BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

As belezas naturais da África do Sul

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Olá galera, aqui é a Jessica Bonillo continuando a nossa série de artigos do tempo que fizemos intercâmbio em Cape Town. Dessa vez trouxe informações sobre as belezas naturais da África do Sul.

A África do Sul é um país lindo, extremamente rico quando o assunto é beleza natural e, mesmo passando 6 meses por lá, ainda havia muito o que explorar (o que utilizo até hoje como uma maravilhosa desculpa para voltar).

Vou contar aqui um pouco do que vivi, do meu olhar, ao redor de Cape Town e algumas viagens que fiz fora da cidade para explorar as belezas naturais da África do Sul.

Vamos falar sobre a Table Mountain, sobre o Cabo da Boa Esperança, sobre Boulders Beach e sobre a Garden Route, entre tantos outros lugares e dicas de que só quem vivenciou a África do Sul de perto pode falar.

Table Mountain

Vamos começar falando da gigante Table Mountain, que comentei brevemente em meu primeiro post aqui uma das sete maravilhas naturais do mundo. Adianto que a experiência de conhecer esta montanha é realmente inesquecível.

Ícone na cidade, a Table Mountain pode ser vista de muitos pontos diferentes e, ao redor de Cape Town, é possível se deparar com “molduras” que enquadram a montanha.

As molduras foram criadas para que as pessoas possam tirar suas fotos com a gigante emoldurada, como em um cartão postal. Um dos pontos mais conhecidos em que as molduras amarelas podem ser encontradas é no V & A Waterfront.

A Table Mountain tem mais de 1.000 metros de altura e aproximadamente 3.000 metros de extensão. Gigante!

É possível acessar a Table através de trilhas ou de teleférico, com um bondinho giratório que faz com que a experiência da subida seja ainda mais incrível.

“Visitei a Table com meus amigos árabes que também não haviam subido até então e, nesse sentido, foi ótimo ver que a perplexidade não era só minha, eles também estavam impressionados com tamanha beleza.”

Subimos em um dia super ensolarado e com pouco vento (algo raro em Cape Town), o que permitiu que aproveitássemos ainda mais.

Venta tanto na Cidade do Cabo que, se você tiver poucos dias de viagem, recomendo que faça a visita a Table logo na primeira oportunidade sem vento, pois quando o vento está muito forte, o serviço do teleférico é interrompido, por segurança.

Para utilizar o bondinho da Table Mountain, adultos pagam 360 Rands ida e volta pela manhã e 300 Rands na parte da tarde. Para estudantes, o valor é de 180 Rands.

Em ambos os casos (e também para crianças), é possível comprar o ticket “One Way” que é mais barato e dá direito à subida e aí você pode descer através de uma das trilhas.

>> Leia também: 8 dicas práticas para uma viagem para Cape Town

Nenhuma foto é capaz de representar a beleza da vista de cima da Table Mountain
Nenhuma foto é capaz de representar a beleza da vista de cima da Table Mountain

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Cape Point / Cape of Good Hope

Lembra das aulas de história que falavam sobre o Cabo da Boa Esperança? Pois lá é mais um ponto de destaque das belezas naturais da África do Sul. Fica localizado aproximadamente a 70 km de Cape Town.

Existem algumas alternativas para visitar Cape Point e Cape of Good Hope que vamos comentar a seguir:

  • Ônibus vermelho: transporte turístico presente em várias cidades do mundo, o Hop On Hop Off também está presente em Cape Town e tem rotas que incluem Cape Point, Cape of Good Hope e Boulders Beach, a praia dos pinguins! Para saber melhor sobre as rotas e valores, você pode acessar o site oficial: https://www.citysightseeing.co.za/en/cape-town
  • Uber: o aplicativo também está presente na África do Sul e funciona super bem. Porém uma corrida de ida e volta totalizando aproximadamente 140 km não deve sair tão barata (não testei), mas dividindo com amigos, fica mais viável. Existe também a possibilidade de você, em uma das corridas mais curtas, fazer amizade com um motorista e fechar o passeio por um valor fixo, fora do aplicativo, por sua conta e risco.
  • Alugar um carro: brasileiros fazem o aluguel de carro em Cape Town tranquilamente nas locadoras, que não exigem a carteira de motorista internacional, ou seja, a nossa é válida. Para dirigir, o próprio consulado sul-africano no Brasil me recomendou que eu tivesse, pelo menos, uma tradução juramentada da minha habilitação, para evitar transtornos, mas é bem comum brasileiros dirigirem só com a nossa CNH comum lá.

“Minha opção para visitar Cape Point foi alugar um carro com amigos, ótima alternativa em relação a custo-benefício, já que queríamos aproveitar o dia para conhecer outros lugares.”

Um ótimo site que faz o aluguel de carro pela internet é o site da Rentcars, no qual ele faz a consulta em várias locadoras da cidade e permite a reserva on-line e pagamento somente no dia da retirada do carro.

>> Clique para fazer consulta de aluguel de carro

Cape Point é uma das belezas naturais da África do Sul
Cape Point é uma das belezas naturais da África do Sul

Quem dirigiu na mão inglesa foi meu querido amigo da Síria, com sua carteira de habilitação internacional.

A própria ida pode render paisagens espetaculares, caso você opte em pegar estrada pela Chapman’s Peak Drive, uma estrada cheia de curvas que tem a montanha Chapman’s Peak de um lado e o Oceano Atlântico de outro. Lindo!

Para entrar no parque é necessário pagar entrada que, em épocas de alta temporada na África do Sul custa 320 Rands por pessoa. É sempre bom dar uma conferida no valor através do site oficial: https://capepoint.co.za/visitor-info/.

Entrando no parque, você estaciona o carro e percorre algumas trilhas a pé que levam ao Cape Point e também ao Cape of Good Hope e, em cada parte do caminho, é possível ver um cenário digno de contemplação absoluta.

>> Leia também: 13 opções de festas e baladas em Cape Town

Boulders Beach

A praia de Boulders Beach é famosa por ser uma reserva natural de pinguins. Sim, pinguins lindos que ficam na areia junto com os banhistas.

Visitei a Boulders Beach no mesmo dia em que conheci Cape Point, já que ambos os locais estão na mesma rota e a praia dos pinguins foi, sem dúvidas, um dos pontos extremamente marcantes para mim na África do Sul.

Minha viagem para a África do Sul teve um ano de planejamento e envolveu muita abdicação durante esta fase para viabilizar o plano.

Durante estes 12 meses, eu pesquisei muito, li, assisti vídeos e a Boulders Beach era um dos locais que eu mais queria conhecer.

Faltando poucos dias para embarcar, eu literalmente sonhei com a praia e os pinguins de Boulders Beach. Foi um sonho com uma sensação deliciosa, de felicidade intensa e, adivinha? The dream come true – o sonho se realizou!

Imprevistos acontecem

No dia de conhecer a praia de Boulders Beach eu acordei bem cedinho e após terminar o banho eu escorreguei, caí, bati a cabeça e machuquei muito o pulso.

Pensei em desistir de ir naquele dia, poderia visitar em outro momento, mas queria aproveitar para ir com a grande e querida turma que iria aquele dia.

Além disso, tinha combinado de alugar o carro na África do Sul junto com o meu amigo Sírio. Fui com o pulso machucado mesmo. Ainda bem!

>> Leia também: Como são calculados os fusos horários

Continuando a aventura

Chegamos na Boulders depois de já ter ido para Cape Point e, àquela altura do campeonato, meu pulso já estava doendo muito mais, mas eu não queria deixar de aproveitar.

Pagamos a entrada e pisamos na areia. Eu não me continha de felicidade de estar ali com os pinguins.

Estava com uma blusa enrolada no braço, tentando imobilizá-lo para minimizar a dor e por causa disso, não queria entrar no mar.

Estar pertinho dos pinguins já era incrível. Foi aí que um dos colegas me convenceu que a água fria ajudaria a reduzir a dor. Fui e novamente: ainda bem!

Os pinguins estavam nadando lado a lado com a gente, o dia estava lindo, eu estava com amigos e a experiência foi completa. A sensação de felicidade que tive no sonho pré-viagem foi superada.

Felicidade imensa de estar com os pinguins na Boulders Beach
Felicidade imensa de estar com os pinguins na Boulders Beach

A ida ao médico

Para concluir a história do pulso machucado, depois de passar o dia inteiro passeando, fui para o hospital na África do Sul, lá pelas 20 h.

O médico me perguntou que horas eu havia caído e quando eu respondi “mais ou menos 7h da manhã”, ele arregalou os olhos e me perguntou por que eu só estava indo para o hospital naquele momento. Well, dear doctor… Rs.

Detalhe: estávamos às vésperas do Réveillon na África do Sul e, apesar de não ter quebrado o pulso, o estrago foi grande, o que me rendeu o braço engessado e medicamentos.

“Nessa hora é que vemos a importância de ter um seguro de viagem para cobrir despesas médicas, hospitalares e de remédio durante a viagem.”

Para encontrar um bom seguro, existem sites especialistas em seguro, como é o caso da Seguros Promo que faz a consulta de preços em várias seguradoras e comparação dos serviços.

>> Fazer consulta de preços de seguro de viagem

Confesso que a comunicação para pedir algumas coisas para o médico, em inglês, ainda como estudante do pré-intermediário, não foi fácil. Ainda mais que queria pedir remédios que me permitissem ingerir bebida alcoólica no réveillon! Rsrss.

Mas o objetivo estava claro e eu consegui beber no ano novo, segurando a cerveja com a mão direita e o braço esquerdo imobilizado. Histórias e perrengues de viagem que só quem viaja tem para contar.

Garden Route

Acredito que o tema de belezas naturais da África do Sul beira o infinito. São muitas as paisagens, praias, montanhas e lugares maravilhosos para conhecer.

A Garden Route é bem conhecida pelos turistas e passa por diversas cidades, oferecendo maravilhas pelo caminho e a cada parada.

Tem pessoas que fazem o roteiro em três dias, mas caso você tenha mais tempo, recomendo estender a passagem por lá, para que possa ficar um pouquinho mais na cidade que você sentir mais afinidade, sem muita pressa.

A Garden Route é muito conhecida dos turistas
A Garden Route é muito conhecida dos turistas

West Coast

Outra rota que ganhou completamente meu coração foi West Coast que leva ao West Coast National Park, Shark Bay, Langebaan, Mykonos e outros pontos.

“Gostei tanto que fiz três vezes viagem para a West Coast!”

Dá para ir e voltar no mesmo dia se estiver de carro. As praias são lindas, ainda mais se você conseguir pegar um nascer do sol ou entardecer, que rendem fotos que nem essa abaixo.

>> Leia também: Planejamento de uma viagem de volta ao mundo

Pôr-do-sol em Mykonos na West Coast
Pôr-do-sol em Mykonos na West Coast

Cederberg

Uma dica preciosa que é pouquíssimo conhecida entre os brasileiros que vão para a África do Sul é Cederberg!

Cerderberg fica mais ou menos há 250 km de Cape Town e é uma viagem incrível para as montanhas, com muitas trilhas, céu completamente estrelado e paisagens de tirar o fôlego.

Lá eu tive a oportunidade de conhecer pinturas feitas por nossos ancestrais há mais de 5 mil anos atrás, momento especial que levarei para toda a vida!

As lindas montanhas e pinturas ancestrais de Cederberg
As lindas montanhas e pinturas ancestrais de Cederberg

Finalizando

Como você viu, a África do Sul possui muitos pontos turísticos que envolvem a natureza e poderíamos ficar dias falando sobre essas belezas aqui no blog.

Procuramos trazer as belezas naturais da África do Sul que tivemos a experiência de conhecer e aquelas que indicamos como passeios inesquecíveis para a sua viagem.

E antes de finalizar, só reforço a importância do seguro de viagem para Cidade do Cabo. Como você viu, imprevistos acontecem e você pode precisar de assistência médica quando menos espera.

Agora queremos ouvir a sua opinião. Qual desses pontos turísticos você ficou com mais vontade de conhecer? Deixe abaixo o seu comentário.

Abraço e até o nosso próximo artigo continuando nossas aventuras de viagem!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

  • Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem em resorts e hotéis de tirar o fôlego.
  • Para encontrar a passagem aérea com o menor preço do mercado, não deixe de consultar o site da MaxMilhas que consulta os preços em várias companhias aéreas!
  • Reserve diárias de hotel no mundo inteiro de maneira prática e segura no Booking.com, com opção de cancelamento grátis e sem precisar pagar antecipadamente!
  • Precisa de aluguel de carro? Na RentCars o pagamento é feito em reais, sem cobrança de IOF parcelado sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.
  • E não esqueça do seguro viagem. Na Seguros Promo você usa o cupom VIDADETURISTA5 e ganha desconto de 5% na compra.
  • Para os passeios, ingressos para tours, shows e entradas em museus você pode contar com a Get Your Guide em vários lugares do mundo.
  • Com o cupom VIDADETURISTA da América Chip você ganha 5% de desconto na compra de um chip internacional para viajar conectado o tempo todo.

Ao fazer uma compra com um parceiro através do blog recebemos uma pequena comissão. Ninguém paga a mais por isso e de quebra ajuda o blog a trazer sempre artigos e novidades atualizadas. Obrigado! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *