BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Turismo em Lucca na Itália – A cidade das cem igrejas!

Olá pessoal, aqui é a Nilce Franco, trazendo mais um artigo que fala sobre as nossas aventuras em terras europeias, dessa vez falando sobre a cidade de Lucca na Itália.

Vamos falar sobre os principais pontos turísticos de Lucca, as atividades que fizemos e mais gostamos e também trazer dicas que só quem esteve na cidade pode trazer.

Sobre a cidade de Lucca

Lucca é uma cidade pequena que fica localizada na região Noroeste da Toscana. Embora esteja fora dos fluxos turísticos, fomos atraídos a Lucca por seu rico legado de prédios renascentistas, lindos de doer!

Também escolhemos fazer a visita à cidade por sua fama em possuir restaurantes, escolas famosas de gastronomia e grandes chefs, itens que sempre pesam muito nas escolhas da nossa família.

Vista da cidade de Lucca na Itália
Vista da cidade de Lucca na Itália

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










A chegada em Lucca

Partimos de Florença com destino a Lucca para fazermos uma visita de um dia em nossa van alugada. Como já sabem, costumamos viajar em família, e a família é grande! Um carro simples não daria conta.

O dia estava lindo, apesar de sermos acompanhados por algumas nuvens, o sol brilhava emanando seu calor que confrontava com o frio típico de inverno italiano, que estava bem presente.

Confesso que o inverno na Itália deixava o dia mais charmoso e combinava com a cidade de Lucca, que é puro charme.

Cinco quilômetros de muros renascentistas cercam todo entorno do centro histórico de Lucca, um dos mais bem preservados da Europa.

Portal de entrada para Lucca: Porta di Santa Maria
Portal de entrada para Lucca: Porta di Santa Maria
Cupom desconto viagem

Nunca havíamos visitado um local assim. Uma cidade murada, onde para acessar a cidade, é necessário passar por uma de suas entradas como se fosse um portão de uma grande residência.

Tudo isso emoldurado por uma mata virgem impressionante, de onde pudemos avistar suas duas principais torres de Lucca: a Torre Guinigi e a Torre do Relógio.

A pequena cidade mantém intacto todo o legado da antiga colônia romana, fundada no ano 180 a.C. pois sempre ficou fora de batalhas ou guerras.

>> Leia também: Como tirar o visto italiano

Acima da muralha de Lucca existe um belo corredor arborizado
Acima da muralha de Lucca existe um belo corredor arborizado

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Pelas ruas de Lucca

Uma vez lá, optamos por descobrir as riquezas da cidade a pé, uma vez que em muitos lugares não entram carros. Sem falar dos passeios que você pode fazer a cavalo ou de carroças.

Munidos de um mapa da cidade, nos achamos protegidos e valentes para explorarmos a cidade sem que nos perdêssemos em seus impressionantes labirintos.

Caminhamos por suas ruas medievais, sobre paralelepípedos que guardam muitos anos de história. E não é que a sensação é incrivelmente boa?

Lucca é tão fofa que dá a sensação que você já pertence ao lugar. É aquela cidade que tudo lhe parece familiar, que te deixa à vontade para ficar ali definitivamente.

A gastronomia de Lucca está presente em cada cantinho da cidade, com vendinhas encantadoras contendo artigos ligados à culinária, que são preciosidades.

Sem falar nas cores e formatos dos alimentos que são de comer com os olhos de tão lindas e vibrantes.

>> Leia também: Uma experiência gastronômica em Bolonha

Uma das vendas ligadas a gastronomia de Lucca
Uma das vendas ligadas a gastronomia de Lucca
Grupo de desconto de viagem

Caminhamos também pelas vias amplas bem arborizadas na parte alta da cidade, ótimas para se andar de bicicletas, passear com cachorros, ler um bom livro, correr e fazer belíssimas caminhadas com vistas dignas de cartão postal.

Foi ali que descobrimos fortificações dos séculos 16 e 17 e o Museu Casa di Puccini, onde nasceu o famoso compositor de óperas Giacomo Puccini.

Fizemos questão de conhecer e passear pelo que resta da Via Francigena, por onde já passaram milhares de peregrinos em busca de lugares sagrados no caminho para Roma.

Visitamos suntuosas moradias de Lucca e também locais simbólicos que marcam a presença de Giacomo Puccini na cidade.

Durante nosso trajeto, antevimos de repente o pedaço de uma fachada lindíssima, feita em colunatas bem decoradas: era um pedacinho da Igreja San Michele in Foro (Igreja de São Miguel), onde funcionou o antigo Foro Romano.

Sem qualquer traço de igreja, externamente o prédio não ostenta cruzes e outras figuras religiosas, a não ser a imagem de São Miguel, uma estátua alada no topo do prédio.

>> Leia também: Dicas para as férias de julho na Itália

Renato fazendo pose para a foto nessa construção em Lucca
Renato fazendo pose para a foto nessa construção em Lucca
Dicas para a bagagem

O que fazer em Lucca

Vimos muitas coisas lindas por lá, dentre elas algumas de suas cem igrejas (entre as igrejas oficiais e as capelas encerradas em palácios), torres e edificações antigas.

Vamos falar agora abaixo sobre algumas das principais atrações turísticas de Lucca.

Duomo de Lucca (Catedral de São Martinho)

A Duomo de Lucca (Catedral de São Martinho) foi construída em estilos diferentes, com aspecto assimétrico, a partir de 1060. É considerada uma das mais lindas igrejas locais.

Trata-se de um dos mais importantes exemplos de templos no estilo românico-gótico da Itália. Dedicada a São Martinho, começou a ser construída no século XI, e só foi concluído no século XII.

Em seu interior abriga o Templo de Santa Cruz e uma grande obra de Jacopo della Quercia, o sarcófago de Ilaria del Carretto, uma nobre italiana, que foi a segunda esposa de Paolo Guinigi.

É cercada por histórias que misturam misticismo e religião, atiçando o imaginário popular.

Uma das passagens da vida de São Martinho, a mais famosa, está desenhada na fachada do Duomo.

Essa passagem conta um momento da vida do santo, quando cortou seu manto ao meio para compartilhar com um mendigo.

Conta a história que, na noite seguinte, o santo sonhou que Jesus vestia o manto compartilhado. Quando acordou, seu manto estava inteiro.

Após esse ocorrido, o homem converteu-se ao cristianismo, tornando-se, mais tarde, bispo de Tours.

>> Leia também: Como é o réveillon na Itália

Uma das inúmeras igrejas de Lucca - San Leonardo in Borghi
Uma das inúmeras igrejas de Lucca – San Leonardo in Borghi

Casa di Puccini

A Casa di Puccini fica bem próxima à Igreja San Michelli e é o local onde nasceu o famoso compositor de tantas obras, dentre elas La Boheme.

Foi conservada como museu, que guarda até hoje o piano, esboços e retratos de Puccini, filho ilustre da cidade.

Anfiteatro Romano

Na principal rua comercial de Lucca, a Via Filungo, fica um rico legado: o Anfiteatro Romano, com portões em forma de arco, por onde os gladiadores e as feras tinham acesso à arena.

Até 1830 o local era ocupado por cortiços, mas hoje é ocupado por diversas atividades comerciais, dentre elas simpáticas lojinhas.

>> Leia também: Dicas para uma roadtrip de Roma a Veneza

Obra de arte na parede da Via del Gonfalone, a caminho do Anfiteatro
Obra de arte na parede da Via del Gonfalone, a caminho do Anfiteatro
Para aproveitar melhor a viagem

Praça do Anfiteatro

A Praça do Anfiteatro é o lugar onde tudo acontece em Lucca. Nela fica a Via Fillungo, que corta o centro histórico, de onde pode-se admirar os riquíssimos edifícios medievais e também a atividade artesanal e comercial da cidade.

Conhecida também como “Praça da Feira”, é a “menina dos olhos” da cidade, pois abriga lojinhas de pintores e artistas em geral, assim como restaurantes encantadores. O acesso pode ser feito por qualquer uma das quatro entradas da cidade.

Palazzo Pfanner

Famoso por possuir um dos mais clássicos e bonitos jardins de Toscana, o Palazzo Pfanner apresenta grande quantidade de estátuas de deuses da mitologia romana, no estilo barroco.

No salão principal pudemos ver como se vestiam os nobres dos séculos XVIII ao XIX. A maioria desses trajes são confeccionadas em seda, com modelos vistosos, que nos encantaram durante a viagem.

Em Lucca é possível o aluguel desses veículos para fazer passeios na cidade
Em Lucca é possível o aluguel desses veículos para fazer passeios na cidade

Palácio Mansi

Quando falamos do Palácio Mansi, falamos de um lindíssimo edifício do século XVII, onde funciona a Pinacoteca Nacional.

Lá você vai se deleitar com obras estrangeiras e italianas, datadas de épocas entre o Renascimento e o século XVIII.

Destaque para alguns quadros religiosos, obras no estilo flamengo e retratos da família Médici.

>> Leia também: Dicas de 10 lugares românticos para viajar

Lucca é uma cidade tranquila e charmosa da Itália
Lucca é uma cidade tranquila e charmosa da Itália
Cópias de documentos

Basílica di San Frediano

A Basílica di San Frediano é pequena, mas graciosa. Situa-se próxima ao Palazzo Pfanner, na Piazza del Collegio.

Construída no estilo românico, distingue-se por sua fachada principal com um grande mosaico dourados, que conforme a tarde cai vai mudando de cor.

O mosaico contém sobre ele a obra de um mestre desconhecido, que retratou ali a Ascensão de Cristo. Mais tarde, artistas locais acrescentaram figuras de apóstolos.

O que muita gente não sabe é que esse mosaico não é apenas dourado: feito no estilo bizantino, ele é feito mesmo de ouro!

No interior da igreja, o destaque fica para a fonte batismal românica, a Fonte Lustrale, que data do século XII.

É composta por uma bacia composta por um assento, que fica dentro de outra bacia, sendo que a bacia inferior é decorada com a história de Moisés, esculpida por um mestre toscano.

Pudemos apreciar também outros painéis, como os Seis Profetas e o Bom Pastor, esculpido por Mestre Roberto, e dois lindos relevos por trás da fonte, feitos em terracota pela escola de Andrea della Robbia, mostrando São Bartolomeu e a Anunciação. Tudo muito antigo, e lindo demais!

>> Leia também: Como foi a viagem para Roma da Gabriela e do Fernando

Torre Guinigi

A Torre Guinigi é logo reconhecida pelos visitantes devido aos pequenos carvalhos que cresceram em seu topo, de forma inusitada.

Situa-se em uma grande vila renascentista, construída por Paolo Guinigi, membro de uma família poderosa e nobre que governou Lucca, logo no início do século XV.

Para subir no alto da torre tivemos que comprar ingressos e enfrentar muitos degraus torre acima. Mas valeu a pena, pois o local fica entre os carvalhos e a vista de lá de cima é maravilhosa!

Uma das vistas da cidade de Lucca na Itália
Uma das vistas da cidade de Lucca na Itália

Torre delle Ore (Torre do Relógio)

A Torre delle Ore (Torre do Relógio) situa-se na Via Fillungo. Para visita-la, é preciso pagar entrada. Aproveite para comprar entrada conjunta para a Torre Guinigi, assim sai mais barato.

Este é o ponto mais alto de Lucca, de onde se tem uma vista única. Com 50 metros de altura é a torre mais alta dentre as torres que sobraram das 130 torres, outrora existentes na cidade.

Construída em 1390, teve o relógio atual instalado em 1754. O relógio ainda funciona bem e tem certos caprichos: tem que dar corda à mão!

Para chegar até o topo e admirar a vista mais ampla de Lucca, basta vencer 207 degraus de madeira bem conservados da escada, que é íngreme e estreita.

Embora crianças menores de 10 anos, militares, mulheres e idosos tenham desconto na entrada, não me arrisquei a subir. Mas meu genro e minha filha foram até o alto e foram compensados com a sua linda visão!

>> Leia também: Como foi a viagem para Veneza da Gabriela e do Fernando

Lindo entardecer no passeio pelas Muralhas de Lucca
Lindo entardecer no passeio pelas Muralhas de Lucca
Adaptador de tomadas

Dicas de viagem para Lucca

Agora trouxemos abaixo algumas dicas de viagem para Lucca para você aproveitar a viagem tanto quanto nós aproveitamos.

  • Para visitar Lucca, coloque uma roupa e sapato confortável para poder andar bastante.
  • Se for no inverno (como nós fomos) vá bem agasalhado, bem quentinho pois a cidade é cortada por um fosso, deixando a sensação ainda mais fria.
  • Lembrem-se que na Itália, as pessoas fazem a siesta logo após o almoço, o que é um pequeno cochilo e descanso após a refeição do meio do dia.
  • Assim a maioria dos lugares ficam fechados durante um período de horas, muitos lugares das 13 h às 17 h, o que pode atrapalhar um pouco os planos em um passeio. Reserve esse horário para uma boa caminhada na cidade.

Gastronomia de Lucca

Caminhando por Lucca, ficamos encantados a cada lugar e comércio por onde passávamos, e não poderia ser diferente com a gastronomia de Lucca.

Os artigos de gastronomia, alimentos como frutas, legumes, massa fresca e restaurantes são de encher os olhos.

Dá uma vontade louca de permanecer na cidade por mais tempo, somente para desfrutar e cozinhar com a rica e vasta variedade de alimentos tão lindos!

Restaurantes locais em Lucca

Existem muitos restaurantes locais em Lucca e conhecemos um deles no horário entre a siesta e o começo da noite, e adoramos. Fomos muito bem atendidos.

Um restaurante datado de 1910 (que infelizmente não lembramos o nome), passado de geração a geração, com fotos da família, o que eu particularmente adoro.

É muito fácil encontrar restaurantes como esse, muito frequentados por moradores, e que trazem uma comida bem caseira.

Trattoria e Caffe Da Vasco

Degustamos alguns embutidos e patê de fígado, que na Itália um é melhor do que o outro! Quase obrigatório comê-los!

O restaurante fica na Piazza Santa Maria, 23 e possui o telefone +39 0583 492646, caso queira fazer reservas.

Ambiente familiar do Trattoria e Caffe Da Vasco
Ambiente familiar do Trattoria e Caffe Da Vasco

Gino Bistro Bar

Paramos no Gino Bistro Bar para tomar um café, fazer uma degustação de embutidos, degustação de doces e uma taça de vinho no meio da tarde! Quer coisa melhor?

Esse lindo lugar fica bem em frente à muralha da cidade. É uma mistura de padaria, café, venda e restaurante, muito aconchegante e o atendimento é muito amigável.

Você fica perdido com a variedade de doces, embutidos e massas!

O Bistro fica localizado na Piazza Santa Maria, 17 com o telefone +39 0583 492152, caso queira fazer reservas.

Uma das vitrines do Gino Bistro Bar
Uma das vitrines do Gino Bistro Bar
Fotos e identificação das malas

Finalizando

Conhecer a cidade de Lucca na Itália foi uma surpresa para lá de agradável. É muito bom ter a chance de conhecer lugares não tão comuns nas viagens porque remetem exatamente as experiências de moradores locais.

Foi o sentimento que tivemos quando visitamos Lucca e por isso que nos apaixonamos tanto. Se você tiver essa oportunidade para reservar alguns dias para conhecer lugares assim, tenho certeza que vai adorar a aventura. Deve ser ainda mais lindo visitar a cidade para acompanhar a procissão de Corpus Christi, mas difícil vai ser escolher uma igreja para acompanhar.

Para finalizar, lembre-se de que o seguro de viagem para a Itália é obrigatório. Caso queira fazer uma cotação gratuita, você pode consultar o site do nosso parceiro Seguros Promo e utilizar o cupom VIDADETURISTA5.

Agora queremos ouvir a sua opinião. Quais dos lugares acima você ficou com mais vontade de conhecer em Lucca? Deixe abaixo o seu comentário!

Abraço e até o próximo artigo!

Nilce Bueno

Nilce Bueno teve experiências incríveis de viagem quando visitou a Europa e América do Sul e vem compartilhando suas histórias e experiências aqui no blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat