Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas!

Para finalizar nossa série de posts sobre Bombinhas, vamos falar de um assunto polêmico envolvendo Bombinhas: a TPA, que é a Taxa de Preservação Ambiental implantada na cidade.

Segundo informado no site da Prefeitura de Bombinhas, o objetivo da TPA Bombinhas é ter o “crescimento sustentável da cidade focado na preservação da natureza e na qualidade de vida dos habitantes e da população flutuante”. Uma taxa cobrada entre os dias 15 de novembro e 15 de abril de cada ano, período em que há a maior concentração de turistas.

É um assunto polêmico que envolve a prefeitura, moradores, turistas, ambientalistas e especialistas do turismo catarinense. A taxa é cobrada para cada veículo que entra na cidade na alta temporada de Bombinhas com valores a partir de R$ 21,83.

A entrada na cidade antes gratuita passa a ser paga e obrigatória. Foi então que começaram a surgir todas as polêmicas para saber se o dinheiro será empregado no que realmente foi prometido, o funcionamento do sistema, como fica para os moradores locais, se afugentará o turista e tudo mais.

Como funciona a Taxa de Preservação Ambiental

Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas
Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas

Funciona assim: Os turistas gringos param obrigatoriamente no terminal instalado na entrada da cidade para pagar a Taxa de Preservação Ambiental. Os brasileiros não param no terminal. Eles podem seguir adiante e pagar em um dos postos instalados na cidade ou pela internet em um portal exclusivo criado para o assunto.

As placas dos veículos são registradas automaticamente por um sistema de captura de imagens e cadastrados para efetuar o pagamento. Se o veículo identificado não efetuar o pagamento, a Taxa de Preservação Ambiental entra como dívida ativa do município e corre multa de 10%, mais juros de mora de 1% ao mês.

No meu caso, nas duas vezes que fomos, entramos na cidade, não pagamos a taxa no posto de coleta e aguardamos a inclusão no portal fazendo o acompanhamento toda semana. Até hoje a taxa não foi cadastrada para o pagamento. Não sei se o sistema não gravou a placa ou se foi em um período de adaptação do sistema da TPA. Se isso aconteceu com mais pessoas, é dinheiro que o município não arrecadou como o esperado.

Para aqueles que pagaram a Taxa de Preservação Ambiental, foram arrecadados 3 milhões de reais conforme divulgado no balanço do último período. Isso permitiu a instalação de 60 banheiros públicos em todas as praias, 580 lixeiras e limpeza das praias durante o dia. Eu presenciei pessoalmente as benfeitorias na viagem a Bombinhas.

Porém a Prefeitura de Bombinhas poderia ter sido mais esperta em um assunto. As obras de saneamento começaram em plena temporada, o que atrapalhou muito o trânsito da cidade, principalmente em Bombas. Fora toda a poeira ou lama em dias de chuva que os turistas pedestres enfrentaram.

Para finalizar, se a Taxa de Preservação Ambiental em Bombinhas vai continuar eu não sei, mas que ela começou a mostrar benefícios e geraram grandes discussões, isso ela conseguiu fazer. E indiferente às discussões, a taxa virá para colaborar com o futuro de Bombinhas. Será muito bom visitar novamente a cidade daqui a uns anos e ver os frutos da cobrança dessa taxa. Só espero que não vire moda nas cidades turísticas, porquê de taxa nós já estamos cheios!

E você, o que acha da cobrança da TPA? Passou pelo município de Bombinhas desde então?

Abraço!

Sua viagem começa aqui!

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Precisa alugar um carro? Na RentCars a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem.

E não esqueça do seguro viagem. Na Real seguro viagem o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto.

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigado! =)

Conteúdo relacionado

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *