Gruta do Lago Azul – Bonito – MS

Após finalizar os posts das nossas aventuras na Ilha do Padre e contar sobre o projeto Jiboia, continuamos nossa série de posts da viagem a Bonito e Pantanal, dessa vez falando do ponto turístico mais famoso de Bonito: a Gruta do Lago Azul.

Confesso que antes de conhecer Bonito pessoalmente esse era o principal local que eu via em fotos até porque é o que diferencia a cidade de muitos outros destinos de ecoturismo. Nenhum outro lugar do Brasil tem uma gruta que termina em um lago de cor azul. Não é a toa que a Gruta do Lago Azul é o cartão postal de Bonito.

Chegando até a Gruta do Lago Azul

Para se chegar até lá é um pouco demorado do centro de Bonito. Aproximadamente 20 km, o que faz levar em média 30 minutos de carro dependendo as condições da estrada que geralmente são de terra batida.

Tivemos sorte e pegamos um dia de sol, no qual o caminho até lá foi bem tranquilo. Enquanto não chegávamos fomos conversando com o motorista sobre o turismo na cidade, investimentos que estão sendo feitos pelo Governo e apreciando a paisagem rural.

Considerei as estradas até lá bem sinalizadas. Muitas placas indicando qual caminho a seguir. Também dava para ver placas indicando outros pontos turísticos famosos de Bonito, como as Grutas de São Miguel e o Abismo Anhumas que ficavam perto da Gruta Azul.

Quando chegamos lá na Gruta do Lago Azul, nos deparamos com um local bem estruturado com estacionamento amplo, sanitários, local para compra de água e alimentos, além de um stand com os equipamentos de segurança para quem vai curtir o passeio.

O que levar na Gruta do Lago Azul

Os equipamentos de segurança são capacete e tênis fechado. O capacete é fornecido no local e vem com uma toca de pano para colocar por baixo, já que muitas pessoas usam o capacete por dia. É importante escolher um capacete do seu tamanho e prender bem ele para não cair ou ficar incomodando durante o passeio da gruta.

Equipamento de segurança - Gruta do Lago Azul
Equipamento de segurança – Gruta do Lago Azul

Não se pode entrar na gruta de chinelo, sandália e outros calçados abertos, lembrando também que os calçados devem ser antiderrapantes. Outra informação importante é ir com roupas leves, repelente, protetor solar e dinheiro para consumo extra. Óculos de sol só fazem sentido lá fora, já que dentro da gruta é escuro.

Câmeras fotográficas são permitidas, desde que fiquem bem presas ao braço ou pescoço. Para quem não é fotógrafo profissional é difícil regular a câmera para bater fotos do lago azul, já que é um local com pouca iluminação e mesmo com flash as fotos ficam escuras.

Por isso os guias batem fotos lá embaixo com câmeras pré-configuradas e depois eles vendem em CDs ou impressas. Achei o preço caro, já que cada foto da gruta saía por R$ 10,00. Foi o local mais caro de Bonito para vender fotos dos passeios. Então tentei inúmeras configurações da câmera para evitar comprar as fotos. Elas até ficaram boas, mas nenhuma se comparou as fotos do guia. Acabei comprando 3 delas para recordação.

Os grupos são organizados por horário que saem de 15 a 15 minutos e deve-se esperar ser chamado para iniciar o passeio. Um guia acompanha do início ao fim e vai contando a história do lugar e muitas curiosidades da gruta.

Entrando na Gruta do Lago Azul

Antes de entrar na gruta tem uma trilha a percorrer. Ela é de mata fechada e são 10 minutos de caminhada. É possível ver animais pelo caminho como aves e répteis.

Trilha - Gruta do Lago Azul
Trilha – Gruta do Lago Azul

Quando chegamos na boca da gruta, temos de ficar esperando o grupo anterior subir primeiro para então nós descermos. Tudo bem organizado e orquestrado pelos guias do passeio. Para quem está descendo vemos a cara de cansado das pessoas que subiram. Por outro lado, vemos também a alegria de ter conhecido esse lindo ponto turístico. Ao todo entram 4 grupos na gruta ao mesmo tempo em horários controlados.

Entrada - Gruta do Lago Azul
Entrada – Gruta do Lago Azul

Aqui não tem limite de idade, tanto que vimos pessoas de todas as idades. O que restringe aqui é a limitação física. Se pessoa tem problemas no joelho, por exemplo, não é recomendado descer os 300 degraus da gruta, até porque vai ter de subi-los depois.

Gruta do Lago Azul - Bonito - MS
Gruta do Lago Azul – Bonito – MS

A trilha é rústica, sem corrimão e não é uniforme. Tem degraus grandes, degraus pequenos, degraus largos e degraus curtos. No geral, achei bem tranquilo descer, já que a cada pedaço da descida o guia parava, esperava todo mundo chegar ao mesmo ponto e fazia mais explicações do lugar.

Guia - Gruta do Lago Azul
Guia – Gruta do Lago Azul

Eles até chegaram a construir uma segunda escadaria para os turistas, mas que foi embargada devido a fins de preservação e segurança. Ela estava pronta, mas não liberada. Confesso que ver a construção da segunda escadaria diminuiu a naturalidade da gruta. Talvez depois que ela estiver em uso minha opinião mude.

Logo na entrada era possível ver estalagmites e estalactites enormes e em formação. Escutávamos e víamos os pingos da formação rochosa nas paredes e no chão da gruta. Só de pensar que elas levaram milhões de anos para se formar nos mostrava a magnitude do lugar.

Estalactites e Estalagmites - Gruta do Lago Azul
Estalactites e Estalagmites – Gruta do Lago Azul

O contato humano com uma delas em formação poderia comprometer esse processo. Por isso na descida havia cordas separando até onde as pessoas poderiam avançar sem prejudicar a gruta.

Chegando no Lago Azul

Descendo um pouco mais já começávamos a ver a lagoa azul. A cor azul da água é devido a uma combinação de fatores como localização da gruta, quantidade de iluminação do sol e os minerais do fundo do lago, formado principalmente por calcário. Chegando fora do horário de visitação já não é possível mais ver a cor da água azul.

Inclusive tem uma determinada época do ano em que é possível ver raios de luz entrando e batendo na água. Não me recordo agora exatamente qual é o período, mas se alguém souber, por favor, deixe nos comentários.

Lago Azul - Gruta do Lago Azul
Lago Azul – Gruta do Lago Azul

Uma vez era possível entrar na água da gruta. Agora somente ambientalistas e biólogos autorizados. O local é tombado pelo IPHAN, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Não há grandes animais vivendo dentro d’água da gruta como peixes ou crustáceos. Porém há micro-organismos confirmados e pequenos peixes. O objetivo é preservar o máximo possível o lugar.

A água da gruta não é corrente e apesar disso, ela parece estar em constante movimento. Isso é por causa das gotas d’água da gruta que caem e ficam movimentando a água.

Pelo que o guia nos explicou não se sabe qual o local onde a água se forma. Se suspeita que tenha uma nascente e que se seguirmos todos os caminhos ela vai até o Rio Formoso, porém ainda não foi confirmada essa informação. A suspeita foi dada por uma experiência de seguir uma coloração colocada na água e encontrada quilômetros depois no Rio Formoso.

Grupos - Gruta do Lago Azul
Grupos – Gruta do Lago Azul

A água do Lago Azul é totalmente transparente, apesar de azul. Dava para ver no fundo um enorme galho de árvore que caiu anos atrás e agora ajuda a compor a paisagem das fotos. Por sinal, de tão transparente o lago parece raso. Só que ali na beirada já tem alguns metros de fundura. Como diz o ditado, águas calmas são as mais profundas.

Lá na parte de baixo nosso guia também deu a orientação para olhar para cima inclinando a cabeça para trás. Parecia que estávamos em Marte. Uma linda imagem da gruta para ser observada.

Vista de Marte - Gruta do Lago Azul
Vista de Marte – Gruta do Lago Azul

Ficamos lá quase 10 minutos batendo fotos, apreciando a paisagem e a natureza única do lugar. Por mim, poderíamos ter ficado meia hora, mas sabíamos que tinha outro grupo também querendo visitar o lugar.

O que nos restava então era voltar fazendo todo o percurso de subida da gruta. Cada um deve fazer no seu ritmo para não cansar demais até sair totalmente do local.

Subida - Gruta do Lago Azul
Subida – Gruta do Lago Azul

No geral, a Gruta do Lago Azul é um lindo passeio de contemplação que recomendo a todos a visitar em Bonito. O preço para visitar a Gruta do Lago Azul pode ser conferido no site da H2O Ecoturismo, a agência de viagens que nos levou para conhecer o lugar.

Lembrando que é importante comprar o passeio da gruta antecipadamente. É um dos locais mais concorridos de Bonito e você não vai querer deixar a cidade sem conhecê-la.

Sua viagem começa aqui!

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Precisa alugar um carro? Na RentCars a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem.

E não esqueça do seguro viagem. Na Real seguro viagem o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto.

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigado! =)

Conteúdo relacionado

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

6 comentários em “Gruta do Lago Azul – Bonito – MS

  • 19/11/2013 em 16:38

    A melhor época para vizitação da gruta azul é entre Dezembro e Janeiro, pela manhã quando o sol incide diretamente na entrada da gruta, tornando o azul da água ainda mais intenso.

    Resposta
    • 19/11/2013 em 23:11

      Oi Celia! Obrigado pela visita e também pela informação. Ajudará muito para quem quer desfrutar do melhor momento para visitação da Gruta Azul.

      Resposta
  • 25/11/2013 em 18:19

    Show de bola. Não sei porque ainda não fui visitar esse lugar. Abraços

    Resposta
    • 25/11/2013 em 22:53

      Recomendo muito Johnnie. É daqueles lugares que visitamos e não se arrependemos. Voltamos com muitas histórias para contar e absolutamente renovados. Obrigado pela visita! Abraço!

      Resposta
  • Pingback: Lagoa Misteriosa - Bonito - MS - O lugar mais bonito de Bonito!

  • 24/04/2015 em 01:04

    Acabei de chegar de Bonito. Fui na Gruta do Lago Azul, linda, a natureza é fantástica. Minha mãe foi comigo, porém, ela não gostou muito porque a subida pela escadaria foi muito difícil para os seus 75 anos. Outro passeio maravilhoso que recomendo é a Estância da Mimosa. É incrível, trilha pela mata com paradas em sete lindas cachoeiras, sem falar na recepção e no almoço preparado em fogão de lenha com direito a sobremesa e cafezinho. Tudo orgânico e feito com produtos cultivados pelas pessoas do lugar. Simplesmente perfeito para qualquer idade. Abraços.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *