a dica é ficar hospedado nos hotéis próximos ao parque, como o Brazilodge All Suites Hostel ou no Grand Mercure.

Slackline na Lagoa Rodrigo de Freitas (RJ)

Um dos pontos turísticos mais visitados do Rio de Janeiro, a Lagoa Rodrigo de Freitas também marca presença para a prática do slackline.

A Lagoa já é uma ótima experiência de passeio por si só, mas traz essa opção de atividade para quem gosta de se exercitar no RJ. O visual é tão incrível quanto o das praias e você ainda relaxa olhando para a Lagoa.

Ela fica localizada na Zona Sul da capital e distante 22 km do aeroporto Galeão. Então, se hospede próximo a esse cartão postal da cidade e pratique a modalidade.

A Zona Sul carioca é a mais indicada para turistas se hospedarem, com bairros próximos como Ipanema e a famosa Copacabana, sendo as sugestões os hotéis Mar Palace Copacabana Hotel e o Bossa Nova Ipanema Hotel.

Quem prefere o espírito mais boêmio da cidade, pode ficar no Centro mesmo, embora esteja um pouco mais distante do local da prática. A dica é o Hotel Atlântico Prime e o Days Inn by Wyndham.

O Rio de Janeiro traz belas paisagens e opções para a atividade ser praticada nas praias cariocas também.

O Rio All Sports oferece aulas de slackline em diversos locais, pelo litoral mais famoso do Brasil até o Aterro do Flamengo, um amplo espaço para dar os primeiros passos no esporte.

Slackline na Praia Mole (SC)

A Praia Mole está localizada em Florianópolis, Santa Catarina, e é mais um local para a prática do slackline no Brasil.

Esse local é ideal para curtir o visual fazendo manobras na areia fofa. É um point dos atletas e diverte turistas passando por Santa Catarina também.

Ande em cima da fita de nylon na Praia Mole, uma praia ao leste na Ilha de Florianópolis, aproveitando a natureza e esticando a sua corda entre duas árvores em algum canto da extensão de 960 metros da praia.

O lugar também é o ponto ideal para a prática do surf e parapente, por causa das condições geográficas. Curta a praia no verão e divirta-se com a agitação do local.

Para chegar à Praia Mole, saiba que ela está localizada a 15 quilômetros do centro de Florianópolis e a 27 quilômetros de Canasvieiras, outra praia muito cobiçada ao norte da ilha.

Vindo de longe, desembarque no aeroporto Hercílio Luz, ao sul de Florianópolis. As hospedagens próximas à Praia Mole são hostels – frequentado por jovens – mas há hotéis e pousadas confortáveis, como o Selina Floripa ou a Pousada Vento Forte.

Slackline no Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek (DF)

Em Brasília, o Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek é um parque multiuso e um dos maiores parques urbanos do mundo.

Localizado na Asa Sul, há vários lagos artificiais e quadras, possuindo 420 hectares. Ou seja, é o cenário perfeito para praticar o slackline.

Esse parque é uma das principais áreas de lazer da capital, por isso reúne os praticantes de esporte outdoor diversos. O parque é imperdível para quem está por Brasília e sua estrutura é excelente.

Além desse ponto, o Lago Paranoá também é famoso para quem prefere os esportes aquáticos, ou seja, para os adeptos do waterline.

Se você pretende passar uns dias no Distrito Federal e é praticante do slackline, fique hospedado em hotéis como o Hotel Brasil 21 Suítes ou então o Hotel Econotel.

Slackline na Praia de Iracema (CE)

O Nordeste está presente nessa lista de lugares para praticar slackline no Brasil com a sua representante sendo a Praia de Iracema, no Ceará.

O aterro da Praia de Iracema é ótimo para atletas e um belíssimo espaço de convivência. Uma das mais bonitas praias perto da região hoteleira de Fortaleza, sendo perfeita para a prática esportiva, incluindo o slackline.

Fique até o pôr-do-sol e curta a extensão da praia para esticar a sua corda escolhendo alguns dos coqueirais da região.

A Praia de Iracema é muita propícia para esse esporte, então aproveite a orla da Avenida Beira-Mar e pratique na areia para amenizar as quedas.

Chegando de longe, desembarque no aeroporto de Fortaleza e alugue um carro para curtir toda a orla urbana da cidade, ou então pegue um táxi/uber, considerando que são 10 km de distância do aeroporto.

Fique hospedado na Praia de Iracema mesmo, onde não faltam acomodações de qualidade na grande área hoteleira da cidade, como é o caso do Hotel Sonata, no Ibis Budget ou no Portal da Praia Hotel.

Slackline na Costa do Sauípe (BA)

Costa do Sauípe é um local muito famoso na Bahia, principalmente pelo Resort Costa do Sauípe, e que oferece a prática do slackline. A experiência em meio à natureza incrível é possível fazendo a sua reserva no serviço all inclusive.

O resort está localizado no distrito de Sauípe, Litoral Norte da Bahia, a 76 km de distância da capital baiana e próximo do Aeroporto Internacional de Salvador.

O Costa do Sauípe se destaca pela beleza e diversão inclusa em um perfeito destino de férias, com serviços disponíveis na praia e pronto para famílias do Brasil inteiro curtirem todo o lazer.

Além do slackline, os centros esportivos têm inúmeras atrações, aproveitando o cenário paradisíaco da praia com piscinas naturais e se aventurar por esportes radicais.

Se você for até Camaçari, estará bem próximo da Costa do Sauípe. Apenas uma hora de distância de carro separa a cidade do complexo de resorts, em 71 km pela rodovia BA-099 ou 80 km pela BA-531.

Já Feira de Santana, por exemplo, está a aproximadamente 186 km. O trajeto de carro também é tranquilo, mas dura quase 3 horas. Mesmo assim, as paisagens do litoral baiano compensam o tempo maior na estrada.

O slackline está disponível à beira-mar, então pegue sol nas praias e se exercite da melhor forma com esse esporte completo e as mordomias da hospedagem all inclusive.

Slackline em Vitória (ES)

A capital capixaba também tem praias em que você pode esticar a sua corda e fazer acrobacias.

Inclusive, existe uma página do Facebook chamada Slackline Espírito Santo que você pode acessar por esse link onde reúne quem estiver interessado em entrar nesse grupo de praticantes nas terras do Espírito Santo.

Pratique em praias, como Camburi e Curva da Jurema, ou então nos parques de Vitória. Em Guarapari ou na Praia da Costa, em Vila Velha, também é possível praticar o trickline. Até mesmo é possível fazer a travessia da modalidade highline na Ponte da Passagem, em Vitória.

Mas você também pode fazer as manobras mais próximas ao chão ou areia mesmo esticando a sua fita nos locais turísticos do Espírito Santo e aproveitando o litoral de maneira mais tranquila

Guarapari é um lugar muito procurado por turistas e próximo a Vitória. Escolhendo passar alguns dias de férias em Vitória, você pode ir de avião e desembarcar no Aeroporto Eurico de Aguiar Sales, a aproximadamente 15 minutos das melhores áreas para se hospedar.

Esticando até Guarapari, o balneário mais famoso do estado, são 58 km de estrada a partir da capital. Curta na época de verão e alugue uma casa para temporada ou fique em hotéis e pousadas com boas avaliações, como o Hotel Diamantina ou a Pousada Doce Vida.

Quais os cuidados para praticar slackline?
Quais os cuidados para praticar slackline?
Grupo de desconto de viagem

Cuidados necessários para praticar slackline no Brasil

Agora que você já sabe como é divertido viajar e ainda curtir esse esporte, veja o que é preciso garantir para experimentar o slackline no Brasil com toda a segurança.

Saiba mais sobre o equipamento, sobre treinamento, dicas para procurar um acompanhamento caso não esteja familiarizado ainda com o esporte e, a partir dessas informações, aproveitar bastante o passeio.

Seguro de viagem

Garanta o seu seguro de viagem para turismo esportivo para praticar com segurança e sem preocupações a mais enquanto estiver viajando.

Isso porque o esporte de aventura exige uma maior responsabilidade e as coberturas do seguro permitem que você seja atendido caso ocorra algum acidente em meio à atividade esportiva.

Sugerimos o site Seguros Promo para realizar uma cotação e uma viagem muito mais segura com um plano contratado.

Condicionamento físico

O slackline precisa de um condicionamento físico bom para manter os joelhos semi-flexionados e possibilitar o equilíbrio em cima da fita com os braços abertos.

Embora a prática já fortaleça o corpo, principalmente o abdômen e os membros inferiores, é um esporte radical e é uma atividade física executada se equilibrando em cima de uma fita estreita.

Logo, mesmo que você esteja extremamente ansioso para começar a realizá-la, recomendamos que comece com alguma outra atividade que dê a preparação física necessária para não ter que encarar lesões mais à frente.

Outra opção é começar nas areias das praias ou em parques, na grama. A queda amortece e o visual é incrível ao ar livre também. Esteja cheio de adrenalina para ser um esportista, mas inicie com orientações e equipamentos corretos.

Alimentação

É iniciante em esportes de aventura e no slackline no Brasil? Faça uma alimentação leve para estar preparado para a atividade.

Além de preparar o corpo com exercícios anteriores, consuma alimentos que tenham um papel para a restauração da energia e deixando o organismo recuperado depois do treino.

Cada alimento tem a sua função, por exemplo, carboidratos são indicados para consumo antes de iniciar a prática, fornecendo a energia adequada. Já as frutas e verduras garantem as vitaminas, além de ajudarem na hidratação.

Psicológico

Os esportes radicais desenvolvem atributos psicológicos, trazendo benefícios para a mente e para o corpo e não seria diferente com o slackline.

O slackline melhora o equilíbrio e também influencia novos hábitos saudáveis, ativando a concentração durante a atividade.

Apesar de ser apenas lazer para muitos, é desafiador se manter em pé na fita e exige uma determinação do praticante bem mais intensa do que em outros esportes.

Importante você saber que vai cair, vai cansar, vai se desafiar e, portanto, pode se machucar, estando com isso preparado na mente: caiu, levanta!

Equipamentos

Saiba quais os equipamentos essenciais utilizados na atividade para praticar o slackline no Brasil:

  • Fita;
  • Catraca (equilibra a tensão da fita);
  • Sling de ancoragem (mantém a segurança do praticante);
  • Equipamentos de segurança (joelheiras e capacetes são recomendados);
  • Protetores de árvores (proteja a integridade da casca da árvore onde será instalado o equipamento);
  • Slackbag (bolsa para guardar os equipamentos).

Todos os slacklines ancorados em árvores precisam da proteção adequada para elas e as próprias não devem ter o diâmetro de menos de 30 centímetros.

As fitas também não devem obstruir caminhos, portanto estique o equipamento em um lugar permitido.

Acompanhamento de guias

Algumas instruções são básicas, como amarrar bem a fita em extremidades com resistência e em um lugar seguro.

Outras características precisam da supervisão de um guia ou professor especializado, que vão além da colocação das fitas ou que envolvem riscos de queda.

Os guias ajudar como manusear a catraca, que absorve grande quantidade de energia e necessita de muito cuidado para não prender os dedos na engrenagem.

Se você for praticar o slackline em modalidades mais intensas, a atenção com a atividade impõe a busca de orientações.

O esporte pode parecer superseguro, mas a montagem da fita e todo o seu kit precisa de cuidados, onde todo o apoio profissional ajuda nesse caso.

Treinamento necessário

Você pode procurar centros de treinamento mais próximos da sua cidade para aprender mais a fundo como praticar o slackline, porém no geral não tem segredo.

Comece pelo básico, sem executar saltos, e vá aumentando o seu nível com supervisão e muito treino! A repetição cria consciência corporal e o treinamento leva a evolução aos poucos.

Escolha uma escola ou viaje para um lugar que tenha esse acompanhamento para curtir as suas férias com um baixo risco de acidentes e muita base para o aprendizado.

Conclusão

Agora que você aprendeu mais sobre o slackline no Brasil, compre o seu kit de slackline e viaje para um dos destinos que indicamos no texto.

Como você viu, os cuidados básicos são necessários, seja iniciante ou profissional, aproveite se equilibrando ou fazendo várias manobras praticando as modalidades da atividade.

Faça você também a sua evolução nas vertentes do slackline no Brasil, tenha uma fita em mãos e aproveite esse esporte cada vez mais conhecido.

Aumente a sua coordenação motora e usufrua de todos esses outros benefícios para o corpo ao ar livre.

Encontre o seu equilíbrio e usufrua de todos os benefícios desse esporte que ficou muito popular e se encaixa em diversos ambientes.

Seja amador ou profissional no esporte, descubra onde essa prática já tomou conta em cidades brasileiras e estique a sua fita a três metros do chão!

Agora que você sabe onde praticar o slackline no Brasil, que tal descobrir lugares para realizar o stand up paddle também? Qualquer esporte ao ar livre é libertador!

Abraço e até o próximo post!

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat