Recepcionista de hotel e pousada – Profissão turismo

Continuando nossa série de posts sobre as profissões no mundo do turismo, vamos falar hoje de uma profissão muito comum na área que é a profissão de recepcionista de hotel e pousada.

Ao viajar por longas e cansativas horas para o destino esperado, nada melhor que chegar ao hotel e receber uma recepção agradável, prestativa, educada e muito paciente, já que a recepção é a primeira impressão que temos do hotel.

Esse profissional além de fazer toda a recepção tem muitas funções que variam de acordo com o hotel ou pousada em que trabalha, como a de atender ligações de futuros hóspedes para reservas e cancelamentos, fazer check-in e check-out dos hóspedes, receber os pagamentos das diárias, lidar com papéis e computador, entre outros. Eles trabalham de dia, de noite e também nos finais de semana, mas é claro sempre respeitando o limite da carga horária estabelecida em lei fazendo e revezando os finais de semana com os colegas.

O recepcionista também ajuda os hospedes a chamar táxis, dão sugestões dos melhores restaurantes, podem dar dicas sobre os pontos turísticos, ou seja, se você tiver alguma dúvida em relação à cidade que vai conhecer nada melhor do que pedir para esses profissionais que são, sobretudo, moradores locais e que com certeza conhecem muito bem a região para orientar na viagem.

Recepcionista de hotel - Profissão turismo
Recepcionista de hotel – Profissão turismo

Como ser recepcionista de hotel

A profissão de recepcionista de hotel não exige formação superior, porém quanto mais formação, mais fácil será na hora de buscar emprego na área, portanto profissionais com cursos superiores de turismo e hotelaria ou de cursos superiores de administração, ganham pontos adicionais na hora de conseguir emprego. Se não tem condições de fazer curso superior, pelo menos cursos profissionalizantes podem ser feitos para aumentar as chances de sucesso.

Além disso, o profissional que trabalha na recepção de hotel tem de ser prestativo, saber atender os clientes, ter boa comunicação, habilidades com informática e dependendo o hotel será necessário saber falar um segundo idioma para recepcionar os turistas estrangeiros.

Remuneração do recepcionista de hotel

O salário de recepcionista de hotel varia de acordo com o porte do hotel e de acordo com a capacitação do profissional. Quanto maior a capacitação e maior a responsabilidade do profissional, maior será a remuneração. Na média o salário é de R$ 1.300,00.

Uma remuneração não financeira que tem esse profissional é o fato de trabalhar com a alegria das pessoas que muitas vezes estão viajando de férias e o fato de trabalhar em destinos turísticos que muitas vezes são destinos desejados por pessoas do mundo inteiro.

Minha experiência com recepcionista de hotel

Já tive contato com vários recepcionistas de hotel e na maioria das vezes sempre fui bem atendido. Uma das vezes que mais invejei o profissional dessa atividade é o recepcionista de hotel de grandes resorts all inclusive, como na vez que fiquei hospedado em Cancún, no México. Aquele lugar é um verdadeiro paraíso e trabalhar ali seria gratificante demais.

Em geral, o que ainda não consegui entender dos profissionais de recepção de hotéis é aquele preenchimento manual das fichinhas onde são pedidas as minhas informações pessoais de hóspede. Oras, se eu já fiz a reserva pela internet ou por telefone e passei os meus dados pessoais, os atendentes de hotel poderiam pegar as informações dessa reserva ao invés de solicitar as mesmas informações para preenchimento manual, não é verdade?

Finalizando

A profissão de recepcionista de hotel é teoricamente uma profissão fácil e que exige pouca formação. Automaticamente a remuneração é baixa e o que compensa mesmo é o fato de trabalhar com turismo em locais altamente desejados por pessoas do mundo todo. Para quem está começando na carreira é uma ótima profissão.

E você, tem desejo de trabalhar como recepcionista de hotel? Quais experiências você já teve com pessoas dessa profissão? Deixe seu comentário!

Abraço e até o próximo post!

Sua viagem começa aqui!

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opção de cancelamento gratuito e sem pagamento antecipado!

Precisa alugar um carro? Na RentCars a cobrança é feita em reais, sem IOF e em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto.

Se quiser viajar para o paraíso, o Zarpo tem os melhores pacotes de viagem.

E não esqueça do seguro viagem. Na Real seguro viagem o pagamento pode ser em até 6x sem juros no cartão ou com desconto de 5% no boleto.

Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigado! =)

Conteúdo relacionado

Thiago Cesar Busarello

Thiago Busarello é autor e criador do Vida de Turista, no qual adora viajar e falar do assunto de turismo e viagens, compartilhando dicas e informações de viagens com os leitores.

2 comentários em “Recepcionista de hotel e pousada – Profissão turismo

  • 11/06/2017 em 20:20

    Trabalho como recepcionista de hotel há um tempo, trabalho em uma cidade que dizem ser o paraíso em praias, posso dizer com firmeza que ninguém faz curso superior para trabalhar como recepcionista então este não é um requisito. As vezes ajudamos a alugar um carro ou escolher um passeio ou restaurante para ir porque ganhamos comissão, e isso é uma boa parte de nossa renda. Mas não é sempre que isso acontece, digo por minha parte, as vezes recomendo um restaurante porque conheço o lugar e sei que o hóspede irá gostar, também indico lugares mais seguro para visitar, indico empresas de aluguel de carro que não tenha registro de preços altos ou diferenciado por se tratar de turista. Vai por mim, é comum o acréscimo de pelo menos 30% do valor do serviço ou produto por ser tratar de turista, onde eu moro, na praia o coco que é vendido a 7 reais, cai para 3 quando digo que sou morador.

    A parte de preencher Ficha Nacional de Registro de Hospedes (FNRH) é uma parte chata mesmo, mas entenda, é uma maneira de manter um registro físico e virtual de todos que entram no hotel, nem sempre temos maiores dados do hóspede além do nome e está é uma parte de segurança do hóspede que esta chegando e dos que já estão no hotel, já que a mesma é, ou deveria ser, preenchida com um documento com foto, afinal, somo educados mas não conhecemos vocês – hóspedes-.

    Quero um dia conhecer o México também, sua ideia de transmitir experiencias é excelente.

    Resposta
    • 15/06/2017 em 16:20

      Olá Brendon, que bacana ter um relato desses como o seu aqui no blog, um verdadeiro profissional que trabalha como recepcionista de hotel.

      Obrigado pela transparência de colocar para nós sobre o comissionamento na indicação de serviços e também nos preços diferenciados para turistas. É algo que todos os turistas acabam sofrendo injustamente.

      Que bom seria se houvesse transparência nessa relação, porque assim o turismo no país seria mais barato e muito mais pessoas fariam viagens pelo Brasil.

      Obrigado também por falar sobre a FNRH. Entendi a questão quanto à segurança das informações. O que vejo que poderia ser uma evolução é já virem informações previamente informadas preenchidas e de certa forma digital, sem a necessidade de escrever à mão, afinal, tudo hoje em dia é digital. Acredito que essa será uma tendência nos próximos anos.

      Torço para que um dia possa conhecer o México que nem eu conheci, principalmente num daqueles grandes resorts. O mais diferente que você vai ver lá é com relação às gorjetas. O salário deles acaba sendo pequeno, mas eles ganham boas gorjetas pelo serviço prestado. O que é culturalmente bem diferente daqui no Brasil. Abraço!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *