BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Centro-Oeste do Brasil

O Centro-Oeste brasileiro é uma região repleta de atrações que certamente agradarão aos mais variados estilos de turistas. A região conta com lindíssimas paisagens naturais, cidades cosmopolitas, cultura riquíssima e uma gastronomia deliciosa e cheia de sabor. Saiba mais sobre essa linda região a seguir:

Principais regiões turísticas do Centro-Oeste do Brasil

A região Centro-Oeste do Brasil é muitas vezes esquecida pelos viajantes quando o assunto é turismo no Brasil, o que é uma pena afinal, a região conta com diversas atrações incríveis e possui um enorme potencial turístico. A região é a segunda maior região brasileira em extensão territorial e também a menos populosa. Ela conta com quatro estados: Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Saiba mais sobre eles a seguir:

Goiás

O estado de Goiás, assim como os outros estados da região do Centro-Oeste, foi por muito tempo esquecido pela maior parte dos turistas brasileiros. Felizmente essa realidade vem mudando ao longo dos anos e os encantos do estado vêm sendo descobertos. Goiás tem muito que ver e fazer e com certeza agradará aos mais variados estilos de viajantes.

A capital goiana, Goiânia, é a maior e mais populosa cidade do estado. É uma cidade moderna, arborizada e repleta de atrações para os mais variados estilos de turistas. É conhecida pelos seus belos parques como o Parque da Vaca Brava, o Jardim Botânico e o Parque Flamboyant. Além disso, a cidade também possui outras atrações culturais como o Museu de Arte Contemporânea, o Centro Cultural Oscar Niemeyer e o Memorial do Cerrado. A cidade também é conhecida pela sua vida noturna e pela sua incrível gastronomia.

É em Goiás também que está localizada uma das principais atrações do Centro-Oeste: o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, um lugar repleto de paisagens naturais incríveis, cânions, cachoeiras, lagos e rios. O parque é enorme, sua área é de mais de 240 hectares localizados entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e também o charmoso vilarejo de São Jorge, onde está localizada a entrada para o parque. O preço da entrada é de R$ 18,00 por pessoa.

Impossível falar sobre turismo em Goiás sem falar sobre suas águas termais, não é mesmo? Na cidade de Caldas Novas, por exemplo, está localizada a maior estância hidrotermal do Brasil. A cidade também conta com diversos hotéis, resorts e com o famoso Parque Estadual da Serra das Caldas Novas. Outro destino famoso pelas suas águas termais é a cidade de Rio Quente, conhecida por ter o único rio de águas quentes do mundo. É nela que está localizado o Hot Park.

O estado possui cidades com um rico patrimônio histórico, gastronomia incrível e cultura riquíssima. Exemplo disso é a cidade de Pirenópolis que ficou conhecida pelos seus belos casarões coloniais, seu Centro Histórico e suas festas típicas. Outro destino bastante conhecido é a Cidade de Goiás, mais conhecida como Goiás Velho. Ela foi declarada como Patrimônio Histórico e Cultural pela UNESCO e ficou conhecida devido às suas construções coloniais e também por ser a terra natal de Cora Coralina, importante contista brasileira.

O estado também é muito procurado por aqueles que estão interessados em turismo religioso. O Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, localizado no município de Trindade, é o único Santuário dedicado ao Divino Pai Eterno no mundo e atrai a milhões de romeiros e peregrinos todos os anos.

Situado entre os municípios de Guarani de Goiás e São Domingos, no nordeste goiano, quase na divisa com a Bahia, está localizado o Parque Estadual da Terra Ronca, uma imensa área onde está localizado o maior número de cavernas do Brasil. São mais de 260 cavernas e grutas, algumas delas abertas à visitação. Importante ressaltar que este não é um passeio para se fazer sozinho e que a presença de um guia é fundamental. Também é necessário um certo preparo físico. O preço médio por pessoa é de R$ 100,00.

Essa é a Cachoeira Santa Bárbara localizada na Chapada dos Veadeiros e uma das cachoeiras de Goiás
Essa é a Cachoeira Santa Bárbara localizada na Chapada dos Veadeiros e uma das cachoeiras de Goiás

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Distrito Federal

Quando se fala em turismo no Distrito Federal as pessoas logo imaginam: Brasília. E isso não acontece por acaso, afinal, é nela que está localizada a maioria das atrações mais famosas do estado como a Catedral Metropolitana, o Congresso Nacional, Memorial JK e o Palácio da Alvorada, todos eles projetados por Oscar Niemeyer.

O turismo no Distrito Federal, entretanto, não se resume apenas à capital brasileira. Há muito o que fazer nas Regiões Administrativas, também conhecidas como Cidades Satélites. A região conta com diversos parques, museus, monumentos e lindíssimas paisagens naturais.

Em Ceilândia a atração mais famosa é a Casa do Cantador. O belo edifício projetado por Oscar Niemeyer é conhecido como o Palácio da Poesia e da Literatura de Cordel. No local são realizados diversos eventos como shows e saraus. Outra atração bastante conhecida da cidade é a Feira Central de Ceilândia conhecida por sua influência recebida dos imigrantes nordestinos. Lugar perfeito para comer muito bem e comprar artesanato.

Planaltina também possui atrações bem interessantes. A cidade é praticamente um museu a céu aberto e é conhecida pelo seu Centro Histórico e também pelas suas paisagens naturais como a Lagoa Formosa, a Gruta dos Milagres e o Mirante e a Rampa de Vôo Livre de onde é possível ter uma vista linda da região. Também vale a pena visitar o Museu Histórico e Artístico de Planaltina e o Morro da Capelinha, onde todos os anos é encenada a tradicional Via Sacra.

Taguatinga, anteriormente chamada de Vila Sarah Kubistchek, também possui atrações interessantes. O principal ponto turístico da cidade é a Praça do Relógio, onde ocorrem diversos eventos culturais e feiras de artesanato. Em frente à praça está localizado o Centro Cultural Teatro da Praça. A cidade ainda conta com o Parque Ecológico Lago do Cortado, perfeito para quem gosta de praticar atividades ao ar livre ou simplesmente relaxar.

Brasília vale a visita para o Centro-Oeste do Brasil
Brasília vale a visita para o Centro-Oeste do Brasil
Cupom desconto viagem

Mato Grosso

O estado do Mato Grosso possui atrações surpreendentes e que certamente agradarão aos mais diversos estilos de viajantes. Motivos não faltam para conhecer o estado, afinal, é o único estado brasileiro a possuir três biomas: Amazônia, Cerrado e Pantanal. Além das maravilhosas paisagens naturais, o estado ainda conta com uma cultura riquíssima, gastronomia de primeira e muito mais.

Um dos principais destinos turísticos do Mato Grosso é a sua capital, Cuiabá. A cidade é conhecida pelos seus belos casarões coloniais, suas igrejas seculares, museus, e galerias de arte. A cidade é a principal porta de entrada para os encantos do estado e conta com gastronomia de primeira, vida noturna agitada e belas paisagens naturais ao redor da capital mato-grossense. Uma curiosidade sobre Cuiabá é que ela está localizada exatamente no centro da América do Sul.

Impossível falar sobre turismo no Mato Grosso sem citar o Pantanal mato-grossense, ou Pantanal Norte, que possui algumas das atrações mais famosas da região. O Pantanal é conhecido por ser a maior planície inundável do mundo e também por sua natureza exuberante. Destino ideal para os amantes de ecoturismo e turismo de aventura. A região também possui boas opções de hospedagem, cultura riquíssima e culinária maravilhosa.

Outra boa opção para quem deseja fazer ecoturismo no Mato Grosso é a Chapada dos Guimarães. O município está localizado há 70 km de Cuiabá, no interior do estado, e é nele que está localizado o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, uma das mais belas atrações do Centro-Oeste. A imensa área de mais de 30 mil hectares reúne diversas paisagens naturais de tirar o fôlego como cachoeiras, nascentes, sítios arqueológicos, trilhas e muito mais. Vale ressaltar que a maioria desses passeios requer a companhia de um guia.

A região do Vale do Araguaia também é uma boa opção para os fãs de ecoturismo e turismo de aventura. Localizado entre os estados do Mato Grosso e Goiás, a região é conhecida pela sua natureza exuberante, suas cachoeiras, grutas, piscinas naturais, nascentes e até mesmo praias de água doce como a Praia da Arara, localizada no município de Pontal do Araguaia.

Mato Grosso do Sul

O Mato Grosso do Sul é mais um estado da região Centro-Oeste repleta de destinos surpreendentes e paisagens naturais de tirar o fôlego. O estado possui uma variedade enorme de opções para os amantes de ecoturismo e turismo de aventura como parques naturais, trilhas, cachoeiras, cavernas e muito mais. Além disso, o estado tem uma excelente infraestrutura para receber o turista e uma gastronomia incrível. Motivos não faltam para conhecer esse lindo estado brasileiro.

A capital sul mato-grossense, Campo Grande, assim como outras capitais da região centro-oeste, não é considerada exatamente como uma cidade turística, entretanto a cidade possui excelentes atrações e vale muito a pena tirar alguns dias para conhecer os principais pontos turísticos campo-grandenses. Vale a pena visitar o Parque das Nações Indígenas, a Casa do Artesão, a Morada dos Baís, entre outras atrações.

Impossível falar sobre turismo no Mato Grosso do Sul sem citar o principal destino turístico do estado e também um dos destinos mais famosos da região Centro-Oeste: a cidade de Bonito. Acredite: a cidade faz jus ao nome que tem devido às suas belíssimas paisagens naturais como cachoeiras, rios, grutas e cavernas. Não é à toa que é um dos principais destinos de ecoturismo no Brasil. A cidade em si é bem pequena e as principais atrações estão mais afastadas, porém conta com boas opções de hospedagem e também bons restaurantes.

O Pantanal sul-mato-grossense também possui seus encantos. Destino perfeito para quem deseja entrar em contato com a natureza exuberante do local e observar diversas espécies de animais selvagens em seu habitat natural. Boa pedida para quem deseja fazer um safári fotográfico, passear de barco e praticar outras atividades como trilhas e trekking.

Impossível falar do Centro-Oeste do Brasil e não falar de Bonito
Impossível falar do Centro-Oeste do Brasil e não falar de Bonito

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Principais cidades turísticas do Centro-Oeste do Brasil

Goiânia

A cidade de Goiânia, uma das maiores e mais importantes cidades da região Centro-Oeste, é conhecida por ser a capital brasileira com o maior número de área verde por habitante. Além disso, a capital goiana conta com diversas atrações culturais, vida noturna agitada, excelente gastronomia e muito mais. Motivos não faltam para conhecer essa linda e animada cidade!

A capital goiana é repleta de belos parques e canteiros. Não é à toa que recebeu o apelido de “Cidade Primavera”. Não deixe de conhecer o Parque Flamboyant, um dos principais cartões-postais da cidade. Além dele, também vale a pena conhecer o Parque Areião, o Parque da Vaca Brava, o Bosque dos Buritis e o Jardim Botânico Chico Mendes. Excelentes opções para a prática de atividades ao ar livre, fazer um piquenique ou simplesmente relaxar.

Outro ponto turístico bastante interessante é a Praça Cívica da cidade, onde estão localizadas outras atrações como o Palácio das Esmeralda, o Centro Administrativo de Goiás, o Museu Estadual Professor Zoroastro Artiaga e o Monumento às Três Raças.

Vale a pena conhecer o Centro Cultural Oscar Niemeyer que foi projetado pelo famoso arquiteto brasileiro. No centro cultural há uma biblioteca, um teatro, o Monumento aos Direitos Humanos e o Museu da Arte Contemporânea, que recebe a diversas exposições. Outros museus que merecem destaque são: Museu de Arte de Goiânia, Museu Pedro Ludovico Teixeira, o Museu Antropológico e o Memorial do Cerrado, que foi eleito como o lugar mais bonito da cidade.

A cidade também possui ótimas opções para quem deseja ir às compras. A Feira do Cerrado, a maior feira do Centro-Oeste, é uma excelente opção para quem gosta de artesanato e também para saborear das comidas típicas da região. Nela também ocorrem diversas apresentações culturais com muita música e dança. Ela acontece todos os domingos das 07h às 14h.

É em Goiânia que está localizada a maior feira livre da América Latina. A Feira Hippie conta com mais de 06 mil expositores e nela é possível encontrar de tudo como roupas, acessórios, artesanato, comida e muito mais. Ela acontece todos os finais de semana ao lado da Rodoviária.

Outros pontos turísticos que merecem destaque: Praça Universitária, Praça do Sol e o Museu Pedro Ludovico Teixeira.

>> Confira como é o réveillon em Goiânia

Caldas Novas

A cidade de Caldas Novas é um dos principais destinos turísticos de Goiás. Conhecida por ser a maior estância hidrotermal do mundo, a cidade é muito frequentada por aqueles que desejam relaxar em suas águas que nascem a uma temperatura de 35°C. Contudo, nem só de parques aquáticos e piscinas se faz o turismo na cidade. Caldas Novas possui excelentes atrações naturais, culinária de primeira e diversa outras atrações para toda a família.

As principais atrações de Caldas Novas são, obviamente, os parques aquáticos. Vale a pena conhecer o Di Roma Acqua Park, o Water Park e o Hot Park, que está localizado na cidade vizinha, em Rio Quente. Os parques contam com diversas atrações como piscinas, toboáguas, piscinas infantis, entre outros.

Também vale a pena conhecer o Lagoa Termas Parque, o primeiro parque aquático da região. Ele é um pouco menor que os demais parques da cidade e seu principal atrativo é a Lagoa do Pirapitinga, local em que as águas termais foram descobertas. A temperatura da água dessa lagoa ultrapassa os 50°C. Outra atração famosa do parque é o Poço dos Ovos que recebeu esse nome devido às suas águas tão quentes capazes de cozinhar um ovo.

O Lago Corumbá também é um importante ponto turístico da cidade. Ele é muito procurado por aqueles que desejam praticar esportes náuticos, andar de lancha e escuna. Às margens do lago estão localizados diversos bares, restaurantes e também o Náutico Praia Clube, que conta com algumas piscinas de temperaturas diferentes, alguns toboáguas e um parquinho infantil.

A cidade também possui algumas atrações históricas e o Casarão dos Gonzaga é a principal delas. O local chama a atenção devido à beleza de sua construção, que está muito bem preservada, e pelos objetos antigos que estão no local. No casarão ainda funciona o centro de apoio ao artesão e quem o visita poderá também adquirir artesanatos produzidos na região.

Outra boa opção para quem gosta de artesanato e deseja comprar algumas lembrancinhas da viagem é o Serra Verde – Shopping Artesanal. Nele o turista irá encontrar malhas, comidas típicas, lanchonete, artigos de decoração, acessórios e até mesmo vinhos e chocolates produzidos na região Sul do Brasil. Como se trata de um lugar bem arrumado e bastante agradável é comum que seja um ponto de parada de excursões.

Outros pontos turísticos que merecem destaque: Jardim Japonês, Parque Estadual da Serra de Caldas Novas e a Praça Mestre Orlando.

Esse é o L'Aqua DiRoma um dos parques termais de Caldas Novas
Esse é o L’Aqua DiRoma um dos parques termais de Caldas Novas
Grupo de desconto de viagem

Alto Paraíso

Localizada no Nordeste do estado de Goiás, há cerca de 430 km de Goiânia, está a cidade de Alto Paraíso conhecida por ser a principal porta de entrada para as maravilhas naturais da Chapada dos Veadeiros, uma das mais famosas atrações do Cerrado brasileiro. Além disso, a cidade ainda conta com uma boa infraestrutura para receber o turista. Destino perfeito para quem está em busca de ecoturismo, turismo de aventura, esoterismo e misticismo.

A cidade de Alto Paraíso também é bastante procurada por quem está em busca de esoterismo e misticismo. Isso porque, de acordo com a lenda, a cidade está localizada em cima de uma gigantesca placa de quartzo que seria a responsável pela energia diferenciada do local. Além disso, a cidade é conhecida pelas suas diversas histórias envolvendo óvnis e pelos seus estudos holísticos, o que faz com que muitas pessoas a procurem para fazer retiros espirituais.

A cidade é a principal porta de entrada para a Chapada dos Veadeiros, uma imensa área de proteção ambiental que se estende por cinco cidades: Alto Paraíso, Cavalcante, São Jorge e São João d’Aliança. Há muito o que ver e fazer na região, sendo as atrações mais interessantes o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, o Vale da Lua, a Catarata dos Couros, o Vale do Segredo entre muitas outras cachoeiras e trilhas.

Vale a pena também reservar algumas horas para conhecer o centro da cidade, onde estão localizadas diversas lojinhas onde o turista poderá comprar artesanato e algumas lembrancinhas da viagem. É no centro da cidade que se encontra a maioria dos bares e restaurantes.

Brasília

A cidade de Brasília é o principal destino turístico do Distrito Federal e também uma das principais cidades turísticas da região Centro-Oeste. Ela é conhecida pelas suas incríveis obras arquitetônica, sua boa infraestrutura para receber o turista, suas diversas opções de lazer, vida noturna agitada e muito mais. Motivos não faltam para conhecer a linda capital brasileira!

As principais atrações da cidade estão no Eixo Monumental, que também é conhecido como o corpo do avião. Um dos principais cartões-postais da cidade é o prédio do Congresso Nacional, sede do Poder Legislativo. É onde ficam os deputados e senadores. O turista que visitar o Congresso terá a oportunidade de fazer um tour pelo local e também terá a oportunidade de acompanhar uma sessão plenária. É importante se atentar ao vestuário. Bermudas, chinelos de dedo e regatas não são permitidos no local.

A Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida também é uma importante atração da cidade. Assim como muitas outras famosas construções da cidade, a catedral também foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer. A bela igreja é conhecida pela sua moderna arquitetura e seus arcos brancos, mas ela consegue ser ainda mais bonita vista de dentro. Impossível não se impressionar com seus vitrais, que parecem mudar de cor de acordo com a luminosidade do dia.

Outra atração “obrigatória” de Brasília é o Memorial JK. O espaço está localizado no ponto mais alto da cidade, onde foi celebrada a primeira missa na nova capital. O local é uma homenagem ao presidente que idealizou a cidade. Nele está localizado o monumento em que a estátua do JK “saúda” quem visita a cidade e também o edifício encomendado por Sarah Kubitschek onde funciona um museu.

O Palácio do Planalto, outra belíssima construção projetada por Oscar Niemeyer, é onde está localizado o gabinete presidencial. Infelizmente só é possível conhecer o palácio por dentro aos domingos, quando será possível observar as obras de arte do local e conhecer algumas das suas principais instalações, dentre elas o lugar em que o presidente em exercício trabalha. As visitas acontecem todos os domingos das 09h às 14h.

A Praça dos Três Poderes é outra atração famosa de Brasília, se não a mais famosa. É nela que acontecem as maiores manifestações e os maiores eventos da cidade. Além disso, é nela que se localizam as sedes do Congresso, do STF e o Palácio do Planalto. Definitivamente não dá para visitar Brasília sem visitar a Praça dos Três Poderes.

Visite também o belíssimo Santuário São João Bosco. A igreja foi dedicada ao padroeiro da cidade, que teria feito profecias a respeito da capital brasileira. Quanto ao quesito beleza, o santuário não fica devendo em nada se comparado à Catedral de Nossa Senhora Aparecida. Impossível não se impressionar com suas colunas de concreto e seus vitrais azuis. O visitante poderá também participar de uma missa no local que acontece aos sábados às 07h e às 18h. Aos domingos as missas são realizadas às 08h e às 18h.

A capital brasileira ainda possui muitas outras atrações que merecem destaque. Algumas delas são: Conjunto Cultural da República, o Museu da República, a Biblioteca Nacional, o Centro Cultural Banco do Brasil, o Espaço Cultural da Caixa, o Teatro Nacional Claudio Santoro e o Parque Sarah Kubitschek.

Cuiabá

A capital do Mato Grosso, Cuiabá, embora não seja considerada como uma cidade turística e tampouco seja o principal destino turístico mato-grossense tem sim os seus encantos. Cuiabá reúne diversas atrações históricas, belezas naturais, cultura riquíssima, vida noturna agitada e uma gastronomia deliciosa! Vale a pena reservar um dia (ou até mais) da sua viagem pelo Centro-Oeste para conhecer essa linda e importantíssima cidade.

A cidade é conhecida pelos seus parques, suas áreas verdes e por ser uma cidade muito arborizada. Quem gosta de passar um tempo em meio à natureza e praticar atividades ao livre terá várias opções de lazer. Uma delas é o Parque das Águas, com pista de corrida, ciclovia e playground. Durante a noite ele fica iluminado e acontece o “Show das Águas”. Conheça também o Parque Mãe Bonifácia e o Parque Tia Nair.

O Centro Histórico de Cuiabá certamente merece uma visita. Aproveite para passar algumas horas caminhando em suas ruas estreitas e observar suas belas e muito bem preservadas construções. Não é à toa que foi reconhecido como Patrimônio Histórico pelo IPHAN. Vale a pena conhecer as ruas de baixo, as ruas de cima, o Palácio da Instrução, o Arsenal de Guerra, a Igreja do Rosário e São Benedito, a Igreja do Bom Despacho, o Museu da Arte Sacra, o Museu da Imagem e Som de Cuiabá e a Casa do Artesão.

Às margens do Rio Cuiabá está localizada a Orla do Porto, uma das atrações mais interessantes da cidade. A orla é conhecida pelos seus charmosos casarões coloniais, seu calçadão de 1,3 km, pelo Museu do Rio, pela sua intensa programação cultural e pelos seus bares, lanchonetes e lojinhas de artesanato onde o turista poderá saborear da culinária local e também comprar as lembrancinhas da viagem produzidas por artesãos da cidade.

Outras atrações da cidade que merecem destaque: Praça Popular, Praça da Mandioca, Centro Geodésico da América do Sul, Arena Pantanal, o Museu do Morro da Caixa d’Água, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino e o Aquário Municipal.

>> Confira como é o réveillon em Cuiabá

Jaciara

O município de Jaciara no interior do estado do Mato Grosso reserva incríveis atrações e natureza exuberante. A Capital dos Esportes Radicais, como ficou conhecida, é um destino perfeito para quem está em busca de belas paisagens naturais, muita aventura e boa infraestrutura para receber o turista.

A cidade está localizada há cerca de 147 km da capital mato-grossense e é uma das principais cidades do Vale do Rio São Lourenço. O município em si é bem pequeno, possui menos de 30 mil habitantes e a maioria das principais atrações como grutas e cachoeiras ficam mais afastadas do centro da cidade. Jaciara atrai a milhares de turistas todos os anos interessados na prática de esportes radicais como rafting, rapel e trekking. Todos os anos durante o mês de setembro acontecem o Torneio de Esportes Radicais.

A Cachoeira da Fumaça é a atração mais famosa da cidade. A bela cachoeira conta com uma queda d’água de mais de 30 metros e um enorme volume de água. A aventura já começa antes mesmo de chegar ao local, pois é necessário fazer uma trilha bem íngreme. Não é permitido nadar na cachoeira e atividades como rafting e rapel são permitidas apenas com um guia. Vale a pena conhecer também o Balneário Thermas – Cachoeira da Fumaça, que possui piscinas naturais, toboáguas, cachoeiras e diversas outras atividades.

Conheça também a Cachoeira da Mulata, que é formada pelo córrego da Mulata. A cachoeira tem uma queda d’água de 25 metros e é muito procurada por praticantes de rafting e rapel. Além disso o turista ainda poderá fazer trilhas, trekking e ainda conhecer outras quedas d’água mais próximas.

Visite também o Cânion das Índias. A atração está localizada dentro de uma reserva ambiental, mais especificamente dentro do Sítio Maravilhas de Deus. Durante o percurso o turista terá oportunidade de conhecer três cachoeiras, um paredão de pedra, uma caverna e muito mais. Os interessados em fazer o passeio terão que fazer o agendamento com antecedência. O valor do ingresso é de R$110,00.

Outras atrações que merecem destaque: Rio Tenente Amaral, Vale das Perdidas e Cachoeira do Bambu.

Cáceres

A cidade de Cáceres, localizada há cerca de 220 km da capital mato-grossense, na divisa com a Bolívia, é conhecida por turistas de diversas partes do Brasil e do mundo devido às suas maravilhosas paisagens naturais, sua incrível fauna, sua cultura riquíssima, pelo povo acolhedor e pela culinária deliciosa. Destino perfeito para quem está em busca de ecoturismo e também de pesca esportiva.

O ponto turístico da cidade é a Dolina Água Milagrosa, um lago redondo de águas esverdeadas e cercado por paredões de pedra. A atração recebeu esse nome devido às propriedades curativas de suas águas. Vale ressaltar que a atração está localizada em uma propriedade particular e que o número de visitantes é limitado. Por isso é necessário fazer o agendamento com antecedência.  Além disso, o visitante terá que fazer uma boa caminhada em meio à mata para chegar até o lago. Mas compensa.  O preço do ingresso é de R$110,00

Outra importante atração que muito agrada aos turistas é a Fazenda Jacobina. A fazenda conta com grande importância histórica e chegou inclusive a ser tombada pelo IPHAN. O turista que fizer o tour guiado pela fazenda conhecerá a sede, a igreja, a antiga senzala, aprenderá sobre a história do lugar e ainda terá a oportunidade de saborear deliciosos pratos típicos. O tour guiado também deve ser agendado com antecedência. O preço é de R$45,00 por pessoa.

Vale a pena também conhecer o Centro Histórico da cidade e observar a arquitetura dos edifícios dessa região. Visite a Igreja Matriz de Cáceres e o Marco do Jauru, um belíssimo lugar para observar o pôr do sol. Bem pertinho do Marco está localizada a Praça Barão do Rio Branco e ao redor dela há diversos bares, restaurantes, lanchonetes e lojinhas de artesanato.

Outras atrações que merecem destaque: Fazenda Barranco Vermelho, a Fazenda Facão, Cachoeira do Piraputanga e o Córrego Água Doce.

Campo Grande

A capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, não costuma ser a primeira escolha dos turistas quando o assunto é turismo no estado. Verdade seja dita: a maioria dos viajantes que passam por Campo Grande está a caminho de outros destinos como a cidade de Bonito ou o Pantanal. Mas, a capital sul-mato-grossense reserva diversas atrações como parques, museus e muito mais. Vale a pena conhecer.

Campo Grande possui vários parques públicos. O mais famoso dentre eles é o Parque das Nações Indígenas, um dos maiores parques urbanos do mundo. Local ideal para a prática de atividades ao ar livre ou simplesmente relaxar. Nesse parque também acontecem diversos eventos. É nele que estão localizados o Museu de Arte Contemporânea e o Museu Dom Bosco.

Outro ponto turístico importantíssimo da cidade é a Morada dos Baís, um casarão que foi uma das primeiras construções da cidade e que foi tombada pelo IPHAN. Nesse casarão funciona o Museu Lídia Baís e, além disso, no local também acontecem diversos eventos como saraus, apresentações e exposições.

Quem quiser conhecer um pouco mais da culinária local certamente vai adorar conhecer o Mercadão Municipal. Nele é possível encontrar uma variedade enorme de temperos, doces, bebidas, ervas e produtos artesanais. Vale a pena conhecer também a Casa do Artesão, onde é possível encontrar produtos feitos pelos artistas locais e também por indígenas. Quem estiver pela cidade de quarta-feira a domingo não pode perder a chance de visitar a Feira Central, onde é possível provar da deliciosa culinária regional.

Outros pontos turísticos que merecem destaque: Lago do Amor, Parque dos Poderes, Morro do Ernesto e o Complexo Ferroviário.

>> Confira como é o réveillon em Campo Grande

Bonito

Impossível falar sobre turismo no Mato Grosso do Sul sem falar sobre a cidade de Bonito. A cidade é um dos destinos mais procurados quando o assunto é ecoturismo no Brasil e conhecidas pelas suas deslumbrantes paisagens naturais, pela sua boa infraestrutura para receber o turista, pela hospitalidade do seu povo e culinária incrível. Um destino que agradará aos mais diversos estilos de viajantes!

A cidade de Bonito está localizada há cerca de 200 km da capital, Campo Grande, e é bem pequena. Menos de 30 mil habitantes. A cidade em si não tem quase nada para fazer, a maioria das atrações está mais afastada e todas elas requerem a companhia de um guia. Isso porque todas as atrações da cidade possuem um número limitado de visitantes para que o turista tenha um contato mais íntimo com a natureza e por isso é necessário agendar todos os passeios com antecedência.

Uma das atrações mais famosas (e concorridas) é a Gruta do Lago Azul. O principal cartão-postal da cidade é uma caverna com um lago de lindíssimas águas azuis. Infelizmente não é permitido mergulhar no local. Vale a pena conhecer também a Gruta de São Miguel, conhecida por suas formações rochosas milenares.

Outros passeios bastante concorridos são as flutuações. O turista que fizer o passeio receberá uma roupa de neoprene e ficará literalmente boiando sobre aquelas águas cristalinas. Importante ressaltar que durante as flutuações não é permitido fazer movimentos bruscos, pois isso levanta sedimentos e também faz com que os peixes se assustem. Os melhores lugares para fazer flutuação são: Rio da Prata, Aquário Natural, Lagoa Misteriosa e Barra do Sucuri.

Quem vai a Bonito não pode perder a oportunidade de conhecer ao menos uma de suas cachoeiras. Para chegar à maioria das cachoeiras é necessário andar bastante ou até mesmo fazer trilhas. Mas o resultado compensa demais, pois as cachoeiras são lindas! As mais famosas dentre elas são: Cachoeira da Boca da Onça, Cachoeira da Serra da Bodoquena, Estância Mimosa e Parque das Cachoeiras.

Nosso passeio em Bonito visitando a Lagoa Misteriosa
Nosso passeio em Bonito visitando a Lagoa Misteriosa
Dicas para a bagagem

Como chegar ao Centro-Oeste

Passagens aéreas

É possível encontrar passagens aéreas saindo de São Paulo para a região do Centro Oeste a partir de R$ 303,00. Vale ressaltar que os preços podem variar bastante, devido a diversos fatores como a companhia aérea, o local de onde você está partindo, entre outros. Uma boa dica para quem deseja economizar na compra das passagens é comprar as passagens com antecedência. Outra alternativa é trocar suas milhas aéreas por passagens.

As principais companhias aéreas que fazem voos para a região são: Azul Linhas Aéreas, LATAM e GOL. A região também conta com bons aeroportos. Os principais deles são: Aeroporto Internacional de Brasília (Presidente Juscelino Kubitschek), Aeroporto de Goiânia, Aeroporto Internacional de Campo Grande, Aeroporto Internacional de Corumbá, Aeroporto Internacional de Ponta Porã e o Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

Caminho terrestre

Também é possível viajar para a região via terrestre. Alguns dos principais destinos da região, inclusive, não possuem aeroportos e só é possível chegar até eles de carro ou ônibus. As principais empresas de ônibus que viajam para a região são: Nacional Expresso, Viação Expresso Guanabara, Rápido Federal, Viação Rotas do Triângulo e Expresso Adamantina. Uma viagem saindo de São Paulo para Brasília custa em média R$ 255,00 e dura cerca de 12 horas.

Dentro do destino escolhido o turista poderá se locomover de diversas formas como ônibus, táxis, aplicativos como o Uber e o 99 e também o aluguel de carros.

Aluguel de carro

Uma boa opção para quem vai à região do Centro-Oeste e deseja ter mais liberdade dentro do destino escolhido ou até mesmo conhecer outras atrações nas cidades vizinhas é o aluguel de carro. A alternativa vem conquistando a diversos viajantes por proporcionar mais conforto, liberdade e também por ser mais simples e acessível do que muitos imaginam.

Para alugar um carro na região, o motorista deve apresentar a sua CNH, o cartão de crédito no nome do motorista para pagar a taxa de caução, documento de identificação e o comprovante de reserva impresso. Algumas locadoras exigem uma idade mínima para a locação, não se esqueça de certificar.

Onde ficar no Centro-Oeste

A região do Centro-Oeste possui diversas opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos. É possível encontrar desde luxuosos resorts até hotéis mais simples, pousadas e até mesmo aluguel por temporada.

Hotéis no Centro-Oeste

Nossas sugestões de hospedagem no Centro-Oeste são:

Meliá Brasil 21 – Brasília. Localizado na Asa Sul de Brasília, o hotel oferece aos suas hóspedes excelentes acomodações com ar-condicionado, frigobar, TV de tela plana e escrivaninha. O hotel ainda conta com academia, piscina, sauna, Wifi gratuito em todas as áreas do prédio, serviço de quarto, bar e restaurante. Café da manhã incluído.  O preço médio da diária para um casal é de R$ 447,00.

Biss Inn Hotel – Goiânia. Localizado a apenas 10 minutos do centro de Goiânia, este hotel oferece às suas hospedes excelentes acomodações com ar-condicionado, TV de tela plana, frigobar e banheiro privativo. O hotel ainda conta com uma piscina, bar, WIFI gratuito em todas as áreas e estacionamento gratuito. Café da manhã incluso. O preço médio da diária para um casal é de R$ 130,00.

CLH Suítes Bonito Centro – Bonito. Localizado no centro da cidade de Bonito, o hotel oferece aos hóspedes excelentes acomodações com ar-condicionado, frigobar, TV de tela plana e banheiro privativo. O hotel ainda conta com uma piscina, recepção 24h e WiFi gratuito. Café da manhã incluso. O preço médio da diária para um casal é de R$ 260,00.

Aluguel por temporada

Outra opção que vem agradando a diversos turistas é o aluguel por temporada. Uma excelente alternativa para quem deseja se sentir em casa, ter mais privacidade, está viajando em grupo ou apenas deseja economizar, uma vez que os preços das diárias costumam ser bem atraentes. Porém, vale ressaltar que o turista que optar pelo aluguel por temporada não terá direito a algumas mordomias comuns em hotéis como café da manhã incluído, por exemplo. É possível encontrar opções para aluguel por temporada no Centro-Oeste a partir de R$ 110,00.

Gastronomia do Centro-Oeste do Brasil

Ter a oportunidade de experimentar pratos novos é uma delícia, não é mesmo? Ter a oportunidade de saborear os pratos típicos de uma região durante uma viagem então é uma delícia! Através da culinária é possível aprender muito sobre a cultura de um povo. Quando o assunto é a gastronomia do Centro-Oeste então, o turista terá um prato cheio pela frente!

O Centro-Oeste brasileiro recebeu muita influência dos colonizadores, dos indígenas, dos imigrantes e também dos países vizinhos e isso é bastante perceptível em sua rica, diversificada e saborosíssima gastronomia. Ingredientes como peixes, arroz, milho, carnes bovinas, suínas, aves e até mesmo carnes exóticas são muito consumidas na região. Sem falar das deliciosas frutas do cerrado como a guabiroba, o pequi, o marolo, e algumas outras frutas que, infelizmente, estão se tornando cada vez mais difíceis de encontrar na natureza.

Quanto aos pratos típicos da região, a verdade é que é difícil elencar qual é o mais gostoso. Uma das iguarias mais famosas é o arroz com pequi, muito consumida em Goiânia. Não deixe de provar a pamonha, uma delícia feita a base de milho ralado, leite e outros ingredientes como a banha de porco ou a manteiga. Ela pode ser doce ou salgada e geralmente é recheada com queijo, carne moída ou linguiça.

Quem estiver passando por Cuiabá e arredores não pode deixar de provar da Mojica de Pintado, é basicamente um cozido de pintado, mandioca, tomate e outros temperos. Vale a pena provar do bolinho de arroz também.

Em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, um prato que caiu nas graças da população por conta da imigração japonesa é o sobá, uma espécie de sopa de macarrão muito parecida com o lamen japonês. O prato faz tanto sucesso na cidade que chegou a ser eleito como prato típico de Campo Grande no ano de 2018. Outra iguaria muito consumida não só em Campo Grande, mas também em outras cidades do estado é o caldo de piranha.

A culinária do Distrito Federal é bastante diversificada e recebeu influência de diversos lugares. Difícil dizer qual o prato típico do estado, se é que existe um. Mas um diferencial do estado é que o consumo de carnes exóticas como jacaré, paca, tatu e capivara são bastante comuns e essas carnes podem ser encontradas em diversos restaurantes.

As sobremesas típicas do Centro-Oeste também são deliciosas! Não deixe de provar do doce de leite, dos doces de compota de frutas, dos doces cristalizados e dos sorvetes e picolés feitos com as frutas da região. Não deixe de provar também das bebidas da região. A mais famosa dentre elas é o tereré, bebida típica do Mato Grande do sul. Mas na região também é possível encontrar diversos licores e sucos. Vale a pena provar o gengibirra, uma infusão feita com água, gengibre e açúcar mascavo.

Seguro Viagem

Para viajar para o Centro-Oeste brasileiro, assim como para qualquer outra região do Brasil, não é obrigatória a contratação de um seguro. Entretanto, não é recomendado viajar para lugar nenhum sem antes contratar um bom seguro viagem. Não deixe que uma possível emergência médica, um extravio de bagagem ou um voo cancelado arruínem a sua viagem. Viaje tranquilo. Contate já a sua seguradora.

FAQ – Perguntas e respostas

Que roupas levar para o Centro-Oeste?

Uma dúvida muito comum entre os viajantes é sobre quais roupas colocar na bagagem. Antes de começar a separar as roupas para colocar na mala é importante levar em consideração alguns fatores como o clima da região para a qual você vai, quais passeios você pretende fazer e por quanto tempo você vai viajar. Assim você acaba colocando somente roupas apropriadas para a viagem e evita de colocar roupas demais na bagagem ou acabar esquecendo-se de alguma peça importante. A região do Centro-Oeste é conhecida por seu clima quente em todas as estações do ano, seca no inverno e muita chuva durante o verão. É bom colocar na mala roupas leves e frescas como vestidos, camisetas, saias, bermudas e calças. Nos pés os calçados mais confortáveis possíveis, afinal você terá que andar bastante e nada atrapalha mais um passeio que sapatos que machucam os pés. Deixe os saltos para quando for sair à noite. Pode ser também que a temperatura caia um pouco à noite. Leve um casaquinho por via de dúvidas. Não se esqueça das roupas de banho. Biquínis, maiôs, sungas, bermudas, saídas de praia e chapéus são muito importantes. Também coloque na mala chinelos, óculos de sol, repelentes e protetor solar.

Quanto custa uma viagem para o Centro-Oeste?

Os custos de uma viagem para a região do Centro-Oeste podem variar bastante e dependem de vários fatores como o preço das passagens, hospedagem, alimentação, transporte, ingressos, se é alta ou baixa temporada, entre outros. Também é importante considerar os gastos extras. Por conta disso é difícil determinar com exatidão a quantia que uma pessoa irá gastar em uma viagem para a região. Uma viagem com duração de uma semana para Bonito, por exemplo, custa cerca R$ 3.000,00 por pessoa.

O que fazer no Centro-Oeste à noite?

Opções para quem deseja curtir a noite no Centro-Oeste não faltam! A região possui inúmeros bares, boates, restaurantes, casas de show, teatros e muito mais. O estado de Goiás é repleto de opções para fazer à noite. A capital do estado, a cidade de Goiânia, é famosa pela sua vida noturna agitada. Há opções para todos os gostos, desde restaurantes mais tranquilos até baladas sertanejas e rock. O Villa Mix é uma das mais famosas casas noturna da cidade e muito frequentada pelos fãs de música sertaneja. Para quem gosta de rock, vale a pena conhecer o The Dark Side Rock Bar e o Woodstock Rock Bar. Em Brasília também não faltam opções para quem deseja sair à noite. A capital brasileira reúne atrações que certamente agradarão aos mais variados estios de viajantes como bares, casas noturnas, centros culturais e muito mais. Os bares mais famosos da capital são: Bar Brasília e o tradicional Beirute. Em Cuiabá também há opções para os mais variados estilos de turistas. O Volumoso, por exemplo, é o lugar perfeito para quem quer comer muito bem. Os mais baladeiros vão gostar do Malcom Pub e do Ditado Popular, que é muito frequentado pelos fãs de música sertaneja. A cidade de Campo Grande também possui diversos bares, restaurantes e casas noturnas que costumam agradar muito aos visitantes. Quem gosta de música ao vivo vai gostar do Café Mostarda e do Salomé. E quem gosta de balada sertaneja provavelmente vai gostar de conhecer o Valley Pub.

O que fazer no Centro-Oeste com crianças?

Uma dúvida muito comum entre quem viaja com crianças é quais atrações visitar com os pequenos. Felizmente, a região do Centro-Oeste é repleta de atrações que agradarão não somente aos pequenos, mas a toda a família. Uma excelente opção para quem está viajando com a família para o estado de Goiás são os parques aquáticos de Caldas Novas e Rio Quente, que possuem diversas atrações voltadas não somente ao público infantil, mas também a toda a família. São piscinas, toboáguas e muito mais. Os melhores parques aquáticos da região são o Hot Park na cidade de Rio Quente e o Di Roma Acqua Park. Em Brasília, no Distrito Federal, também há diversas atrações que agradarão aos pequenos. Uma boa opção, especialmente para famílias com crianças maiores, são os museus que embora não sejam voltadas especificamente para o público infantil costumam agradar bastante. Visite o Memorial JK, o Museu do Catetinho, o CCBB, o Planetário de Brasília e Parque Nacional de Brasília.

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat