BAIXE GRÁTIS NOSSO KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGEM! CLIQUE AQUI!

Gastronomia em Goiás: Conheça os pratos típicos do cerrado brasileiro

Olá pessoal, aqui é o Gustavo Martins e escrevi esse artigo no Vida de Turista para falar de um assunto que vai dar água na boca, sobre a gastronomia em Goiás, ideal para quem está planejando viagem para esse estado.

Fato é que o Brasil é um país continental e nossa cultura é rica demais! Temos diversas cores, diferentes línguas e sabores. Se você viajar do norte ao sul vai perceber que a gastronomia de cada estado muda de acordo com seu tempo, sua cultura, suas origens.

Neste artigo, vou apresentar uma das gastronomias do Brasil, a do estado de Goiás, que fica no cerrado brasileiro. Uma região de clima seco, temperaturas elevadas a maior parte do ano.

Essa característica faz com que a comida seja totalmente diferente de outras regiões, pois além de ter alimentos vegetais diferentes como o pequi e suã, seu relevo é propicio para a criação de gado, assim como em Minas Gerais.

Elementos da culinária Goiana

Trouxemos abaixo os principais elementos da culinária de Goiás e seus pratos típicos para você conhecer e experimentar um deles quando viajar para Goiás.

Suã

O suã é um tipo de corte de porco que é a parte que sobra depois que se tira a costela e o lombo do porco.  Ela tem muito osso, assim como uma costela, porém confere muito sabor quando cozido.

Ela é considerada um corte nobre do porco e além de estar presente na culinária goiana, também está presente na culinária mineira. Apesar de muito saborosa e barata, ela é muito pouco conhecida nos mercados.

Guariboba

A guariroba é uma palmeira nativa da região do cerrado brasileiro encontrada na região do Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais (triângulo mineiro).

É uma palmeira de caule fino e reto que se destaca na paisagem e que indica que o solo é fértil.

O principal produto extraído da guariroba é o seu palmito ou broto terminal, que se caracteriza pelo sabor amargo.  A guariroba é muito empregada na culinária dos estados de Goiás e Minas Gerais.

Pequi

O pequi é um dos elementos mais presentes e marcantes da culinária goiana. Ele é um fruto típico do cerrado, cuja nomenclatura significa “pele espinhenta”.

No interior do pequi existe um caroço revestido por uma polpa comestível macia e amarela. Embaixo da polpa há uma camada de espinhos muito finos, por isso o pequi deve ser cozido e deve tomar cuidado ao roê-lo.

Embaixo dessa camada fina de espinhos há uma amêndoa macia e muito saborosa. A época de produção dos frutos é de novembro a janeiro.

A germinação do pequi pode demorar até um ano e menos da metade dos caroços germinam. Por isso é uma fruta tão especial da gastronomia em Goiás.

“Além de ser utilizados em pratos locais, ele pode ser utilizado como tempero, em conserva e como matéria-prima para a produção de licores, sorvetes e ração para animais, o que torna o pequi é um fruto muito versátil.”

>> Confira dicas para o réveillon em Goiânia

Pratos típicos de Goiás

Agora vamos conhecer alguns dos pratos típicos de Goiás mais famosos que utilizam os elementos da gastronomia de Goiás que vimos acima no texto.

Frango com Pequi

O frango com pequi é um dos pratos mais típicos de Goiás e talvez o mais conhecido do estado e o mais apreciado pelos locais. Vale lembrar que além de Goiás outros estados como o Tocantins adoram colocar o pequi na sua culinária.

Como o próprio nome já diz, ele é uma combinação do frango com o pequi que é um fruto com uma camada de espinhos e não deve ser mordido. Ele está presente no prato para dar um sabor ao frango.

Além do pequi, esse prato típico goiano acompanha pimentão e pimenta malagueta para incorporar um sabor mais forte ao frango e contrastar como sabor amargo do pequi.

“Se você não é fã de pimenta, pode tirar da receita sem problemas, ou apenas substituir por uma pimenta menos forte, como a dedo-de-moça.”

Mas é só isso que vai na receita? Não!

Um tempero muito interessante dessa receita, com certeza é o colorau. Esse ingrediente é um condimento, assim como a páprica, que se casa perfeitamente com diversas receitas. Ele é feito de pimentão seco, mas não é tão ardido ou forte como a páprica.

E é claro, como qualquer receita de brasileira, os temperos tradicionais fazem parte, então nesse prato vai ter também sal, alho, cebola e tomate.

Quando o Thiago fez viagem para o Rio Quente Resorts em 2013, ele comentou comigo que experimentou o frango com pequi e adorou o prato.

Um dos pratos da gastronomia em Goiás é o frango com pequi
Um dos pratos da gastronomia em Goiás é o frango com pequi

Frango com Guariroba

Aqui vai mais uma receita com frango, mas dessa vez ao invés de colocar pequi, o ingrediente da vez é a guariroba, ou seja, vamos conhecer o frango com guabiroba.

Como você percebeu, o frango é muito consumido em Goiás, isso se deve ao fato de serem um grande fornecedor de frangos e galinhas para outros estados Brasil.

Se eles conseguem importar uma grande quantidade para outros estados, com certeza, tem uma grande quantidade para consumo interno. E isso é maravilhoso!

“Eles combinam um ingrediente de grande consumo, com elementos que são cultivados em Goiás mesmo, como o pequi e a guariroba.

A receita de frango com guariroba é muito similar ao com pequi. Afinal, a proteína é o frango e o acompanhamento é a guariroba. Porém, diferente da receita com pequi, a guariroba não está lá para agregar sabor a receita, ela é consumida junto com o frango.

Esse prato acompanha um delicioso molho que é feito à base de manteiga, açúcar e açafrão, que é um condimento de origem asiático, usado principalmente em pratos indianos.

Se quiser experimentar esse prato, tome cuidado para não exagerar no açafrão, pois ele é uma especiaria com um sabor muito forte que pode dominar o prato e ofuscar os ingredientes principais que são o frango e a guariroba.

>> Confira dicas para as férias de julho em Goiânia

Não deixe de experimentar o frango com guariroba na viagem a Goiás
Não deixe de experimentar o frango com guariroba na viagem a Goiás

Galinhada

Juro que esse é o último prato que tem como proteína o frango da gastronomia em Goiás. Eu não conseguiria escrever sobre Goiás sem mencionar esse prato, que além de ser muito típico em Goiás, é também muito consumido no estado vizinho, Minas Gerais.

A galinhada é um prato muito simples de fazer, porém com um sabor muito delicioso. Para fazer galinhada você vai precisar cozinhar o frango caipira e o arroz da maneira como é feito tipicamente em Goiás.

O grande ponto da galinhada, é cozinhar bem o arroz até ele ter pouca água e acrescentar o açafrão e mexer bem para que agregue sabor ao arroz.

“Lembre-se que o açafrão é um ingrediente que pode roubar o sabor, assim como o coentro, então acrescente aos poucos e não esqueça de provar.”

Dá até fome só de pensar em fazer essa galinhada, não é mesmo?

Para cozinhar o frango, é tão simples quanto o arroz. O pulo do gato é cozinhar o frango junto com pimentões vermelho e amarelo, tomate, milho verde e cebola.

Além do frango ganhar sabor, o prato quando é montado fica colorido e muito bonito visualmente.

Depois de fazer o arroz e o frango, basta juntar ele em uma panela e servir para seus amigos e familiares. Esse com certeza é um prato perfeito para fazer no almoço de domingo.

Quando entreguei o texto aqui para o Vida de Turista, sei que o Thiago comentou que existe um prato semelhante em Santa Catarina, porém nesse caso se troca o arroz pela polenta, e é chamado de polenta com galinha.

A galinhada é um dos pratos mais saborosos de Goiás
A galinhada é um dos pratos mais saborosos de Goiás

Pamonha também faz parte da gas

Pamonha não é só um prato típico de Goiás e dos estados do Nordeste, é um prato típico brasileiro e uma marca cultural do nosso país. Pamonha sempre está presente nas festas juninas e quermesses, e é bem provável que você já tenha provado ela em algum momento da sua vida.

Dizem que a pamonha é um prato que veio da culinária indígena, especificamente dos tupis, dado que a palavra pamonha é derivada da palavra tupi para “pegajoso”. E a pamonha é realmente bem pegajosa.

Para fazer pamonha é necessário ralar o milho e juntar com água, coco e açúcar até formar uma massa. Essa massa está crua e precisa ser cozida. E aí que está o pulo do gato.

É preciso embrulhar um pouco da massa no sabugo e fechar com um barbante, como se fosse um presente. Esse pacote é fervido em água, até que a pamonha cozinhe.

“Bem rústico esse processo, mas o resultado é delicioso!”

A pamonha típica é doce, mas como ela é bem comum fora de Goiás, existem algumas variações. No centro-oeste existe a pamonha salgada e a pamonha recheada com carne-seca. Enquanto no Nordeste ao invés do coco ralado, é usado o leite de coco.

Não importa as variações, a pamonha é com certeza um prato da gastronomia em Goiás que você deve experimentar pelo menos uma vez na vida.

A pamonha é tradicional no Brasil inteiro, mas principalmente em Goiás
A pamonha é tradicional no Brasil inteiro, mas principalmente em Goiás

Arroz com suã

Esse prato é um dos pratos caipiras que compõem a gastronomia do cerrado. Ele usa o suã que é uma parte muito deliciosa do porco, macia e suculenta.

Para fazer esse prato é preciso começar no dia anterior, temperando o suã. Como a maioria dos pratos que envolve carne de porco, temperar um dia antes e deixar a carne marinando na geladeira com o tempero, faz a carne absorver mais o sabor e manter ele na carne quando ela é frita.

Tempere a carne com sal, alho, cebola, coentro e manjericão e deixe a carne marinando em uma vasilha entre 8 e 12 horas. Esse é o tempo ideal para ela absorver todo o tempero.

O tempo ideal para refogar a carne é de uma hora e em uma panela grande, para mexer bem sempre que possível e a água ir soltando aos poucos. Após refogar a carne, cozinhe o arroz em uma panela.

Para finalizar o prato, junte o suã ao arroz e mexa bem. E está pronto!

“Para acompanhamento você pode refogar uma couve, fazer tutu mineiro ou farinha de mandioca. Eles combinam muito bem o arroz com suã.”

Arroz com suã é um dos pratos típicos de Goiás
Arroz com suã é um dos pratos típicos de Goiás

O que achou da gastronomia em Goiás?

Essa são algumas dicas para você saber o que experimentar de pratos típicos goianos quando fizer sua viagem para Goiás.

E se quiser fazer essas receitas em casa, lembre-se que você não precisa seguir todos os processos à risca.

Cozinhar é extrapolar a criatividade e sair do comum. Os elementos que a culinária de Goiás usa certamente podem ser usados no seu almoço de domingo ou no seu próximo churrasco com amigos. Basta testar os sabores e harmonizar tudo.

Se precisar de mais dicas para viajar para Goiás, não deixe de conferir esse post supercompleto de Goiás que o Thiago preparou.

Não deixe de falar sua opinião sobre os pratos que falamos. O que você achou da gastronomia em Goiás? Se você já provou ou tem vontade de provar algum deixe um comentário aqui embaixo.

Forte abraço!

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI!

  • Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem em resorts e hotéis de tirar o fôlego.
  • Para encontrar a passagem aérea com o menor preço do mercado, não deixe de consultar o site da MaxMilhas que consulta os preços em várias companhias aéreas!
  • Reserve diárias de hotel no mundo inteiro de maneira prática e segura no Booking.com, com opção de cancelamento grátis e sem precisar pagar antecipadamente!
  • Precisa de aluguel de carro? Na RentCars o pagamento é feito em reais, sem cobrança de IOF parcelado sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.
  • E não esqueça do seguro viagem. Na Seguros Promo você usa o cupom VIDADETURISTA5 e ganha desconto de 5% na compra.
  • Para os passeios, ingressos para tours, shows e entradas em museus você pode contar com a Get Your Guide em vários lugares do mundo.
  • Com o cupom VIDADETURISTA da América Chip você ganha 5% de desconto na compra de um chip internacional para viajar conectado o tempo todo.

Ao fazer uma compra com um parceiro através do blog recebemos uma pequena comissão. Ninguém paga a mais por isso e de quebra ajuda o blog a trazer sempre artigos e novidades atualizadas. Obrigado! =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *