BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Passeio pelos parques de Curitiba

QUAL O MELHOR SEGURO DE VIAGEM PARA VOCÊ?










Depois de contar para vocês no último post 20 curiosidades sobre Curitiba, me deu muita vontade de refazer os passeios pela capital paranaense. Foi então que decidi escrever sobre os parques de Curitiba visitando cada um deles para contar as últimas novidades de cada lugar.

Vamos falar tanto sobre os parques mais famosos, como também os parques menos famosos que merecem a visita pelas suas belezas ou particularidades.

Também vamos trazer dicas sobre os horários de abertura dos parques, suas principais atrações, assim como dicas para você não cair em furadas.

Nossa visita aos parques de Curitiba

Foi difícil escolher por onde começar! Na hora da escolha, me lembrei que no artigo passado eu disse que contaria sobre os parques e praças de Curitiba que homenageiam às mais diversas nações: Polônia, Alemanha, Ucrânia, Espanha, Japão, etc. E foi essa a tomada de decisão.

Curitiba tem a Praça das Nações e a Praça Zumbi dos Palmares que tem as bandeiras de países africanos. Tem o bairro de Santa Felicidade que representa a Itália. Assim como tem o bairro Jardim das Américas e o Memorial Árabe.

A verdade é que Curitiba é assim, uma mistura de culturas, de nações, sendo que basta você visitar a Feirinha da Praça Osório para literalmente experimentar de todas essas culturas.

A feira sempre tem várias edições especiais ao longo do ano: Páscoa, Inverno, Primavera e Natal. E há algum tempo a feira acontece também na Praça Santos Andrade todos os dias, aumentando as opções de visita.

Ela acontece de segunda a sábado, das 10 h às 22 h, e domingo, das 14 h às 20 h. Ao visitar a feira, vale passar pelo Passeio Público, já que fica próxima da Praça Santos Andrade.

Um passeio pelos parques de Curitiba
Um passeio pelos parques de Curitiba

COMPARADOR DE SEGURO DE VIAGEM

Parques mais famosos de Curitiba

Vamos começar nosso roteiro passando pelos parques mais famosos de Curitiba, incluindo o Jardim Botânico, o Parque Tanguá e o Parque Barigui.

O Bosque do Papa

O Bosque do Papa fica localizado entre a Rua Mateus Leme e Rua Wellington de Oliveira Viana. É um parque que eu conheço desde criança, pois um dos trabalhos de escola dos curitibanos é identificar as culturas presentes na cidade, e como sou de descendência polonesa, minha pesquisa foi realizada neste bosque.

Além do lindo parque que você atravessa numa trilha de calçadinha, tem sete casas típicas polonesas que foram construídas em 1878.

Dentro de uma delas você vê um pouco da cultura polonesa com móveis e utensílios da época da imigração, na outra uma capela e na seguinte, uma loja de artesanato polonês.

Estas casas são muito interessantes, pois eram construídas apenas com encaixe de troncos de pinheiro, sendo que elas foram remontadas dentro do bosque, foi fundado em homenagem à vinda do Papa João Paulo II para o Brasil e sua passagem por Curitiba no ano de 1980.

Na saída você encontra ainda uma confeitaria com delícias da Polônia e nada impede de você aproveitar o espaço perto do parquinho para um delicioso piquenique com essas delícias.

O Bosque do Papa fica aberto todos os dias das 08 h às 18 h, porém o Memorial da Imigração Polonesa fecha nas segundas-feiras.

>> Leia também: Dicas para as férias de julho em Curitiba

Parque São Lourenço

O Parque São Lourenço fica localizado na Rua Mateus Leme e é um espaço maravilhoso ao ar livre, com ciclovia, quadras esportivas e até pista de rolimã!

Além do maravilhoso passeio pelo parque, ainda tem um espaço chamado oficina de criatividade, onde são ministrados diversos cursos e oficinas.

Tem ainda a casa do pintor e escultor paranaense Erbo Stenzel, que foi transferida para dentro do parque e hoje abriga um acervo cultural e diversas exposições.

Neste parque ainda tem mais surpresas, especialmente para os meus amigos nerds e geeks fãs de heróis. Sentado em um banco no meio da ciclovia entre o Bosque do Papa e o Parque São Lourenço, você pode encontrar nosso amigo Groot! Vale uma foto, não é mesmo?

Parque da Pedreira

O Parque da Pedreira fica localizado próximo à Ópera de Arame, no Espaço Cultural Paulo Leminski, localizado na Rua João Gava, sem número, no bairro Abranches.

Esse não é um lugar que homenageia uma cultura específica. No entanto, aproveitando que estávamos pela região, decidimos fazer uma visita. Mas não é só uma visita, é uma visita aos cartões postais!

A Ópera de Arame é um belo teatro com estrutura tubular e teto transparente, cercado por água. O acesso é feito por passarelas metálicas por cima do lago. Fica a dica para não ir de sapato de salto ou de vestido/saia, já que pode ser um tanto desconfortável.

Ele tem capacidade de 1500 pessoas, sendo que ali acontecem os mais diversos tipos de eventos de Curitiba como espetáculos teatrais, shows, formaturas e claro, muita ópera!

No lago tem ainda um palco flutuante com atrações durante a semana, a partir de um projeto chamado Vale da Música que funciona de terça a domingo, das 10 h às 19 h.

O espaço conhecido como Pedreira, se chama na verdade Espaço Cultural Paulo Leminski, e ali são realizados shows ao ar livre para até 20 mil pessoas.

Já estive em alguns eventos na Pedreira, sendo que possui boa organização e segurança. Mas se você decidir participar de algum show, minha dica é chegar cedo se quiser estacionar mais próximo, ou então já programar sua ida de táxi ou aplicativo como Uber, para evitar transtornos ou custos extras com local para estacionar.

Outra dica: Fique atento à programação do parque antes de sua visita. Em dia de shows na Pedreira e eventos na Ópera de Arame, o acesso fica restrito a partir de determinado horário. Mais informações você pode consultar no site oficial.

>> Leia também: Dicas para o réveillon em Curitiba

Bosque Alemão

O Bosque Alemão fica localizado na Rua Francisco Schaffer com a Rua Nicolo Paganini e com a Rua Franz Schubert e é mais um passeio delicioso.

Dentro do bosque você encontrará painéis de azulejo onde estão partes da história de João e Maria (Hänsel und Gretel, em alemão), escrita pelos irmãos Grimm.

No centro do bosque fica a “casa da bruxa”, uma biblioteca onde fadas e bruxas contam histórias para as crianças.

Além dessas atrações você também encontra um mirante na torre dos filósofos, que possui 15 m de altura, um pórtico que é uma réplica da arquitetura da Alemanha, uma sala de concertos e lanchonete com produtos típicos.

Passeio Público de Curitiba

O Passeio Público de Curitiba faz passagem pelas Rua Carlos Cavalcanti, Avenida João Gualberto e Rua Presidente Faria. Ele é o parque mais antigo de Curitiba e foi recentemente revitalizado.

Ele foi ainda o primeiro Zoológico de Curitiba, mantendo até hoje alguns pequenos animais.  Para o Natal de 2019, além de decoração e programação especial, foi instalado um carrossel no centro do parque com acesso gratuito.

Além das atrações especiais, no Passeio Público você encontra um lago, restaurante, parquinho infantil, aquário, terrário, uma pista para caminhadas, ciclovia e bicicletário.

Você pode alugar sua bicicleta através de um aplicativo para seguir o passeio pelos parques da cidade, já que a ciclovia integra a maioria dos parques desta região.

Esse é o Passeio Público de Curitiba
Esse é o Passeio Público de Curitiba

Memorial Árabe

Quase em frente ao Passeio Público, na Praça Gibran Khalil Gibran, você encontra o Memorial Árabe, feito em homenagem à cultura do Oriente Médio.

Ele tem o formato de cubo e está sobre um espelho d’água. Dentro da construção existe uma biblioteca especializada, ideal para quem busca se especializar mais sobre essa cultura tão diferente da nossa.

Parque Tanguá

O Parque Tanguá fica localizado na Rua Oswaldo Maciel, no bairro Pilarzinho. Ele é outro dos cartões postais de Curitiba, um dos queridinhos para as fotos de casamento.

Digo isso porque quase todas as vezes que passei por ele, haviam noivos fotografando, e certamente é justificada essa escolha pela beleza do lugar.

Este parque, assim como o Parque São Lourenço, é um dos grandes exemplos de revitalização. Antes ele era uma área destinada a uma usina de reciclagem de caliça e lixo industrial que se transformou em um dos mais visitados parques da cidade.

Você encontrará canteiros de flores ao estilo francês e o Belvedere com três pisos, onde ficam localizados os decks de metal e as torres de observação, além da loja de souvenir e um bistrô.

Vale lembrar que o mirante fica a 65 m de altura. Ao descer para a área do lago você pode tranquilamente aproveitar o gramado para um piquenique em família ou simplesmente para deitar e apreciar a vista. O parque fica aberto das 8 h às 18 h.

>> Leia também: Dicas para o réveillon em Londrina

Parque Tingui

O Parque Tingui é uma homenagem aos primeiros habitantes de Curitiba, o povo indígena Tingui!

Ele fica localizado entre as ruas Rua Fredolin Wolf e José Valle, ao longo do Rio Barigui, e faz parte de um projeto da prefeitura, que visa ter um parque linear em toda a extensão do Rio Barigui com intenção de unir outros dois parques famosos da cidade: o Tanguá e o Barigui.

A Escultura de Índio encontrada na entrada representa o cacique Tindiquera, que teria indicado a localização onde iniciar a vila que mais tarde seria Curitiba. Ele fincou sua lança no chão e gritou “Aqui”.

O Parque Tingui possui lagos, pontes e uma trilha de caminhada, além de ciclovia e equipamentos como parquinho, academia ao ar livre e churrasqueiras.

Você encontra ainda no parque o Memorial Ucraniano e a loja de artesanato Ucraniano que funcionam de terça a domingo das 10 h às 18 h.

Uma curiosidade é que você pode ver as primeiras pedras colocadas onde o cacique indicou. Ficam na Praça Tiradentes, no coração da cidade. Uma parte da praça tem um “chão de vidro” para que você possa ver o calçamento histórico que há por baixo da praça.

Parque Barigui

O Parque Barigui fica localizado entre a Avenida Manoel Ribas e a BR-277 com acessos pela BR-277 e Avenida Cândido Hartmann.

Com o nome de origem indígena Barigui (rio do fruto espinhoso) este parque tem uma área de 1,4 milhões de metros quadrados, um grande lago e, ao seu redor, muitas opções de lazer.

Na minha última visita, contei pelo menos cinco eventos acontecendo simultaneamente em um sábado pela manhã, e sem que atrapalhasse um ao outro!

O Parque Barigui conta com um pavilhão de exposições de 5 mil metros quadrados e tem também o Museu do Automóvel, diversos circuitos para caminhada, pistas de corrida, academia ao ar livre, quadras esportivas, pista de patinação, parquinho infantil, churrasqueiras, lanchonetes e até mesmo pista de aeromodelismo.

>> Leia também: Dicas para o réveillon em Maringá

Praça do Japão

A Praça do Japão fica localizada entre a Avenida Sete de Setembro e a Avenida da República Argentina e foi construída em homenagem aos imigrantes japoneses que chegaram em meados de 1910.

O Império nipônico enviou diretamente do Japão as 30 cerejeiras que se encontram na praça. No ano de 1993 foi construído na praça o portal Japonês e também uma casa de chá e a casa de cultura, onde se encontra uma biblioteca.

O local é também a sede de eventos que celebram a cultura japonesa.

Jardim Botânico de Curitiba

O Jardim Botânico de Curitiba é o parque queridinho da cidade e vale falar muito mais do que apenas um parágrafo. Ele não é apenas um parque, é uma experiência. Fica localizado na Rua Engenheiro Ostoja Roguski.

É o lugar da cidade onde mais se faz ensaios fotográficos, tanto individuais como de casal, gestante, família e até mesmo publicitários. E para não fugir à tradição, onde fiz meu último ensaio também. =)

Estrutura do Jardim Botânico

A estrutura do Jardim Botânico de Curitiba conta com a famosa estufa (cenário do principal cartão postal da cidade), o Museu Botânico Municipal, o jardim em estilo francês com lagos, fontes, bistrô e pista para caminhada, além de um bosque que é área de preservação permanente.

Também o local do Jardim das Sensações, onde você pode realizar um passeio especial no horário de 9 h às 17 h, onde entrará em contato com mais de 60 espécies de flora, sem o uso da visão, apenas vivenciando a experiência através do tato e olfato.

No ano de 2019, a estufa passou por uma reforma, houve troca dos vidros e borrachas, reparos na estrutura e pintura, e então ela voltou poderosa, com direito a show de luzes na reabertura, onde até ganhou uma iluminação cênica especial.

Foi tão bem aceita a ideia, que acabou se tornando uma das atrações do Natal de Curitiba com um Concerto Luminoso especial de Natal.

>> Leia também: Dicas para o réveillon em Foz do Iguaçu

Atividades diversas

O parque tem 178 mil metros quadrados e não é apenas um lugar de passeio, mas também de pesquisa, contando com coleções de plantas devidamente identificadas e organizadas, documentando especialmente os exemplares da flora paranaense.

Nessa linha, acontecem ainda outras atividades de educação ambiental, dirigida especialmente aos estudantes e exposições diversas voltadas ao tema do meio ambiente, no salão de exposições do parque.

Para esse escrever esse artigo, claro que fui visitar ele novamente! Precisava me atualizar, e de quebra usar a pista de caminhada e depois passar pela trilha das sensações, que nunca tinha ido e então contar para vocês as minhas impressões sob nova perspectiva.

Como uma imagem diz mais do que mil palavras, esta sou eu, e como me sinto em relação ao nosso amado, querido, lindo e maravilhoso Jardim Botânico.

Como foi nosso passeio no parque do Jardim Botânico de Curitiba
Como foi nosso passeio no parque do Jardim Botânico de Curitiba

Mercado Municipal de Curitiba

O Mercado Municipal de Curitiba fica localizado na Avenida Sete de Setembro, 1865, não muito longe do Jardim Botânico e em frente à Rodoviária de Curitiba.

Ele foi fundado em 1958 e é onde os curitibanos vão quando precisam de algum produto especial, orgânico ou que é originário de outras regiões do país e até do mundo.

Você pode, por exemplo, em uma das lojas, adquirir grãos de café dos mais diversos lugares do Brasil, como de Minas Gerais, do Espírito Santo, da Bahia, ou até mesmo do mundo, como da Argentina.

Também pode simplesmente escolher um deles e degustar ali mesmo na cafeteria. Como sou uma apaixonada por café, esta foi uma parada obrigatória da minha passagem pelo mercado.

A segunda parada foi na banca de frutas que vende cacau, pois é raro aqui na cidade, então de tempos em tempos vou buscar no Mercado Municipal.

Parques menos famosos

Agora vamos conferir outros parques menos famosos de Curitiba, mas com beleza exuberante ou atrações diferenciadas. Cada parque escolhido, de alguma forma fez ou faz parte da minha vida aqui em Curitiba.

Parque Passaúna

O Parque Passaúna fica localizado no final da Rua Eduardo Sprada, na divisa com o Município de Campo Largo. Ele foi formado ao redor de uma represa com o intuito de preservação da qualidade da sua água.

Você encontra ali um mirante de 12 metros de altura, que fica sobre um monte, ou seja, você observará a vista à 60 metros do nível do lago.

Muitas vezes atravessei a cidade para ficar ali apenas contemplando tamanha beleza e voltava renovada para casa.

A trilha ecológica passa por dentro do bosque, por pontes, churrasqueiras, ancoradouros, antigas olarias e também à beira do lago.

Por ser um parque mais distante do centro, você terá a oportunidade de ver também diversos animais, como a famosa capivara (conhecida pelos estrangeiros como hamster gigante!), lontras, pacas, tatus e garças, dentre outros.

>> Leia também: Dicas de viagem para Foz do Iguaçu

Parque Lago Azul

O Parque Lago Azul fica localizado na Rua Colomba Merlin, 831, bairro de Umbará, e é outro parque especial para mim, local onde fizemos até piquenique de aniversário de 15 anos da minha prima.

Na beira do lago estendemos diversas toalhas coloridas, colocamos almofadas e o banquete e depois brindamos a aniversariante com tacinhas de acrílico, uma experiência única em um lugar ímpar.

O Parque Lago Azul também possui um mirante de madeira com vista para o lago, churrasqueiras, lanchonete e um parquinho infantil feito de troncos.

A área é de 128.500 metros quadrados e deixo aqui como destaque um antigo moinho de milho que foi recuperado e se tornou uma atração diferenciada do parque, já que se vê poucos destes moinhos hoje em dia.

Bosque Reinhard Maack

O Bosque Reinhard Maack fica localizado entre as Rua Raggi Izzar, Rua Waldemar Kost e Rua Oswaldo Aranha. É um dos lugares preferidos de todo piá (menino) e de toda guria (menina) de Curitiba!

Passei parte da minha infância, adolescência e vida adulta, já que é o parque mais próximo da minha casa, onde gosto de ir às vezes com minhas amigas para fazer a trilha ou simplesmente sentar na grama e conversar. Um lugar delicioso de ir, pois além da área verde tem uma proposta completamente diferenciada.

O parque do Bosque Reinhard Maack, em plena área urbana, também é sede de um grupo de escotismo e conta com uma trilha especial de aventura com 16 brinquedos, a maioria construídos em madeira.

Eu sempre me senti em um filme do Indiana Jones quando passava me equilibrando pela trilha de troncos ou pela ponte feita com troncos que se movem.

E o mais legal é que a maioria deles, adulto pode brincar também. Você aceita o desafio? Só fique atento aos dias e horários de funcionamento, pois durante a semana o parque funciona somente para passeios escolares. No geral, ele é aberto ao público aos sábados, domingos e feriados apenas.

>> Leia também: Dicas para o aluguel de carro em Curitiba

Parque Iguaçu/ Zoológico

O Parque Iguaçu fica localizado entre a linha férrea e o Rio Iguaçu e é um dos maiores parques urbanos do país com diversos setores, todos preservando o meio ambiente e promovendo o contato com a natureza da melhor forma.

O setor náutico é destinado a esportes considerados não poluentes, como o remo, vela e canoagem. Tem ainda a área dos pedalinhos e o canal de circulação de barcos com uma área verde onde além de tudo é um lugar para um bom piquenique.

A propósito, minha família já fez piqueniques por lá, até porque é parte da nossa cultura, se reunir de vez em quando, mesmo fora de datas especiais, o que normalmente envolve comida, seja qual for a atividade.

Bem do ladinho fica o setor esportivo do parque, com muitas quadras esportivas: campo de futebol, futebol de areia e vôlei. Tem ainda um espaço especial que é um estádio de baseball, preparado com arquibancada e tudo!

A propósito, vale comentar que em Curitiba temos os mais diversos esportes, assim como este espaço para baseball, em outro canto da cidade existe o espaço onde se reúnem os jogadores de Rugby. Também existem times de críquete, autódromo e até arena de hóquei no gelo! Curitiba é multicultural nos esportes também!

Dentro da área do Parque Iguaçu é que se localiza o Zoológico de Curitiba. São mais de 80 espécies de animais em uma área de 530 mil metros quadrados.

Se for visitar o zoológico, importante lembrar de reservar uma tarde toda para o seu passeio. Vá com um calçado confortável e leve água, pois a trilha é longa, e compensa, com certeza.

Meus animais favoritos são as girafas e os felinos, inclusive, devido ao ambiente ser propício para a reprodução das espécies, uma girafa nasceu no nosso zoológico e na época nós pudemos até ajudar na escolha do nome do bebê girafa, através de uma votação.

Dentro do Zoológico de Curitiba tem ainda um local que promove atividades recreativas e ecológicas com grupos de crianças, chamado Casa do Acantonamento.

>> Leia também: Por quê contratar seguro de viagem para o Brasil

Parque do Museu Oscar Niemeyer

O Museu Oscar Niemeyer fica localizada na Rua Marechal Hermes, 999. Ok, o museu não é um parque, mas quem disse que não?

Além do museu propriamente dito, considerado o maior da América Latina, com suas exposições e ações educativas, o lugar possui uma área externa conhecida como “ParCão”.

É o parque canino da cidade onde todo final de semana é uma diversão. As pessoas vão passear com seus cães, tem feiras de adoção e ainda é um espaço onde acontecem diversos outros eventos do Museu, como o Arraiá do MON, shows de música e muito mais.

Finalizando

Procuramos trazer aqui ao longo do artigo uma série de parques de Curitiba para você se divertir e passear pela capital do Paraná na sua próxima viagem.

Falamos sobre os principais parques, com o Jardim Botânico, o Parque Tanguá e o Parque Barigui, assim como falamos sobre parques menos conhecidos, mas que valem a visita.

Agora queremos ouvir a sua opinião. Qual dos parques citados no texto você ficou com mais vontade de visitar? Deixe abaixo o seu comentário!

Pois é isso, mais um pouco de Curitiba para vocês, espero que possam conhecer estes lugares e ter ótimas experiências para contar. Abraço!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

  • Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem em resorts e hotéis de tirar o fôlego.
  • Para encontrar a passagem aérea com o menor preço do mercado, não deixe de consultar o site da MaxMilhas que consulta os preços em várias companhias aéreas!
  • Reserve diárias de hotel no mundo inteiro de maneira prática e segura no Booking.com, com opção de cancelamento grátis e sem precisar pagar antecipadamente!
  • Precisa de aluguel de carro? Na RentCars o pagamento é feito em reais, sem cobrança de IOF parcelado sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.
  • E não esqueça do seguro viagem. Na Seguros Promo você usa o cupom VIDADETURISTA5 e ganha desconto de 5% na compra.
  • Para os passeios, ingressos para tours, shows e entradas em museus você pode contar com a Get Your Guide em vários lugares do mundo.
  • Com o cupom VIDADETURISTA da América Chip você ganha 5% de desconto na compra de um chip internacional para viajar conectado o tempo todo.

Ao fazer uma compra com um parceiro através do blog recebemos uma pequena comissão. Ninguém paga a mais por isso e de quebra ajuda o blog a trazer sempre artigos e novidades atualizadas. Obrigado! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *