BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Turismo em Cracóvia na Polônia

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Hoje nós vamos falar sobre turismo em Cracóvia. Sabe aquela cidade repleta de monumentos históricos lindíssimos, de grande importância para a história? Uma dessas cidades é Cracóvia que fica localizada na Polônia. 

Ela foi uma de nossas opções de destino mais surpreendentes da Europa Central, tanto quanto Praga e Varsóvia, como vocês vêm acompanhando na nossa série de artigos.

Cracóvia é um local que foi pouco devastado pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, passou por todos horrores do holocausto e conseguiu recuperar as crenças e costumes do povo judeu de forma magistral.

Nesse artigo vamos falar como foi nossa experiência de viagem, trazer detalhes sobre os pontos turísticos e dar dica para que você possa fazer uma viagem bem informado sobre a cidade.

Cracóvia é uma cidade abençoada

A Cracóvia é uma cidade especial, muito linda e abençoada.

É nessa cidade polonesa que fica o Centro Histórico de Cracóvia, sobrevivente à guerra, um dos primeiros patrimônios mundiais tombados pela Unesco, com outras 11 figurantes.

Grande parte da cidade foi poupada da devastação da Segunda Guerra Mundial, enquanto cidades vizinhas eram totalmente arrasadas, a exemplo de Varsóvia. Por isso, conserva lugares lindos e históricos que merecem ser visitados durante o turismo em Cracóvia.

Possui uma das universidades mais antigas do mundo, a Universidade Jaguelônica. Durante a guerra, 18 professores e cientistas foram arrastados para o pátio e executados sem compaixão pelos nazistas.

Ali estudou Nicolau Copérnico, o que ajudou a influenciar para que a educação local fosse muito avançada, tanto que hoje a Cracóvia possui 15 escolas superiores, 200 mil universitários ou colegiais, e o ensino é gratuito até o fim da faculdade.

Ali também nasceu Oskar Schindler, o herói que salvou muitas vidas judias do holocausto, empregando-os em sua fábrica e protegendo suas famílias.

Visitar a rua e a Fábrica de Schindler é um dos passeios mais emocionantes que você não pode perder. É uma oportunidade única de ver ao vivo os locais mencionados no livro e no filme “A Lista de Schlindler” e emocionar-se com eles.

Durante anos a Cracóvia viveu sob o arcebispado de um dos homens mais influentes do século XX: Karol Wotjyla, mais tarde consagrado papa João Paulo II.

“Ele foi o responsável pela reaproximação entre judeus e muçulmanos e exerceu grande influência na queda do comunismo e na recuperação do orgulho da identidade polonesa.”

Castelo de Wawel é uma das dicas de turismo em Cracóvia
Castelo de Wawel é uma das dicas de turismo em Cracóvia

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Como foi a nossa viagem para a Cracóvia

Eu e minha família chegamos ao Aeroporto Internacional João Paulo II a bordo de um avião da companhia aérea LOT Polish Airlines, uma companhia aérea da Polônia, onde fizemos a compra de trajeto de Varsóvia para a Cracóvia, através de uma agência de viagens local.

Nessa compra estava incluído transfer para o hotel e também nossa hospedagem por lá. Como era inverno, a cidade estava tomada por neve e muito, muito frio.

Preparamos o coração, nos cobrimos de lã e pele e lá fomos nós aprender um pouco mais sobre a humanidade, apreciar de perto as suas praças, monumentos, e locais marcantes que relembram a Segunda Guerra Mundial, suplantada pela resiliência polaca.

Ficamos hospedados no Radisson Blu Hotel Kraków, um hotel com café da manhã internacional, onde pudemos nos alimentar muitíssimo bem.

“O atendimento era bem agradável e conseguimos nos comunicar com um pouquinho de inglês, e com um pouquinho de espanhol, e muitas vezes mímica.”

Cracóvia possui um ar mais pesado, não sei se era por conta do frio bem severo, com média de 5 graus Celsius.

Uma das charretes lindíssimas que vimos e fotografamos circulando pela cidade
Uma das charretes lindíssimas que vimos e fotografamos circulando pela cidade

Mas a magia do frio, da neve e da história transformavam o lugar em uma espécie de conto encantado, daqueles que lemos em livros.

Embora Cracóvia possua excelentes opões de transportes, como bondes e ônibus, andamos muito a pé, pois as principais atrações concentram-se no Centro Antigo e não são muito distantes uma da outra.

As botas e agasalhos forrados de pele, comprados no Brasil, novamente nos foram de grande valia, permitindo visitar todos os locais que queríamos, sem sofrer demais com o rigor do frio. Com isso, seguimos um roteiro muito confortável dentro da cidade.

Existem dois pontos principais para dar início aos passeios em Cracóvia: a Praça do Mercado e o Castelo de Wawel. Nós optamos por iniciar nossa viagem pelo Castelo de Wawel.

Esse é o castelo real de Wawel em uma vista lateral
Esse é o castelo real de Wawel em uma vista lateral

Castelo de Wawel

Situado às margens do Rio Vístula, na ponta sul do centro antigo, o Castelo de Wawel reina absoluto no alto do Monte Wawel. Por ser um dos castelos mais bonitos e importantes da Polônia, é uma das maiores atrações de Cracóvia.

Com mais de mil anos, foi lar dos reis poloneses durante séculos, quando Cracóvia era Capital da Polônia, na época dos reinados.

Para circular pelos pátios do complexo, que também são magníficos, não se cobra nada. Mas para visitar o complexo todo, ele foi dividido em três atrações pagas.

Para esse passeio recomendamos comprar os ingressos antecipadamente pela internet em sites como do Get Your Guide para evitar as filas imensas que se formam, principalmente nas altas temporadas.

“Muitas das opções de ingresso para a Catedral de Wawel incluem áudio guia, o que ajuda muito a entender o que está sendo apresentado.”

>> Leia também: Nosso guia digital para a Cracóvia

Pátio do Castelo Real com seus lindos arcos
Pátio do Castelo Real com seus lindos arcos

Castelo Real da Cracóvia

Lindo de ser ver, o Castelo Real da Cracóvia é uma mescla de vários estilos, devido à passagem de 36 reis pelo local, que deixaram marcas dos estilos românico, medieval, gótico, barroco e renascentista.

No passeio pelos pátios internos, que não é pago, pode-se apreciar uma obra-prima arquitetônica, que são as colunatas.

Já no passeio pago para visitar o interior do castelo, passamos por apartamentos reais, salas magníficas e pela capela real, onde pudemos admirar as joias da coroa, tapeçarias, quadros e mobílias escolhidos por reis e rainhas diversos.

Catedral de Cracóvia

A Catedral de Cracóvia foi o primeiro local em que o Papa João Paulo II fez sua primeira missa, em 1946.

A igreja que viu a coroação de inúmeros reis poloneses tem uma beleza grandiosa, com capelas que guardam sepulturas dos integrantes mais importantes da família real polonesa.

Dentre os 45 reis da Polônia, 39 têm seus túmulos nesta catedral. Também tem a tumba do antigo presidente polonês Lech Kaczyński, morto em 2010 durante um acidente de avião.

Catedral de Cracóvia com sua cúpula de ouro
Catedral de Cracóvia com sua cúpula de ouro

Na catedral é possível visitar ainda a Torre do Sino Zygmunt. No alto dela pudemos ver de perto o sino, datado do século XVI e também ter uma vista magnífica de Cracóvia.

O sino só badala para anunciar acontecimentos especiais, como a morte do Papa João Paulo II, que viveu em Cracóvia por muitos anos. Em sua homenagem, em frente à catedral, foi erguida uma estátua em bronze.

Ao lado da estátua de João Paulo II foi instalado o Museu da Catedral de Cracóvia, que tem um acervo composto por antigos objetos pertencentes a alguns reis, bispos, e ao papa polonês.

>> Qual o melhor seguro de viagem internacional?

Estatua do Papa João Paulo II, em frente à Catedral de Cracóvia
Estatua do Papa João Paulo II, em frente à Catedral de Cracóvia

Janela Papal (Okno Papieskie)

Situada em frente à Igreja de São Francisco de Assis, na Franciszkańska, 3, na Arquidiocese de Cracóvia, fica a Janela Papal

Esse é o local onde o papa João Paulo II costumava abençoar os fiéis no final da tarde, quando ia à Cracóvia.

Como já mencionamos, o pátio da Arquidiocese de Cracóvia exibe uma estátua de Karol Wojtyla, em tamanho natural e painéis com fotos e textos sobre sua trajetória.

“O pátio é aberto aos turistas para visita, sendo quase impossível orar sem se emocionar neste local tão abençoado.”

Gruta do Dragão

Para fazer esse passeio durante o turismo em Cracóvia compramos tíquetes em máquinas automáticas perto da gruta, à qual se tem acesso por uma escada em espiral.

Mas o dragão, famoso por cuspir fogo, fica do lado de fora da gruta, e pode ser visitado sem pagar nada, pois trata-se de uma atração muito admirada pelas crianças e também por adultos.

>> Conheça as moedas do mundo e seus valores

A estátua é fácil de ser encontrada, ficando no passeio ao lado do Rio Vístula, na saída da gruta, em cima de uma pedra. Em intervalos de alguns minutos solta labaredas de fogo que empolgam as crianças.

O dragão faz parte de uma lenda muito antiga de Cracóvia e com o passar dos anos tornou-se mascote e símbolo de Cracóvia. Para conhecer a lenda, clique aqui.

Escultura do Dragão de Wawel
Escultura do Dragão de Wawel

A Praça do Mercado (Rynek Glówny)

A Praça do Mercado da Cracóvia é considerada uma das mais amplas e importantes praças medievais de toda Europa, repleta de construções góticas de tirar o fôlego, dentre elas a belíssima basílica de Santa Maria.

É nesta praça que acontecem os maiores agitos da cidade: é ali que explodem as feirinhas, festividades e outros eventos populares gostosos de se ver e conviver.

A praça é rodeada por atraentes restaurantes e oferece charretes brancas e lindas para que os visitantes não se cansem muito durante os passeios pela cidade.

A Praça do Mercado é a maior praça medieval da Europa, a verdadeira joia da coroa
A Praça do Mercado é a maior praça medieval da Europa, a verdadeira joia da coroa

Basílica de Santa Maria (Bazulika Mariacka)

Embora a Cracóvia tenha mais de 140 igrejas, uma das mais admiradas e visitada é a Basílica de Santa Maria, situada em um dos lados das Sukiennice.

A igreja é um símbolo icônico e lendário que existe na praça principal desde o ano 1200. Por ser um dos grandes destaques da arquitetura secular de Cracóvia, é um dos edifícios mais importantes da Polônia.

Ao visita-la, você não pode deixar de aguardar um pouquinho para ouvir a trombeta, hoje tocada por membros da brigada de incêndio que se instalou na torre.

Majestosa Basílica de Santa Maria em Cracóvia
Majestosa Basílica de Santa Maria em Cracóvia

Até o século 19 a trombeta era tocada de hora em hora pela guarda da cidade e a tradição vem se mantendo ano a ano.

Se você for só para orar, não precisa comprar ingresso, mas se quiser conhecer toda Basílica de Santa Maria, incluindo o Veit Stoss Altar, precisa adquirir ingressos.

Se for na alta temporada, é melhor comprar antecipado em sites como do Get Your Guide, pois eles acabam rapidamente.

>> Reservar ingressos para a viagem

Vista interna da belíssima Basílica de Santa Maria
Vista interna da belíssima Basílica de Santa Maria

Igreja de São Adalberto

Situada em um canto da praça, próximo à Rua Grodzka, uma pequena construção de pedras atrai a atenção. É a Igreja de São Adalberto, uma das igrejas de pedra mais antiga da Polônia, com mais de 1.000 anos.

Toda semana são realizadas missas no local e ela permanece aberta a todos que passam pela praça, principalmente aos moradores que ali param para rezar cotidianamente.

Vista da Igreja de São Adalberto
Vista da Igreja de São Adalberto

Igreja de São Pedro e São Paulo

Famosa por possuir uma cúpula interior muito branca e um Pêndulo de Foucault com 46,5 metros, foi a primeira construção barroca de Cracóvia, talvez o primeiro edifício barroco da Polônia.

É uma igreja lindíssima, que com entrada gratuita recebe turistas toda quinta-feira para demonstrações da rotação da Terra. Infelizmente estava em reforma durante nossa viagem e não conseguimos visitá-la.

Vista lateral da Igreja de São Pedro e São Paulo
Vista lateral da Igreja de São Pedro e São Paulo

Museu Histórico de Cracóvia

O Museu Histórico da Cracóvia trata-se de um museu subterrâneo, criado a partir de escavações arqueológicas no local da praça, as quais revelaram relíquias de 20 mil anos a.C.

Esses achados revelam como viviam os habitantes da região em seus primórdios. Para visitar o museu você precisa comprar entrada antecipada, se não quiser enfrentar filas enormes, pois o número de visitantes é restrito a 300 pessoas por vez.

>> Leia também: Como é o réveillon na Cracóvia

Vista da Praça Medieval
Vista da Praça Medieval

Sukiennice e Museu Nacional da Cracóvia

Quando falamos do prédio Sukiennice, falamos de uma construção secular que pode ser vista bem no meio da Praça do Mercado, dividindo-a em duas. 

Um dia já foi um centro de comércio internacional muito importante e hoje seu corredor central é movimentado e cheio de lojinhas que vendem souvenires e produtos do local.

O segundo andar do Sukiennice era o lugar reservado para grandes celebrações e banquetes. Hoje abriga o acervo do Museu Nacional da Cracóvia, com ricas peças de arte polonesa do século XIX.

Corredor externo na Sukiennice
Corredor externo na Sukiennice

Outros passeios para o turismo em Cracóvia

A cidade da Cracóvia tem muitos outros locais e passeios para visitar na Cracóvia. Gostaríamos de ter tido mais uns 2 dias de viagem para fazer esses passeios com calma.

Se isso for possível para você quando estiver fazendo turismo em Cracóvia, vale a pena visitar os passeios abaixo:

  • Rota Real até o Portão de St. Florian e Barbacã
  • Torre da Prefeitura
  • Rua Kanonicza
  • Collegium Maius
  • Bairro Judeu (Kazimierz)
  • Parque Planty
Parque Planty na Cracóvia
Parque Planty na Cracóvia

O Bairro Judeu da Cracóvia

O bairro judeu da Cracóvia também vale a visita, já que lá existem monumentos, igrejas e praças que fazem parte da história mundial.

Novamente faltou tempo para nós visitarmos essas atrações, mas fica a dica para incluir esses lugares no roteiro da viagem para Cracóvia:

  • Antiga Sinagoga
  • Antigo Cemitério Judeu
  • Praça Heróis do Gueto
  • Farmácia da Águia
  • Resquícios do muro do gueto judeu
  • Fábrica de Schindler
Antigo cemitério judeu na Cracóvia
Antigo cemitério judeu na Cracóvia

Restaurantes da Cracóvia

A Cracóvia oferece muitos restaurantes com ampla variedade de cardápios e com preços para todos os bolsos e gostos.

Você pode optar por restaurantes especializados em pratos típicos da Polônia ou pratos da culinária estrangeira, dentre eles alemães, franceses, italianos e chineses.

“Os restaurantes judaicos oferecem bons pratos, como pescoço de porco ou panquecas de batata e se destacam nas bebidas, dentre elas vodcas e vinho de mel mead.”

Dentre os restaurantes que fomos, recomendamos o restaurante Pod Aniolami que é maravilhoso, um restaurante estilo medieval, a cara de Cracóvia. Mais informações sobre o restaurante você encontra aqui.

Minha filha Flavia à espera das delícias do Pod Aniolami
Minha filha Flavia à espera das delícias do Pod Aniolami

Outro restaurante da Cracóvia indicado é o Miod Malina, um restaurante típico polonês, simplesmente perfeito.

Você pode conhecer mais sobre os pratos e detalhes do restaurante clicando aqui. Nós experimentamos um arenque de surpreender. Não deixe de pedi-lo.

Delicioso prato de Pato com molho de frutas vermelhas que saboreamos no Miod Malin
Delicioso prato de Pato com molho de frutas vermelhas que saboreamos no Miod Malin

O Restaurante Padre é um restaurante que oferece requinte, bom gosto e comida polonesa altamente saborosa. Clique aqui para saber mais sobre esse restaurante tão disputado em Cracóvia.

Restaurante Padre - Divinamente lindo
Restaurante Padre – Divinamente lindo

Lojas e souvenirs de Cracóvia

Já saímos do Brasil com um endereço da Zuzia Kozerska, que é uma designer polonesa que faz lindos rolos para entalhados em madeira para decoração culinária e também para biscoitos.

Nossa guia foi muito legal e alterou a rota para que pudéssemos adquirir os tão sonhados rolos.

Eu mesma não me contive e adquiri logo dois. Agora, todo Natal lá em casa tem um gostinho especial da Polônia.

Rolos entalhados em madeira adquiridos na Zuzia Kozerska
Rolos entalhados em madeira adquiridos na Zuzia Kozerska

Conclusão

Como você viu ao longo do texto, a Cracóvia possui pontos turísticos únicos e belíssimos como o Castelo de Wawel, a Catedral da Cracóvia e a Praça do Mercado.

Trouxemos dicas para conhecer cada um dos lugares e como foi a nossa experiência de viagem para você fazer turismo em Cracóvia melhor preparado.

Não se esqueça de que viajar para a Cracóvia se faz obrigatório o seguro de viagem, já que a Polônia faz parte do Tratado de Schengen.

Agora que você conheceu um pouco das belezas da Cracóvia, sua história e herança cultural, compartilhe esse e outros post sobre a Polônia com seus amigos e parentes.

Também não deixe de acompanhar nosso próximo destino no Leste Europeu, onde falaremos com detalhes sobre os campos de concentração de Birkenau e Auschwitz.

Abraço e até o próximo post!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

  • Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem em resorts e hotéis de tirar o fôlego.
  • Para encontrar a passagem aérea com o menor preço do mercado, não deixe de consultar o site da MaxMilhas que consulta os preços em várias companhias aéreas!
  • Reserve diárias de hotel no mundo inteiro de maneira prática e segura no Booking.com, com opção de cancelamento grátis e sem precisar pagar antecipadamente!
  • Precisa de aluguel de carro? Na RentCars o pagamento é feito em reais, sem cobrança de IOF parcelado sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.
  • E não esqueça do seguro viagem. Na Seguros Promo você usa o cupom VIDADETURISTA5 e ganha desconto de 5% na compra.
  • Para os passeios, ingressos para tours, shows e entradas em museus você pode contar com a Get Your Guide em vários lugares do mundo.
  • Com o cupom VIDADETURISTA da América Chip você ganha 5% de desconto na compra de um chip internacional para viajar conectado o tempo todo.

Ao fazer uma compra com um parceiro através do blog recebemos uma pequena comissão. Ninguém paga a mais por isso e de quebra ajuda o blog a trazer sempre artigos e novidades atualizadas. Obrigado! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *