BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Turismo em Roma na Itália

Olá pessoal, aqui é a Nilce Bueno, trazendo mais um artigo para os leitores do Vida de Turista sobre as nossas experiências de viagem. Hoje vamos falar sobre o turismo em Roma na Itália.

Mais de 3 mil anos de arquitetura, arte, cultura, tradições e belezas nos levaram a Roma, capital da Itália, marcando nossas vidas para sempre.

Afinal, temos na família descendentes de italianos, que precisavam ver e sentir com o coração as maravilhas da boa terra, para que ela deixasse de ser apenas um país no formato de uma bota em suas lembranças.

Nesse artigo vamos contar como foi a viagem para Roma, falar sobre os principais pontos turísticos de Roma e trazer dicas que só quem esteve lá pode passar.

A chegada em Roma

Chegamos em Roma a bordo de um avião da LATAM que partiu direto de Guarulhos para o aeroporto Leonardo da Vinci, também conhecido como Aeroporto Fiumicino. E posso dizer que desde o começo foi pura emoção!

É uma benção a oportunidade de pisar na Cidade Eterna pela primeira vez, visitar as antigas ruínas do Coliseu e antigas ruínas do Fórum Romano, e que nos fez sentir de perto o poder do antigo Império Romano, que ainda emana dos destroços.

Ao pisarmos na Cidade do Vaticano, que abriga os incríveis museus do Vaticano repletos de história, segredos e arte, embora já estivesse bem frio, a pele arrepiou de emoção.

Mas os sentimentos mais fortes quando fizemos turismo em Roma e que fizeram o coração bater ainda mais rápido foi quando chegamos à Basílica de São Pedro e pudemos admirar a obra prima de Michelangelo na Capela Sistina, que tresanda religiosidade.

Linda vista de Roma na Itália
Linda vista de Roma na Itália

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Hospedagem em Roma

Chegamos em Roma pela manhã, por volta de 7 horas, hora local, em um dia lindo! Ficamos hospedados no Hotel Anglo Americano, bem no coração da Quattro Fontane.

Por causa do fuso, estávamos bem cansados. Tomamos um banho, um belo café da manhã e fomos descansar um pouco para repor as energias. A tarde estava reservada para aproveitarmos o que a cidade tinha a nos oferecer.

As acomodações do Hotel Anglo Americano não são de luxo, mas o hotel possui uma boa cama, um banheiro, café da manhã agradável e sua localização é simplesmente perfeita para passeios a pé.

Próximo a nosso hotel havia a Piazza Barberini com a Fontana Tritone e uma lanchonete na esquina, localizada em frente à praça onde fomos todas as noites dos dias que passamos em Roma. Não resistíamos aos deliciosos doces locais lá vendidos.

>> Ver mais opções hotel para reserva

Essa é a Fontana Tritone de Roma
Essa é a Fontana Tritone de Roma

O que fazer em Roma

Roma é uma cidade enorme, cosmopolita, com muita diversão, encantos e lugares lindos para explorar. Ou seja, não faltam opções sobre o que fazer em Roma.

Como ela é berço do Império Romano e do Cristianismo, a cidade é uma combinação excelente do Velho Mundo e do mundo moderno, evidenciando em todos os seus cantos a arte sacra.

Os museus ostentam obras de Michelangelo, Leonardo da Vinci e outros famosos artistas. Nos deliciamos com os lugares que vimos por lá!

Fizemos caminhadas pela Via Nicolo Piccolomini e pelo Roseto di Roma, um jardim de contos de fadas, onde são cultivadas mais de mil espécies de rosa, provenientes do mundo todo.

“Eu ouso dizer que esse deve ser o jardim mais cheiroso do mundo!”

Em nossos passeios, sempre com um gelato nas mãos, fizemos questão de passar em frente ao bairro La Piccola Londres, onde pudemos apreciar as pequenas casas construídas no estilo londrino.

Agora vamos trazer com mais detalhes os lindos lugares de Roma para se visitar e levar em consideração quando você também fizer turismo em Roma.

>> Leia também: Como é o réveillon em Roma

Fazer turismo em Roma reserva lindas imagens como essa
Fazer turismo em Roma reserva lindas imagens como essa

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Passeio pelo Vaticano

Na zona norte de Roma encontra-se o famoso Vaticano, que é o menor estado independente do mundo. Esse estado é sede da Igreja Católica e é ali que ficam lugares como:

  • A residência do Papa
  • A Praça de São Pedro
  • Basílica de São Pedro
  • Museus do Vaticano

A residência do Papa

O Palácio Apostólico, ou Palazzo Apostólico, residência do Papa no Vaticano, é conhecido por vários nomes: Palácio Papal, Palácio Sagrado ou Palácio do Vaticano.

É um lugar onde você encontra uma série de construções no estilo Renascentista, barroco, que ficam ao lado da Basílica de São Pedro e nos deixaram de queijo caído tamanha a sua majestade.

O Palácio Papal é composto por 20 pátios e 11.500 aposentos, que abrigam os Apartamentos Papais, a Biblioteca Apostólica Vaticana e o Museu do Vaticano.

São mais de mil salas (stanze em italiano) espalhadas por todo complexo, dentre elas a Stanze dela Segnatura, com afrescos de Rafael, a Sala Régia, a Capela Nicolina e a Capela Sistina.

>> Leia também: Como fazer uma Roadtrip de Roma a Veneza

Renato e Flavia, meus filhos enquanto aguardávamos a missa na Praça São Pedro
Renato e Flavia, meus filhos enquanto aguardávamos a missa na Praça São Pedro

A Praça de São Pedro

A Praça São Pedro fica localizada em frente à Basílica de São Pedro, e é aí que centenas de pessoas esperam horas e horas para ouvir a Missa Pontifícia, celebrada pelo Papa nas maiores festas religiosas.

É claro que lá fomos nós e, ao chegarmos, fomos recebidos de braços abertos pelas estátuas de 140 papas, mártires, santos e religiosos de destaque, que nos emocionaram.

Ali, pudemos caminhar sobre as pedras brancas que indicam o caminho e apreciar de perto os quatro leões de bronze que compõem o obelisco central, onde se encontram as cinzas de César e uma relíquia da Santa Cruz.

Nesse local tivemos a graça de sermos abençoados pelo Papa Francisco, que nos acenava de sua janela.  Emoção em dobro! Não pudemos evitar as lágrimas diante deste homem santo e seu significado para a cristandade.

Bênção do Papa Francisco (O Papa está na segunda janela, da direita para a esquerda, onde está estendido um manto vermelho)
Bênção do Papa Francisco (O Papa está na segunda janela, da direita para a esquerda, onde está estendido um manto vermelho)

Basílica de São Pedro

A Basílica de São Pedro é esplendorosa! Considerado o maior templo católico em todo mundo. Ele remete a um clima de religiosidade, começando pela estátua Pietá, e uma cúpula sustentada por colunas, ambas obras de Michelangelo.

Acompanhados por um guia, visitamos o túmulo de São Pedro, que fica abaixo dessa cúpula, e outros túmulos romanos, alojados em escavações abaixo do altar, aos quais se tem acesso por meio de uma escada.

Para fazer esse passeio visitamos o Museu do Vaticano com bilhete que dava acesso a todos os locais: Basílica de São Pedro, Capela Nicolina e a Capela Sistina.

>> Comprar ingressos para os passeios

O interior da Basílica de São Pedro não é lindo?
O interior da Basílica de São Pedro não é lindo?

Museu do Vaticano

É considerado um dos mais importantes museus do mundo por abrigar a Capela Sistina, famosa pelas imagens no teto, que remetem ao Gênesis. As cenas foram pintadas por Michelangelo.

O local abriga, ainda obras de outros artistas famosos, como Leonardo, Caravaggio, Giotto e Rafael. Ou seja, roteiro obrigatório ao fazer turismo em Roma.

Essa é a entrada do Museu do Vaticano
Essa é a entrada do Museu do Vaticano

“Na verdade, o Museu do Vaticano é um enorme e impressionante complexo artístico, que conta com um acervo muito rico, que teve início no século XVI, com o Papa Júlio II.”

Por esse motivo, se você não tiver muito tempo, visite apenas as obras mais importantes, deixando o restante para quando for para a Itália com mais calma. Lembre-se de agendar um tour guiado ou contrate um guia.

>> Leia também: Como foi a viagem da Gabi e do Fernando

Jardins do Vaticano (foto ficou desfocada por causa do sol)
Jardins do Vaticano (foto ficou desfocada por causa do sol)

Capela Sistina

A Capela Sistina foi inspirada no Templo de Salomão (do antigo testamento) e pintada por famosos artistas da Renascença, dentre eles Perugino, Rafael, Sandro Botticelli e Michelangelo.

Infelizmente não foi permitido tirar fotos dela. Esse pedido foi feito por uma questão de respeito. E como tal, respeitamos essa regra. Sugiro que você também faça o mesmo e guarde as imagens na sua memória (foi o que fizemos).

Visita ao Coliseu de Roma

Já dizia o filósofo chamado Beda, na Idade Média: “Enquanto estiver em pé o Coliseu, estará também em pé Roma”.

O Amphiteatrum Flavium, ou Coliseu de Roma, tem uma história que nos fala sobre as lutas dos gladiadores nesse local, onde nem os animais eram poupados.

Foi construído 72 d.C e reunia um público de até 73 mil pessoas, que iam para lá com a finalidade de assistir o combate entre os gladiadores e também batalhas com animais.

Vista do Coliseu (ao fundo é possível ver um pedaço da arena)
Vista do Coliseu (ao fundo é possível ver um pedaço da arena)

Hoje é um símbolo do Império Romano que merece ser visitado. Fomos para lá em um tour guiado, e assim pudemos conhecer o coliseu vazio e também a parte subterrânea. Incrível!

O dia estava bem chuvoso e um frio de congelar, mas o passeio foi muito enriquecedor. A energia do Coliseu é bem pesada por ser ali um local onde muitas pessoas morreram em combates. Mesmo assim vale muito a visita.

Interessante que, além de ser um lugar onde aconteceram muitas mortes, o Coliseu também já foi destino da Via Crucis. É ali também que, na Páscoa, o Papa reza a missa, que é voltada a todas as cruzes do mundo.

>> Leia também: Viagem para a Itália após o coronavírus

Cruz que fica dentro do Coliseu em Roma
Cruz que fica dentro do Coliseu em Roma

Fórum Romano

Geralmente, quando você visita o Coliseu, pode visitar o Fórum Romano com o mesmo ingresso.

Sinta a energia que paira nas ruínas de templos que ali existiam, como Arco de Septimius Severus, Vesta, Saturno, Antonina e Faustina.

Conheça também a Via Sacra do Fórum, palco e rua que eram utilizados para as celebrações de vitórias, em especial dos generais romanos. Nesse local ocorriam também festivais religiosos.

>> Comprar passeios para Roma

O Fórum Romano mostra a magnitude que Roma já foi no passado
O Fórum Romano mostra a magnitude que Roma já foi no passado

Fontana di Trevi

Sempre lotada de visitantes, a Fontana di Trevi é um ponto turístico muito famoso na Itália (e um dos mais belos, na minha opinião). É possível ver a riqueza de detalhes de sua arquitetura, esculturas e o cuidado com a obra que tornam o lugar único.

Mas além da sua linda arquitetura, a Fontana di Trevi também é famosa por ter sido cenário do filme La Dolce Vita, estrelado por Anita Ekberg e Marcello Mastroianni, que tomam banho na fonte.

O filme foi dirigido por Federico Fellini e foi vencedor como melhor roteiro original e melhor direção em diversos festivais. Em 1962, foi ganhador do prêmio Oscar de melhor figurino.

Como todo bom turista, seguimos a tradição e jogamos uma moeda na água. Segunda a lenda, quem o faz sempre retorna à cidade. De fato, espero ter a chance de voltar várias vezes para fazer turismo em Roma.

>> Leia também: 10 lugares românticos no mundo para viajar

A Fontana di Trevi é um dos lugares incríveis para conhecer na hora de fazer turismo em Roma
A Fontana di Trevi é um dos lugares incríveis para conhecer na hora de fazer turismo em Roma

Panteão e Praça da Rotonda

O Panteão é conhecido também como Templo de todos os deuses, um monumento arquitetônico clássico que resistiu aos anos incólume, passando a ser uma igreja cristã no ano 609.

O templo fica na Praça da Rotonda e possui um interior simplesmente magnífico. A luz e o ar entram no ambiente por um “olho” situado no teto, que chama muito a atenção.

Panteão e fonte da Praça da Rotonda
Panteão e fonte da Praça da Rotonda

Encontram-se enterrados no local os corpos de diversas personalidades, dentre elas Vittorio Emanuele II de Saboia, o primeiro rei da Itália, e do pintor Rafaello.

Nesta praça existe uma loja de embutidos que é de encher a boca d’água (ainda mais se você está passeando por horas morrendo da fome)! Vale a visita e a degustação.

>> Leia também: Como tirar o visto italiano

Olha que espetáculo os produtos da Loja Antica Salumeria
Olha que espetáculo os produtos da Loja Antica Salumeria

Catacumbas de São Calisto

Adoramos catacumbas. Elas nos remetem à serenidade que todo ser humano deseja. Por isso fomos visitar as Catacumbas de São Calisto, formada por galerias e túneis subterrâneos.

As catacumbas ficam a 20 metros de profundidade, espalhadas em quatro níveis. Nelas repousam os corpos de vários mártires e de 16 papas! Dá para perder a proximidade com tantas preciosidades?

As visitas só podem ser feitas com guias, em tours que duram cerca de 40 minutos. Confesso que foram 40 minutos arrepiantes, não sei se pelo tom macabro do passeio ou pelo frio que faz nos túneis.

É outro lugar para levar somente na memória pois, infelizmente, assim como na Capela Sistina, não é permitido tirar fotos no local.

Túmulo do rei Vittorio Emanuele II de Saboia
Túmulo do rei Vittorio Emanuele II de Saboia

Piazza Venezia

É na Piazza Venezia que as principais avenidas da cidade se encontram, como a Via Del Corso e Via dei Fori Imperiali. É um dos meus locais favoritos em Roma.

Encontramos nela um monumento colossal: o Monumento Nazionale a Vittório Emanuelle II, no formato de um bolo de casamento, desenhado em 1885 por Giuseppe Sacconi, em homenagem ao rei da Itália.

Fica próxima ao Palácio Veneza, que deu nome a praça. O palácio foi um dia residência papal e hoje é sede de um museu.

Subimos, acredito eu, que cerca de 180 degraus até chegar a uma altura com uma vista espetacular.

Tiramos muitas fotos, mas confesso que nenhuma delas pode descrever o tamanho da formosura da paisagem de parte de Roma, vista de cima.

>> Leia também: Dicas para as férias de julho na Itália

Mais uma linda praça de Roma, a Piazza Venezia
Mais uma linda praça de Roma, a Piazza Venezia

Piazza Navona

A Piazza Navona é considerada uma das praças mais bonitas de Roma, onde, no ano 86 D.C., eram realizados os jogos atléticos gregos. A praça fica no antigo local do estádio Domiciano, que no ano 86 D.C. comportava 30 mil cidadãos romanos.

Além de seu formato em forma de ferradura que atrai os visitantes, a praça oferece outras atrações, como suas 3 fontes: Fontana dei Quatrro Fiumi, Fontana del Moro, Fontana del Nettuno.

Curiosidade: Durante muito tempo, no verão, as três fontes tinham o desague fechado. Assim as águas inundavam a parte central da praça, onde surgia o Lago da Piazza Navona.

Piazza di Spagna

Até o século XVII, a Piazza di Spagna era conhecido como Piazza di Francia. Possui uma escadaria incrível que segue até a Igreja Trinitá dei Monti.

A famosa Fontana della Barcaccia, esculpida no estilo barroco por Pedro Bemini e seu filho Gian Lorenzo Bemini, fica bem no centro da praça.

A referida escadaria tem, de um lado, a casa de John Keats, poeta que ali viveu e ali morreu, em 1821. No local está instalado um museu, em homenagem a Percy Bysshe Shelley, que foi seu amigo.

Do lado esquerdo da escadaria fica o Salão de Chá Babington’s, que remonta a 1893, considerada a melhor casa de chá de Roma.

Belíssima praça do Capitólio em Roma
Belíssima praça do Capitólio em Roma

Praça do Capitólio

Localizada na menor colina da cidade, a Praça do Capitólio espalha-se em formato de um terraço aberto sobre Roma.

Dali pudemos apreciar o lindíssimo Palácio dos Conservadores, bem como toda cidade que se descortina aos seus pés.

Em um gesto simbólico de renascença, no século XVI Michelangelo escolheu esse local para ser a Praça de Roma, onde imprimiu seu selo.

Para chegar a ela, tivemos que subir a escadaria de Cordonata. Lá chegando, encontramos estátuas de Castor e Pólux, postados como sentinelas.

A subida valeu a pena, a praça é linda e traz detalhes curiosos: uma amarelinha gigante, pintada no chão, leva à estátua de Marco Aurélio.

Além disso, é em seu entorno que fica um complexo antigo de museus, onde você poderá apreciar pinturas de Veronese, Cortona, Ticiano e Caravaggio, além de esculturas de Bernini e ainda mármores bronzes antigos.

>> Leia também: Dicas para o réveillon na Itália

Fonte localizada no bairro Trastevere
Fonte localizada no bairro Trastevere

Bairro Trastevere

Fomos visitar o bairro Trastevere de Roma à noite. Jantamos a bela comida italiana em um de seus inúmeros restaurantes, escolhido ao acaso, uma vez que em Roma há muitas opções de locais para comer.

Aproveitamos e passeamos a pé pelas ruas, nos surpreendendo com muitos locais onde foram gravadas cenas de filmes das mais diversas. O bairro é muito gracioso e é super indicado para apreciar a comida de Roma (opções não vão faltar).

Meu genro Renato se servindo com pasta italiana (Mangia che te fa bene!!)
Meu genro Renato se servindo com pasta italiana (Mangia che te fa bene!!)

Castelo de Santo Ângelo

O Castelo de Santo Ângelo está localizado à margem do Rio Tibre, e à sua frente encontra-se a Ponte de Santo Ângelo, construída para que os pedestres tenham acesso à Basílica de São Pedro.

Nessa ponte muitos comerciantes de rua se encontram para realizarem seus comércios, bem como os artistas, que lá encontram oportunidade de mostrar sua arte ao grande número de turistas e moradores que passam pelo local.

O castelo fica próximo ao Vaticano, no Rione (distrito histórico) Borgo de Roma. Foi levantado sobre as ruínas do antigo Mausoléu de Adriano (conhecido antigamente como tumbas de Adriano), e atualmente funciona como museu.

Após a Família de Adriano, esse local já foi também utilizado como um edifício militar que integrava a Muralha Aureliana no ano 403.

Teve grande importância dentro da história, durante uma grande epidemia de peste que arrasou Roma.

O castelo também foi a mais importante das fortalezas pertencentes aos Papas na época medieval. Já no século XIX, serviu também como prisão para muitos patriotas, durante a unificação da Itália.

Essa é a ponte do Castelo de Santo Ângelo (que você vê mais ao fundo)
Essa é a ponte do Castelo de Santo Ângelo (que você vê mais ao fundo)

Dicas de viagem para Roma

  1. Use e abuse das gelaterias e cafés que existem na capital da Itália, em grande profusão. Neles você poderá optar por um de seus sorvetes deliciosos ou até mesmo pelo verdadeiro cappuccino, servido nesses locais.
  2. Quase todos os pontos de visita em Roma podem ser visitados em um tour guiado, que ajuda muito os turistas a enriquecer a viagem.
  3. Quando for visitar algum templo, lembre-se de que não se permite a entrada de pessoas vestindo shorts, saias acima do joelho e blusas decotadas ou sem manga.

Gastronomia de Roma

A Itália oferece embutidos de várias maneiras, ou melhor, de todas as maneiras que se possa imaginar.

E mais, quando você passeia pelas ruas de Roma, pode se deparar com vitrines de embutidos que são um convite irrecusável!

Esse foi o nosso caso, aproveitamos para fazer um pit-stop rapidamente e recarregar as energias.

Vitrine de embutidos em Roma na Itália
Vitrine de embutidos em Roma na Itália

Restaurante Café da Claudia em Roma

Em frente à Piazza della rotonda, em frente ao Panteão, comemos embutidos e tomamos um drink no meio de nosso passeio.

Saiba mais sobre o Restaurante Café da Cláudia, clicando no site oficial.

Restaurante Galeassi em Roma

Localizado na Piazza Santa Maria, no bairro charmoso e noturno, o restaurante Galeassi simplesmente oferece uma comida divina! Faça reservas pelo telefone +39 06 580 3775.

A entrada que pedimos no restaurante Galeassi foi uma alcachofra (carciofo)
A entrada que pedimos no restaurante Galeassi foi uma alcachofra (carciofo)

Restaurante Pepy’s Bar em Roma

O Pepy’s Bar foi outro restaurante que conhecemos numa viagem a Roma. É um restaurante, lanchonete e café. Vasta opção de doces, salgados, refeições e bebidas.

Está localizado em uma esquina de uma das fontes mais famosas de Roma, a Fonte da Piazza Barberini. Clique AQUl e saiba mais sobre o Pepy’s Bar.

Esses são os canolis do Pepy’s Bar
Esses são os canolis do Pepy’s Bar

Restaurante Alex Café em Roma

Esse restaurante fica em uma rua cheia de esplendor. Localizado na Via Vêneto, local onde foram gravadas cenas do filme “A doce vida”, de Felline.

Atendimento e comida impecável. Saiba mais sobre o Restaurante Alex Café clicando AQUI.

Fritada de frutos do mar e peixe no Restaurante Alex Café
Fritada de frutos do mar e peixe no Restaurante Alex Café

Ristorante Strega em Roma

A pizza do Ristorante Strega é a mais fina e crocante do mundo! Tão saboroso que fomos dois dias comer pizza lá! Veja mais detalhes na página oficial do restaurante.

Pizza a la Diavola, super picante, no Ristorante Strega em Roma
Pizza a la Diavola, super picante, no Ristorante Strega em Roma

Finalizando

Como você viu ao longo do texto, a cidade é incrível para fazer turismo em Roma, seja sozinho, ao lado de amigos ou ao lado da família.

Aqui procuramos trazer um pouco das nossas experiências de viagem, contando o que você vai encontrar se decidir viajar para Roma. Falamos sobre os principais pontos turísticos, indicação de restaurante e dicas para você aproveitar melhor a viagem. No próximo artigo vamos falar sobre o nosso passeio em Lucca, a cidade das cem igrejas.

Não se esqueça de que viajar para a Itália é obrigatório o seguro de viagem que você pode ler mais informações sobre o seguro de viagem na Itália por esse link. Para fazer uma cotação gratuita você pode entrar por esse link que leva ao site da Seguros Promo que é parceira aqui do blog.

Agora queremos ouvir a sua opinião! Quais dos lugares você vai fazer questão de colocar como da viagem para Roma? Deixe abaixo o seu comentário!

Abraço e até o próximo post!

Nilce Bueno
Nilce Bueno

Nilce Bueno teve experiências incríveis de viagem quando visitou a Europa e América do Sul e vem compartilhando suas histórias e experiências aqui no blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat